sábado, 30 de abril de 2016

Itaú corre para fechar venda da Liquigas antes de Dilma cair, porque grupo de Temer pode melar negócio


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Banco Itaú corre contra o tempo político para que consiga fechar, antes do afastamento definitivo de Dilma Rousseff, a venda da Liquigás (da Petrobras) para um pool formado por Ultragaz, Supergasbras e Nacional Gás. O motivo da correria é que o negócio pode não acontecer se Michel Temer assumir a Presidência da República. O grupo Consigaz, aliadíssimo do quase futuro Presidente, também tem interesse na subsidiária de botijões de gás. Se Temer conseguir tomar o lugar da Dilma, a Consigaz também espera conseguir uma fatia da Liquigás.

O caso, que terá de passar pelo crivo do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), já incendeia os bastidores de negociações econômicas que envolvem a troca do titular do Palácio do Planalto. Providencialmente, como entrou no período oficial de silêncio até a divulgação do balanço do primeiro trimestre de 2015, até o dia 15 de maio, a Petrobras nada fala sobre o negócio bilionário que faria parte de um programa de venda de ativos, no valor de US$ 13,7 bilhões, previsto para ocorrer neste e no próximo ano. Wellington Moreira Franco, que deve coordenar a área de infraestrutura de Michel Temer, dificilmente permitirá que a Petrobras faça qualquer acerto antes do impedimento final de Dilma.

A Liquigás foi comprada em 2004 pela Petrobras da italiana Ente Nazionale Idrocarburi (Eni). Por meio da BR Distribuidora, agora alvo de um pente fino da operação Lava Jato, foram pagos US$ 450 milhões. A distribuidora de GLP da Petrobras é a segunda maior do país, com participação de 22,6% do mercado brasileiro. A Ultragaz, líder na venda de gás de cozinha, não fala sobre o negócio que tem articulação do Itaú. Nos bastidores, sabe-se que a tradicional empresa não vê com bons olhos o crescimento abrupto da Consigaz - sobretudo no mercado da periferia de São Paulo, não atendido pelo gás encanado da Comgás.

Enquanto Temer amplia seu gás nas articulações políticas e negócios para tomar o lugar da Dilma - sua companheira desde o primeiro mandado em 2010 -, é a Operação Lava Jato quem continua assombrando petistas e peemedebistas. Causou pânico generalizado a decisão do juiz Sérgio Moro de tirar todo e qualquer sigilo sobre o processo envolvendo o casal de sorridentes publicitários baianos João Cerqueira de Santana Filho e Mônica Regina Cunha Moura. O "Super Moro" detonou: "A publicidade propiciará assim não só o exercício da ampla defesa pelos investigados, mas também o saudável escrutínio público sobre a atuação da administração pública e da própria Justiça criminal".

João Santana, que ainda não aderiu à "colaboração premiada", é considerado um "megarquivovivo". Sabe tudo e um pouco mais sobre as três últimas campanhas presidenciais do PT, sobre as quais foi responsável direto, junto com a esposa. O casal se torna mais explosivo que botijão de gás mal guardado porque são acusados de receber propinas em nome do PT, oriundas de negócios feitos pela Odebrecht com a Petrobras, efetuando pagamentos e redistribuição de valores no Brasil e no exterior. João e Mônica responderão por participação em organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro.

A partir de delações premiadas, o Ministério Público Federal acusa que executivos da Odebrecht e dirigentes da Petrobras acertavam propinas de cerca de 1% do valor dos contratos com a estatal de economia mista. O juiz Sérgio Moro aceitou a tese da Força Tarefa, ao acatar a denúncia contra João e Mônica: “Parte teria sido direcionada ao financiamento político do Partido dos Trabalhadores e a pedido do acusado João Vaccari Neto especificamente para remuneração de serviços publicitários prestados à referida agremiação pelos acusados Mônica Regina Cunha Moura e João Cerqueira de Santana Filho”.

A Lava Jato segue em frente... O combate à corrupção, mesmo que de forma ainda incompleta e incipiente, é uma prática que tende a se consolidar no Brasil em ritmo de mudança estrutural. Independe da volátil conjuntura - se Michel Temer (citado em quatro delações premiadas) apoiará ou sabotará (politicamente) o trabalho de Moro e da Força Tarefa. Temer tem muito a temer, porque ainda sabe que, apesar do gigantesco esforço político e de marketing, ainda tem tudo para ser "transitório".

O tamanho da pressão que sofrerá da petelândia e os fatores incógnitos da Lava Jato serão decisivos para definir se Temer suporta chegar até 2018 - ou se alguma mudança mais efetiva acontece no meio do caminho. Temer conta com sua grande capacidade de articulação nos bastidores. Exatamente esta virtude pode se transformar em uma ameaça, na hora em que se tornar vidraça exposta no trono do Palácio do Planalto. Exposição em excesso costuma ser fatal nas trevas da politicagem tupiniquim.

