segunda-feira, 16 de maio de 2016

Delcídio do Amaral falará no Roda Viva sobre a Lava Jato no STJ - caso que corre "Oculto" no STF?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A guerra de todos contra todos, já batizada de guerra do fim dos imundos, atinge um ponto de altíssima tensão. A Operação Lava Jato, quem diria, começa a chegar também a um dos topos do poder Judiciário. Quem poderia imaginar que o Prpcurador-Geral da República, Rodrigo Janot, poderia pedir a abertura de uma investigação contra o presidente do Superior Tribunal de Justiça, Francisco Falcão, e o ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, alegando que os magistrado seriam suspeitos de patrocinar manobras em uma "conspiração judicial" para obstruir as investigações da Lava Jato, favorecendo os super-poderosos réus empreiteiros Marcelo Odebrecht e Otávio Azevedo (da Andrade Gutierrez)?

O caso é um terremoto seguido de  tsunami porque o STJ é a segunda corte mais importante do País, com 33 ministros. Agora, está nas mãos do ministro Teori Zavascki a explosiva representação número 6016, conforme Ofício 89664 de Rodrigo Janot. O mais curioso é que o delicadíssimo pedido de investigação, feito em 27 de abril pela PGR, circula como procedimento "Oculto" no Supremo Tribunal Federal. Os casos "ocultos" atentam contra o artigo 37 da Constituição Federal porque, em função do alto sigilo envolvido, o caso sequer recebe um número para aparecer nos registros oficiais no sistema de consulta do STF. Sempre que o Judiciário é obrigado a investigar a si mesmo a transparência geralmente perde sua dimensão prescrita na Lei Maior do Brasil.

O caso oculto da Lava Jato no STF ganhará visibilidade forçada, nesta segunda-feira à noite, a partir das 22 horas, no Programa Roda Viva, transmitido pela TV Cultura para toda Rede Brasil. O entrevistado será o senador cassado Delcídio Amaral - justamente o responsável pela denúncia contra os ministros Falcão e Navarro. Delcídio também tem tudo para lançar bombas contra o senador Renan Calheiros, a Presidenta afastada Dilma Rousseff e o ex-Presidentro Lula da Silva. Pode sobrar para outros senadores que viraram a cara para Delcídio, depois que ele caiu em desgraça. Delcídio prometera fazer, nesta semana, adendos a suas delações premiadas. Vem mais bomba no ar

Tão ou mais grave que tal investigação "Oculta" sobre a cúpula do STJ na Lava Jato é a estranha decisão tomada pelo ministro Gilmar Mendes, do STF, impedindo que fosse aberta uma investigação contra o senador Aécio Neves, presidente do PSDB. Em quatro páginas, Gilmar mandou suspender as diligências da Força Tarefa da Lava Jato e da Polícia Federal contra Aécio. Gilmar preferiu não dar bola para as delações premiadas de Delcídio Amaral. Simplesmente aceitou a tese enviada pela defesa de Aécio, alegando que eram fatos velhos, já motivos de arquivamento judicial, os pedidos de investigação sobre prática de corrupção passiva em contratos de Furnas e lavagem de dinheiro por meio de empresa de factoring ligada à sua irmã.

Se decisões como essa se repetirem, impedindo até diligências e investigações, a Lava Jato acabará indo para o brejo, punindo apenas alguns empresários e uns poucos políticos caídos em desgraça e pegos como "bodes expiatórios", para poupar outros grandes e poderosos chefões do maior escândalo de corrupção nunca antes visto na História do Brasil.

Releia o artigo de domingo: O Exemplo de uma Magistrada

Reveja também o artigo de sábado: Liberdade, Liberdade... Só para quem merece!


Mais ajuda suspeita


Novos alvos


Gente inocentíssima


Na mira do Temer


Na mira dos tiras


Rock da Dilma


Samba do Impedimento


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 16 de Maio de 2016.

6 comentários:

Anônimo disse...

A impressão que tenho é que o PT se livrou do inferno, e se Temer não se cuidar vai ser jogado nele também, a velha máfia e as velhas raposas já foram postas a cuidar do galinheiro e possuem argumentos para meterem o pé na sua bunda também. Ele ainda não é réu, vou examinar, mas Lula e Dilma também só são suspeitos, mas onde tem fumaça tem fogo e se gritar pega ladrão não fica um... AH DURANTE A PRONUNCIA DO THEMER JÁ TEVE MUITO MAIS PANELAS AMASSADAS...

Anônimo disse...

