domingo, 17 de janeiro de 2016

Intervenção Cívica Constitucional, já!



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

As instituições não podem depender de governantes para funcionar, isso é Messianismo. A democracia não pode estar sujeita à vontade deste ou daquele, mas deve funcionar através de mecanismos institucionais, fiscalizados, diretamente, pela Nação, que sofre e , sempre paga a conta, dos populistas messiânicos.

Este é o momento do debate da sociedade e da liderança das ideias. As lideranças pessoais surgirão desse processo. É prematuro, apoiar este ou aquele nome, até porque, os mecanismos não estão estabelecidos. Antes de qualquer escolha, impõe-se a necessária INTERVENÇÃO CÍVICA CONSTITUCIONAL!!!

Não basta mudar o Estado, porque esse ente ficcional, criado para defender as pessoas, é apenas uma das instituições, que precisam ser revolucionadas. Além disso, o papel da cidadania junto ao poder, precisa ser redefinido, garantindo-se aos cidadãos maior efetividade na coisa pública.

Os mecanismos que dão vida às instituições garantem apenas os membros do poder, relegando ao desamparo os cidadãos e a coisa pública. Tudo isso inviabiliza a DEMOCRACIA - que é a SEGURANÇA DO DIREITO!!! INTERVENÇÃO CÍVICA CONSTITUCIONAL JÁ!!!

A comprovação dos delitos praticados pelo governo do crime, seus aliados e pela suposta oposição, incinerou a legitimidade da classe política e evidenciou,  que as instituições estão esgarçadas.

Portanto, não há necessidade de demonstrar, que o único caminho para a libertação do povo brasileiro, da escravidão do crime, é a INTERVENÇÃO CÍVICA CONSTITUCIONAL.

Para atingir esse objetivo, precisamos sensibilizar quem pode decidir: os comandantes das Forças Armadas. Vamos aos portões dos quartéis!!! Esses são os locais adequados para as nossas manifestações.


Antônio José Ribas Paiva é Advogado. 

4 comentários:

Loumari disse...

Pena perdida. INTERVENÇÃO CÍVICA CONSTITUCIONAL? Onde está o povo para fazer valer este direito constitucional e cívico?
O povo do Brasil prefere viver deleitando-se da vida ao ritmo de samba nas festividades de Carnaval. Ele sabe que tem como respaldo a saciar a sua fome o governo com seus credencias dado ao povo necessitado. O povo sabe que fazer valer a intervenção cívica constitucional, isto quebrará o seu bem adquirido, e serão forçados a trabalhar para o seu sustento e obrigados a trabalhar e já não lhes sobrará tempo para dar-se as suas paixões INFAMES.
A situação desastrosa do Brasil não tem por origem o governo. O governo só tirou vantagens de bases já instaladas e criadas antes. O vicio do povo.
O povo é rei e o governo cede a sua vontade.

Anônimo disse...

A "sensibilização" possível é contar com militares da baixa hierarquia corajosos que dêem o destino apropriado aos traidores da pátria estrelados, inclusive seus cúmplices na reserva, numa ação bem planejada. Duvido que aconteça. Esses canalhas, traidores e venais não moverão uma palha pelo país. Estão sendo bem pagos para isso e não querem o desmonte dos esquemas, dos quais são sócios ocultos.

Ronaldo La Falce disse...

Concordo com o Loumari, PORÉM, não adianta ficar com os braços cruzados, isso é fato fatal. Querem levar o país para uma situação escravocrata cada vez maior em nome da "democracia" ou demoniocracria se achar melhor!

Martins RAF disse...

As FFAA estão se acovardando em fazer valer o art.142,essa falácia de ir em portas dos quartéis e a maior mentira é besteira já dita,as FFAA tem o dever moral e constitucional diante do cenário de hoje intervir e fazer valer o art.Não existe mais os 3 poderes,todos os seus presidentes respondendo por atos corruptos,não podem se sujeitar e se subordinar a uma presidente quadrilheira que a todo momento coloca a soberania e o povo brasileiro em risco,por outros milhares motivos que não acho que preciso mencionar.É lamentável ver uma instituição que foi criada para manter a ordem e o bom andamento da democracia e respeito à nossa constituição se omitindo de sua responsabilidade e levando o povo a acreditar que são um bando de corruptos e traidores,jogando a responsabilidade pelo ato nas costa do povo desarmado,onde parece que estão esperando uma guerra civil,ou melhor matança de civis,logo que o "exército" comuna como MST ,CUT e outros movimentos já declararam que possuem armas e mesmo assim nada fazem,rezo que apareça um militar honrado que faça valer os juramentos feitos à pátria e de voz de prisão aos traidores e faça valer a soberania das FFAA.
Intervenção Militar Constitucional já!