As velhinhas de Taubaté do mercado apostam que vão ganhar muito dinheiro com Temer. Por enquanto, é tal visão cínico-pragmática que predomina no cenário. Temer dependerá de legitimidade popular - que não tem. Seus aliados do PMDB, há 31 anos ocupando o poder federal, direta ou indiretamente, avaliam que basta derrubar Dilma e seguir em frente. O negócio mais prudente é aguardar se tal aposta no Cassino do Al Capone vai dar lucro ou prejuízo. Os peemedebistas acreditam no infinito poder dos grandes negócios...

"O povo que se exploda" - como diria o imortal Justo Veríssimo, personagem do eterno Chico Anísio...  

Aos amigos tudo...

Nota de Michel Temer, que tem como característica fidelidade aos seus amigos de verdade, principalmente os de fora da política:

“As especulações sobre eventuais ministeriáveis publicadas nos últimos dias produziram injustiça grave em relação ao brilhante advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, profissional de trajetória intimamente ligada à luta pelos valores democráticos, de ética inatacável e comportamento irreparável. Quero corrigir essa injustiça ressaltando a história de vida de Mariz, esse extraordinário amigo que me incentivou muitíssimo no fortalecimento de nossas instituições. Foi ele quem me apoiou na Assembleia Nacional Constituinte a propor artigo que tornou o advogado função indispensável à administração da Justiça.

Mariz é exemplo de dignidade profissional, com renome nacional e internacional. Foi um excelente presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo e excepcional Secretário de Segurança Pública. Por tudo isso e pela relação tão próxima, tornou-se natural a citação de seu nome para ocupar cargo de Ministro da Justiça se eventualmente houver decisão do Senado sobre a continuidade do processo de impeachment. Destaco que, no entanto, jamais houve convite. Assim sendo, não poderia ter sido eliminado. Presto esta homenagem a Mariz e espero repor os fatos em sua verdadeira dimensão. Mariz é um grande amigo e nesta condição espero tê-lo ao meu lado sempre”.

Sem novidade

Michel Temer reiterou ontem a Henrique Meirelles que ele é o dono da economia no novo governo.

Meirelles, que já sabia da "novidade", assume o Ministério da Fazenda com todo o gás...

Vai comandar o núcleo econômico integrado por Romero Jucá no Planejamento, Moreira Franco como assessor especial no comando das concessões e PPPs e, José Serra no Itamaraty.

Probleminha: a Petelândia já desenvolve uma tese jurídica de que o mero afastamento para defesa de Dilma não permite que Michel Temer nomeie ministros...

Vote chapa 2


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Abril de 2016.

11 comentários:

Loumari disse...

I could read here something like: Bolsonaro has no strategy. Listen Bolsonaro, my dear, Be a good person but don't waste time to prove it.

Anônimo disse...

.

acp

Errado, General!

Caso assuma com o afastamento da dilma, o temer pode mudar o ministério. Reduzir, amalgamar, demitir, nomear. Ele será presidente com todos os poderes!

Houve caso de um governador que teve de se afastar duas vezes para grave tratamento de saúde. O vice fez duas festas de nomeações: retirou os anteriores e colocou os seus. O governador ficou furioso, só que nada podia fazer. A cada vez que retornou o governador titular teve de re-nomear os secretários, comandante da PM e outros trocados pelo vice.

Assim que a diuma for afastada o temer, caso assuma, poderá trocar todos os ocupantes de cargos, desfazer medidas provisórias, desfazer decretos, tudo. Será presidente, caso assuma.

Lamentáveis as hipóteses de nomeáveis por ele. jungmann na defesa é um absurdo. moreira franco, onde já se viu...

acp

Errado, General!

.

Anônimo disse...

VIVA A “DEMOCRACIA” DE CUBA !
ISSO MESMO, DILMA – COMO OS MÉDICOS CUBANOS DAQUI: DEPOIS DO TRABALHO: LIVRES E SOLTOS – DENTRO DOS QUARTEIS!
Exalte mesmo, Dilma, a “DEMOCRACIA” de Cuba, o caso dos médicos recolhidos aos quarteis e suas familias mantidas como reféns em Cuba para que não fujam do país onde são mantidos reféns, alugados ao PT como mercadoria da ditadura F Castro!
O regime muy democrático de Cuba tem cerca de 80 000 escravos alugados mundo afora, ESSES RECEBENDO APENAS 10% dos salarios em mais de 40 países nesse mesmo regime de “liberdade total” e com um detalhe: o restante 90% vai para Cuba, para manter o regime escravagista do ditador e burguês Fidel Castro!
ESSA É A "DEMOCRACIA" QUE DILMERDA E OS CONSPIRADORES E PEÇONHENTOS DO PT PRETENDIAM IMPOR GUELA ABAIXO DOS BRASILEIROS!

Anônimo disse...

