terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Preparando a explosão social


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O traço mais grave, perigoso e lamentável do desgoverno Dilma Rousseff, além da desconfiança causada pela corrupção petista e da base aliada, é a completa falta de noção sobre o que fazer com o Brasil. O suicídio anunciado de subir ainda mais a taxa básica de juros (para 14,5%), sob a esfarrapada e falsa desculpa de conter ou baixar a "inflação", é apenas mais uma prova da estupidez oficial.

Em crise estrutural e sistêmica, o Brasil está mais perdido que virgem em cama de prostíbulo. A imbecilidade generalizada (das zelites dirigentes até a massa idiotizada) parece ser o motor do País. Por isso, as coisas simples se transformam em problemas complexos e insolúveis por aqui. A única saída é uma Intervenção Cívica Constitucional - que também corre alto risco de sabotagem pela burrice consolidada. É apavorante o rasteiro nível do debate - seja político, econômico, ideológico ou futebolístico.

O Capimunismo Rentista Corrupto é a causa da morte (na véspera) do Brasil. O modelo faz o País se comportar como aquele cachorro que corre atrás do próprio rabo (preferencialmente no sentido anti-horário esquerdista), para fingir que não está parado, no autoengano da movimentação errática. A maioria dos brasileiros é estadodependente: no íntimo da mente, acreditamos que tudo pode ser resolvido, em um passe de mágica, pelo ente fictício chamado Estado. Basta que surja "um líder" capaz de domar a fera e ditar as ordens... É por isso que as organizações criminosas mantêm tudo do jeito como sempre esteve - ou ainda pior.

A lógica do Capimunismo Rentista Corrupto - com a qual é preciso romper urgentemente - é a exploração permanente do cidadão e dos recursos à disposição da sociedade. A regra do jogo é o cinismo pragmático: resolvido o problema de quem tem a hegemonia ou é parceiro da máquina estatal, para ganhar muito dinheiro, danem-se os outros. O comportamento predatório prevalece "naturalmente". A ganância dos juros altos, para financiar a gastança estatal, faz parte da suruba econômica - na qual as galinhas da zelite entram com o ovos de ouro e os porcos da massa ignara com o bacon.

Sobre a usura sistêmica, uma piada-séria. Um assessor parlamentar do senador tucano José Serra, porém com a qualificação de ser Mestre em Administração Pública e professor na Pós-Graduação da Escola de Economia da FGV de São Paulo, economista Felipe Salto, enxerga três hipóteses não excludentes para entender o erro que o Banco Central do Brasil está prestes a cometer, subindo os juros: "(a) não tem o diagnóstico correto e, por isso, aplica remédios que só prolongarão a estadia do paciente na UTI; (b) pretende mostrar que é durão e manda mais do que o Ministério da Fazenda; (c) visa sancionar os juros já considerados como certos pelo mercado depois do indevido falatório de parte da diretoria do banco".

Pode subir os juros à vontade, Dilminha... A carestia, a inflação e a sacanagem vão perdurar, até que uma explosão social aconteça. A conjuntura mundial é de estagnação. A tendência nacional é de aprofundamento da recessão - acompanhando a evolução da burrice, até que uma explosão social interrompa o processo. Metaforicamente, o Brasil está apagando incêndios com gasolina (aquela caríssima da Petrobras)...

Enquanto isso, vamos assimilando os anti-valores idiotizantes da velha Nova Ordem Mundial, para que continuemos sendo o que sempre fomos: colonizados cultural, política e economicamente. O dólar a cinco paus, e subindo, será apenas o preço a se pagar pelo permanente subdesenvolvimento. Mas já mandamos o Nelson Barbosa desfilar no Forum Econômico Mundial de Davos, para fingir que tudo vai melhorar...

Em resumo, aquela perguntinha incômoda: até quando aceitaremos ser um País cagado? Até quando?

Perto de cinco


Defasado


Amigo urso


Sondando


Africanagem


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 19 de Janeiro de 2016.

5 comentários:

Marcelo Baglione disse...

Serrão, bom dia,

O Brasil não tem mais linha sucessória: só rescisória.
Abraço T de sempre,

Marcelo Baglione

Martim Berto Fuchs disse...

A falácia de que subir os juros pode conter a inflação não se sustenta. Quando a inflação ameaça subir, os juros são aumentados NÃO para contê-la, mas SIM para garantir o spread aos bancos e rentistas, pois do contrário eles vão buscar rendimentos mais seguros em outras paragens.
A economia devagar quase parando, sem demanda, e eles aumentando os juros ? Peguem seus diplomas de "doutores em economia" e ... naquele lugar.
Não adianta entregar essa joça para os economistas do PSDB. Quando o Gustavo Franco elevou os juros acima de 40%, lembram ?, foi simplesmente para que o pessoal não levasse a grana embora.
Todos esses "economistas" fazem parte da Corte da nossa Monarquia Republicana. Logo, sua única preocupação é garantir que os parasitas da mesma tenham suas mordomias garantidas. O resto que se expluda, já rezava o personagem do Chico Anísio.
Desde o primeiro empréstimo junto ao Banco Rothschild, para pagar o que Portugal devia aos ingleses (sempre eles), buscamos dinheiro lá fora e hoje também aqui dentro, para tapar buracos e não para investir.
Esse dinheiro já vinha com os juros descontados, pois os Rothschilds sabiam com quem estavam lidando. E para garantir que os otários aceitassem suas imposições, corrompiam o intermediário e já preparavam o segundo empréstimo para cobrir o primeiro, pois o que sobrou do primeiro era rateado entre os parasitas da Corte.
Precisamos de 5,5 milhões de funcionários públicos para fazer o barco andar e nossa Corte emprega 11 milhões de pessoas. 260 bilhões/ano dados para a grande família dos políticos (cabos eleitorais, parentes, amantes e amigos).
Só no desgoverno desses atuais ladrões, que além de tudo são incompetentes, a soma já chega à 3,38 trilhões. Eles continuam emprestando, mesmo sabendo que desperdiçamos o dinheiro, porque a empresa Brasil tem garantias. E já estão ficando com as garantias, como sempre à preço de banana.
Cada dia mais uma empresa brasileira passa ao controle dos estrangeiros.

Jayme Guedes disse...

Quanto à pergunta - "até quando seremos um país cagado?" - eu respondo: até que deixemos de ser um povo que só faz merda. Se só fazemos merda, o país só pode ser/estar cagada. É certo que fazemos merda em tudo quanto é lugar e ou momento mas é preciso ressaltar que o nosso local preferido para fazer merda é a cabine eleitoral. Ao cagar na urna eleitoral nosso povo se supera.

Anônimo disse...

DR Eneas

Já explicou sobre o aumento do juros, é que causa a inflação, mas os banco que dita as regras no ministerio da fazenda e do Banco Central

Brasil uma colonia de banqueiros

Gustavo Barroso um héroi esquecido PESQUISEM

Chico vivendo no Brasil em trevas

Serrão continue na proa - Terra a vista, mas........

Anônimo disse...

Governo majorar juros pra controlar inflacao cuja causa sao os preços administrados pelo proprio governo. É a exata ilustração do Cao correndo atras do próprio rabo.