quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

E agora, o que farei?


Do médico Milton Pires, um resumo sobre o papel petista:

“A Democracia Brasileira, depois do PT, é uma puta que se casou, quer parar de fazer programa e não consegue mais”.

“País Canalha é o que não paga precatórios”.

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Preplexos estamos todos.

A classe polititica perdeu a noção do perigo, Só olha pro próprio umbigo.

O cidadão se pergunta: E agora o que farei?

Falo de dona Onça, espera o milagre que esta quadra infame da vida nacional, apague.

Nos Estados Unidos da América já foram mortos quatro presidentes no exercício do cargo. Um quinto foi atirado, mas sobreviveu.

Um Papa também já levou chumbo.

Um rei da Inglaterra e outro da França, foram decapitados.

Um primeiro ministro da Suécia também foi morto.

Quando o magnicídio chegará ao sul do equador?

Em termos comparativos o vampiro é melhor que a anta.

Mas o cara é mixo. Teve a oportunidade de passar a História como o moralizador, mas preferiu continuar no balcão da “lojinia”.

A crise econômica continua brutal; o desemprego, idem.

As “otoridades” parecem disputar um concurso de bravatas.

Tratam câncer com aspirina.

Só uma intervenção cirúrgica, por profissionais de avental verde, poderá extirpar o tumor da corrupção.

Não basta a energia e o entusiasmo de moços bem intencionados, mas verdes, que não conhecem o verdadeiro inimigo nem as ciladas que este nos prepara todos os dias.

A cartilha do mal é feita na Europa e aqui implantada por traidores, canalhas vendidos ou idiotas, inocentes úteis.

O grande irmão do norte, não permitirá que sucumbamos nem quer que nos auto determinemos.

Para tanto, só podemos contar com nossas próprias forças.



Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Anônimo disse...

Essa estória da democracia puta, me lembrou o caso de um famoso e milionário empresário brasileiro que casou-se com uma que fazia programas(modo soft de dizer que não é puta)e perdeu a cabeça, literalmente. Também perdeu os outros membros, que foram colocados em uma mala. Assim também ficará o Brasil, sem cabeça, sem pernas, sem futuro?

Loumari disse...


Olha só que show que o papa Francisco deu na homilia de ontem! É pra ler e reler várias vezes...
Este é o Papa com maior espiritualidade desde Pedro.

"Você pode ter defeitos, ser ansioso, e viver alguma vez irritado, mas não esqueça que a sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode impedir que vá em declínio. Muitos lhe apreciam, lhe admiram e o amam. Gostaria que lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções. Ser feliz é achar a força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia. Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. Não é só celebrar os sucessos, mas aprender lições dos fracassos. Não é só sentir-se feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões, períodos de crise. Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista para aqueles que conseguem viajar para dentro de si mesmo. Ser feliz é parar de sentir-se vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas conseguir achar um oásis no fundo da nossa alma. É agradecer a Deus por cada manhã, pelo milagre da vida. Ser feliz, não é ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si. É ter coragem de ouvir um "não". É sentir-se seguro ao receber uma crítica, mesmo que injusta. É beijar os filhos, mimar os pais, viver momentos poéticos com os amigos, mesmo quando nos magoam. Ser feliz é deixar viver a criatura que vive em cada um de nós, livre, alegre e simples. É ter maturidade para poder dizer: "errei". É ter a coragem de dizer:"perdão". É ter a sensibilidade para dizer: "eu preciso de você". É ter a capacidade de dizer: "te amo". Que a tua vida se torne um jardim de oportunidades para ser feliz... Que nas suas primaveras seja amante da alegria. Que nos seus invernos seja amante da sabedoria. E que quando errar, recomece tudo do início. Pois somente assim será apaixonado pela vida. Descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Utilizar as perdas para treinar a paciência. Usar os erros para esculpir a serenidade. Utilizar a dor para lapidar o prazer. Utilizar os obstáculos para abrir janelas de inteligência. Nunca desista....Nunca renuncie às pessoas que lhes ama. Nunca renuncie à felicidade, pois a vida é um espetáculo incrível".

"Papa Francisco"