segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Disrupção institucional


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Henrique Abrão

Os tempos de trevas vividos pela indigente república brasileira assolam a preocupação com uma disrupção, diante da tênue democracia e a falta de lideranças oposicionistas. O princípio seria válido se não tivéssemos experiência no tema e estivéssemos distantes do profundo golpe sofrido pela desabrida corrupção que infestou estatais e fundos de pensão, livre, direta e indeterminadamente.

A lei deve ser aplicada para todos,não há qualquer dúvida. Se temos suspeitas e fatos comprobatórios de irregularidades, ou mazelas com o dinheiro público, tudo deve ser apurado e levado ao banco dos réus. O lobby existe sim em países desenvolvidos,mas vantagens pessoais são inadmissíveis e inaceitáveis.

Barack Obama quando defende as empresas norte americanas no tratado pacífico não gera suspeita ou dúvida que defende irrestritamente ao interesse da pátria e não o seu próprio. O mesmo acontece com a Alemanha de Angela Merkel quando ela coloca em relevo a força da indústria alemã e reconhece a falta grave de alguns procedimentos. Ela não está posicionando interesse particular sobre o coletivo. Lá até o marido da primeira ministra não entra no avião dela e viaja de trem ou condução por ele paga para as férias do casal.

Enfim,o que precisamos mais uma vez é separar o joio do trigo. E os investimentos feitos pelo BNDES, de bilhões no exterior, hoje demonstram a falta que o dinheiro tem feito para irrigar empresas brasileiras. Guardar o sigilo dos dados públicos é verdadeiramente canhestro, pois se cuida de dinheiro público, do contribuinte, daí porque todos os dados devem ser disponibilizados no site da instituição e colocados sob o prisma da analise do Tribunal de Contas da União e a Controladoria, a fim de que semeiem subsídios sobre as verdadeiras intenções a serem oportunizadas.

A anemia de nossa economia é preocupante e duas notas de rebaixamento dos nossos índices mais ainda, assim os bancos acabam por fazer mais exigências, evitando a inadimplência que anda em termos gerais em patamares bem desalentadores.

O que fazer se o governo, ao longo de todo o ano de 2015, somente procurou esconder para debaixo do tapete essa realidade nas eleições de 2014 situando que cresceríamos e tocaríamos em níveis próximos ao primeiro mundo?

Engodo. A nossa economia patina e de sétimo lugar agora está ocupando o décimo quinto. A estabilidade dos países vizinhos é real. Chile, Peru, Colômbia, e até se formos enxergar os dados da Bolívia e Paraguai são mais animadores que os nossos.

Tudo porque aqui sinalizaram que o Estado deveria prover a pobreza e a miséria, desde que a corrupção fosse o alvo de um grupelho que se cercou do poder e fez da nação uma disrupção com a legislação e o estado de direito.

Criticam os plantadores de más noticias que a Lava Jato acabará com a economia e fustigará as grandes empreiteiras, empregos e serviços. No entanto, se não fizermos uma radical mudança nesse setor, dentro em breve, a corrupção endêmica se tornara mais sistêmica ainda com o comprometimento das novas gerações.

A união da sociedade civil é indispensável. Ninguém em sã consciência poderia sequer imaginar ou desenhar o cenário atual, conturbado, com o enlamear da República, os poderes fragmentados e o País desgovernado.

Que a Suprema injustiça não se cometa para que a responsabilidade pura, integral e inadiável de todos, sem exceção, venha à baila, a fim de que o fardo pesado de hoje se torne mais leve com a destruição de organizações criminosas que tomaram o poder para lesar a Nação

Carlos Henrique Abrão, Doutor em Direito pela USP com especialização em Paris, é Desembargador no Tribunal de Justiça de São Paulo.

4 comentários:

Anônimo disse...

É SR. DESEMBARGADOR, AS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS ESTÃO DEBAIXO DO SEU NARIZ E ESTÁ CADA VEZ MAS CLARO QUE QUEM AS COMANDAM É O JUDICIARIO MACUMUNADO COM A MAÇONARIA, POIS ESSAS DUAS PRAGAS JÁ ESTAVAM AQUI E O PT NEM EXISTIA, SE VOSA EXELENCIA NÃO É PARTE DESSA MAFIA DEVE LUTAR PARA QUE SE CRIE UMA POLICIA ESPECIALIZADA PARA POR ESSES BANDIDOS NA CADEIA, DEVE TAMBÉM EXIGIR A MODIFICAÇÃO NA LEI DA MAGISTRADURA...

Loumari disse...

No dia 8-11-2013 Eu reagi ao artigo de Jorge Serrão intitulado:
Dilma fica PT da vida porque militares reclamaram ao Senado que precisam de mais R$ 13 bi no orçamento

Posted: 07 Nov 2013 05:57 AM PST

Senhor Jorge Serrão, acho que vale a pena revermos a situação do Brasil dois anos depois. Qual é o constato hoje? Definitivamente eu tenho o que se chama o dom na arte da antecipação se analizarmos a situção do Brasil hoje e esquadrinharmos com detalhes para que direcção o pais evoluiu. Contrário de muita gente, eu vejo mais além da ponta do meu nariz.

Meu comentário naquele dia que enviei por e'mail para Alerta Total

Bom dia Jorge!

Parece que a situação do Brasil se degrada inexoravelmente cada dia!
Hoje me recordei das palavras do nosso primeiro contacto, onde eu escrevi-te, e dizia: Observando a situação do Brasil, dá o sentimento do Déjà vu. Que o Brasil estava atrás os passos de Venezuela. E também me lembro ter dito que, estes aí que estão acima do executivo Brasileiro, era um Buldózer a demolir tudo. E tristemente 8 meses depois, podemos constatar que estão a desfazerem tudo quanto constitui as bases desta bela Nação. Eu conheci o Brasil no seu esplendor, vi uma sociedade invejável, onde a gente era humilde, abertos aos demais, tudo era acessível, e para nós que vinhamos de Europa, tudo era baratíssimo.
Deploro sinceramente de ver que o Brasil tenha caído assim tão baixo, e o pior, e de ver o executivo presidencial desconjunturar o que constitui a coluna vertebral da Nação que é o Exército. A situação deste país chegou no estado de No return. O Exército deve fazer um orçamento para obter financiamento?
Por amor de Deus! é uma broma pois não?
Olha pela França! O Exército de França tem o Budget de 34 milhares (34 Bi) de euros anuais . Este Budget é fixo. Que o país vai a guerra ou não, o Exército tem este Budget fixo.
E os soldados ganham muito bem. O seu salário é de base para os de baixo grado, 2500 euros no início da correira. E quando vai a guerra é o dobro. E o estado também garante uma pensão à vida as viúvas dos militares, e se encarrega de todos gastos de estudo para os órfãos até a sua emancipação. E para os soldados que não têm famílias, e que saíram feridos no campo de Batalha, tem o convento militar baixo cuidado da igreja. (igreja militar) E quanto ao budget para o exército, todos os partidos políticos estão unânimes. E quando se trata do exército a nação fala de uma só voz. Uma nação é nação, e soberana unicamente se tem um exército com uma força e poder dissuasivo. Estou muito triste pelo o que está a acontecer no Brasil.

Anônimo disse...

A REPUBLICA BRASILEIRA ERA INDIGENTE E VIVIA NAS TREVAS, QUANDO O POVO PASSAVA FOME, ERA ESRAVO, TORTURADO E ASSASSINADO, HOJE EM DIA AS TREVAS É DE VOCÊS AI DO JUDICIARIO QUE ESTÃO PRESTES A PERDER OS PREVILÉGIOS QUE SÓ AFUNDAM COM O PAIS, APESAR DE INCOMPETENTES COMETEM TODO TIPO DE CRIME E AINDA SÃO RECOMPENSADOS, ESTE DESMBARGADOR DEVERIA SER INVESTIGADO POIS OS FORTES INDICIOS DE SUA PARTICIPAÇÃO NA MAFIA É EMINENTE, BANDIDO É BANDIDO NÃO ME INTERESSA O PARTIDO...

Anônimo disse...

peço fornecer os dados desse anomimo para o devido processo em todas as esferas pois se tem alguem que acusa que prove,ele é mau carater e se lança a imputar ofensar se omostrar a cara quero os daos dele em 24 hs pois do contrário acionarei a justiça para saber que é esse canalha