sexta-feira, 11 de novembro de 2016

O Direito à Preguiça

Paul Lafargue

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos I. S. Azambuja

Uma estranha loucura está possuindo as classes operárias das nações em que reina a civilização capitalista. Essa loucura arrasta em sua esteira misérias individuais e sociais que, há séculos estão torturando a triste humanidade. Essa loucura é o amor ao trabalho, a paixão furiosa pelo trabalho, levada ao esgotamento das forças vitais do indivíduo e de sua prole.

Em vez de reagir contra essa aberração mental, sacerdotes, economistas e moralistas tornaram o trabalho sacrossanto. Cegos e limitados, quiseram ser mais sábios que seu Deus, fracos e desprezíveis, quiseram resgatar o que o seu Deus havia amaldiçoado. Eu, que não professo ser cristão, econômico ou moral, rejeito seu juízo em nome do seu Deus, desde as predicações de sua moral religiosa, econômica, livre pensadora, até as conseqüências medonhas do trabalho para a sociedade capitalista.

Na sociedade capitalista, o trabalho é a causa de todas as degenerescências intelectuais, de todas as deformidades orgânicas. Comparem os puro-sangue das cavalariças dos Rothschilds, tratado por uma criadagem bimana, e a pesada bruta das fazendas normandas, que ara a terra, puxa carroças de estrume, carrega as colheitas.Olhem o nobre selvagem que os missionários do comércio e os comerciantes da religião ainda não corromperam com o cristianismo, a sífilis e o dogma do trabalho, e, em seguida, os miseráveis operadores de máquinas.

Quando, em nossa Europa civilizada, quisermos encontrar um rastro de beleza nativa do homem, é preciso buscá-lo nas nações em que os preconceitos econômicos ainda não desarraigaram o ódio ao trabalho. A Espanha, que infelizmente está degenerando, ainda pode gabar-se de possuir menos fábricas do que temos prisões e quartéis, mas o artista alegra-se ao admirar o atrevido andaluz, moreno como castanhas, reto e flexível como uma vara de aço; e o coração do homem estremece ao ouvir o mendigo, esplendidamente envolto em sua “capa” esburacada, chamar de “amigo” duques de Ossuna.

Para o espanhol, em quem o animal primitivo não se atrofiou, o trabalho é a pior das escravidões. Até os gregos da grande época não tinham senão desprezo ; apenas as escravos era permitido trabalhar. O homem livre somente conhecia os exercícios corporais e os jogos da inteligência. Aliás, era uma época em que se andava e respirava em meio a Aristóteles, Fídias, Aristófanes; era uma época em que um unhado de bravos esmagava, em Maratona, as hordas vindas da Ásia, a qual Alexandre logo conquistaria. Os filósofos da antiguidade ensinavam o desprezo pelo trabalho, essa degradação do homem livre, e os poetas cantavam a preguiça, esse presente dos deuses.

Em seu sermão da montanha, Cristo apregoou a preguiça: Contemplem o crescimento dos lírios nos campos, não trabalham, nem fiam e, entretanto, digo-lhes, Salomão, em toda a sua glória, não se vestiu com maior brilho.
Jeová, o Deus barbudo e rebarbativo, deu a seus adoradores um supremo exemplo de preguiça ideal; depois de seis dias de trabalho, descansou por toda a eternidade.

Em contrapartida, para quais raças o trabalho é uma necessidade orgânica? Os ouvergnats(nascidos na região de Auvergne, no centro da França), os escoceses, esses ouvergnats das Ilhas Britânicas, os galegos, os ouvergnats da Espanha, os pomerânios, esses ouvergnats da Alemanha, os chineses, os ouvergnats da Ásia. Em nossa sociedade, quais classes amam o trabalho pelo trabalho? Os camponeses proprietários, os pequeno burgueses, uns curvados sobre suas terras, outros agarrados às suas lojas, correm como toupeiras em suas galerias subterrâneas e nunca levantam a cabeça para olhar a natureza à vontade.

E, entretanto, o proletariado, a grade classe que  abarca todos os produtores das nações civilizadas, a classe que, ao se emancipar, emancipará a humanidade do trabalho servil e fará do animal humano um ser livre, o proletariado, traindo seus instintos, ignorando sua missão histórica, deixou-se perverter pelo dogma do trabalho. E o castigo veio a cavalo. Todas as misérias individuais e sociais nasceram de sua paixão pelo trabalho.
_______________________

O texto acima é de autoria de Paul Lafargue (1842-1911), jornalista, escritor e ativista político francês. Genro de Karl Marx. Lafargue e sua esposa, Laura Marx suicidaram-se em 26 de novembro de 1911. O livro – “O Direito à Preguiça” – onde o texto está publicado, foi editado em 2016.


Carlos I. S. Azambuja é Historiador.

8 comentários:

Anônimo disse...

Quem sustentava esse cretino?

Anônimo disse...




.

acp

Ao lado de apresentar ao povo as barbaridades dos terroristas é necessário permitir e incentivar qiue o povo se arme e se defenda.

Os terroristas precisam enfrentar um povo em armas.

acp

.


Anônimo disse...












.

acp

O EB tem, ou teve, a estratégia de resistência.

Em caso de invasão de parte do pátrio território por força não-deslocável por convencionais tropas haveria utilização de reservistas e regulares para atividades de erodição de posições.

O CIGS chegou a testar armas para tal atuação. Escolheu a carabina Puma .38

acp

.


Anônimo disse...








.

.

acp

Falso! Inexiste tal decálogo!

Nunca houve catalogação de donos de armas. Os comunas distribuíram armas às mancheias ao povo nas revoluções. Depois, tiveram de pedir que as devolvessem, pois não sabiam quem as tinha!

Ao tempo dos bolcheviques inexistiam meios de comunicação de massa, nada de rádio ou tv.

lenin era um conservador em termos sexuais.

Nunca trataram de democracia.

Nunca desmereceram a Rússia

Greves realizaram.

Eram subversivos, não podiam evitar que os czaristas contivessem a subversão, as greves, as bagunças.

Não se puseram contra a moral. Não derrubaram a honestidade. Inexistia votação de interesse dos comunas.

acp

.


.



Anônimo disse...






.

acp

Escreva um seu artigo seu a desmentir o falso decalogo de lenin que desde que a internet existe engana tolos. Aquele, sobre greves, libertinagem, armas... Nem lenin nem nenhum comuna o

escreveu.

Ou pesquise e publique artigo de outrem.

acp

.

.

acp

Falso! Inexiste tal decálogo!

Nunca houve catalogação de donos de armas. Os comunas distribuíram armas às mancheias ao povo nas revoluções. Depois, tiveram de pedir que as devolvessem, pois não sabiam quem as tinha!

Ao tempo dos bolcheviques inexistiam meios de comunicação de massa, nada de rádio ou tv.

lenin era um conservador em termos sexuais.

Nunca trataram de democracia.

Nunca desmereceram a Rússia

Greves realizaram.

Eram subversivos, não podiam evitar que os czaristas contivessem a subversão, as greves, as bagunças.

Não se puseram contra a moral. Não derrubaram a honestidade. Inexistia votação de interesse dos comunas.

acp

.


.

acp

Escreva um seu artigo seu a desmentir o falso decalogo de lenin que desde que a internet existe engana tolos. Aquele, sobre greves, libertinagem, armas... Nem lenin nem nenhum comuna o

escreveu.

Ou pesquise e publique artigo de outrem.

acp

.




.




.



.




.




.



.




.




.




.



.




.




.



.




.




.



.




.




.




.


.




.



Anônimo disse...

Um professor de História Judaica disse que Deus inspirou aos homens o descanso semanal para meditarem sobre suas atividades, pois somente a reflexão transforma o trabalho em obra.

Anônimo disse...

Anônimo Anônimo disse...

Trump e a poderosa máquina esquerdista que não o derrubou.

A suposta mulher assediada por Trump desapareceu completamente devido à inconsistência de sua história. Quem não tentou roubar um beijo ou recebeu uma xavecada inesperada? Isso não matava, antigamente. Agora, com o politicamente correto, virou assédio.
E conversa privada entre homens sempre foi assim: suja. Qual é o problema????
A mídia foi sutilmente desconstruindo a imagem de Trump, que sempre se expôs, é excêntrico e criou um SENTIMENTO de aversão a ele. Isso foi PREPARADO.Sentimento é diferente de racionalidade.
Já a Hillary nunca foi exposta por seus CRIMES. Pró aborto, lavagem de dinheiro, venda de armas ao ISIS, campanha financiada pelos sauditas, ligação com redes de pedofilia e satanismo, viagens do casal Clinton no LOLITA EXPRESS ( vai procurar, vai!), desrespeito aos cristãos ....
E a mídia mudinha. Viram como o sentimento que nos é incutido sem vermos pode nos tornar estúpidos? Incapazes de enxergar???? E agora fica um monte de desavisados "carneiramente" repetindo os mantras que lhe foram impostos por mecanismos de repetição e repetição incansável. Lavagem cerebral.


Mas se você tiver força, você pode acordar, "BELO ADORMECIDO"...
PS - A VACA LOUCA HILLARY TEM O MESMO CURRICULUM DA TROMBADINHA DE 64 PUTA PORCA. E DESDE 64 ELA TAMBEM OBRAVA NAS TERRAS DE UNCLE SAM.ISSO NINGUEM DIVULGA PORQUE QUER SE MANTER DENTRO DAS TERRAS DE TIO SAM E CONTINUAR FALANDO CONTRA ELES. ETA MERDIA DE MERDA QUE NAO SERVE AQUI E NEM LA FORA O UNICO QUE QUER E SE MANTER DENTRO DE SUAS FARSAS E SEUS STATUS QUO. UMA PERFEITA MAFIA ESTRANGEIRA DENTRO DO SOLO OS ESTADOS UNIDOS DA AMERICA. COSPEM NO PRATO QUE COMEM.MAS ESTAO VIVENDO NUM PAIS DE PRIMEIRO MUNDO EM TODOS OS SENTIDOS E ISSO ELES NAO ABREM MAO. ETA CAPANGAGEM DE MERDA A SERVIÇO DA BESTIALIDADE.

8:00 AM


Vejam isso...

http://www.alertatotal.net/2016/11/os-livros-de-donald-trump.html

Anônimo disse...

Os comunistas são responsáveis pelo terrorismo, pelo "alavancamento" dos árabes islãmicos terroristas, as armas, conhecimento militar, urãnio, foguetes (misséis), reatores nucleares (bomba atômica), e eles mesmos reconhecem isso !
A guerra é inevitável, eles vão atacar, a Europa já caiu, a França é comunista, mas o povo idiotizado pensa que são socialistas, a França perderá a 3ª Guerra mundial sem disparar um único tiro.
Os comunistas possuem um acordo (aparentemente secreto, mas óbvio), Irã, China, Rússia (juntos), O Irã (os terroristas) vai entrar na Europa, a China e a Rússia vão ajudar a salvar a Europa (fingir que vão, na verdade estarão invadindo "juntos"), espere ... e os Estados Unidos da América não vão ajudar a Europa ? Não, não vão ! Mas ... Entenderam o motivo pelo qual Obama africano, islãmico e... comunista (também), foi colocado lá para sabotar os EUA, o que aliás ele fez muito bem...
Uma guerra civil, um ataque terrorista, os americanos estarão preocupados demais, dentro do proprío território, para se importarem com uma Europa comunista, islãmica e o mais importante, que não gosta dos americanos, não gosta do capitalismo, não gostam da política de "defesa americana"...
Não vou falar sobre a américa latrina, pois caso contrário, a Loumari me chamaria de inseto, ou coisa pior, que Deus abençoe a Loumari, Loumari o Papa Francisco é o Papa Negro... ele está
abrindo o caminho do anti-cristo, O Papa Bento XVI é o verdadeiro Papa, Francisco é o anti-Papa...
Loumari o tempo não é curto, na verdade o tempo já acabou...
Estamos no tempo do fim, o momento final está próximo...