quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Cármem Lúcia avisa que não tem espaço na agenda para reunião com Temer e Maia – para salvar Renan


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Diretamente do Além, Ernesto dos Santos, o Donga, e o jornalista Mauro de Almeida, atualizaram o primeiro samba gravado da História, em 1916: “O Chefete da Polícia, pelo zap-zap, mandou avisar/ Que lá no Senado tem um cangaceiro para enjaular”...

Em tempos de celulares grampeados pela Polícia Legislativa ou por outros arapongas menos votados, a versão atualizada de “Pelo Telefone” serviria para mostrar que a briga com o Judiciário pode ter um desfecho trágico para o Presidente do Congresso Nacional...

A presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, Carmem Lúcia, mandou avisar (e não foi pelo telefone) que não tem espaço na agenda para aquela reunião que Renan Calheiros pediu para o Presidente Michel Temer marcar, para as 11 horas da manhã desta quarta-feira, no Palácio do Planalto.

A “discussão de relação” entre os poderes executivo, legislativo e judiciário, “para colocar a casa em ordem”, teria a presença de Rodrigo Maia, o presidente da Câmara que embarcou, temerariamente (sem trocadilho infame) na jagunçagem verbal de Renan – que chamou o ministro da Justiça de “chefete da Polícia Federal” e qualificou de “juizeco” o magistrado federal que mandou prender a cúpula da aberração chamada de “Polícia Legislativa”. O mítico Palhasso do Planalto ficou triste e surpreendido com a recusa da ministra em participar do encontro "para acalmar os ânimos"...  

Além de simbolizar que a bronca de Renan mexeu com o espírito de corpo do Judiciário, a postura firme e republicana de Carmem Lúcia é um indício de que Renan Calheiros, finalmente, parece próximo de acertar as contas com a “Justiça”. Alvo de pelo menos oito processos que tramitam apenas no STF, fora outros cinco em formato de investigação ou inquérito, Renan seria cabra marcado para perder a presidência do Congresso e o emprego de senador, se não fosse protegido pelo foro privilegiado – cujo espírito é corrompido pelos defensores da politicagem tupiniquim.

A excelente notícia é que a ministra Cármem Lúcia já agendou para o dia 3 de novembro, quinta-feira que vem, o julgamento de uma ação que afeta diretamente Renan Calheiros. O STF decidirá se um réu pode ocupar cargos situados na linha de sucessão da Presidência da República. Em 5 de maio, o STF afastou Eduardo Cunha da presidência da Câmara com tal argumento. Certamente, por isonomia, as razões que atingiram Cunha devem valer para outras autoridades.

Depois do confronto que abriu estrategicamente, de forma calculadamente pensada, Renan Calheiros voltou ontem a alvejar a presidente do Supremo, utilizando um argumento legalmente furado. Renan alegou que o juiz Vallisney Souza de Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, “usurpou a competência do Supremo Tribunal Federal” ao autorizar a ação da Polícia Federal no Senado, com a prisão de quatro policiais legislativos na sexta passada (21 de outubro). Mais do que ninguém, Renan tem a obrigação institucional de saber que membros da Polícia Legislativa não têm foro privilegiado. Assim, como nenhum senador foi diretamente envolvido na bronca judicial, o “pequeno juiz” de primeira instância tem toda a competência para mandar prender a “Polícia” do Renan...

Vale insistir... O fenômeno mais deplorável do desespero do Presidente do Congresso Nacional é que ele não está falando sozinho. Renan se comporta como o porta-voz de uma classe política que usurpou o poder e desponta nos esquemas do crime institucionalizado. Causa estranheza em alguns e nojo em outros o silêncio dos tucanos e afins. Ninguém criticou Renan, exceto a voz estridente do Randolfe. Os craques do impeachment da Dilma (alguém lembra dela?), Antônio Anastásia, Aécio Neves, Aloysio Nunes, Álvaro Dias e tantos outros nada falam... Todos legitimam as agressões de Renan e não fazem defesas estridentes da Lava Jato. Por que será? Ficar em cima do muro tem o risco de desmoronar junto com ele...

A sociedade brasileira está de saco cheio da impunidade. Ninguém suporta mais a farra do foro privilegiado para políticos e altos funcionários públicos. A esperança é que a Lava Jato e afins ajudem a promover uma limpeza. No entanto, cabe insistir por 13 x 13: só uma mudança na estrutura da máquina estatal terá condições reais e objetivas de combater e neutralizar a ação do crime institucionalizado. Sem uma Intervenção Cívica Constitucional, tudo continuará como sempre esteve...

Vira o jogo cabeleira


Cabeleira de Sansão


Cunha espera companhia


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Outubro de 2016.

7 comentários:

Anônimo disse...

