quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

A dor de corno dos inocentes inúteis


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A gravíssima Crise Institucional brasileira – causada e alimentada pela ação institucionalizada do crime organizado – parece longe de uma solução de curto prazo. O sentimento do brasileiro de bem é semelhante a uma “dor de corno” – aquele incômodo de quem se sente traído. No formato de “inocentes úteis”, fomos mobilizados para sair às ruas com o objetivo prioritário de tirar o PT do poder. Muita gente acreditou na tese de que bastaria derrubar a Dilma sem-noção, arrasando com o PT, que o resto se resolveria naturalmente. Quem apostou nisto merece o título distintivo de “Inocente Inútil” perante a História.

Após o golpe providencial que destronou a Dilma (com todas as culpas que ela teve, sobretudo por incompetência), recebemos duras críticas porque continuamos atacando o desgoverno, sem poupar Michel Temer. Não dava para poupar o sucessor exatamente porque ela estava dando continuidade à agenda do PT, com pequenas modificações para iludir os inocentes inúteis. Afinal, Temer, o PMDB que ele presidia, e vários outros partidos que formavam a base de sustentação de Lula-Dilma continuaram no poder, de um jeito ou de outro. Portanto, mudou-se a Dilma para, estruturalmente, ficar a mesma coisa. Resumindo: todo o esquema de sustentação política do regime brasileiro é responsável pelas crises que se arrastam sem solução imediata.

Em 26 de março, como de hábito um domingo, os brasileiros são convocados para novas manifestações na rua. O carnaval da cidadania não é de todo ruim. Ajuda muita gente a fazer uma catarse diante de tantos problemas pessoais e sociais. Cada indivíduo isoladamente ou grupo escolhe qual será seu alvo. Uns partem para o ataque dos políticos ou do governo. Outros defendem idéias e soluções. A real dimensão dos atos é minimizada pela mídia tradicional (dependente da verba dos governos). Todo mundo volta para casa, e os governos e políticos ficam aliviados se algo de grave não ocorreu contra eles, a não ser a gritaria desopilante nos desfiles cívicos – até com tons carnavalescos.

Existem várias percepções diferentes de tanta crise – que é estrutural, e não conjuntural, passageira. Um dos mais qualificados pensadores militares brasileiros, o General de Divisão na reserva Luiz Eduardo da Rocha Paiva, faz uma análise que tem grande chance de refletir a visão da cúpula militar sobre tanto problema brasileiro. O General Rocha Paiva lembra que “democracias não se sustentam em nações sem consciência cívica, justiça legítima e eficaz e onde o Estado não provê as necessidades básicas à população e é gerido por lideranças desacreditadas”.

Rocha Paiva apresenta uma visão ideológica sobre o desmonte brasileiro: “A nação precisa entender que o poder da esquerda socialista, ideologia liberticida e fracassada, e da nossa liderança política fisiológica é fator de atraso e falência moral. Elas afundaram o Brasil, promoveram a quebra de valores morais e do princípio da autoridade, bases da paz social, incentivaram a indisciplina no serviço público e fraturaram a coesão nacional”.

Admitindo que “a crise está no limite do suportável”, o General Rocha Paiva desenha um cenário que muitos idiotas e políticos sem noção preferem ignorar: “A continuar o ritmo de deterioração política, econômica, moral e social a tendência será a eclosão de rebeliões generalizadas, comprometendo a unidade política do País”. Em resumo: a maior preocupação visível dos militares brasileiros é com o risco das crises para a integridade nacional.

Rocha Paiva faz uma pergunta cuja resposta é a chave para solucionar o Brasil: ”Como deter o desmanche do País, dentro das normas legais, com a nação sujeita à forte influência socialista e sob o poder de lideranças fisiológicas tão difíceis de expelir?”

Os militares não proclamam diretamente a resposta, e não aceitam embarcar na tese de “golpe” ou intervenção militar direta. No entanto, as legiões sabem que a solução é óbvia: a Intervenção Institucional. Nada mudará de verdade para melhor no Brasil se não ocorrer um aprimoramento institucional. É urgente uma repactuação constitucional.

