terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Carta a Dilma Rousseff


Documento no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Michel Temer

Senhora Presidente,

"Verba volant, scripta manent".

Por isso lhe escrevo. Muito a propósito do intenso noticiário destes últimos dias e de tudo que me chega aos ouvidos das conversas no Palácio. Esta é uma carta pessoal. É um desabafo que já deveria ter feito há muito tempo.

Desde logo lhe digo que não é preciso alardear publicamente a necessidade da minha lealdade. Tenho-a revelado ao longo destes cinco anos.

Lealdade institucional pautada pelo art. 79 da Constituição Federal. Sei quais são as funções do Vice. À minha natural discrição conectei aquela derivada daquele dispositivo constitucional.

Entretanto, sempre tive ciência da absoluta desconfiança da senhora e do seu entorno em relação a mim e ao PMDB. Desconfiança incompatível com o que fizemos para manter o apoio pessoal e partidário ao seu governo.

Basta ressaltar que na última convenção apenas 59,9% votaram pela aliança. E só o fizeram, ouso registrar, por que era eu o candidato à reeleição à Vice.

Tenho mantido a unidade do PMDB apoiando seu governo usando o prestígio político que tenho advindo da credibilidade e do respeito que granjeei no partido.

Isso tudo não gerou confiança em mim, Gera desconfiança e menosprezo do governo.

Vamos aos fatos. Exemplifico alguns deles.

1. Passei os quatro primeiros anos de governo como vice decorativo. A Senhora sabe disso. Perdi todo protagonismo político que tivera no passado e que poderia ter sido usado pelo governo. Só era chamado para resolver as votações do PMDB e as crises políticas.

2. Jamais eu ou o PMDB fomos chamados para discutir formulações econômicas ou políticas do país; éramos meros acessórios, secundários, subsidiários.

3. A senhora, no segundo mandato, à última hora, não renovou o Ministério da Aviação Civil onde o Moreira Franco fez belíssimo trabalho elogiado durante a Copa do Mundo. Sabia que ele era uma indicação minha. Quis, portanto, desvalorizar-me. Cheguei a registrar este fato no dia seguinte, ao telefone.

4. No episódio Eliseu Padilha, mais recente, ele deixou o Ministério em razão de muitas "desfeitas", culminando com o que o governo fez a ele, Ministro, retirando sem nenhum aviso prévio, nome com perfil técnico que ele, Ministro da área, indicara para a ANAC.

Alardeou-se a) que fora retaliação a mim; b) que ele saiu porque faz parte de uma suposta "conspiração".

5. Quando a senhora fez um apelo para que eu assumisse a coordenação política, no momento em que o governo estava muito desprestigiado, atendi e fizemos, eu e o Padilha, aprovar o ajuste fiscal.

Tema difícil porque dizia respeito aos trabalhadores e aos empresários. Não titubeamos. Estava em jogo o país. Quando se aprovou o ajuste, nada mais do que fazíamos tinha sequencia no governo. Os acordos assumidos no Parlamento não foram cumpridos. Realizamos mais de 60 reuniões de lideres e bancadas ao longo do tempo solicitando apoio com a nossa credibilidade. Fomos obrigados a deixar aquela coordenação.

6. De qualquer forma, sou Presidente do PMDB e a senhora resolveu ignorar-me chamando o líder Picciani e seu pai para fazer um acordo sem nenhuma comunicação ao seu Vice e Presidente do Partido.

Os dois ministros, sabe a senhora, foram nomeados por ele. E a senhora não teve a menor preocupação em eliminar do governo o Deputado Edinho Araújo, deputado de São Paulo e a mim ligado.

7. Democrata que sou, converso, sim, senhora Presidente, com a oposição. Sempre o fiz, pelos 24 anos que passei no Parlamento.

Aliás, a primeira medida provisória do ajuste foi aprovada graças aos 8 (oito) votos do DEM, 6 (seis) do PSB e 3 do PV, recordando que foi aprovado por apenas 22 votos. Sou criticado por isso, numa visão equivocada do nosso sistema. E não foi sem razão que em duas oportunidades ressaltei que deveríamos reunificar o país. O Palácio resolveu difundir e criticar.

8. Recordo, ainda, que a senhora, na posse, manteve reunião de duas horas com o Vice Presidente Joe Biden - com quem construí boa amizade - sem convidar-me o que gerou em seus assessores a pergunta: o que é que houve que numa reunião com o Vice Presidente dos Estados Unidos, o do Brasil não se faz presente? Antes, no episódio da "espionagem" americana, quando as conversar começaram a ser retomadas, a senhora mandava o Ministro da Justiça, para conversar com o Vice Presidente dos Estados Unidos. Tudo isso tem significado absoluta falta de confiança;

9. Mais recentemente, conversa nossa (das duas maiores autoridades do país) foi divulgada e de maneira inverídica sem nenhuma conexão com o teor da conversa.

10. Até o programa "Uma Ponte para o Futuro", aplaudido pela sociedade, cujas propostas poderiam ser utilizadas para recuperar a economia e resgatar a confiança foi tido como manobra desleal.

11. PMDB tem ciência de que o governo busca promover a sua divisão, o que já tentou no passado, sem sucesso.

A senhora sabe que, como Presidente do PMDB, devo manter cauteloso silencio com o objetivo de procurar o que sempre fiz: a unidade partidária.

Passados estes momentos críticos, tenho certeza de que o País terá tranquilidade para crescer e consolidar as conquistas sociais.

Finalmente, sei que a senhora não tem confiança em mim e no PMDB, hoje, e não terá amanhã.

