sábado, 24 de outubro de 2015

Carta ao Povo Brasileiro e aos ministros do STF


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Francisco Torres de Melo

SENHORES MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL:

Sou um cidadão brasileiro que, com meus 90 anos, não estou com medo da morte e sim com o fim do meu País.

Vossas Excelências e o povo devem perguntar como um general reformado encontra-se nesta situação? A resposta é simples: A sociedade brasileira começa  a acreditar na SAGRADA JUSTIÇA e eu, também.

Victor Hugo, o grande dramaturgo, escreveu a grande VERDADE: “A PRIMEIRA IGUALDADE É A JUSTIÇA”. 

Pergunto aos Excelentíssimos Ministros: O ART. 5º DA SAGRADA CF DIZ:

Art.5º

Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, .....

É uma verdade no nosso País? Os criminosos comuns estão jogados nas infectas prisões brasileiras e os grandes LADRÕES DO CRIME DO LAVA JATO parecem que são ladrões diferentes dos  outros brasileiros. São iguais ou são diferentes? Muitos em casa com tornozeleiras eletrônicas e os desgraçados exprimidos nos xadrezes imundos.

O sábio Aristóteles, 284 aC, já dizia: ”A base da sociedade é a justiça; o julgamento constitui a ordem da sociedade: ora o julgamento é a aplicação
da justiça”. A sociedade brasileira já desconfiava da eficiência  da nossa justiça, mas parece que começa a mudar a sua postura. Os poderosos aos poucos estão sendo presos, mesmo que logo soltos e o Lava Jato vai sendo esquecido, pois cadeia, diz o populacho: só para os três P da vida.

Excelentíssimos Senhores Ministros.

Os bilhões roubados não poderiam ter salvo o nordeste da seca?

Os bilhões roubados não poderiam ter salvo as SANTAS CASAS?

Os bilhões roubados não poderiam ter resolvido o problema de energia?

Os bilhões roubados não poderiam ter dado escola para todos?

Os criminosos que roubaram os bilhões têm consciência? Oscar Wilde disse:

Podemos suportar as desgraças que vêm do exterior: são acidentes. Mas sofrer pelas nossas próprias faltas... Ah!, é esse o tormento da vida.
O Brasil sofre “o tormento da vida” por falta de consciência de seus filhos.

MERITÍSSIMOS MINISTROS

Aprendi durante a minha vida que todo brasileiro antes de tudo deve: respeitar as leis e a figura do Juiz que é a segurança da sociedade. Sou de uma época que quando passava pela rua um desembargador todos tiravam o chapéu em sinal de respeito e hoje leio ataques aos Ministros do STF.

Alguma coisa mudou: estamos em grave crise moral, pois quando não se respeita a JUSTIÇA tudo o mais periclita. Todos estão com os olhos abertos esperando o resultado da Justiça no caso que abala a sociedade.

Democracia é respeito a lei. E quando a justiça solta ladrões presos pela justiça por roubarem bilhões estamos vivendo numa anarquia.

Excelentíssimos Senhores Ministros. Só seremos salvos pela JUSTIÇA. Ladrão de 10 reais é o mesmo ladrão de um bilhão. São iguais perante a lei Art. 5º da CF.

MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL: SALVEM O BRASIL. 

A HISTÓRIA GUARDARÁ SEUS NOMES COMO HOMENS QUE SALVARAM A NAÇÃO, FAZENDO JUSTIÇA, COLOCANDO NA CADEIA OS GRANDES LADRÕES DA PÁTRIA.


Francisco Torres de Melo é General reformado.

7 comentários:

Anônimo disse...

Prezado General, Francisco Torres de Melo, o maior problema, realmente, é que a população já dá mostra de um comportamento apático com o cenário nacional, um comportamento assemelhado a "laissez-faire", ou mesmo o de "jogar a toalha", como o povão diz. Esse "status quo" do povo brasileiro o leva a seguir o dito popular "Farinha pouca, meu pirão primeiro!", e aí é que periga de perdermos a identidade como nação. Sim, esse sentimento dilui o patriotismo e mais nos deixa à mercê dos oportunistas, sejam eles internos ou externos. Assim, se os nossos (podres) Poderes não "acordarem" para isso, (mais) brevemente veremos o País "ir por águas abaixo"!

