domingo, 24 de julho de 2016

Por que Dilma vai renunciar?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Dilma Vana Rousseff renunciará ao cargo de "Presidente da República" pouco antes da votação final do processo de impeachment. A renúncia deverá ser o mais sóbria possível, com uma carta ao Congresso Nacional, sem ataques pessoais ao sucessor. A Presidanta ainda não jogou a toalha definitivamente porque um interlocutor confiável dela negocia uma trégua com gente da extrema confiança de Michel Temer. O acordo com Dilma sai mais barato para Temer do que ficar refém de parlamentares.

A renúncia programada de Dilma é revelada por um passarinho preto que voa baixo para escutar tudo que pode em Brasília. O principal objetivo imediato de Dilma é não perder os direitos políticos - dano instantâneo provocado pelo impedimento. Depois de afastada definitivamente, Dilma aposta que possa retornar à vida política com votos fiéis que a esquerda tem no Rio Grande do Sul. Dilma já fez a mudança de seus objetos pessoais do Palácio da Alvorada para o apartamento de Porto Alegre.

Doida para que termine o que chama de "agonia do impeachment", ela também pretende se descolar de Lula ao máximo. Dilma se sentiu muito abandonada pela petelândia depois que foi afastada temporariamente do trono do Palácio do Planalto. Dilma pode até deixar o PT, retornando a suia origem política, o PDT - hoje um partido cada vez mais distante daquele fundado por Leonel Brizola. O problema é que Dilma ficaria nada confortável em apoiar a candidatura presidencial de Ciro Gomes em 2018. E a recíproca é verdadeira...

O futuro de Dilma na política também é prejudicado por seus pecados como "Presidenta". A imagem dela ficou queimada como "grande gerentona" e como articuladora. Dilma caiu porque geriu pessimamente a economia e foi um desastre na política. Arrogante, autossuficiente e centralizadora demais, Dilma exagerou no mau trato aos deputados, senadores, governadores e prefeitos. Também ficou refém demais da cúpula do PT - destroçada pouco a pouco por denúncias indefensáveis de corrupção. Agora, não cola e parece tarde demais para alegar que "não sabia de nada" de errado...

Definitivamente fora do poder, Dilma enfrentará outro gigantesco problema - que independe de acordos que venha a fechar com interlocutores de Michel Temer. A ex-Presidenta tem enormes chances de responder por crimes relacionados à má gestão na Petrobras, nos tempos em que foi "Presidente" do Conselho de Administração da petrolífera. Dilma já encomenda a renomados pareceristas teses jurídicas que tentem sustentar a prescrição de eventuais crimes dos quais possa ser acusada no judiciário brasileiro e - para temor maior - no exterior. Assim que cair, Dilma perde o foro privilegiado e começa uma nova agonia para ela - certamente mais dolorosa que o processo de impeachment.

Para o Brasil, com o aguardado "DilmExit" e seu futuro politicamente incerto, ainda fica uma dúvida cruel: será que o sucessor Michel Temer terá capacidade de reverter a onda de incertezas políticas que comprometem a economia? A resposta é complicadíssima, porque a equipe econômica de Temer, até agora, não demonstra inteira competência para resolver os problemas estruturais do País, contaminado com a inflação inercial que é fruto do caos estrutural e conjuntural.

O clima real - tão complicado quanto o político - complica o Brasil. Excesso de violentas geadas no Sul-sudeste e extrema seca no centro-oeste e Nordeste podem gerar prejuízos gigantescos para o agronegócio - atividade que sustenta a balança comercial brasileira e cujo bom desempenho é fundamental para ajudar no combate à inflação inercial. Com crédito caríssimo pelos juros absurdos, quebra quem não tiver cooperativas de crédito para segurar a bronca em tempos de problemas climáticos.

Pior que tanta crise é ouvir o Malvado Predileto Eduardo Cunha bravatear mais uma ameaça enigmática: “Ficarei conhecido por derrubar dois presidentes do Brasil”. Uma já se sabe que é a Dilma. O outro é a grande dúvida: Seria Lula? Ou Cunha já estaria se vingando do abandono imposto por Michel Temer?

Do jeito que a coisa desanda política e economicamente, não demora para Cunha ser obrigado a modificar a frase, ampliando o prejuízo para três Presidentes... Tem muita gente para tomar no Cunha... Agosto, o mês historicamente do desgosto para Presidentes no Brasil, promete muita confusão... Que venham as Olim-Piadas...

Te cuida, $tlainácio! Se segura, Temer! Tchau, Querida Dilma...

Releia o artigo de sábado: Hora de combater os ladrões e a inflação inercial

Blefe ou não?


Pesquisa vale?


Pagador do Pato?

Ex é um perigo



Nada de pobreza


Fora da foto



Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Julho de 2016.

4 comentários:

Anônimo disse...

Esses institutos de pesquisa são uma vergonha!Como colocar o nome de Lula que está na iminência de ser preso? Aécio e Marina já são também acusados! Institutos como esses não merecem o menor crédito! E a gente tem que aguentar essa mídia divulgando essa mentira! Só no Brasil colocam em pesquisa gente como o Lula e a Marina,essa então não tem nada para oferecer ao país.

João Emiliano Martins Neto disse...

Marina Silva é a famosa crente do cu quente com a batata dela assando no cu como, aliás, é o caso das grandes lideranças protestantes brasileiras com suas seitas de esquina aonde o templo do orgulho e da opinião individualista protestante é dinheiro.

Anônimo disse...

Quem acredita em pesquisas, ainda mais em favor do PT, imundicies tipo Dilma e Lula, esse mais ainda, é por achar ainda otarios na sociedade, alienados, pois quem tem um mínimo de conhecimento das coisas não votam nem num nem noutro, pois é colocar 2 raposas tomarem conta do galinheiro!
Não existem palavras nem adequadas para desqualificarem essas 2 bestas!

Anônimo disse...

É Marina MELANCIA Silva, João, filhoca de Lutero, verde por fora e vermelha por dentro, da Rede de Sustentabilidade do PT - é sua reserva técnica; varios sairam do PT e cairam na Rede!
Já pensou nessa imundicie no poder - igual ou pior que Dilma?!