segunda-feira, 25 de julho de 2016

Dilma só não renuncia por burrice ou maluquice


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Fala sério... Dilma Vana Rousseff não tem a menor credibilidade para negar as articulações ocultas que preparam sua renuncia ao cargo de "Presidente da República" pouco antes da votação final do processo de impeachment. Quando ela proclama, via assessoria, que "não existe, nem nunca existiu, a hipótese da renúncia" é o mesmo que ela proclamar que nada sabia sobre erros e corrupções na Petrobras, quando foi "presidente" do Conselho de Administração da petrolífera. É mais fácil acreditar que o Papai Noel seja comunista e um dissidente arrependido do PT, apenas porque usa roupinha vermelha...

Dá para rir da versão fantasiosa de Dilma, que "segue firme e determinada na luta para voltar ao Palácio do Planalto: “A resistência ao golpe vai continuar por meio de viagens da presidenta pelo Brasil e por meio do diálogo político construtivo com o Senado”. Um detalhe da recente versão de Dilma pode ser verdadeiro: “Não é verdade que a presidenta Dilma Rousseff tenha se encontrado recentemente com o presidente do Senado” - para acabar com a tal "agonia do impeachment".

A versão mais confiável que circula em meios reservados de Brasília é que um interlocutor confiável de Dilma negocia uma trégua com gente da extrema confiança de Michel Temer. Em tese, um acordo de paz com Dilma sai milhões mais barato para Temer do que ficar refém de parlamentares que regateavam o o voto a favor ou contra ela. No momento, nas contas de Michel Temer, Dilma seria derrubada por 60 dos 81 votos no Senado. Ela sabe que já perdeu, embora tente posar de "Coração Valente" até o fim.

Dilma já acabou. Só existem duas hipóteses de ela não renunciar. A primeira porque ela desistiu completamente de voltar à política, pela avançada idade e por estar de saco cheio por tudo que passou. Dilma tem este "direito", e assim poderia encenar a "resistência para além do fim", pois ela já acabou há muito tempo. No entanto, o suposto "fim de carreira" não combina com os discursos da peregrinação contra o impeachment - o que torna Dilma uma personagem paradoxal, enigmática e politicamente dislexa.

A segunda possibilidade para não renunciar seria uma "prova cabal de burrice": ela sofreria impeachment e perderia seus direitos políticos. Dilma ainda pode ter uma crença. mínima que seja, na hipótese de, no futuro, ser salva por alguma decisão do Supremo Tribunal Federal. Novamente, é mais fácil crer que Lula vai se transformar no Papai Noel que entregará o presente de Natal do Sérgio Moro no final do ano...     

A bola (murcha) está com a Dilma... Poderosos e caríssimos advogados é que preparam o futuro próximo dela. Terá de gastar muito dinheiro para sustentar tantos processos que sofrerá de investidores nacionais e internacionais da Petrobras e Eletrobras, por decisões temerárias (perdão, Temer, para expressão) que ela tomou como gerentona no mínimo "incompetanta".

Dilma pode escolher entre a burrice e a maluquice. Curiosamente, ambas parecem lhe caber muito bem...

Reveja o artigo de domingo: Por que Dilma vai renunciar?

Releia o artigo de sábado: Hora de combater os ladrões e a inflação inercial

Gêmeas bolivarianas


Prontos para detonação



Relax sem gozação

Deixa pros especialistas



Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Julho de 2016.

6 comentários:

Anônimo disse...

Pelos planos da dona Dilma, ela deverá renunciar para voltar pelos braços do povo como senadora, então partirá para a vingança.
As pessoas que usam as redes sociais para comentarem até quando dão um pum, deverão ter mais cuidado com os bisbilhoteiros do FBI, pois vão anotando tudo, em parte até concordo mas eles devem saber que por aqui temos a nossa PF bem aparelhada e dando conta do recado perfeitamente.Assunto dos barba de bode, é resolvido por aqui mesmo.
Ia esquecendo,para quem simpatizar com os extremistas do ISIS que não temos 70 virgens para eles, temos 70, tipo KID BENGALA, para atochar no KKKKKU deles.

Anônimo disse...

Ela não vai renunciar por coerência: uma vez fora da casinha, sempre fora.

ARS disse...

...Logo não irá renunciar!

Anônimo disse...

Você Jorge Merdão Serrão, por que não renuncia a essas doações de dinheiro que engordam diariamente a sua conta bancária. Numa verdadeira lavagem de dinheiro de oficiais corruptos das Forças Armadas e de sua criminosa Maçonaria.

Você não passa de um CANALHA, de um verdadeiro MARGINAL SAFADO!

Vá trabalhar VAGABUNDO!

Sérgio Alves de Oliveira disse...

As leis escritas neste país pelos políticos de "5ª" Categoria que esse povo em sua maioria idiotizado escolhe, sempre buscam alternativas para "aliviar"as consequências de um provável acolhimento de impeachment presidencial. No caso ora vivido no Brasil,onde a "ré" é a Presidente afastada, Dilma Rousseff,bastaria ela assinar a sua renúncia antes do julgamento final desse processo pelo Senado,que a sua pena não mais teria a inelegibilidade para outros cargos via eleições,dentre outros "alívios". É evidente que poucos instantes antes do início do julgamento final já será possível obter com certeza qual o seu resultado. Isso é um favorecimento escandaloso e até mesmo cumplicidade e parceria "oficial" com o crime. Afinal ela trocaria a sua simples assinatura,num papel certamente já escrito,para ser usado conforme as "circunstâncias" (como,aliás,já aconteceu com a nomeação de Lula para o seu Ministério),por uma grande parte da condenação. Trocando em miúdos: quem vai escrever a sentença é o próprio réu.Um país decente nunca conseguirá entender esse tipo de maracutaia.

Anônimo disse...

A ex-presidente da Argentina não sabe o grau de burrice ao se comparar a Dilma.Acho que a Dilma já chamou o "Bessias" e deixou o documento pronto, pronto para assinar caso seja necessário, o que é certo.