O problema é: quase todos os políticos (no executivo e no legislativo) junto com expressiva fatia do judiciário, fazendo coro com os deuses rentistas do mercado financeiro, não desejam uma mudança estrutural. Por isso, defendem apenas saídas reformistas do modelo.

Aliás, as “zelites” operam mais no discurso que na prática. Vide o que fazem com os absurdos impostos e com os juros (que fingem que caem, mas permanecem estratosféricos em relação ao resto do mundo). Tudo para sustentar a gastança suicida do Estado Capimunista tupiniquim.

É assim que vamos para mais um carnaval, com a fantasia simbólica de inocentes inúteis, e aquela dor de corno difícil de curar...

Vai cedo ou já vai tarde?


Perguntinha tucanalha: Os “problemas de saúde” vão impedir que José Serra volte ao Senado para trabalhar melhor sua candidatura ao governo de São Paulo, contra a vontade do Geraldo Alckmin – que tem um acordo para apoiar seu vice Márcio França ou pode até apostar na candidatura João Dória?

Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Fevereiro de 2017.

16 comentários:

Anônimo disse...

Aqui nem a lei anda dentro da lei, há fortes indícios de sabotagens vindas de onde menos se espera, a impressão é que as FFAA e o judiciário são o próprio capeta atentando contra o povo, todos os dias é preso um integrante cometendo crimes que até Deus duvida, então é preciso criar uma policia que decifre o intento de tanta patifaria... Na minha opinião os 4 poderes são nuvens de gafanhotos que com os seus salários e privilégios milionários estão acabando com o pais e para ninguém levantar a lebre fingem que um fiscaliza o outro nas no fundo é tudo farinha do mesmo saco... VEJAM BEM SE FAZER CAMPANHA PARA ABAIXAR ESSES SALARIOS E ACABAR COM TODO E QUALQUER PREVILÉGIO E IMPUNIDADE É SER COMUNISTA ENTÃO EU SOU UM COMUNISTA ROXO...

Anônimo disse...

Nunca houve "Ditadura Militar no Brasil" Marco Antonio Villa
https://youtu.be/mkeVHLjr9iA

https://www.youtube.com/watch?v=mkeVHLjr9iA

Anônimo disse...

Concordo plenamente com a analise do General Paiva. Tenho dito isso e me acham louca.. O pacto federativo ja se rompeu!

Anônimo disse...

Se o problema é a saúde, por causa do trabalho excessivo, então, ele voltou ao senado para descansar? Sei, não, algo estranho está acontecendo no "Hotel Transilvânia". O "Fester" já foi para outro castelo.

Anônimo disse...

rvchudo
quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017
Carta a Michel Temer
CARTA ABERTA DO POVO BRASILEIRO AO PRESIDENTE MICHEL TEMER.
Senhor Michel Temer,

O povo do Brasil foi às ruas exigir o impeachment da agora Ex-Presidente Dilma Vana Rousseff, o que acabou ocorrendo em definitivo em meados do ano de 2016, quando Vossa Excelência, na qualidade de Vice-Presidente eleito, assumiu o mais relevante cargo público da pátria brasileira.

É importante salientar que Vossa Excelência não foi alçado da Vice-Presidência à Presidência pela vontade da maioria dos brasileiros que foram às ruas, mas pelo simples fato de ter sido eleito como Vice-Presidente na chapa da Ex-Presidente Rousseff, e, em tal condição, apto a assumir a cadeira presidencial, apesar da eleição só ter ocorrido em razão da divulgação de propostas inexequíveis e pela maquiagem de dados relativos ao primeiro mandato da presidente cassada Dilma Rousseff.

Já era de se esperar, portanto, que Vossa Excelência, ao assumir o comando do Palácio do Planalto, não fizesse drásticas modificações na condução do Brasil, já que foi eleito pela mesma chapa e, portanto, com as mesmas falsas promessas da ex-mandatária Dilma Rousseff.

Ainda assim, V.Exª., em primeiro lugar como brasileiro; em segundo, como agente público que é, e em terceiro lugar, como reconhecido jurista constitucionalista que é, esperávamos que seu governo fosse pautado pela ética e pelo respeito às leis e à moral, ainda que preservasse grande parte da incompetência e da inabilidade que foram marcas registradas do desastroso governo Dilma.continua...

Anônimo disse...

Rvchudo continua II
Não é, todavia, o que os brasileiros estão vendo ocorrer. O que se tem visto, muito pelo contrário, é que Vossa Excelência tem governado da mesma forma que seus dois antecessores (a impedida Dilma Rousseff e o réu Luiz Inácio Lula da Silva).

Para ilustrar, mencionaremos a seguir alguns exemplos que nos saltam aos olhos e que demonstram a forma torta como vem conduzindo a pátria.

Vossa Excelência resolveu conferir status de Ministro a Moreira Franco, delatado por comparsas por irregularidades e ilicitudes, concedendo a ele um dos mais horrendos privilégios da nefasta classe política brasileira – o “foro privilegiado” - colocando-o fora do alcance das canetas dos juízes criminais que vêm limpando o Brasil nos últimos anos. Nada diferente do que fez Dilma Rousseff, ao proteger Lula do juiz Sérgio Moro ao conferir-lhe o título de Ministro da Casa Civil.

Conferir proteção a acusados de corrupção não é o que exatamente espera-se de um Presidente que tem nas mãos um país que se encontra em verdadeiro caos econômico, político e social. Essa forma de agir difere completamente do slogan “ordem e progresso”.

Vossa Excelência decidiu nomear o até então Ministro da Justiça, Alexandre Moraes, para ocupar o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal, mesmo sabendo que o mesmo foi advogado do Ex-Deputado e agora presidiário Eduardo Cunha, envolvido até o pescoço na Operação Lava Jato, e conhecedor da filiação do mesmo ao PSDB. Nada diferente tal atitude do que fez Lula ao nomear Dias Toffoli (que foi advogado do PT) para o cargo de Ministro do STF, contribuindo para a partidarização e afetação do mais relevante tribunal brasileiro.

Nomeação ao STF de membros de partidos políticos e de ex-advogados de acusados em sistemas de corrupção não é exatamente o que se espera de um Presidente da República que tenha a boa moral como principal virtude, especialmente se considerarmos que o indicado ao STF terá o importante papel de revisor nos processos da Operação Lava Jato, tão cara aos cidadãos brasileiros. continua...

Anônimo disse...

Rvchudo continua III
Vossa Excelência e seu partido, o PMDB, adotam o fisiologismo e a negociata como práticas permanentes de governo. A aparente oposição instalada no Brasil após a Constituição de 1988 (PT x PSDB) é, nas mãos do PMDB, apenas um instrumento de alternância do principal grupo saqueador de dinheiro público. Tanto é assim que o PMDB, desde 1988, vem governando o Brasil, ora como ator principal, ora como vice-artífice do mal que os políticos brasileiros vêm causando a toda nação.

A intenção de indicar o Senador Renan Calheiros, envolvido em dezenas de denúncias de corrupção, para o cargo do Ministro da Justiça, durante o feriado de carnaval, época em que o brasileiro sabidamente encontra-se em recesso (e tentando evitar protestos), sem dúvida, seria a última gota que faltaria para o fim de seu governo, pois o carnaval, assim como o seu governo, chegariam logo ao seu final e, neste último caso, de forma melancólica.

Vossa Excelência deve receber esta carta como um derradeiro aviso. Da mesma forma que Dilma Rousseff foi impedida, Vossa Excelência poderá sofrer as severas penas de um processo de impedimento, com vários exponenciais agravantes, a seguir listados:

a) Vossa Excelência e seu partido fisiologista, o PMDB, não dispõem de qualquer militância representativa, seja ela partidária, seja ela de movimentos sociais e, ainda que resolvessem remunerar supostos militantes com “pão e mortadela”, seu partido não disporiam sequer de experiência para tal organização, o que levaria seu governo ao chão em poucas semanas;

b) a população brasileira está extrema e exaustivamente aborrecida com o caos no qual seu governo e o governo anterior, do qual Vossa Excelência foi sócio, colocaram o país, de forma que protestos contra o seu governo poderão ser desencadeados com o mais leve estalar de dedos, tal como ocorreu em 2013, supostamente por aumentos dos preços de passagens de ônibus, pois certamente a população brasileira dirá: “não é pelos vinte centavos”;

c) Vossa Excelência e seu governo não poderão fazer uso da brutal divisão entre brasileiros (“nós e eles”) orquestrada pelo Ex-Presidente Lula, de forma que as partes “nós e eles” estarão cada vez mais unidas contra seu governo caso as mais básicas reivindicações do povo brasileiro não sejam atendidas.continua....

Anônimo disse...

Continua iv e termina rvchudo

Por todo o exposto, seguem três primeiras básicas reivindicações que devem ser atendidas de imediato, sob pena de, diante de eventual não atendimento, serem reiniciadas as manifestações populares que em 2013 fizeram o governo petista tremer:

a) Encaminhamento ao Poder Legislativo de projeto de EXTINÇÃO do foro privilegiado;

b) Revogação da nomeação de Moreira Franco;

c) Nomeação de jurista de reputação ilibada e de alto conhecimento técnico, sem qualquer vinculação política ou partidária, para ocupação do cargo de Ministro da Justiça. Não aceitaremos juristas inimigos da Lava Jato, como o Dr. Antonio Mariz de Oliveira, que inclusive já assinou manifesto contra a operação Lava Jato.

Por fim, advertimos Vossa Excelência que o não atendimento a estas reivindicações até o dia 31 de março de 2017 iniciará o maior ciclo de manifestações “espontâneas” da história do Brasil, com a paralisação de ruas, avenidas, rodovias, instituições privadas e públicas, escolas, comprometendo a distribuição de combustíveis e materiais básicos.

Como forma de comprovar nossa alta capacidade de articulação e penetração em toda a população brasileira, esta carta circulará frenética e constantemente nos grupos de mensagens e redes sociais, como Whatsapp, Telegram, Facebook e Twitter nos próximos dias, o que poderá ser detectado pelos sistemas de inteligência que estão à disposição do Governo Federal.

Não recomendamos “procurar” “representantes” para negociação, pois no atual momento o “povo brasileiro” não reconhece qualquer pessoa, grupo ou movimento como seu legítimo representante. Tampouco os que recentemente tiraram fotos com Vossa Excelência.

Presidente Michel Temer: não “compre briga” com o povo brasileiro, pois todo o poder emana do povo, e por meio dele será exercido.

Sem mais,

Povo Brasileiro
(das redes sociais)
Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 14:00

Anônimo disse...

rvchudo
quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017
Carta a Michel Temer
CARTA ABERTA DO POVO BRASILEIRO AO PRESIDENTE MICHEL TEMER.
Senhor Michel Temer,
O povo do Brasil foi às ruas exigir o impeachment da agora Ex-Presidente Dilma Vana Rousseff, o que acabou ocorrendo em definitivo em meados do ano de 2016, quando Vossa Excelência, na qualidade de Vice-Presidente eleito, assumiu o mais relevante cargo público da pátria brasileira.

É importante salientar que Vossa Excelência não foi alçado da Vice-Presidência à Presidência pela vontade da maioria dos brasileiros que foram às ruas, mas pelo simples fato de ter sido eleito como Vice-Presidente na chapa da Ex-Presidente Rousseff, e, em tal condição, apto a assumir a cadeira presidencial, apesar da eleição só ter ocorrido em razão da divulgação de propostas inexequíveis e pela maquiagem de dados relativos ao primeiro mandato da presidente cassada Dilma Rousseff.

Já era de se esperar, portanto, que Vossa Excelência, ao assumir o comando do Palácio do Planalto, não fizesse drásticas modificações na condução do Brasil, já que foi eleito pela mesma chapa e, portanto, com as mesmas falsas promessas da ex-mandatária Dilma Rousseff.

Ainda assim, V.Exª., em primeiro lugar como brasileiro; em segundo, como agente público que é, e em terceiro lugar, como reconhecido jurista constitucionalista que é, esperávamos que seu governo fosse pautado pela ética e pelo respeito às leis e à moral, ainda que preservasse grande parte da incompetência e da inabilidade que foram marcas registradas do desastroso governo Dilma.

Não é, todavia, o que os brasileiros estão vendo ocorrer. O que se tem visto, muito pelo contrário, é que Vossa Excelência tem governado da mesma forma que seus dois antecessores (a impedida Dilma Rousseff e o réu Luiz Inácio Lula da Silva). continua....

Anônimo disse...

Rvchudo continua II

Para ilustrar, mencionaremos a seguir alguns exemplos que nos saltam aos olhos e que demonstram a forma torta como vem conduzindo a pátria.

Vossa Excelência resolveu conferir status de Ministro a Moreira Franco, delatado por comparsas por irregularidades e ilicitudes, concedendo a ele um dos mais horrendos privilégios da nefasta classe política brasileira – o “foro privilegiado” - colocando-o fora do alcance das canetas dos juízes criminais que vêm limpando o Brasil nos últimos anos. Nada diferente do que fez Dilma Rousseff, ao proteger Lula do juiz Sérgio Moro ao conferir-lhe o título de Ministro da Casa Civil.

Conferir proteção a acusados de corrupção não é o que exatamente espera-se de um Presidente que tem nas mãos um país que se encontra em verdadeiro caos econômico, político e social. Essa forma de agir difere completamente do slogan “ordem e progresso”.

Vossa Excelência decidiu nomear o até então Ministro da Justiça, Alexandre Moraes, para ocupar o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal, mesmo sabendo que o mesmo foi advogado do Ex-Deputado e agora presidiário Eduardo Cunha, envolvido até o pescoço na Operação Lava Jato, e conhecedor da filiação do mesmo ao PSDB. Nada diferente tal atitude do que fez Lula ao nomear Dias Toffoli (que foi advogado do PT) para o cargo de Ministro do STF, contribuindo para a partidarização e afetação do mais relevante tribunal brasileiro.

Nomeação ao STF de membros de partidos políticos e de ex-advogados de acusados em sistemas de corrupção não é exatamente o que se espera de um Presidente da República que tenha a boa moral como principal virtude, especialmente se considerarmos que o indicado ao STF terá o importante papel de revisor nos processos da Operação Lava Jato, tão cara aos cidadãos brasileiros.

Vossa Excelência e seu partido, o PMDB, adotam o fisiologismo e a negociata como práticas permanentes de governo. A aparente oposição instalada no Brasil após a Constituição de 1988 (PT x PSDB) é, nas mãos do PMDB, apenas um instrumento de alternância do principal grupo saqueador de dinheiro público. Tanto é assim que o PMDB, desde 1988, vem governando o Brasil, ora como ator principal, ora como vice-artífice do mal que os políticos brasileiros vêm causando a toda nação.continua...

Anônimo disse...

Rvchudo continua III

A intenção de indicar o Senador Renan Calheiros, envolvido em dezenas de denúncias de corrupção, para o cargo do Ministro da Justiça, durante o feriado de carnaval, época em que o brasileiro sabidamente encontra-se em recesso (e tentando evitar protestos), sem dúvida, seria a última gota que faltaria para o fim de seu governo, pois o carnaval, assim como o seu governo, chegariam logo ao seu final e, neste último caso, de forma melancólica.

Vossa Excelência deve receber esta carta como um derradeiro aviso. Da mesma forma que Dilma Rousseff foi impedida, Vossa Excelência poderá sofrer as severas penas de um processo de impedimento, com vários exponenciais agravantes, a seguir listados:

a) Vossa Excelência e seu partido fisiologista, o PMDB, não dispõem de qualquer militância representativa, seja ela partidária, seja ela de movimentos sociais e, ainda que resolvessem remunerar supostos militantes com “pão e mortadela”, seu partido não disporiam sequer de experiência para tal organização, o que levaria seu governo ao chão em poucas semanas;

b) a população brasileira está extrema e exaustivamente aborrecida com o caos no qual seu governo e o governo anterior, do qual Vossa Excelência foi sócio, colocaram o país, de forma que protestos contra o seu governo poderão ser desencadeados com o mais leve estalar de dedos, tal como ocorreu em 2013, supostamente por aumentos dos preços de passagens de ônibus, pois certamente a população brasileira dirá: “não é pelos vinte centavos”;

c) Vossa Excelência e seu governo não poderão fazer uso da brutal divisão entre brasileiros (“nós e eles”) orquestrada pelo Ex-Presidente Lula, de forma que as partes “nós e eles” estarão cada vez mais unidas contra seu governo caso as mais básicas reivindicações do povo brasileiro não sejam atendidas.

