terça-feira, 7 de junho de 2016

Chapeuzinho pode comer o rabo do Lobo Mau?


2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A guerra de todos contra todos, que no Brasil merece ser chamada de "Fim dos Imundos", promete um capitulo de truculência política. Aliados dos poderosos José Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá e Eduardo Cunha estudam uma fórmula jurídica e um motivo plausível para abrir um processo de impedimento contra o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, que pediu a prisão do quarteto fantástico do PMDB - responsável por cuidar da derrubada final da Dilma Rousseff e pela sustentação inicial do governo provisório de Michel Temer. O problema é só achar uma razão forte para detonar Janot, antes que o Procurador acabe politicamente com eles, e o Supremo Tribunal Federal não decrete uma prisão dada como favas contadas, por isonomia com o episódio Delcídio do Amaral.

O Congresso Nacional acorda para uma realidade implacável. A classe política brasileira definitivamente não pode continuar sendo a mesma depois dos ousados lances do Ministério Público e do Judiciário na conjuntura pós-Lava Jato. Tornar-se-á (Temer, me empresta sua mesóclise, por favor) urgente uma profunda revolução política. Uma mera reforma não bastará. Será necessário mexer na estrutura. A solução é: voto Distrital com Distrital Misto, tendo eleições eletrônicas que permitam recontagem por voto impresso, com a redução drástica no número de partidos e a possibilidade de candidaturas avulsas, além do fim do voto obrigatório que só alimenta os velhos currais eleitorais. A atividade Política, fundamental para a Democracia, não pode ser sinônimo de organização criminosa.

Não vale a pena dar ouvidos a interpretações apressadas de que uma eventual ação de Rodrigo Janot contra a cúpula do PMDB tem apenas o objetivo de ajudar Dilma Rousseff a se salvar do impeachment, com o petista Jorge Viana assumindo a presidência do Senado se a prisão de Renan Calheiros for decretada pelo STF. Dilma não tem mais a menor condição política de retorno, ainda mais depois da delação premiada e dos depoimentos de Nestor Cerveró - hoje um dos homens de maior visão destrutiva contra o PT. Dilma e Lula estão prestes a se tornarem réus em processos no Brasil e no exterior. A operação de limpeza contra outras dezenas (ou serão centenas) de políticos é irreversível. Trata-se de uma exigência da maioria da sociedade brasileira, que o poder judiciário não deseja contrariar.

O caminho é sem volta. Temos mais de 300 políticos no Congresso, nos estados e nos municípios envolvidos em grandes falcatruas contra a administração e o interesse públicos. Além de punir os infratores com rigor, que é missão do Ministério Público denunciar e do Judiciário julgar e punir, se for o caso, é fundamental partirmos para uma mudança profunda da estrutura estatal brasileira. Mesmo tendo provas objetivas de que o fisiologismo e o patrimonialismo estão arraigados na cultura política brasileira, é preciso avançar institucionalmente na criação de mecanismos de controle do cidadão sobre os entes estatais. Temos de criar Controladorias e Ouvidorias públicas, com conselheiros e técnicos que tenham mandato eletivo, escolhidos entre os eleitores qualificados para a missão de zelar pela ética, probidade e qualidade dos serviços públicos.

Esse é o grande desafio (encarar um debate sério) que o Brasil tem a obrigação de enfrentar daqui para frente. Temos de reinventar uma nação em novas bases estruturais democráticas, com plena segurança do Direito, pleno exercício da cidadania, liberdade responsável de expressão e total respeito ao indivíduo. A Constituição Brasileira precisa apenas sofrer um enxugamento, com alguns aprimoramentos, para cumprir e fazer cumprir tais missões fundamentais que criam as bases para um País que queira promover o pleno desenvolvimento de seus fatores culturais, produtivos e civilizatórios.  

A pergunta do título foi só para provocar e chamar a atenção. O Brasil não aguenta mais a turma do chapeuzinho vermelho. Mas também não suporta as sacanagens infindáveis dos Lobos Maus. Já passou da hora de reescrevermos nossa História em moldes dignos, realmente democráticos, após um amplo debate nacional que pode resultar, inclusive, de embates que podem conter graus de violência. Todas as nações desenvolvidas passaram por tal processo de depuração, decantação e muita discussão até atingir um nível civilizatório e produtivo satisfatório.

O Brasil terá de se submeter ao processo de Intervenção Cívica Constitucional, para o efetivo aprimoramento de suas instituições. Não tem mágica, nem jogo de sedução ou enganação. Mudar é preciso. Só temos que debater exaustivamente e definir, urgentemente, que Brasil queremos, desejamos e podemos fazer, no curto, médio e longo prazos.  

Reveja a primeira edição desta terça-feira: "Microexplosões" atingem políticos em Brasília

Leia também a análise de Merval Pereira: O fim está próximo


E, para finalizar, uma perguntinha: quando é que a Procuradoria Geral da República mandará pedir a prisão de tantos outros bandidos da politicagem brasileira?

Vinho da Dilma é falso

Em nossa primeira edição, veiculamos uma nota fiscal sobre uma despesa caríssima de vinhos que a Presidenta Dilma teria feito em suas viagens pelo mundo afora.

Chega a confirmação de que a nota é tão falsa quando a honestidade da maioria da cúpula da petelândia.

De toda forma, é preciso realizar um pente-finíssimo nos gastos dos Cartões de Crédito Corporativos da Presidência da República, bem como nas tais "despesas secretas" - feitas sempre em nome da tal "segurança nacional" - usando o mesmo "dinheiro de plástico" bancado pelo "contribuinte" brasileiro.

Já que o gasto com vinho da Dilma é falso, sugerimos aos leitores uma experimentação nestes tempos gelados - ou em que os políticos ladrões começam a entrar em uma fria...


Coração viajante


Piada séria que circula na malvada internet:

Dilma Rousseff ficou feliz da vida com a ordem do desafeto Michel Temer para que a FAB separe um avião para transporte de órgãos destinados a transplantes.

Assim, a Presidenta vai se fantasiar de "Coração Valente" para conseguir burlar a regra que restringe seus voos oficiais entre Brasília e Porto Alegre...

Dilma só não vai fazer suas viagens de bicicleta porque Fernando Haddad ainda não foi eleito Presidente, com a missão de construir uma ciclovia superfaturada do Oiapoque ao Chuí...

Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 7 de Junho de 2016.

6 comentários:

Basta de esquerdopatas disse...

Temos um golpe, ou um contragolpe em curso no Brasil?
Quem tiver convicção da resposta, aposte seus desvalorizados reais.

Jayme Guedes disse...

Mais uma sugestão para a reforma política. Fim do voto secreto que já não mais se justifica. O eleitor vota com o CPF e é fiador da honestidade do eleito. Se o eleito roubar o total desviado é rateado entre seus eleitores que ficam com o direito de regresso para cobrar do safado na justiça.

Anônimo disse...

ESSA HISTÓRIA É SEM FIM POIS A COISA NÃO PARA NOS QUATRO, VEJAM BEM DO MESMO MODO QUE BRASILIA ESTÁ ATOLADA ATÉ O PESCOÇO TODOS OS ESTADOS E MUNICIPIOS ESTÃO ENVOLVIDOS NAS MESMAS MÉRDAS, ISTO SEM CONTAR QUE É NESCESSARIO UMA POLICIA PARA INVESTIGAR O JUDICIARIO E OUTRA PARA PEGAR OS CAPETAS DAS FFAA QUE NUNCA APARECEM MAS FICAM CAGANDO NAS MOITAS, A MINHA SUSPEITA É QUASE CERTA POIS UM GOVERNO PARALÉLO ASSDOLA O PAIS E SÃO FORMADOS PELOS 2 ULTIMOS DA MINHA LISTA... SERRÃO QUANDO COMECEI A VISITAR SEU BLOG OS INTELECTUAIS DE PLANTÃO ME ACUSARAM DE PETISTA E OUTROS BICHOS, POIS JÁ SABIA DESSA LEVA E DENUNCIEI QUE LADRÃO EXESTIA NOS 4 CANTOS DO PAIS, AGORA QUEM QUIZER LIMPAR TODA ESSA MERDA VAI TER QUE PROVAR QUE É MUITO MAIS QUE UM ROSTINHO BONITO...

Anônimo disse...

DEIXAR VOLTAR O PT SERIA O BRASIL SER UM OTARIO, CAPACHO, ACEITAR A COLEIRA DO PT NOS PESCOÇO, COM CORRENTINHA!!
Tem-se que manter alertíssimo o povo e pronto para sair prás ruas e mostrar para as pestes comunistas que passou o tempo de complacencia com eles; o povo sabe que os canalhas comunistas conspiram apenas 25 H/dia!
Duvido pelo que vejo, que NEM as FFAA querem a volta da quadrilha ao poder - e nem pode!

Anônimo disse...

Quem garante que a desejável intervenção cívico/militar vai acontecer? A desinformação corre solta em todas as mídias. Fica uma sugestão: com intervenção ou sem intervenção, o passo adiante, o foco mais promissor está nas propostas do Instituto Federalista e do Foro do Brasil. Os federalistas pretendem homologar seu partido, com um programa sui generis que empodera os municípios, estados e reduz o poder concentrado pelos comunistas e corruptos em Brasília. Vamos ajudar os federalistas. O Foro do Brasil tem pessoas honradas e comprovadas na defesa dos interesses do Brasil. É unir a fome com a vontade de comer.

Martim Berto Fuchs disse...

Qualquer idéia considerada boa e o pessoal já pensa em formar um partido político para defendê-la, divulgá-la, e, lógico, depois se eleger por ela.
Se tivermos umas 50 boas idéias deveremos por isso ter 50 partidos ?
E depois desses idealistas serem eleitos pelos seus 50 partidos e chegarem ao Congresso, e as idéias forem contrárias umas as outras ? Governam como ? Montam outra Constituição Cidadã contemplando em seu bojo todas elas ? Ou começa a montagem da famosa "base aliada" que logo se transforma em “enlameada” ?
Nos EUA temos os dois partidos principais, mais quatro que também apresentam candidatos para Presidente e mais 71 partidos desses que defendem uma ou outra idéia.
Sem contar que para as eleições presidenciais deste ano já existem mais de 1.500 candidaturas avulsas.
Tudo isso, mas na verdade o que conta é a idéia central defendida desde a independência. Se um candidato com idéias estranhas começa se destacar na campanha e ameaça se eleger, eles o matam. Se um candidato eleito quiser mudar a idéia base, eles simplesmente o matam.
O que precisamos no Brasil é uma idéia básica do que queremos e em torno dela desenvolver um projeto de nação, onde não cabe mais aceitarmos capitalismo e comunismo convivendo e tentando se destruir mutuamente. E para isso não precisamos de partidos políticos, seja pelas suas idéias contraditórias, seja para impor seus candidatos escolhidos “à dedo”.
Nos termos em que até hoje são colocados os projetos comunistas e liberais, nenhum deles contempla uma economia sustentada, baseada num Estado democrático de direito e na dignidade do ser humano, pois se um não considera a individualidade do ser humano (comunismo=ser coletivo), outro pouco se importa com aqueles que vão ficando pelo caminho (liberal=lucro).
http://capitalismo-social.blogspot.com.br/2016/02/63-estrutura-administrativa-do-estado.html