sábado, 14 de novembro de 2015

Lewandowski adverte para risco de golpe, enquanto Mello constata que não há governo no Brasil em crise


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A cúpula do Judiciário brasileiro confirma que tem visões bem diferentes, até conflituosas, sobre a dimensão da crise estrutural que afeta, negativamente, as instituições. Enquanto o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, adverte sobre o risco de um golpe institucional, outro experiente ministro e ex-presidente da Corte Suprema, Marco Aurélio de Mello, reclama que não existe governo no Brasil e denuncia que a crise tem origem na falta de harmonia entre os poderes, principalmente o Executivo e o Legislativo.  

Ricardo Lewandowski só pode estar brincando seriamente ao pedir que o Brasil tenha paciência durante os próximos três anos e não embarque no que chamou de golpe institucional que, na visão dele, pode colocar em risco as instituições democráticas. Lewandowski, amigo pessoal do chefão Lula, palestrou a tese de que "o STF não está se deixando envolver emocionalmente por estes percalços que estamos vivendo".

Lewandowski demonstrou, publicamente, o temor concreto de que possa ocorrer, no Brasil, um movimento institucional mais brusco, no estilo do movimento militar de 1964. As palavras dele foram claras: "Com toda franqueza, devemos esperar mais um ano para as eleições municipais. Ganhe quem ganhe as eleições de 2016, nós teremos uma nova distribuição de poder. Temos de ter a paciência de aguentar mais três anos sem nenhum golpe institucional".

Na sequência de tal pregação, a manifestação concreta de um medo: "Estes três anos poderiam cobrar o preço de uma volta ao passado tenebroso de 30 anos. Devemos ir devagar com o andor, no sentido de que as instituições estão reagindo bem e não se deixando contaminar por esta cortina de fumaça que está sendo lançada nos olhos de muitos brasileiros". Lewandowski citou que a crise atual seria mais política que econômica e aproveitou para criticar o amadorismo dos congressistas em investigar, diante de inúmeras CPIs infrutíferas.

O argumento de Lewandowski beira o mais puro besteirol. A crise brasileira é estrutural - e não conjuntural -, como ele, a Presidenta Dilma Rousseff e muitos outros governistas sem visão cometem um gritante erro de avaliação. Da mesma forma, como pode o supremo magistrado afirmar, erroneamente, que "as instituições estão reagindo bem à crise"? Tanto não estão, na maior crise institucional nunca antes vista na História do Brasil, que Lewandowski se vê forçado (por amigos ou pela pressão das circunstâncias) a alertar para "o risco de golpe". Tal golpe já foi dado pelos integrantes do desgoverno do crime organizado que promovem o Estado de Ilegalidade no Brasil. Brinca não, ministro...  

Se Lewandowski exagerou na dose da defesa da gestão da Dilma, o ministro Marco Aurélio Mello deve ter deixado a impopular Presidenta muito pt da vida: "Precisamos reconhecer, com desassombro, que hoje não há governo no Brasil. Não se consegue tocar medidas econômica e financeiras indispensáveis à suplantação da crise mais séria, que é econômica e financeira. Precisamos deixar os interesses políticos paroquiais em segundo plano". Mello deu suas cutucadas no Insper, em São Paulo, durante palestra sobre "liberdade de expressão".

Marco Aurélio fuzilou o principal instrumento usado pelo desgoverno petista para fazer demagogia e se perpetuar no poder, enquanto se descuida da explosão demográfica: "Em 1970, a população brasileira era de 90 milhões e desde então aumentou 128%. Saúde, educação e mercado de trabalho não aumentaram nesta porcentagem. E aí surge a confusão e grassa a pobreza e a delinquência de toda ordem. Se disse muito nesses últimos 12 anos que é preciso incrementar as bolsas, as diversas bolsas e benesses. Ledo engano: a correção de rumos não está aí. As bolsas acabam provocando um aumento populacional e causar um desequilíbrio ainda maior. Mais do que isso, se não voltamos os olhos para criar oportunidades para os jovens, com as bolsas, acabamos criando uma casta de acomodados".

No confronto de visões conflitantes entre dois experientes ministros do Supremo Tribunal Federal, enquanto somos obrigados a suportar instituições em desacerto e descontrole, fica valendo a perguntinha provocativa que este Alerta Total fez em um artigo recente: Judiciário, cadê você?


