quinta-feira, 24 de novembro de 2016

MPF investiga denúncias de mordomias em Bangu 8 que podem levar Cabral para prisão em Curitiba


2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Ministério Público Federal apura denúncias de que Sérgio Cabral Filho esteja desfrutando de mordomias obtidas via corrupção no presídio de Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Agentes penitenciários vazaram a informação de que aliados de Cabral teriam pago um "oxigênio" de R$ 80 mil para que o ex-governador tivesse direito a privilégios absurdos. Pela versão em apuração, Cabral estaria dormindo fora da cela, em uma sala com cama e ar condicionado. Também estaria recebendo alimentação especial, fora do padrão do Departamento do Sistema Penitenciário. Ele teria até acesso a um telefone fixo da prisão. No local, só há uma linha.

Se forem confirmadas as denúncias de mordomias a Cabral, os juízes Marcelo Bretas (da 7a Vara Federal no Rio de Janeiro) e Sérgio Moro (da 13a Vara Federal em Curitiba) podem determinar a transferência do preso preventivo para a capital paranaense. Agentes do Serviço Reservado da Polícia Militar do Rio de Janeiro e investigadores da Polícia Federal têm fortes suspeitas de que Cabral continua comandando seus negócios, mesmo de dentro da cadeia. A prioridade é sumir com provas que possam comprometer ainda mais o político e seu grupo nas suspeitas de corrupção e enriquecimento ilícito reveladas nas delações premiadas da Lava Jato.

Os privilégios a Cabral já chamaram a atenção, antes mesmo da grade denúncia agora em apuração. Diferentemente de outros presos, Cabral não teve o cabelo cortado no modelo "reco". Nem o elegante banqueiro André Esteves escapou desta medida imposta a todos sem distinção. Cabral está "hospedado" na cadeia pública Pedrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8 e pela sigla SEAPPO. A unidade tem capacidade para 154 presos e atualmente tem 130. Oficialmente, ele divide uma cela de 16 metros quadrados com outras cinco pessoas. O espaço tem três camas beliches, um cano de água fria para o banho, uma pia e um sanitário no chão.

Releia a primeira edição desta quinta-feira: O surrealismo no enxuga-gelo contra a corrupção

Garotinho soltinho

Por seis votos a um, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu que não existem razões para manter o ex-governador Antony Garotinho preso - mesmo que na falaciosa "prisão domiciliar".

O TSE definiu que Garotinho não poderá se ausentar da residência, no Rio, por mais de três dias e nem mudar de residência sem comunicar à Justiça.

Ele só terá de pagar fiança no valor de R$ 88 mil, correspondentes a 100 salários mínimos.

Único a votar contra Garotinho foi o ministro Herman Banjamin, com o seguinte e fortíssimo argumento que a maioria do TSE preferiu ignorar:

"Para mim, governador de estado é igualzinho ao ladrão que é preso. Não estou dizendo que são ladrões. Estou dizendo que é igual um preso acusado de ter batido uma carteira ou cometido agressão qualquer. É hora da justiça como um todo dizer claramente que é inadmissível que qualquer acusado seja exposto na televisão, nos jornais. É a morte pela imagem fotográfica e pela imagem televisiva. É só ligar a televisão para vermos essa situação pavorosa de presos que acabam de ser recolhidos e são expostos como se fossem presas do estado de direito, quando deveriam ter a sua imagem assegurada".

Fim do Mundo


video

Se passar a anistia para qualquer crime ligado a doação eleitoral, na aprovação das Medidas contra Corrupção, os políticos irão legislar a completa desmoralização de esforços como a Lava Jato.

No vídeo, o desembargador Laércio Laurelli denuncia que o Congresso Nacional extermina a sociedade brasileira pelo veneno da injustiça

Trem bão


Programado



Ajuntamiento


 

Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Novembro de 2016.

7 comentários:

Anônimo disse...

"Não é minha nem teve meu apoio"
Brasil 24.11.16 15:55
Aguinaldo Ribeiro, líder do PP, disse a O Antagonista que não é dele a emenda da anistia do caixa dois.

"Não é minha, não apresentei nem teve meu apoio, mas eu vi."

O deputado conta que mostrou texto à sua equipe jurídica.

Segundo ele, está enganado quem pensa que a emenda poderiafacilitar a vida dos corruptos e da turma amedrontada com as delações da Odebrecht.

"Não é isso, não é isso."
o antagonista

Anônimo disse...

"Estava tudo armado"
Brasil 24.11.16 15:26
Onyx Lorenzoni, agora, quase sem voz:

"Estava tudo armado para ser tudo destruído."

Ele elogia o adiamento da votação e considera "um absurdo" a emenda atribuída nos corredores da Câmara a Aguinaldo Ribeiro, Vicente Cândido e José Guimarães.


"É tão absurdo que não vou comentar isso."
o antagonista

Anônimo disse...

Uma palavra a Rodrigo Maia
Brasil 24.11.16 15:25
Quem enfraquece a Câmara dos Deputados são os próprios deputados, Rodrigo Maia, quando se vergam a interesses próprios e escusos.
o antagonista

Anônimo disse...

Maia insiste
Brasil 24.11.16 15:10
Rodrigo Maia insiste que não existe "essa história de anistia".

"Isso é vontade de vocês terem notícia. A discussão nunca foi essa", afirma a jornalistas.

Segundo ele, a intenção dessa "confusão de palavras" é "enfraquecer a Câmara dos Deputados".
o antagonista

Anônimo disse...



O Antagonista agora tem uma newsletter

Receba nosso conteúdo exclusivo* em seu e-mail. Artigos escritos por Mario Sabino, Diogo Mainardi e convidados. Basta inserir seu email no campo abaixo, gratuitamente.

Receber
* Conteúdos não publicados no site Quero receber também o conteúdo diário gratuito sobre investimentos da Empiricus
o antagonista

Anônimo disse...

Maia: "Vamos acabar com essa discussão de anistia"
Brasil 24.11.16 14:58
Rodrigo Maia poderia ter ficado apenas na defesa de um debate mais profundo do PL 4850, mas avançou o sinal ao sugerir que não existe iniciativa para tentar anistiar a Orcrim.

"Vamos acabar com essa discussão de anistia. Isso é um jogo de palavras para desmoralizar e enfraquecer o Parlamento brasileiro."

A emenda apresentada ontem por Vicente Cândido e José Guimarães, com apoio de Aguinaldo Ribeiro, está aí para mostrar que a iniciativa é real.
o antagonista

Anônimo disse...

O presidente Temer, está em pânico ou tomou algum remédio estragado. Apoiar políticos podres só reforça a parceria dele. Tem aquele filme 300, no Brasil já estamos com os 200, que serão delatados. Talvez o Tiririca vire presidente.