domingo, 20 de setembro de 2015

Sugestões para a Revolução Brasileira em andamento


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Só a adoção de um modelo de votação Distrital, combinado com Distrital Misto, tem condições de baratear, de verdade, os custos das campanhas eleitorais. Não adianta proibir empresas de fazerem doações eleitorais, sem uma Reforma Política, de fato e de direito, que privilegie o primado da representação local (a partir dos bairros, municípios, regiões e estados até chegar ao nível federal). Isto só vai acontecer se conseguirmos promover a Intervenção Constitucional, através do originário poder instituinte do povo, que vai implantar a Democracia (Segurança do Direito).

A classe política, na zona de conforto, não quer mudar nada. No máximo, deseja promover algumas "reformas", mantendo a essência da lógica perversa em vigor. No modelo atual de escolha dos "políticos profissionais" (uma aberração institucional), a crise de representatividade persistirá. Continuaremos elegendo, com o modernoso voto eletrônico, sem direito à auditoria de recontagem, o político que gasta o que não tem na campanha, financiado por interesses escusos ou não claros, para continuar bem longe do interesse real do eleitorado.

O voto obrigatório é a corrupção da livre vontade de escolha do cidadão. O impedimento de que haja candidaturas avulsas é outro atentado a essa mesma liberdade. A atividade política, que é originária do indivíduo-eleitor-contribuinte, torna-se refém dos partidos-cafetões. O povo, compulsoriamente, elege as prostitutas de luxo (que se vendem para interesses econômicos, geralmente conflitantes com os ideológicos e aqueles que deveriam ser, essencialmente, políticos).

Esse modelo tem de mudar, porque não tem legitimidade! Partidos políticos podem e devem existir. No entanto, deve ser assegurado ao cidadão o direito de ser candidato sem a intermediação partidária. Quem está habilitado para votar também deve estar pronto para ser votado. Basta que se definam regras mínimas para qualquer um que deseje ser candidato. A ficha-limpa é um requisito tão básico quanto a transparência total (que hoje não temos) na contagem de votos - eletrônica, com auditoria impressa para recontagem por fiscais escolhidos entre os partidos e os eleitores comuns.     

É preciso ficar claro que a decisão jurídica do Supremo Tribunal Federal, festejada pela petelândia e por muita gente ingênua, não garante o fim da patifaria com lavagens de grana nas arrecadações eleitoreiras. A proibição da doação de empresas para campanhas abre espaço para o tal "financiamento público de campanha" - tão desejado pela cúpula do PT - é mais uma manobra oligárquica para conferir ao distorcido poder estatal ainda mais capacidade de interferência nas ações políticas. Negócio perfeito para uma ditadura no estilo bolivariano... E a petralhada ainda insiste no "voto por lista" - com a oligarquia partidária indicando quem será parlamentar...

O Alerta Total repete por 13 vezes 13: Em um modelo estatal cartorial, cartelizado, clientelista e corrupto como o brasileiro, que interfere exageradamente na atividade econômica, é muita ingenuidade ou netodaputice acreditar que, sem poder doar, as tais "pessoas jurídicas" deixarão de ter grande influência nas decisões políticas. A governança do crime institucionalizado continua em vigor e agindo a pleno vapor, apesar de algumas ameaças pontuais de punição.

Vale insistir por 13 x 13, até encher o saco: Na prática, nada muda no jogo sujo atual, onde prevalece uma simbiose de interesses escusos (ou não) entre os ocupantes da máquina estatal e o empresariado estado-dependente. Os picaretas darão o velho "jeitinho", e a grana (em menor quantidade que antes) vai rolar na campanhas, da mesma forma ilegal como sempre rolou... Os bandidos continuam ditando as regras... Alguns, mais malandros, coordenam as "reformas" - que só vão fingir que algo foi mudado, na verdade, para permanecer do mesmo "jeitinho"...

Eleições a cada dois anos custam muito caro porque interessa ao sistema que custe muito caro. O modelo atual serve para lavar/esquentar dinheiro sujo. Também permite que a grana ilegal seja injetada em políticos profissionais que farão ou apenas retribuem favores em negociatas já combinadas com o poder público. Ou, ainda, serve para sustentar os cafetões que detém o domínio dos partidos - geridos de forma cartorial, clientelista e corrupta -, recebendo milhões (dinheiro público) de um tal "fundo partidário". Esta modelagem, antidemocrática e obscura, precisa ser mudada.


