quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

"Irrisório"


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Roberto Gotaç

O sr. José Dirceu, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, reafirmou que a quantia de R$ 120 mil por mês, recebida para prestar consultoria a empresas investigadas na Operação Lava Jato, era, “sem falsa modéstia, irrisório”.

Afinal, emprestava seu nome e seu prestígio a cerca de 60 delas, que o contratavam para obterem uma avaliação dos panoramas político e econômico do Brasil e da América Latina. Aliás, seria interessante que essas firmas divulgassem os conteúdos dos relatórios por Dirceu emitidos e esclarecessem como e onde os aplicaram.

Por outro lado, o uso do termo “irrisório”, para qualificar o conjunto dos estipêndios generosamente pagos ao “pobre” assessor, partindo de alguém que tentou implantar, para os outros, é claro, o comunismo por aqui e fez até estágio na Cuba de Fidel, seu ídolo, constitui a mais eloquente marca de desrespeito para com o povo brasileiro, aquele do salário mínimo de R$ 800,00.


Paulo Roberto Gotaç é Capitão de Mar e Guerra, reformado.

Nenhum comentário: