sábado, 23 de abril de 2016

Ela na ONU


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Enio Mainardi

Estou, neste momento, aqui em Berlín, esperando uma ligação por celular afim de fazer umas declarações sobre a Dilma na ONU. Vou falar alguma novidade? Negativo. Mas como me programaram para esse hang-out junto com o Olavo de Carvalho, vou conversar ao vivo com ele para aprender um pouco.

Na minha ignorância, desponta uma primeira, grandona: com quem a Dilma quer falar? Ela sabe que os diplomatas que representam os seus países, lá, conhecem perfeitamente a situação dela e do seu inevitável impeachment. É chover no molhado. E se a sessão for filmada, vocês poderão notar uma porção de senhores atentos, com fones nos ouvidos, enquanto ela discursa. Eles provavelmente estarão ouvindo o Prince.

Ela falou é para os caras da Bolívia, da Venezuela, de Cuba...governos pagos com nosso dinheiro roubado, tipo Patrobrás. Além de alguns brasileiros distraídos, em nosso doce país, que a reconhecerão imediatamente, pela sua ficha na polícia publicada na tv.

Ahhh...tem outros brasileiros, sim, que baterão palmas furiosamente à cada sílaba pronunciada pela Dilma: os mais de 50 aspones que viajaram com ela, de 1a., gritando e fazendo um papelão pelas ruas de Washington, portando bandeiras do MST. É tudo bastante vexatório.

Vou evitar no meu hang-out mencionar a lista de bandalheiras com que essa senhora (senhor?) melou o Brasil. Senão terei de ficar monopolizando o celular por horas. E sendo rapidinho também posso pular fora de mencionar o nome daquele sujeito que levou-a ao trono - para servir como sua diarista.


Ênio Mainardi é um publicitário, jornalista e escritor brasileiro.

Um comentário:

Unknown disse...

Ruas de Washington? Ela foi pra ny