Felizmente, os cidadãos brasileiros de bem, que se informam melhor e se juntam através de mobilizações a partir de redes sociais na internet, estão exigindo mudanças pela legítima via da pressão. São fenômenos altamente salutares as campanhas locais, a partir de municípios de menor porte, em favor da redução dos absurdos salários de vereadores, do enxugamento da quantidade de "políticos profissionais" e da máquina em torno deles e da diminuição real de gastos inúteis praticados pelo poder público - que são pagos, no final das contas, pelos contribuintes, pobres ou ricos. Não demora, a mesma pressão atingirá os deputados estaduais e federais.

Outras importantes manifestações vêm do empresariado. Vide o Movimento Menos Imposto e Mais Respeito, apoiado pela Federação das Indústrias do Paraná. O presidente da FIEP, Edson Campagnolo, tem repetido uma frase que espelha a insatisfação de todos os brasileiros conscientes: “A ânsia por arrecadar mais não tem limites. Os governantes precisam enxugar a máquina”. Também no Paraná, um Hotel em Londrina começou a fazer anúncios de mídia contra a corrupção. Os donos do estabelecimento denunciam que a máquina burocrática do poder público fez tudo que pôde para criar problemas para o seu funcionamento, na base da criação de dificuldades para vender facilidades. O exemplo deveria ser imitado por outros empresários cansados do achaque de quadrilhas que infestam os desgovernos.

As mobilizações espontâneas devem ser saudadas como a grande novidade na política brasileira, diante do esgotamento total do modelo que desmoralizou, completamente, a malfadada "Nova República" - que sucedeu a um presidencialismo de generais que pecou pelos arroubos autoritários e fracassou na implantação de um regime efetivamente republicano, federalista (coisa que ainda não aconteceu, de verdade, desde o golpe militar de 15 de novembro de 1889 que derrubou o Imperador D. Pedro II, em nome de interesses globalitários). Os militares não podem se iludir e errar novamente, na inevitável Intervenção Constitucional que se avizinha... Os Generais do Bem sabem disto...

Tudo indica que sejamos obrigados a implantar as mudanças institucionais de verdade, forçados pelo agravamento da maior crise econômica de nossa História - gerada por nossos problemas estruturais, e não por fatores meramente conjunturais. O negócio está ruim, e pode ficar ainda pior, porque estamos perdendo todos os parâmetros. O câmbio, os preços relativos dos produtos e serviços, os conceitos elementares de política e economia, a ética social, a moralidade pública, a transparência de gestão e o papel dos três poderes estão fora de controle em Bruzundanga - país que se deixou corromper pela ignorância, pelos erros, preconceitos, inverdades e injustiças.

Mudar é um consenso entre a maioria das pessoas de bem. Felizmente, várias cabeças pensantes estão elaborando e discutindo propostas para o chamado "dia seguinte". Não existem soluções mágicas, sem que existam pré-condições culturais que compreendam o que precisa ser mudado, partindo-se do conceito básico correto. Tudo precisa ser entendido por todos os personagens que serão os efetivos agentes da mudança. Os inimigos do Brasil nunca estiveram tão fragilizados e perdidos. No entanto, ainda infestam a máquina estatal, cujo poder reacionário contra as mudanças é imenso.

Brasileiros precisam ter muita fé, esperança e, sobretudo, amor, legitimamente patriótico, para se unir a outras pessoas de bem, adotar soluções corretas e partir para as mudanças que melhorem nosso bairro, nossa cidade, nosso estado e, por extensão, nosso País. É hora de construir. Reformar não resolve. O Brasil precisa de um "Projeto base zero", que se desdobre em planos de ações a serem executadas, de forma estratégica, em curto, médio e longo prazos. Tudo precisa ser debatido exaustivamente, mas precisa ser rapidamente posto em prática.

Vale repetir. Mudanças estruturais não acontecem em um passe de mágica. A boa notícia é que as pré-condições estão sendo criadas para isso, enquanto o governo do crime organizado tem seus personagens identificados, desmoralizados e até punidos por um judiciário que ameaça cumprir seu papel. Releia e entenda por que e como: A Revolução Brasileira está em andamento...

Como se pode comprovar, facilmente, a solução para o Brasil vai muito além de apenas impedir a Dilma ou lavar o Lula a jato... Temos de mudar a estrutura, antes que ela acabe conosco e com o País...

Inadiável


Leia também, de Carlos Maurício Mantiqueira: Soluções Econômicas para o Dia Seguinte

Direito e Justiça em Foco


O desembargador Laercio Laurelli recebe o juiz Daniel Carnio Costa sobre de que forma a crise brasileira vem afetando as empresas brasileiros, do ponto de vista judicial.

Vai ou não vai, Dilma?


Façam a jogatina, senhores


Hora do Palocci


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Setembro de 2015.

9 comentários:

O SOMBRA disse...