Lamento, mas esta é a minha convicção.

Respeitosamente, L TEMER


Michel Temer é Vice-Presidente da República.

11 comentários:

Anônimo disse...

Esta é a hora certa para MiMichel Temer, mostrar aos eleitores que não faz parte dessa podridão do governo comunistas o Dilma. Os parlamentares que estão manobrando em defesa de Dilma, não serão esquecidos pelos eleitores, peço contrário, estão sendo catalogados um a um para fazermos a contra campanha nas próximas eleições,. Esta claro e muito bem resumido que nós Brasileiros repudiamos os modos operante dessa facção pt. E quem os acompanhar defendendo terá mais dificuldades em se eleger futuramente.
A//C

Anônimo disse...

Esta é a hora certa para Michel Temer, mostrar aos eleitores que não faz parte dessa podridão do governo comunistas. Os parlamentares que estão manobrando em defesa de Dilma, não serão esquecidos pelos eleitores, pelo contrário, estão sendo catalogados um a um para fazermos a contra campanha nas próximas eleições,. Esta claro e muito bem resumido que nós Brasileiros repudiamos os modos operante dessa facção pt. E quem os acompanhar defendendo terá mais dificuldades em se eleger futuramente.
A//C

Anônimo disse...

Uma clássica carta de desamor.
Temer foi um cavalheiro nas palavras que expressaram sentimentos de desprezo e humilhação que recebeu da mulher a quem ofereceu o peito como confessionário.
Um rompimento clássico, documentado.
Gaudêncio Sette Luas

Anônimo disse...

Intervenção Constitucional Já!

Sai fora bando de hipócritas, aproveitadores da inevitável inocência popular.

Temos que reciclar esses bandidos, para que no decorrer das tentativas encontremos
a integridade político-social.

Não se pode emendar mais essa obra, ficou velha prematuramente. Foi construída com material vagabundo, de má qualidade. Não se manterá em pé!

Implosão para nivelar por baixo, começar do zero.

Intervenção Constitucional já!

Ou esperem pelo desmoronamento catastrófico.

szavara.representacao@yahoo.com.br disse...

Já dizia minha avó ; quem se mistura aos porcos farelo come.

Anônimo disse...

Pelo teor dna carta, o sr.Vice Presidente passou todo o periodo desse governo ignorado no palácio Jaburu, como um alienado, mas mesmo assim, o PMDB, partido que preside, usufruiu os maiores beneficios, em forma de ministérios, cargos e outras coisas mais, desde o primeiro mandato do atual governo. Porque somente agora resolveu reclamar e se afastar da Presidente ? Claro, porque agora vislumbra a possibilidade de assumir a chefia do Estado, em provavel impedimento, que seu partido apoia, da titular.
Mero jogo de interesses, ou näo !!!

Anderson Coelho disse...

Talvez seria interessante ele ter divulgado essa carta antes, para mostrar como era ou é(ainda) a gestão pública federal comandada pela presidente:
1. uma mulher que publicamente fica "jorrando" a frase "Estado Democrático de Direito", mas age como um déspota, ou tenta agir, com mandos e desmandos; não respeita seus adversários.
2. uma mulher que não capaz de admitir seus erros que insiste em nos mostrar os fatos, os acontecimentos políticos e econômicos negativos para Brasil, em uma perspectiva distorcida, a fim de que a responsabilidade maior seja dos outros, nunca dela.
3. uma mulher que praticou um tipo de "estelionato eleitoral", fez uma campanha de terror, de ameaças, principalmente para os mais humildes e/ou desinformados, chegou a fazer até uma simulação: mostrou uma família numa mesa jantando e com o tempo a comida foi sumindo devido a alta de juros que os adversários iriam aprovar. Resultado: dois dias após a votação ela sobe a taxa de juros, rsrs, foi um tapa na cara dos tolos que mais uma fez confiaram nela.
4. uma mulher que para fugir do crime de responsabilidade, criou uma lei para alterar a LRF, a fim de passar de 2014 para 2015 com superávit, e o pior ela condicionou a aprovação desse projeto de lei a uma liberação de emenda(dinheiro) para os parlamentares, ou seja, foi institucionalizado/oficializado a compra de votos, na cara dura, limpo e seco; até agora as grandes mídias não falaram sobre esse detalhe, pelo menos não lembro.

Rapaz...Senhores(as), não sou expert em política, nem fiquei gravando tudo de ruim que vi, pelo meu ponto de vista, mais foi muitas coisas nesses dois mandatos, a indignação é grande.

Desculpem-me os erros. Obrigado.

waldecy oliveira disse...

Esqueçam esse papo do TEMER, é só olhar pro homem, o que se ver é um burgues um almofadinha, que diz que foi traído, vcs estão com pena de deste homem, pois não fiquem, o que ele quer é comandar o país, coisa de brasileiro torce para que o seu amigo caia para ocupar o seu lugar, aquele amigo que ele apoiava em tudo que fazia! temos de ter cuidado e ver o que realmente queremos para o Brasil.......

Anônimo disse...

Esse picareta é um MOLEQUE!
Mamou caladinho esse tempo todo junto com a gang comparsa do PMDb...
Agora que a carcaça podre do PT e da Dilma começa a ser enterrada ele dah uma de
"manhoso" e pula fora pra continuar sua molecagem com outros moleques da nova safra de bandidos que assumirão o poder.
o Brasil com esses tipos de canalhas já era!!!

Anônimo disse...

Lullia é um corno manso!

Anônimo disse...

Temer já começa a governar ante esse desgoverno de PTralhas!