Barbárie total


Saldo do terror

Apenas oito terroristas morreram na violentíssima onda de atentados que apavorou Paris e o mundo.

No mínimo 120 pessoas foram vítimas inocentes de um terrorismo insano.

Mais uma prova de que não dá para competir contra a ignorância e a intolerância adotando regras e procedimentos operacionais padrão em uma guerra absolutamente assimétrica.

Guerra (nada) Santa

Não tenha dúvidas de que, depois deste bárbaro atentado de Paris, a OTAM vai declarar sua tão desejada guerra total contra o Estado Islâmico.

Um conflito assim era tudo que a indústria bélica queria para aumentar, ainda mais, seus lucros bilionários.

Além disso, vale aquela velha tese, comprovada na prática, de que os esforços de guerra ajudam a colocar a economia em seu pleno emprego de fatores.

No final das contas, na visão do Capital, as vidas que se perdem na guerra (nada santa) são compensadas com mais prosperidade e bem estar para os que sobrevivem...

Postura na democracia


O Programa Direito e Justiça em Foco, do desembargador Laércio Laurelli, recebe os juristas Raimundo Barbosa e Marco Aurélio Vicente Vieira.

Todo dia é sexta 13 no Brasil


Concordar é preciso


Visão PTitanic


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 14 de Novembro de 2015.

10 comentários:

Anônimo disse...

E o advogado/juiz do PT Lewandowsky ainda propondo que nesses 3 anos não exista golpe institucional, noticiado nos esquerdistas UOL e na Fôia de S Paulo, que mais quer fazer pelo PT, seu Lewandowsky?
A ATRIZ DILMA lamentando o fato do genocidio de Paris - não pareceria ser apenas da boca prá fora? Quanto farisaísmo, já que defende terroristas?
Não é o que parece, já que mente direto e reto?
Se abrirem as fronteiras europeias, mesmo das Américas, caso Brasil, onde for para a entrada de muçulmanos, o caos estará garantido!,
Os que permitem e incentivam seriam presidentes e primeiros-ministros irresponsáveis e contra seus próprios povos, deixando-os á sanha dos filhotes de Maomé!
Estão colhendo o que plantaram, pois na Suécia o caos já está instalado, na França bastante também e mais, mesmo na Alemanha e Inglaterra locais sob a SHARIA.
Os imigrantes - refugiados? - muçulmanos não respeitam as leis do país, são extremamente agressivos com sua formação sob o violento e intolerante Alcorão que repudia os inimigos dessa "religião" e são aliados dos Dragões Vermelhos comunistas!
Vejam apenas esses 2 trechos do Alcorão, a "biblia" deles:
1 - Ó fiéis, não tomeis por amigos os judeus nem os cristãos; que sejam amigos entre si. Porém, quem dentre vós os tomar por amigos, certamente será um deles; e Deus não encaminha os iníquos” - Alcorão, Suratra 5,51.
2 - "O castigo, para aqueles que lutam contra Allah(deus) e contra o seu mensageiro(Maomé) e semeiam a corrupção na terra, é que sejam mortos, ou crucificados, ou lhes seja decepada a mão e o pé opostos, ou banidos. Tal será, para eles, um aviltamento nesse mundo e, no outro, sofrerão um severo castigo" - Alcorão, Suratra 5,33.
Dentre mais semelhantes!

Anônimo disse...

O ministro está muito preocupado deve ser com sua própria estabilidade e não do Brasil. Só mesmo um alienado para achar que o Brasil aguenta até 2018 sem governo.

Anônimo disse...

Baby o que houve lá na França vai mudar nossa dança é hora de acordar pra ver o galo cantar. É como vovó já dizia, paciência tem limites, macaco velho não bota a mão em cumbuca, não se cutuca onça com uma vara curta e quem sai na chuva é pra se molhar. Aqui no Brasil a coisa tá assim, não deixem terminar nada, façam tudo dar errado, este plano de sabotagem que o Judiciario junto com a maçonaria vem executando apenas atrapalha a vida dos brasileiros, mas a minha certeza é que uma dia esses mafiosos pagarão caro por todas essas merdas...

Anônimo disse...

O Ministro Marco Aurélio quando afirma que estamos sem governo, está simplesmente afirmando que as Instituições estão falidas.A Dilma diz empolgada que tem cinco ministros no STF.O que podemos esperar de instituições com membros ligados ao Governo e não à Justiça? Aí,estão incluídos o TSE,TCU,PGR,OAB,CNBB e outros.Só nos restam duas coisas:Intervenção militar Constitucional ou Intervenção Divina.Essa última é mais perigosa porque quando vem,aparece como flagelos destruidores.E aí,salve-se quem puder.E não é isso que nós queremos,não é?

jr k disse...

Um dia vai acabar , a pergunta é : quem vai sobreviver , ganhar , nos ultimos 50 anos deu 1 a 1 , direita X esquerda.

Anônimo disse...

Esse tal de levandosqui e um imbecil comprado pelo PT.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 2:43 PM: Tu és um petista de merda mesmo, pois o teu PT patrocinou o MAIOR ROUBO DO ERÁRIO (grana dos pobres do Brasil) DE QUE SE TEM NOTICIA NO MUNDO TODO, tudo PROVADO E CONFESSADO, e tu vens jogar essa MERDA QUE A QUADRILHA DO PT CRIOU nas costas de terceiros, inclusive do Poder Judiciário, tal qual faz o teu CHEFE CORRUPTO, que levou 30 milhões de PROPINAS e tentou disfarçá-las em "palestras" que ninguém nunca viu, numa evidente LAVAGEM DE DINHEIRO!!!! Por que tu não te internas num manicômio, mané?!!!!!

Anônimo disse...

Com relaçao à França:
Agora começa aquela chuva de hipocrisia de gente que nunca se preocupou com a Palavra de Deus, dizendo que devemos orar pelos franceses...um sentimento semelhante àqueles que se manifestam em épocas como o natal e outras datas similares (pura hipocrisia!).
As autoridades, que podiam ter evitado a morte dessas centenas de pessoas, sao as primeiras a virem a publica e derramarem até lagrimas (de crocodilo) diante das cameras, tentando esconder o remorso e fugir da responsabilidade (nao diante de Deus!!!), pelas quais dificilmente respondem.
Mais do que pedir oraçao, as pessoas deveriam exigir explicaçoes daqueles que podiam ter evitado essas terriveis mortes (e nao fizeram), alem, é claro, de cobrar açoes rigidas e imediatas para impedir outros acontecimentos similares (como, por exemplo, deixar de fazer politica atraves da abertura das fronteiras pra esses fanaticos religiosos).
O Brasil (onde tudo é motivo de piada, pela mais completa desorganizaçao) é um palco ideal para esse tipo de acontecimento, pois, entre outras coisas, assistimos de camarote as nossas forças de segurança nacional e publica sendo postas em ultimo plano, agindo somente contra os cidadaos de bem e por motivaçoes politicas (vide greve dos caminhoneiros).
O futuro parace reservar coisas terriveis para os brasileiros, uma vez que os populistas bolivarianos agem livremente, mudando as leis e comprando politicos e autoridades, sem a menor vergonha na cara (corruptos e corruptores unem o inutel ao desagradavel, cercados de idotas uteis).
Se os brasileiros nao acordarem a tempo, por certo veremos mais e mais inocentes perdendo suas vidas a troco de banana, fruto da ganacia e irresposabilidade das autoridades civis e dos "estrategistas" militares, os quais jà deviam ter tomado alguma medida para evitar que este pais se transformasse na verdadeira pocilga em que vivemos.
Enquanto isso, a reserva do exercito brasileiro (a policia militar) continua enfrentando uma guerra desigual e morrendo nas maos do braço armado dos ateu-comunistas: as facçoes criminosas, que rendem lucros exorbitantes para a "causa", com o trafico de drogas.

Anônimo disse...

Não há mais instituições a serem preservadas, pois todas foram aparelhadas pela tirania que nos oprime e essa fala é o exato retrato disto. O Brasil está precisando é de um golpe de verdade para sepultar esses tiranos.

augusto.a disse...

Os puxadinhos do planalto estao a todo vapor para manter a quadrilha que virou dona do pais no poder.