Por todo o exposto, seguem três primeiras básicas reivindicações que devem ser atendidas de imediato, sob pena de, diante de eventual não atendimento, serem reiniciadas as manifestações populares que em 2013 fizeram o governo petista tremer:continua...

Anônimo disse...

Rvchudo continua IV e termina

a) Encaminhamento ao Poder Legislativo de projeto de EXTINÇÃO do foro privilegiado;

b) Revogação da nomeação de Moreira Franco;

c) Nomeação de jurista de reputação ilibada e de alto conhecimento técnico, sem qualquer vinculação política ou partidária, para ocupação do cargo de Ministro da Justiça. Não aceitaremos juristas inimigos da Lava Jato, como o Dr. Antonio Mariz de Oliveira, que inclusive já assinou manifesto contra a operação Lava Jato.

Por fim, advertimos Vossa Excelência que o não atendimento a estas reivindicações até o dia 31 de março de 2017 iniciará o maior ciclo de manifestações “espontâneas” da história do Brasil, com a paralisação de ruas, avenidas, rodovias, instituições privadas e públicas, escolas, comprometendo a distribuição de combustíveis e materiais básicos.

Como forma de comprovar nossa alta capacidade de articulação e penetração em toda a população brasileira, esta carta circulará frenética e constantemente nos grupos de mensagens e redes sociais, como Whatsapp, Telegram, Facebook e Twitter nos próximos dias, o que poderá ser detectado pelos sistemas de inteligência que estão à disposição do Governo Federal.

Não recomendamos “procurar” “representantes” para negociação, pois no atual momento o “povo brasileiro” não reconhece qualquer pessoa, grupo ou movimento como seu legítimo representante. Tampouco os que recentemente tiraram fotos com Vossa Excelência.

Presidente Michel Temer: não “compre briga” com o povo brasileiro, pois todo o poder emana do povo, e por meio dele será exercido.

Sem mais,

Povo Brasileiro
(das redes sociais)
Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 14:00

Anônimo disse...

DO BLOG A VERDADE POLITICA
terça-feira, 21 de fevereiro de 2017
DÍVIDA DO GOVERNO COM A PREVIDÊNCIA SOCIAL
Pois,
Vamos falar de previdência.
A lei Elói Chaves de 1923 instituiu a fundação dos institutos de pensões dos trabalhadores.
Vários foram fundados para atender as diversa classes trabalhadoras.
IAPI, IAPC, IAPFESP, IPASE, IAPM, IAPC, IAPB entre os principais.
Em 1945 com capital sobrando essas instituições iniciaram a investir nas áreas de alimentação, habitação e saúde de seus associados.
1947 989.038.611,33
1950 932.369.823,95
1951 1.849.024.295,19
1957 4.826.370.289,43
1959 3.959.172.377,83
1960 5.156.075.797,28
1961 5.134.852.221,96
1962 4.784.316.483,35
Acima a evolução da dívida federal com os IAPs com dados atualizados de 1998, infelizmente não achei outras atualizações.
Os investimentos em empresas com a CSN e a Vale foram milionários.
Abaixo os investimentos na construção de Brasília, em terrenos e obras de infraestrutura.
IAPI 59.535.440,41
IAPC 48.030.193,08
IAPB 168.307,61
IAPFESP 13.164.506,75
IAPM 13.774.840,88
IAPETC 8.286.125,66
Totais 188.959.414,40
Em 1964 a dívida federal com os IAPs era enorme. CONTINUA....

Anônimo disse...

