segunda-feira, 17 de agosto de 2015

O modelo de final de semana está esgotado


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Milton Pires

Tudo na vida é um ciclo. Tudo tem início, meio e fim. O PT já “aprendeu”como se comportar, já se “acostumou” com as manifestações de final de semana. Não dá mais: o modelo se esgotou.

As manifestações de ontem foram gigantescas, foram, sem dúvida alguma, um sucesso em todo Brasil. Não interessa se um milhão ou dois milhões de pessoas estavam na Avenida Paulista. Não interessa se havia ou não cem mil pessoas em Porto Alegre. Tanto faz, isso não tem mais nenhuma importância.

Fundamental é, nesse momento, que os grandes movimentos – Vem Pra Rua, Movimento Brasil Livre e Revoltados Online compreendam que isso, desta forma como está sendo organizado, não tem mais efeito algum.

Algum dos ministros de Dilma deve vir a público dizendo as mesmas bobagens de sempre e depois as coisas são esquecidas, caem na rotina, esfriam-se.

Faço aqui um apelo: todos nós sabemos que a próxima grande manifestação deve ser no dia 7 de setembro. Isso vai ser numa segunda-feira, daqui a vinte um dias e nos dá tempo mais do que suficiente para fazer algo diferente, algo que o PT não espera e que vai chamar a atenção do mundo inteiro: vamos ficar nas ruas !

Vamos amanhecer nas ruas bloqueando as avenidas das principais cidades durante, pelo menos, toda manhã da terça-feira 8 de setembro ! Nós precisamos fazer algo que implique no funcionamento do Brasil durante a semana, caso contrário, não haverá mais repercussão.

Vai haver um desgaste natural destas manifestações de final de semana. O PT sabe tudo a respeito de manifestações e aposta nisso que eu escrevi. Observem que MST e CUT não se manifestam em finais de semana – eles sabem o que fazem e com eles as manifestações tem implicações econômicas.

Não é mais possível ficar chamando o país às ruas nos domingos. Isso permite que o PT “respire”, permite que siga dizendo às mesmas bobagens de sempre e apresentando-se à opinião pública internacional como um partido “democrata”.

Nós precisamos PARAR o Brasil durante a semana. Precisamos ir para as ruas no dia 7 de setembro e ficar até o meio dia do dia 8 – será uma lição inesquecível para os marginais que governam o Brasil.

O modelo de protesto em final de semana está esgotado.


Milton Simon Pires é Médico.

17 comentários:

Anônimo disse...

Acho também que fazer tudo com data marcada não causa efeito, se a coisa tá ruim tem que ir pra rua já e não esperar. A classe media precisa inserir o povão no meio, trazer esse pessoal, aí sim fará efeito!!
Quem foi pra rua é minoria mas é quem paga imposto!

Anônimo disse...

Se houver condições, tem que parar o país até o pt e caterva saírem do poder.

Luiz Oliveira

Anônimo disse...

A data sem dúvida eh simbólica, dotavia como eh feriadao sempre corre o risco de esvasiar, muitos vão preferir viajar ou pegar uma praia infelizmente. Tem que ser dia utiel uma greve geral.

Anônimo disse...

Também tenho uma sugestão: uma força tarefa nacional com a missão de botar na cadeia todos os médicos que batem o ponto no hospital público e recebem sem trabalhar; todos os juízes e desembargadores que vendem sentenças; todos os promotores de justiça que prevaricam em seus deveres funcionais etc.

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira Disse:
O povo brasileiro já entendeu há muito tempo que manifestações de domingo não é solução para o nosso Brasil. Sabem que é preciso parar o Brasil até que haja intervenção constitucional já. O mundo inteiro assistiu ontem o pedido desesperado dos brasileiros para salvar seus filhos, pediram SOCORRO, as FFAA sabem que muitos estão refém do crime. As manifestações foram: PRECISA E CONCISA.

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira Disse:
O povo brasileiro já entendeu há muito tempo que manifestações de domingo não é solução para o nosso Brasil. Sabem que é preciso parar o Brasil até que haja intervenção constitucional já. O mundo inteiro assistiu ontem o pedido desesperado dos brasileiros para salvar seus filhos, pediram SOCORRO, as FFAA sabem que muitos estão refém do crime. As manifestações foram: PRECISA E CONCISA.