"Longe dos holofotes, Delcídio atuava como bombeiro. Conversava com empreiteiros, funcionários da Petrobras e políticos acusados de participar do esquema de corrupção, anotava suas demandas e informações de bastidor e, depois, relatava-as em detalhes a Dilma e a Lula. Sua missão era antever dificuldades e propor soluções."

"O acordo de delação premiada no qual Delcídio afirma que Lula e Dilma sabiam da existência do esquema de corrupção e atuaram a fim de mantê-lo em funcionamento foi homologado pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF)."

"Ex-chefe da Casa Civil do governo Dilma, atual titular da pasta da Educação e um dos ministros mais próximos da presidente, Mercadante prometeu dinheiro e ajuda para que Delcídio deixasse a prisão e escapasse do processo de cassação de mandato no Senado. Em contrapartida, pede a Delcídio que não "desestabilize tudo" com sua delação. O ministro não tratou diretamente com o senador, que já estava sob a custódia da polícia, mas com um assessor da estrita confiança de Delcídio, José Eduardo Marzagão. Os dois se reuniram duas vezes no gabinete de Mercadante no ministério. As conversas foram gravadas por Marzagão e entregues à Procuradoria-Geral da República por Delcídio, que, em depoimento formal, disse que o ministro agira a mando de Dilma."

"Descrevendo seu plano, Mercadante deixa claro ao assessor que vai tentar "construir com o Supremo uma saída" para Delcídio. Diz que Ricardo Lewandowski, o presidente do STF, poderia libertar Delcídio por meio de liminar, durante o recesso de fim de ano do Judiciário."

"Fica claro que Mercadante está preocupado em acalmar a mulher e as filhas de Delcídio, as principais incentivadoras de um acordo de delação."

"O ministro aconselha o assessor a dizer para Delcídio seguir em silêncio para "não ser um agente que desestabilize tudo". Chega a fazer uma ameaça velada, caso o petista revele os podres do governo: "Vai sobrar uma responsabilidade pra ele monumental, entendeu?"."

"Marzagão trabalha com o senador há treze anos. Nos 87 dias em que o petista ficou preso, Marzagão só não fez companhia a ele uma única vez, quando foi ao casamento da filha em Fortaleza. Era Marzagão quem levava e trazia informações, providenciava alimentação e livros, ouvia histórias e compartilhava de desabafos e crises de choro. Antes de procurar o assessor, Mercadante tentou contato com a esposa do senador. O ministro foi repelido com contundência. Maika, a esposa de Delcídio, não escondia a raiva pelo fato de o marido ter se prestado, segundo ela, a fazer serviços sujos para Lula e Dilma, como a tentativa de comprar testemunhas do petrolão, motivo que o levou à prisão."

------
Trechos retirados da reportagem da Veja, onde constam as gravações e transcrições.

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/exclusivo-governo-tentou-comprar-o-silencio-de-delcidio-do-amaral

Loumari disse...

O QUE ESPERAR DO GOVERNO TEMER - MAÇOM?

https://youtu.be/lKqZh9CuOk4

Anônimo disse...

As matérias são boas mas os textos das imagens compartilhadas da página www.porissopecoseuvoto.com.br estão com erros graves de português. P. ex.: "advinham" (em vez de "adivinham"); "com excessão" (em vez de "com exceção").

Anônimo disse...

POR FAVOR PAREM DE FALAR DO PT, NÃO VAMOS MAIS DAR IBOPE E NOTICIA A ESTE POVO, VAMOS IGNORAR É O MELHOR REMEDIO PARA ESUQECER A DOR

Anônimo disse...

QUANDO NO PODER, OS COMUNISTAS, ALÉM DE NADA FAZEREM SENÃO ROUBAR E DESTRUIR A NAÇÃO, QUANDO ESTÃO NA OPOSIÇÃO QUEREM IMPEDIR QUE OS ADVERSARIOS DE FAZEREM ALGUM COISA PELO POVO!
SÃO UNS DESEQUILIBRADOS MENTAIS, INVEJOSOS E DESPEITADOS DOS QUE PROGRIDEM!!
O comunismo é a religião da cobiça e da inveja dos bens alheios!
Quando no governo, nada fazem a não serem cometerem todos os tipos de crimes e fraudes e, se são postos para fora, querem obstruir quem entra para poderem tentar se justificar e terem motivos de caluniar alguém!
E querem voltar para o governo, quem quer essa desgraça PT de novo, hem?
Ah, coitados; o povo brasileiro está cansado de ser governado pelos bandidos da gang do PT, aliado do PCC e das FARC, por uma quadrilha de assaltantes, cujas bocas só VOMITAM ASNEIRAS E MENTIRAS, e o povo não tolera mais ver nas televisões nem mais seus focinhos!