DO BLOG A VERDADE POLITICA CONTINUA II E TERMINA
A título de comparação os IAPs faturavam 43 bilhões e o orçamento federal era de 113 bilhões.
Continuando a derrubar a situação o governo decide em 1966 unir todos IAPs em um órgão estatal chamado INSS.
Em 1967 a união devia 502 milhões.
Em 1976 2,7 bilhões, lembrando sempre que são cálculos para 1998.
Sendo que o acumulado da União em 1976 era da ordem de mais de 5 bilhões de reais.
Sugiro a leitura do link abaixo:
IAPS
Exige-se a reforma da previdência com a equiparação dos regimes RGPS com o RPPS.
Ninguém deve ganhar mais que o teto no setor público do que o trabalhador do setor privado.
Não vou fazer cálculos espúrios, mas a dívida hoje é da casa de trilhões.
Quem quiser ganhar mais que o limite de teto do INSS que faça previdência privada.
Em países de primeiro mundo geralmente são aos cuidados de sindicatos.
Porém, aqui no Brasil deixas as galinhas nas mãos das raposas sindicais é fatídico.
Tivessem os governos todos cumprido suas partes na previdência, hoje os institutos de pensões brasileiros seriam gigantes, mais fortes que o BNDES.
Porém, se estivessem nas mãos petistas estariam quebrados, como todos os fundos de pensões estatais.
Antes do SUS o atendimento de saúde dos caixas de pensões brasileiros era considerado de primeiro mundo.
O sistema habitacional dos institutos resiste ao tempo, basta ver os conjuntos habitacionais do IAPI Brasil afora,que resistem ao tempo com mais de 60 anos.
A maioria das empresas possuíam supermercados com alimentos vendidos aos funcionários por preços de custo.
Suas farmácias cediam remédios com 50% de desconto e alguns alternativos gratuitamente.
Espero ter contribuído para os PORQUÊS de reformar-se a previdência.

bom dia

Postado por Vander Roccha às 07:42:00

Anônimo disse...

FORAM AS MASSAS NAS RUAS FORAM AS DRAGAS QUE DERAM FIM AOS RATOS DAS REDES DE ESGOTO QUE ERAM O PT NO PODER!
Sem a menor dúvida, ajudaram a desratizar o Brasil em boa porção, mas só em 2018 completarem o serviço, despachando o resto dos canalhas!
Todavia, os comunistas não contavam com um novo fenõmeno que derrubou os noticiarios oficiais, comprados pelos vermelhos para propagarem direto e reto que os terroristas que tentavam implantar a ditadura comunista no Brasil da cachorrada do PT eram honestos - as REDES SOCIAIS OS DESMASCARARAM!
Essas mesmas redes detonaram Globo/Globo News, Band, jornais, revistas, artistas, esses então - até a VEJA - com muito raras exceções o resto todos suspeitos de pertencerem à quadrilha vermelha!
Se dependesse dos politiqueiros nas Câmara e Senado - salvas raras exceções - seríamos Venezuela II há muito tempo!
Mais fácil boi voar que as redes deixarem os quadrilheiros do PT e doutras pragas partidos comunistas voltarem ao poder, tipo Rede da Marina Melancia, PSOL, PC do B, PCB, PSOL, PSTU, PDT etc. - elas são os canais independentes e confiaveis do povo!
As pesquisas elegeram Hillary como a presidente dos EUA, mas advinhe quem ganhou...A
AS MASSAS NAS RUAS FORAM AS DRAGAS QUE DERAM FIM AOS RATOS DAS REDES DE ESGOTO QUE ERAM O PT NO PODER!
Sem a menor dúvida, verdade, todavia, os comunistas não contavam com um novo fenõmeno que derrubou os noticiarios oficiais, comprados pelos vermelhos para propagarem direto e reto que os que tentavam implantar a ditadura comunista no Brasil da sucia do PT eram honestos - as REDES SOCIAIS OS DESMASCARARAM!

Almanakut Notícias - São Paulo - SP - Brasil disse...

VEM FREVENDO - ORQUESTRA DE CLUBE DA BANDA DA POLICIA MILITAR DE PERNAMBUCO

Lpdecarnaval Carnaval

https://www.youtube.com/watch?v=xWmxg3bjP4E