terça-feira, 8 de setembro de 2015

Economia - Soluções factíveis


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

A tomada de decisões para organizar a economia brasileira deve ser precedida de um estudo geopolítico global.

Há uma única superpotência em atividade que já da sinais de fadiga. A Europa se auto destrói com a perda da identidade e do orgulho nacionais.

O Islã volta à Hégira. O EI promete dominar Portugal até 2.020. Talvez não seja coincidência ter se retirado recentemente de lá o banco Barclays. As autoridades portuguesas não conseguem vender o cadáver do antigo Banco Espírito Santo, agora chamado Novo Banco.

A América do Sul se debate para eliminar a parasitária atividade do Foro de São Paulo. O banco Lloyd's, pouco tempo atrás, se retirou da Argentina e do Brasil após mais de um século.

O banco HSBC vendeu as operações no país ao Bradesco, mantendo a carta-patente à espera de dias melhores. Os bancos nunca lucraram tanto no Brasil como nos últimos trimestres. Este fato explica o apoio de seus presidentes ao desgoverno.

Assim, qualquer novo governo sério deve reordenar os preços relativos, hoje completamente distorcidos.

A liberação total do câmbio é condição sine qua non para a reconstrução nacional.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

4 comentários:

Loumari disse...

O Dinheiro Financia as Circunstâncias

Já dizia o filósofo: eu sou eu e as minhas circunstâncias. Muito bem dito. Pois é o dinheiro que te permite financiar as tuas circunstâncias; se falta o dinheiro, ficas sozinho com o teu vazio, mero invólucro sem circunstância que valha um tostão furado: abandona-te essa mão oportuna que te daria uma palmada nas costas para cuspires o fiapo de frango meio mastigado que nesse momento te entope a glote não, não o digo por ti, Liliana, como podes pensar uma coisas dessas, estou a falar em termos gerais, bem sei que tu nunca me abandonarias); se tens dinheiro, pelo contrário, podes comprar companhia, um enfermeiro, uma enfermeira. Podes pagar a uma pedicura que te corte as unhas dos pés — uma tarefa que se te torna cada vez mais esgotante — e as lime para que não se dobrem e se cravem na carne, uma profissional hábil e cuidadosa que te extraia os calos e te desinfete essas perigosas feridas na planta do pé que a hiperglicemia ameaça tornar crónicas e que, se perdurarem e alastrarem, podem gangrenar e obrigar à amputação do membro; tendo dinheiro, podes dar-te ao luxo de contratar um massagista, um cabeleireiro que te corte o cabelo e te barbeie na cama, um farmacêutico que te administre os calmantes mais eficazes para chegares ao céu antes da hora, para ouvires os sinos celestiais e veres as suaves asas dos anjos (sabias que numa igreja de uma aldeia vizinha se venera uma pluma do arcanjo São Miguel?), ou uma bela rapariga que te bata uma pívia (perdoa a crueza da linguagem, Liliana). Tudo isto numa confortável vivenda, ou numa clínica em Lucerna, num quarto cheio de luz com vista para um lago, para prados verdes onde pastam vaquinhas Milka, com as neves do Kilimanjaro ao fundo, e tu estendido num macio colchão de viscolátex (é assim que se diz?), sobre o qual agonizas como quem toma o chá das cinco se fores inglês, ou uma imperial e um prato de calamares à romana se fores da minha terra, e toda a cena representada à temperatura ideal, controlada pelo climatizador. Juntamente com o último comprimido dão-te uma taça de champanhe.

"Rafael Chirbes, in "Na Margem"
Espanha 27 Jun 1949 // 15 Ago 2015
Escritor

Loumari disse...

A velhice anuncia ao homem o seu destino: o homem insensato, que afinal todos somos mais ou ou menos, tende a recusá-lo, maquilhando-a, disfarçando-a enquanto pode e depois encerrando-a longe da vista e do coração. O reverso da medalha é o culto da juventude. Televisões, rádio, publicidade, lazer, estão cada vez mais virados para os jovens e adolescentes. Mas sob o lema "o futuro pertence aos jovens" está normalmente mais uma aposta comercial do que uma verdadeira preocupação social. Num mundo em que a aparência é tudo, as rugas não têm direito à vida.
(Esther Mucznik)



Constata-se que uma sociedade marcada pelo envelhecimento da população não consegue lidar com os seus velhos. O que está em causa (...) é o respeito e a solidariedade que deveria existir entre seres humanos. A vida não se fez para viver a 20 quilómetros/hora mas é um exagero quando se tenta vivê-la a 200 à hora ou mesmo mais, em grande estilo de rolo compressor onde os cultos da juventude e do esbelto ditam leis.
( Hermínio Santos)

Anônimo disse...

Para quem sabe ler um pingo é letra, será que as forças armadas começaram entender o plano criminoso de poder do pt ? Pois é senhores dos botões dourados, a coisa foi tão longe que Lula chegou a se ganhar, caso precionassem Dilma o exército mts seria convocado, o mais estranho né que um movimento que há décadas posam de mendigos pedindo terras e tomando de quem tinha, virou exército, ta ai a prova de que o pt sempre foi uma célula terrorista do comunismo no Brasil. Tá na hora de esquecerem o blá blá blá e mostrarem a nosso povo que golpe Militar é uma frase criada por comunistas, o que existiu de verdade em 1964 foi o contra golpe contra os gafanhotos vermelhos que já estavam infiltrados até nas forças armadas. Forças armadas contém com o apoio geral de nosso povo, ninguém ta engolindo mais essa farofada comunista como pensam eles. Precisamos da intervenção Militar urgente, não queremos ser escravos de comunistas como vemos aqueles que até tentam fugir de Cuba e outros neste regime.

A//C anti comunista

Anônimo disse...

Para quem sabe ler um pingo é letra, será que as forças armadas começaram entender o plano criminoso de poder do pt ? Pois é senhores dos botões dourados, a coisa foi tão longe que Lula chegou a se ganhar, caso precionassem Dilma o exército mts seria convocado, o mais estranho né que um movimento que há décadas posam de mendigos pedindo terras e tomando de quem tinha, virou exército, ta ai a prova de que o pt sempre foi uma célula terrorista do comunismo no Brasil. Tá na hora de esquecerem o blá blá blá e mostrarem a nosso povo que golpe Militar é uma frase criada por comunistas, o que existiu de verdade em 1964 foi o contra golpe contra os gafanhotos vermelhos que já estavam infiltrados até nas forças armadas. Forças armadas contém com o apoio geral de nosso povo, ninguém ta engolindo mais essa farofada comunista como pensam eles. Precisamos da intervenção Militar urgente, não queremos ser escravos de comunistas como vemos aqueles que até tentam fugir de Cuba e outros neste regime.

A//C anti comunista