terça-feira, 16 de agosto de 2016

Programa de Moralização do PT - 1


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Mtnos Calil

A idéia de "moralizar o PT" tem sentido? Ocorre que temos ouvido de muitas vozes a afirmativa de que existem muitos petistas honestos que foram enganados por Lula, Dirceu et caterva. Qual seria a porcentagem dos militantes honestos que existem no PT? Quantos militantes são profissionalizados e portanto coniventes com a corrupção dos cartolas do partido? 

Como jamais teremos resposta a estas perguntas, vamos então supor que exista hoje no PT um número mínimo de militantes honestos que justifique esse programa de ressurreição moralizadora do PT. Os inimigos do PT nos diriam que estamos sendo vítimas de uma tremenda ingenuidade porque o PT vai continuar sendo dirigido pelos políticos eleitos, os quais não vão conseguir se reeleger se não apelarem por exemplo, para o Caixa 2. Se assim for, a campanha de moralização do PT, enquanto ele estiver vivo,  mesmo sendo ingênua,  atenderia a diversos objetivos estratégicos, tais como:

1. Manter acesa a chama do combate à corrupção no Brasil  

2. Agradar a  milhões de brasileiros que aderiram ao combate "seletivo" da corrupção, concentrando toda a sua munição num único alvo que desempenhou o papel de bode expiatório

3. Fazer justiça aos petistas honestos.  

Este programa contemplaria uma parte teórica e outra prática. A parte teórica abordaria, dentre outras, as seguintes questões: 

a) A origem da corrupção do PT
b) Por que a esquerda aderiu à corrupção
c) O falso moralismo da direita 
d) A ética como ciência da conduta humana
e) As lições de Maquiavel 
f) Após a morte do comunismo, o que será do capitalismo
g) Para onde caminha a humanidade e o Brasil

A parte prática seria constituída de atividades pedagógicas visando a implantar uma ética político-partidária jamais pensada por nenhum partido político, o que faria do PT o partido mais ético da História do Brasil. Fantasia? Bem... é melhor alimentar fantasias éticas do que amargar a frustração provocada pela perda do poder conquistado à base da corrupção burguesa... né?

Essa ética fantasiosa seria levada à prática através de medidas como estas:

a) Expulsão do partido de todos os militantes condenados por atos de corrupção, inclusive Lula.

Meu Deus! Que fantasia é essa??? O PT deve sua existência a Lula. A proposta de expulsar Lula é suicida! Bem... se para continuar vivo, o PT tem que manter Lula, então é melhor que morra mesmo e leve consigo para a cova seus principais opositores corruptos. E se a corrupção é inerente à política, que morra também a política.

b) Renovação da direção partidária elegendo-se os petistas que aparecem com destaque na mídia e que sejam portadores de um elevado padrão ético. Tarso Genro seria um deles? Se sim, o que ele fez para combater a corrupção durante o seu governo no Rio Grande do Sul? Ou o papo dele é semelhante ao de Erundina que combate a corrupção da boca pra fora? Prova disso é que ela não fez nada para combater a corrupção na Prefeitura de São Paulo.

c)  Curso de ética (verdadeira) na política (e fora dela) para todos os militantes do partido.

d) Campanha contra o caixa 2. Os corruptos do Congresso já estão se manifestaram contra a criminalização do caixa 2. Só faltava os parlamentares do PT serem também contra. 

PS. Este programa está muito radical? Sim, porém sem mudanças radicais o PT jamais será uma referência ética para a política no Brasil, como aliás, pretendia ser. Ou não pretendia?


Mtnos Calil, Psicanalista, é coordenador do grupo Mãos Limpas Brasil.

4 comentários:

Loumari disse...

Para onde caminha o Brasil? assista isto aqui!

The 2016 Illuminati Rio Olympics announces the New Word Order and the Antichrist

Each new Olympic Games respresent a new step towards the New Word Order. The 2016 Olympic Games in Rio contains several clear references to both the New Word Order and to the Antichrist.

The Olympic Games, as a world popular event, are used as a general repetition to prepare the populations for the New World Order. It promotes a world with no religions, no races, but composed of clones with no identity. Oneness is promoted under the pretext of Humanism but in reality, they are shaping the new human being of the New Word Order, a human being without roots, without identity, without guidance, without goal, …, only a soulless slave of the New Word Order.

https://youtu.be/iCsURImzH7U

Anônimo disse...

A idéia de moralizar o PT, expulsando seus integrantes acusados de envolvimento com a corrupção, é descrita por Olavo de Carvalho como a tática da esquerda de se limpar na própria sujeira,ou seja, isolar os participantes pegos nas jogadas engendradas pelos próprios comunistas para que a imagem do Comunismo saia limpa dessa operação, permitindo o resgate da credibilidade do movimento revolucionário até a descoberta de novos crimes, quando todo o processo se repete.

Anônimo disse...

A idéia de moralizar o PT, expulsando seus integrantes acusados de envolvimento com a corrupção, é descrita por Olavo de Carvalho como a tática da esquerda de se limpar na própria sujeira,ou seja, isolar os participantes pegos nas jogadas engendradas pelos próprios comunistas para que a imagem do Comunismo saia limpa dessa operação, permitindo o resgate da credibilidade do movimento revolucionário até a descoberta de novos crimes, quando todo o processo se repete.

Anônimo disse...


O comunismo é intrinsecamente mau (Pio XI), porque a sua ética é o anti-decálogo:
- Amarás a Deus = Não há Deus (Marx)/ Ódio a tudo que existe (Max Horkheimer).
- Honrarás pai e mãe/ Não adulterarás = Destruir a família/sexo livre/aborto livre.
- Não matarás = 200 milhões de mortos em prol do paraíso futuro.
- Não roubarás = a propriedade é um roubo (Proudhon); tudo pertence ao estado (=nomenklatura).
- Não darás falso testemunho = Mentir em favor da "verdade" (Brecht).
- Não cobiçarás = a inveja é o oxigênio do socialismo.

Portanto, o crime está no DNA do socialismo. Como promover honestidades particulares dentro do roubo universal?
Por isso tantos ladrões petistas consideram-se honestos: porque não roubaram para si, e sim para o partido, ou seja, o crime não está no roubo e sim no "individualismo burguês".

Sem dúvida há socialistas honestos, mas sua honestidade não foi aprendida do socialismo, e sim da família e da sociedade cristã na qual se formaram; e eles só servem ao partido enquanto conveniente biombo para os crimes cometidos pelos dirigentes.