O PITI DE RENAN É O SENTIMENTO DE TODO CIDADÃO QUE PRECISA DO JUDICIARIO E TEM O SEU DESEJO DE JUSTIÇA FUSTRADO POR UM JUDICIARIO CORRUPTO E INCOMPETENTE. VEJAM OS JUIZES DO RIO DE JANEIRO ESTÃO TODOS ORGULHOSOS NA MIDIA POIS BOTARAM NA CADEIA 31 CORINTIANOS QUE BRIGARAM DE MÃOS LIMPAS COM A PM DO RIO QUE NO LUGAR DE ESTAREM COMBATENDO O CRIME ESTAVAM FAZENDO SEGURANÇA EM UM EVENTO QUE NO MEU VER ERA PARTICULAR, NUNCA NO PAIS INTEIRO O JUDICIARIO ORDENOU QUE A PM OU QUALQUER OUTRA POLICIA PRENDESE FREQUENTADORES DAS CRACOLANDIAS, NEM OS BANQUEIROS DO JOGO DO BICHO, OS DONOS DAS LOJAS DE CONTRABANDO E OUTROS MILIANTES QUE COLABORAM COM ESSA MAFIA. SE O JUDICIARIO QUER RESPEITO QUE SE DE O RESPEITO POIS DO JEITO QUE ESTÁ NÃO PODE FICAR, SÓ AGE QUANDO E ONDE, NUNCA QUANDO E ONDE PRECISA... QUEM FALA A VERDADE NÃO MERECE GASTIGO E QUEM PROTEGE BANDIDO É BANDIDO TAMBÉM, ENTÃO SE CARMEM LUCIA CONTINUAR SE OFENDENDO QUANDO UM JUIZ CAGÃO FOR CRITICADO ESSA PORRA NUNCA VAI MUDAR...

Anônimo disse...

Um dia desses Gilmar Mendes fez as mesmas criticas em relação a juízes de primeiras instancias e incluiu até Sérgio Moro. Por que isto não levantou nem uma lebre e nem indignou ninguém??? O único problema é que Renan é réu em uma dezena de processos, quem sabe agora esses processos não caminhem como se deve pois um quarto de século é muito tempo para que se dure um processo...

Elbez disse...

ESTAMOS MAIS QUE ANSIOSOS POR ESTA AÇÃO DA MINISTRA CARMEN E SEUS PARES. JÁ QUE ISTO ACONTECEU COM CUNHA, POR QUE NÃO COM RENAN ??
COM 11 PROCESSOS NA CACUNDA, NÃO ERA NEM PRA RENAN SER MAIS SENADOR, MUITO MENOS O 3º NA SUCESSÃO DE TEMER. ACASO TEMER E RODRIGO MAIA SAIAM DO BRASIL EM MISSÃO AO ESTRANGEIRO É RENAN QUE SENTA NA CADEIRA COM A CANETA MAIS PODEROSA DA REPÚBLICA.
ACREDITO QUE A CULPA TODA É DESSA NOSSA INDOLÊNCIA; SABEMOS DO CRIME E NÃO FAZEMOS ABSOLUTAMENTE NADA, ATÉ PORQUE OS DEMAIS PARLAMENTARES SÃO CONIVENTES COM ESTE MARASMO EM QUE ABUSADAMENTE DEITOU-SE O CONGRESSO NACIONAL.
VEJA COMO ESTÁ A NOSSA SITUAÇÃO:
A OCUPAR A 1ª VICE-PRESIDÊNCIA DO SENADO, É JORGE VIANA; PTISTA COMPROMETIDÍSSIMO COM A PROPALADA DEFESA DO APÁTRIDA LULA, E VISCERALMENTE CONTRA O INSIGNE JUIZ MORO, PORTANTO, JORGE É O IMEDIATO SUCESSOR DE RENAN ASSIM QUE ESTE CAIA.
NA 2ª VICE-PRESIDÊNCIA ESTÁ ROMERO JUCÁ, ABSURDAMENTE COMPROMETIDO COM O STF E O POVO...
ESTAMOS NUM INTRINCADO BECO SEM SAÍDA.
ONDE VAI DAR ISSO ??? SÓ O FASTIDIOSO TEMPO E O HIPOTÉTICO DESTINO NOS DIRÁ !!

Anônimo disse...

Carmem Lucia marcou o inicio do calvário de Renan para o dia 3 de novembro. O STF julgara se Renan poderá assumir a presidência no caso de Temer se ausentar e maia não estiver na jogada. Se depender da sua ficha Renan nunca assumira, com o desaforo que fez Renan corre o risco de ir para a prisão e quando sair deixará até a cueca para pagar o que deve... Renan deve tentar aprovar a lei de abuso de autoridade antes mas duvido que consiga pois quem tem cú tem medo e não existe no senado e nem lugar nem um que consiga parar essa máfia ditadora...

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Tenho lido por aí a absurda alegação de que a Polícia Federal,por determinação de um Juiz Federal de Primeira Instância,de Brasilia,não poderia ter ingressado no prédio do Senado Federal para prender integrantes da Polícia Legislativa daquela Casa,como fizeram,e que dita ordem só poderia ter partido lá do STF. Ora,estão confundindo alhos com bugalhos. Os policiais legislativo do Senado não têm o foro privilegiado que têm os Senadores. O "prédio" do Senado também não tem .Parece até que eles estão confundindo a Casa do Senado com o prédio de alguma Embaixada Estrangeira,que é considerada extensão do território do país a que estão ligadas,,escapando assim da ação da Justiça Brasileira. Se essa absurda tese prosperar,sugiro a todos os criminosos do Brasil, após o cometimento de um delito qualquer , que passem a se refugiar no prédio do Senado para escapar da ação da Justiça.

Anônimo disse...

Que "home" é esse que rasga a Constituição para beneficiar uma meliante, achincalha um juiz e um ministro e acha que a presidente do STF vai sentar ao lado dele para um almoço indigesto, e com o outro que está na mira da Justiça, dando a impressão de que ela vai aceitar o que eles querem? Sifu...

Anônimo disse...

Já notaram que uma boa parte dos envolvidos nessas falcatruas são todos com "dupla nacionalidade"? Eu diria que são de dupla "intencionalidade". Qualquer coisa, desaparecem daqui.