A FIDELIDADE DA MAFIA É NADA DE DENUNCIAS, NADA DE APURAÇÕES AMIGO NÃO FODE AMIGO NEM QUE SEJA BANDIDO, MAS BANDIDO É BANDIDO NÃO INTERESSA O PARTIDO. CADÊ O NOME DOS OUTROS TRZENTOS LADRÕES???

Maria Ribeiro disse...

Alerta Total um blog em extinção porque foge de suas características. Que pena! Agora,nem as velhinhas de taubate vão lê-lo.

Anônimo disse...

Bobagem essa tentativa de impedir que Temer, ao assumir a presidência, não possa exonerar e/ou nomear ministros. É uma atribuição exclusiva do cargo que passará a ocupar. Basta perguntar ao STF...

Anônimo disse...

Não aguento mais ouvir falar do Foro de São Paulo respaldando os atos da facção criminosa comandada pela dupla Lula e Dilma. Nada disso é verdadeiro.

O Foro de São Paulo surgiu em julho de 1990, durante uma visita feita por Fidel Castro a Lula em São Bernardo do Campo à convite do Partido dos Trabalhadores. O Foro de São Paulo foi formalizada quando 48 organizações de esquerda da América Latina e do Caribe. O terrorismo baseado em Foro de São Paulo é vendido pelo sociólogo brasilianista Olavo Carvalho, voluntariamente refugiado nos EEUU, como se fosse seu produto exclusivo.

http://ossamisakamori.blogspot.com.br/2015_03_01_archive.html

Anônimo disse...


.

acp

Errado, General!

Caso assuma com o afastamento da dilma, o temer pode mudar o ministério. Reduzir, amalgamar, demitir, nomear. Ele será presidente com todos os poderes!

Houve caso de um governador que teve de se afastar duas vezes para grave tratamento de saúde. O vice fez duas festas de nomeações: retirou os anteriores e colocou os seus. O governador ficou furioso, só que nada podia fazer.

Ao re-assumir duas vezes re-nomeou os seus titulares.

acp

Errado, General!

.

Anônimo disse...

Estava assistindo (29/4) à defesa da Dilma no processo de impeachment na TV Senado, já lá pelo final, umas 10pm, quando o senador Cristovam Buarque interrompeu para uma “questão de ordem”, dizendo ter acabado de receber informação de que o “governo federal tinha liberado R$100 mi. (cem milhões de reais) para serem usados em publicidade!”

E eu pergunto: alguém tem dúvidas de para onde esse dinheiro vai realmente? Se tiverem, eu dou uma luz: vai fazer um grande percurso para dar uma “esquentada” e vai acabar na conta dos vermelhinhos e seus asseclas.

O mais triste de tudo isso é que logo depois, sintonizando num canal de “News”, me aparece uma reportagem a respeito do Hospital Universitário Pedro Ernesto (UFRJ) mostrando o descalabro das condições da instituição, a qual não tem fundos nem para pagar os terceirizados que fazem a limpeza, mas que entretanto o governo poderia conseguir liberar uns R$3mi. (3 milhões) para correr atrás do prejuízo, inclusive pagar a quem não recebe há muito tempo.

Dá para entender? R$100.000.000,00 para “publicidade” para o governo e R$3.000.000,00 para pagar ‘alguns’ atrasados de uma instituição do povo.

Quer dizer, só em uma das “tacadas”, prestem atenção, em uma, os caras desfalcam o erário em cem milhões de reais, enquanto que o resto da sociedade desmorona em volta.

Fora PT, fora incompetentes, fora corruptos,... morram seus FsDsPs!

"Política sem medo" disse...

So esta frase aqui ja desmonta o quanto Dr. Marins fez bem ao Brasil pois o decreto que ele incentivou Vossa Escelencia a plantar na nossa CF tornou a nossa vida um inferno por dependermos de advogado para tudo ou seja nos tornamos refens de uma DITADURA DE ADVOGADOS que hoje assola o Brasil. Senao veja, "Foi ele quem me apoiou na Assembleia Nacional Constituinte a propor artigo que tornou o advogado função ----- à administração da Justiça." E so observar o quanto de prejuizos nos temos com os advogados dos empresarios e politicos da Lava-Jato e que ficamos de maos atadas por protelacoes sem fim e que so atrasam processos para que eles continuam recebendo seus honorarios bilionarios. E uma pena que essa lei tenha sido proposta pelo senhor, Michel Temer!

Anônimo disse...

A publicidade do governo já está sendo veiculada com as mesmas mentiras contadas pela presidente do país de "Alice".Ela não está nem aí se está cometendo algum crime. Deve ter certeza da impunidade da Justiça, como os meliantes comuns fazem.
Outra coisa, não apoio todas as declarações do Bolsonaro mas, porque só lembram dele? Parlamentares e políticos chamam uns de corno,ladrão, golpista, fazem homenagem a guerrilheiros, exultam ditadores, mandam os juízes socarem os processos no c*, chamam juízes de filho da p*, outros cospem na cara dos outros e... só crucifixam o Bolsonaro?