Loumari disse...

Um governo que não remodela reduz a sua capacidade de recuperar popularidade, mas evita enviar sinais de crise interna.
(Pedro Magalhães)

Anônimo disse...

Bem, é um fato que no feriado várias pessoas vao viajar, porém nem todos viajarão, vou dar um exemplo aqui em pernambuco, especificamente em Recife, não precisa mais de 8 mil pessoas para travar o transito do centro do Recife, cruzamento da av. Agamenom Magalhães com o Derby e a Paissandu, vc literalmente pararia e causaria transtornos inimaginaveis, afinal chegando proximo do final do desfile militar do 7 de Setembro e virando até 8 de Setembro, rsrsrs
... teria muito mais efeito do que 100mil em boa viagem, o mesmo deve se na av Paulista em SP, 80 mil em locais estratégicos, de repente teriam mais repercussão do que 1000000 de domingo. É o que eu penso.

Anônimo disse...

ANONOMO DAS 9.38, SE OS QUE VOCÊ CITOU NÃO FOREM DO PT E SIM DA MAÇONARIA NINGÉM VAI FAZER NADA. NESSAS HORAS EU QUERIA QUE TODOS FOSSEM DO PT, ASSIM ALGUÉM SE IMPORTARIA... E NSTA PASSEATA SÓ TINHA ,COXINHA E PLAYBOY... VOCÊ VIU O PEITÃO DESSA GENTE??? TUTI BONA GENTE...

Anônimo disse...

Parar durante a semana é quase uma utopia!Aí sim todo mundo tem que se unir e ter uma manifestação nunca vista antes. O problema é que ninguém vai parar. As empresas estão correndo atrás do prejuízo e nos de carona vamos atrás delas. Estamos vivendo um momento muito tenso. As pessoas estão com medo de perder seus empregos, mesmo com os salários tão arroxados! Pra isso acontecer tem que ter um acordo entre as empresas e os empregados para essa paralização, porque se nada for feito agora, ano que vem corremos o riscos das empresas fecharem em efeito dominó.

Anônimo disse...

A situação tá ruim tanto pra quem é classe média quanto pra quem é povão- como lhe apraz dizer.
Mas, contudo, evocar o comparecimento a essas manifestações dos segmentos de massa é buscar colher louros com o sacrifício do sangue dos populares.
Deixe como está, com a presença dos seus pares de classe social porque sua vitória terá um sabor mais doce.
sugiro aqui enviar a seu filho que está numa faculdade pública bancada com o suor do meu dinheiro protestar contra a corrupção, ou quem sabe enviar a parentela dos empresários insatisfeitos com a taxa de juros aplicada pegar em armas e destituir a governante em queda livre.
Mas ainda assim acredito que a Elite Moral reunida aquí nos prestará esse grande favor. Expondo os peitos abertos contra o chumbo da Força Nacional.
apreendi uma coisa : numa guerra, sou o último a entrar nela e o primeiro a voltar.

Essa guerra é de vocês que são elite moral, tô fora.

Anônimo disse...

Perfeito!

Anônimo disse...

A gente que trabalha não vai aparecer.

JESUS disse...

BOA NOITE O QUE PENSEI COMO EMPRESÁRIO, PAULISTA, DEVEMOS NOS ORGANIZAR COM FIESP, E FAZER UMA PARALIZAÇÃO, DE NOSSA QUEBRADAS EMPRESAS, MUITOS EMPRESÁRIOS JA NÃO AGUENTAM MAIS, DEVEMOS SIM, NOS ORGANIZAR COM NOSSO EMPRESÁRIADO, E PARAR SÃO PAULO AO MESNO POR UM BOM PERIODO, SE SÃO PAULO TODO PARAR, O BRASIL TODO NOS SEGUE, AI SIM ESSE GOVERNO EM GERAL CAI, E TAMBEM PROTOCOLAREMOS LISTA DE TODOS OS POLITICOS QUE DEVEM SER COLOCADOS PRA FORA. AI SIM NINGUEM SEGURA, E CERTO, ESSA CORJA TODA CAI, A PRESIDENTE DE MERDA, CALHEIROS , CONHA LEVANDOVISK, TOFFOLI MARIA LUCIA, EDINHO, O PSDB TODOA O PT TODO O PMDB TODO, HÁ A PERGUNTA DE SEMPRE QUEM ASSUME: ALGUM DE VOCES ACREDITA QUE COM ESSE CAOS, OS MILITARES FICARÃO QUIETOS, COM SÃO PAULO PARADO, O BRASIL TODO NÃO VAI PARAR?

JESUS disse...

VAMOS PARA SÃO PAULO COM A FORÇA DOS EMPRESÁRIOS, AI O BRASIL TODO SEGUIRÁ NOSSO ATO, E ESSE GOVERNECO CAI DE VEZ.

Eduardo Araújo disse...

LEIA ATÉ O FIM... Vão entender ONDE estão ERRANDO... Não ENTENDEM porque o POVÃO NÃO VAI ? No Rio de Janeiro é fácil de explicar: Os organizadores das manifestações marcam para concentração em Copacabana, com concentração às 10:00 horas. O trabalhador que mora nos subúrbios teria que acordar as famílias às 06:00 horas, para sair de casa às 7:00 de um domingo, enfrentar 3 conduções, num dia de pouquíssimos ônibus, trens e metrôs, para ficar numa manifestação que acaba às 12:30, para os organizadores irem almoçar com a família, esperar até às 15:00 ( depois da soneca da tarde dos bonitinhos ) para a manifestação recomeçar... Marcam o horário errado (mas conveniente para eles), no local errado e de difícil acesso para 90% da população (mas conveniente para eles), impondo ao trabalhador que já se sacrifica a semana inteira no transporte público horrível do RJ, sujeitando-o a gastos (muitas passagens, almoço, gastos com água (pois os organizadores trazem geladinha de casa, que fica do lado, sem os preços abusivos da orla de Copa), e de passar horas ao sol, sem conforto, largado. Quem vc acha que vai trazer a família, multiplicando os gastos, os sacrifícios e o perigo ? Os "vermelhinhos comunistas" não cometem este erro: Marcam na Central do Brasil (Trem e Metrô para todos os subúrbios, rápidos e baratos), com comércio popular (inclusive nos fins de semanas), e mais, marcam para dias de semana, no fim da tarde (o trabalhador já está lá, não perde tempo nem dinheiro). Fora que ainda se aproveitam do movimento de pessoas que só estão passando por lá para pegar a condução, e filmam (inclusive as TVs) contabilizam como centenas de milhares de manifestantes. Entenderam ? Tudo isto no único dia de descanso com a família (e alguns vão à igreja).

Eduardo Araújo disse...

LEIA ATÉ O FIM... Vão entender ONDE estão ERRANDO... Não ENTENDEM porque o POVÃO NÃO VAI ? No Rio de Janeiro é fácil de explicar: Os organizadores das manifestações marcam para concentração em Copacabana, com concentração às 10:00 horas. O trabalhador que mora nos subúrbios teria que acordar as famílias às 06:00 horas, para sair de casa às 7:00 de um domingo, enfrentar 3 conduções, num dia de pouquíssimos ônibus, trens e metrôs, para ficar numa manifestação que acaba às 12:30, para os organizadores irem almoçar com a família, esperar até às 15:00 ( depois da soneca da tarde dos bonitinhos ) para a manifestação recomeçar... Marcam o horário errado (mas conveniente para eles), no local errado e de difícil acesso para 90% da população (mas conveniente para eles), impondo ao trabalhador que já se sacrifica a semana inteira no transporte público horrível do RJ, sujeitando-o a gastos (muitas passagens, almoço, gastos com água (pois os organizadores trazem geladinha de casa, que fica do lado, sem os preços abusivos da orla de Copa), e de passar horas ao sol, sem conforto, largado. Quem vc acha que vai trazer a família, multiplicando os gastos, os sacrifícios e o perigo ? Os "vermelhinhos comunistas" não cometem este erro: Marcam na Central do Brasil (Trem e Metrô para todos os subúrbios, rápidos e baratos), com comércio popular (inclusive nos fins de semanas), e mais, marcam para dias de semana, no fim da tarde (o trabalhador já está lá, não perde tempo nem dinheiro). Fora que ainda se aproveitam do movimento de pessoas que só estão passando por lá para pegar a condução, e filmam (inclusive as TVs) contabilizam como centenas de milhares de manifestantes. Entenderam ? Tudo isto no único dia de descanso com a família (e alguns vão à igreja).