"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

"Maior que a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado!" - Rui Barbosa

"A justiça atrasada não é justiça; senão injustiça qualificada e manifesta." - Rui Barbosa

"Justiça tardia nada mais é do que injustiça institucionalizada." - Rui Barbosa

Anônimo disse...

Nobre General. Todos são iguais perante a lei Art. 5º da CF. Será? Penso que esse artigo já deveria ter sido revogado, pois só funciona para os "lascados", como se diz no nordeste, para quem tem "nível de estudo superior" a eles tudo pode (roubar, furtar) sem passar pelas prisões superlotadas de pobres de grana e estudo. E prisões especiais em quartéis militares, etc. para eles. É lamentável que hoje não existam mais militares com visão, opinião e coragem igual à sua.
Parabéns pelo arrojo de tal manifestação.

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse:
Excelentíssimo General Francisco Torres de Melo, lendo o seu artigo:" Carta ao Povo Brasileiro e aos Ministros do STF," disse tudo o que nos o povo gostaria de dizer aos Senhores Ministros do STF. Como gostaríamos que a Lei fosse igual para todos,que fosse aplicada. Gostaríamos muito de poder afirmar que A LEI É SAGRADA. Quão bom seria se todos os cidadães compreendessem a gravidade de violar as Leis, que devem respeitar por ser sua maior garantia, seu maior dever.
Fico muito agradecida por ter redigida uma carta com os sentimentos do Povo Brasileiro, sabemos a importância das leis na vida das pessoas.
Que vossa jornada nesta vida seja cheia de muita luz, creio que já a têm,com tanta lucidez aos 90 anos.
Frase: É preciso que as pessoas sejam individualmente corretas para que as autoridades possam agir.

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse:
Excelentíssimo General Francisco Torres de Melo, lendo o seu artigo:" Carta ao Povo Brasileiro e aos Ministros do STF," disse tudo o que nos o povo gostaria de dizer aos Senhores Ministros do STF. Como gostaríamos que a Lei fosse igual para todos,que fosse aplicada. Gostaríamos muito de poder afirmar que A LEI É SAGRADA. Quão bom seria se todos os cidadães compreendessem a gravidade de violar as Leis, que devem respeitar por ser sua maior garantia, seu maior dever.
Fico muito agradecida por ter redigida uma carta com os sentimentos do Povo Brasileiro, sabemos a importância das leis na vida das pessoas.
Que vossa jornada nesta vida seja cheia de muita luz, creio que já a têm,com tanta lucidez aos 90 anos.
Frase: É preciso que as pessoas sejam individualmente corretas para que as autoridades possam agir.

ELSON ARAUJO disse...

SÃO TODOS UNS FILHOS DA PUTA E VÃO QUEIMAR NO INFERNO PELOS SECULOS DOS SECULOS,COM O DIABO E OS SEUS DEMÔNIOS!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Olha que nosso sonho é bem simples mesmo:QUE SE FAÇA JUSTIÇA!Como estamos desacreditados com a nossa justiça!A impressão que temos é que nada vai acontecer!Será que os integrantes do STF serão capazes de fazer justiça?Tenho minhas dúvidas!Ao General Francisco Torres de Melo só temos que agradecer por representar e compartilhar nossos anseios!Que DEUS nos proteja e ilumine a todos do STF que tem a chance de ajudar a passar o BRASIL a limpo!Coisa simples de fazer:apenas aplicar as leis!

Anônimo disse...

Esse general deve acreditar em caipora, saci-pererê, mula-sem-cabeça, etc...Faz apelo ao STF achando que aqueles bandidos togados se comovem com outra coisa que não seja alguma ameaça real a suas vidas palacianas de nababos ou a esquemas e compromissos ideológicos. Da maioria esmagadora ali (como, aliás, uma boa parte da magistratura brasileira, especialmente a estadual), se você for analisar o patrimônio próprio, dos cônjuges e dos filhos, perceberá que é total incompatível com a renda. Quem circula no meio sabe que tráfico de influência é a menor das irregularidades que praticam. Aliás, a situação está assim, e é escancarada, em TODOS os tribunais deste país, inclusive os superiores.
Bom, mas isso tudo vocês, fardados, estão cansados de saber, e até devem participar de alguns esquemas com os "irmãozinhos" de maçonaria, não é mesmo? Continue choramingando e tratando canalhas por "Vossa Excelência", ó "bravo general"!