O POVO INOCENTE ÚTIL JÁ SOFREU VÁRIAS INTEMPÉRIES NOS SEUS GOVERNOS, SENÃO VEJAMOS:

1º O SUICÍDIO DO DITADOR GETULIO VARGAS (15 ANOS DE GOVERNO);

2º A RENÚNCIA DE JÁNIO QUADROS;

3º A EXPULSÃO DO PRETENÇO DITADOR JOÃO GOULART;

4º O REGIME MILITAR (21 ANOS);

5º O IMPEACHMENT DE FERNANDO COLLOR DE MELLO;

E CONSEGUIR SOBREVIVER A TODAS ELAS COM LOUVOR ULTRAPASSANDO TODOS OS OBSTÁCULOS À SUA FRENTE E NUNCA PERDEU A SOBERANIA.

NÃO VAI SER AGORA QUE UM GOVERNO DE CLEPTOCRATAS (O CRIME ORGANIZADO) QUE CRIOU UMA HORDA DE CLEPTOMANIACOS (COMANDADOS DO CRIME ORGANIZADO), QUE VAI FAZER RUIR UM PAÍS QUE JÁ ULTRAPASSOU TODAS AS EXPERIÊNCIAS POSSÍVEIS PARA CONTER AS DIVERSAS TENTATIVAS DE IMPLANTAREM NO BRASIL O SOCIALISMO COMUNISTA.

O BRASIL NASCEU LIVRE

É UMA PÁTRIA LIVRE

É O CORAÇÃO DO MUNDO E NÃO VAI SER UM BANDO DE POLÍTICOS CORRUPTOS E UM GOVERNO DE CREPTOCRATAS E DE DELINQUENTES (CLEPTOMANIACOS) QUE NOS LEVOU AGORA A BANCAROTA E NOVAMENTE A PENÚRIA, QUE VAMOS DEIXAR CONTINUAR A NOS GOVERNAR.

JÁ PASSAMOS POR TODAS AS EXPERIÊNCIAS POSSÍVEIS E SOBREVIVEMOS, LOGO NÃO PODEMOS ESPERAR MAIS TEMPO PRA EXPULSAR ESTES CANCRO MALÉFICO E CORRUPTO, QUE TOMOU CONTA DO GOVERNO BRASILEIRO.

RENÚNCIA, IMPEACHMENT OU INTERVENÇÃO INSTITUCIONAL JÁ

BRASIL ACIMA DE TUDO

ARS disse...

Primeiro tem de derrubar o governo da organização criminosa. Depois, mandar os clePTocratas para cadeia. Por fim, implantar a democracia com eleições gerais e nova constituinte, proibindo a eleição de políticos condenados ou com processos criminais.

Anônimo disse...

Para o Primo Larry

Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso.
Bertolt Brecht

A burrice no Brasil teve um passado glorioso e um futuro promissor
O Pt é um partido dos estudantes que não estudam, dos trabalhadores que não trabalham e dos intelectuais que não Pensam.
Roberto Campos

Anônimo disse...

Jorge Serrão, em primeiro lugar quero parabeniza-lo pelo teu blog, que procuro ler todos os dias, muitos foram compartilhados e sei de algumas pessoas que o elogiam pelo seu trabalho.
Também escrevo, especificamente nessa postagem de hoje, parabenizando os comentários do intitulado SOMBRA, porque escreveu cronológicamente o histórico do nosso povo nos últimos anos. Não é esse regime de psicopatas e ardilosos que, pela inércia do povo brasileiro, e que dura mais de uma década, que vai derrubar uma nação, impondo-lhe um julgo de escravidão em seu povo, cuja liberdade podemos ver nos céus, no hino, na constituição e também na alegria do povo brasileiro. Que Deus não permita que isso venham a concretizar-se em nosso país, que isso tudo passe, que seja apenas um aviso para que saibamos eleger que vai nos governar.

Josué
Castro

Anônimo disse...

Jorge Serrão, em primeiro lugar quero parabeniza-lo pelo teu blog, que procuro ler todos os dias, muitos foram compartilhados e sei de algumas pessoas que o elogiam pelo seu trabalho.
Também escrevo, especificamente nessa postagem de hoje, parabenizando os comentários do intitulado SOMBRA, porque escreveu cronológicamente o histórico do nosso povo nos últimos anos. Não é esse regime de psicopatas e ardilosos que, pela inércia do povo brasileiro, e que dura mais de uma década, que vai derrubar uma nação, impondo-lhe um julgo de escravidão em seu povo, cuja liberdade podemos ver nos céus, no hino, na constituição e também na alegria do povo brasileiro. Que Deus não permita que isso venham a concretizar-se em nosso país, que isso tudo passe, que seja apenas um aviso para que saibamos eleger que vai nos governar.

Josué
Castro

Anônimo disse...

O único pais onde bandido é premiado, exemplo disso é o judiciário pois qualquer um que se bandear para o lado do crime e for pego, é aposentado e continua a receber salários e benefícios integral. UMA MUDANÇA URGENTE NA LEI DA MAGISTRATURA, CRIAÇÃO DE UMA POLICIA ESPECIALIZADA NA PRISÃO DA ELITES DO CRIME, POLITICOS, JUDICIARIO E MAÇONARDIA... TODO CIDADÃO DEVE FICAR DE OLHO, NA PORTA DA SUA CASA DEBAIXO DE SUA JANELA TEM UM, CONTRABANDISTA, UM TRAFICANTE,UM BICHEIRO TODOS COMANDADOS POR ESTA MAFIA...

Anônimo disse...

A presidanta continua querendo impor sobre os ombros do povo a conta da corrupção na Petrobrás, no BNDES, e dos gastos em obras, com dinheiro do povo brasileiro, em países bolivarianos, além de outros desmandos.
Como diz o Delfim Neto, o pacote do governo só faz a substituição de uma despesa por outra. E nós pagamos a conta.
O governo não faz nada faz para diminuir o número de comissionados no governo federal, que são seus verdadeiros cabos eleitorais. Fala mas não diminui os gastos do governo. Além de pagar salários dos milhares de cabos eleitorais, pagam residência para eles em Brasília. Não diminuem gastos e não pensam em diminuir o poder, querem mais dinheiro de impostos.
Além do “impeachment”, PRECISAMOS EXIGIR DO CONGRESSO A REJEIÇÃO DO PACOTE QUE AUMENTA IMPOSTOS E O RETORNO DA CPMF. O GOVERNO PRECISA DIMINUIR OS GASTOS DO GOVERNO, INCLUSIVE COM ESTES CABOS ELEITORAIS.
ANTONIO AUGUSTO.

Anônimo disse...

O CEL. HOJE QUASE CHEGOU LÁ, MAS SE ACOVARDOU EM NÃO DIZER QUE O PT HERDOU O CRIME ORGANIZADO, E NÃO FAZ NADA PARA COMBATE-LO POIS ASSIM COMO OS OUTROS NÃO TEM CÚ,O CEL. SOMBRA TEM BALA NA AGULHA PARA DENUNCIAR MAS TAMBÉM NÃO TEM CORAGEM DE CONTAR COMO FUNCIONA, POIS POR MUITO TEMPO ELE ESTEVE NO COMANDO DO NONO BATALHÃO LÁ NO RIO DE JANEIRO E FOI LÁ ONDE TUDO COMEÇOU COM O COMANDO VERMELHO. EU PRECISO PERGUNTAR SE DEPOIS DE TANTO TEMPO QUE O CRIME ORGANIZADO ESTÁ IMPLANTADO NO BRASIL, O QUE O CORONEL TEM NA CABEÇA AO AFIMAR QUE É COISA DO PT.O ROBERTO CAMPOS QUE TENHO A CERTEZA QUE É O MEU AMIGO CHICÃO, DEVE TER SE REFERIDO AO CEL. AO DIZER QUE QUEM CONHECE A VERDADE E DIZ QUE É MENTIRA É UM CRIMINOSO... A VERDADE É QUE O PT ESTÁ FAZENDO UM PESSIMO E HORRENDO GOVERNO O CRIME É NEGAR QUE ELE NÃO ESTÁ SOZINHO POR DE TRÁS DE TODA ESSA MERDA... OS TRÊS PODERES ESTÃO NESSA JUNTOS E JUNTOS COM A MAÇONARIAM FORMAM A MAFIA MALDITA...

Anônimo disse...

É um descaramento a ideia de implantar o financiamento público de campanhas eleitorais no Brasil. Acham que a população vai apoiar jogarem o nosso dinheiro suado dos impostos pelo ralo, financiando campanhas de políticos com ficha suja, corruptos e com interesses apenas de ampliar seu próprio patrimônio e de suas famílias? Quebraram o Brasil e ainda querem que paguemos a conta de suas campanhas? Vão se danar!
E o STF, vetando o financiamento de empresas em nada assegurou a lisura do processo. Como bem falou o Ministro Gilmar Mendes, agora vai ser criado um laranjal, utilizando os militantes para repassar o dinheiro ( bilhões ) roubado nos esquemas de corrupção e que estão bem guardados para financiar apenas as campanhas deles. Mas o limite do STF é a nossa Constituição. Se o Congresso mudar a Constituição, permitindo o financiamento de empresas e a implantação do voto distrital, o jogo eleitoral pode ser mais equilibrado e o STF nada poderá fazer.