terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

O Brasil precisa voltar às ruas


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Chagas

Caros amigos: A corrupção é um vício hospedado no homem desde a sua gênese - a Bíblia conta a história de Adão e Eva, uma Serpente e uma Fruta Proibida -. Ela habita a mente humana ombreando com a inveja, com a gula, com a avareza e com suas outras quatro irmãs e se torna um pecado quando, pela força da tentação, ultrapassa a barreira das virtudes, abandona a consciência e se transfere ao comportamento.

Assim como as bactérias que habitam o corpo humano e que, ao encontrarem ambiente propício, vencem a barreira dos anticorpos, multiplicam-se e colocam em risco a vida do hospedeiro, a corrupção, pode tomar conta de uma parcela significativa do organismo estatal e comprometer a vida de toda uma nação, como ocorre hoje no Brasil.

O Partido dos Trabalhadores - em meio a tantos desserviços prestados ao País, graças à ganância e à soberba com que assaltou o erário - tornou evidentes os efeitos e, principalmente, a abrangência da corrupção que contamina a nossa classe política e dirigente.

Antibióticos com o potencial de Sérgio Moro e de Deltan Dallagnol e um time especial de Juízes, Procuradores e Policiais Federais, juntamente com a população indignada, no papel de anticorpos, entraram em ação e passaram a combater o mal. O primeiro resultado da reação foi o impeachment da “presidenta” Dilma Rousseff e a evacuação do PT pela saída dos fundos da história.

Hoje, graças às primeiras prisões e às muitas delações premiadas, os corruptos - como bactérias mutantes - tomam medidas para tornarem-se imunes ao tratamento que irá tirá-los de circulação e que eliminará o caldo de cultura que lhes dá vida: A “Operação Lava-jato” e as “10 Medidas Contra a Corrupção     “.

Buscam aperfeiçoar seus mecanismos de autodefesa e, tanto no Congresso como no Governo Federal, o instinto de sobrevivência transforma-se em desaforo e caradurismo para fazer face à reação popular e ao tratamento judicial, abusando da paciência do povo e da competência dos operadores da lei.

A indicação para o STF de um jurista cuja isenção de julgamento é duvidosa e a colocação de amigos ao abrigo do privilégio de foro - atitudes conhecidas e abomináveis, praticadas anteriormente pelo execrado Partido dos Trabalhadores -, põem em xeque a competência do governante para levar a bom termo o mandato que lhe foi confiado por sucessão constitucional, sob aplausos da esperança popular.

Uma reunião realizada na intimidade de uma embarcação entre o candidato a ministro e parte de seus avaliadores autoriza supor a construção de conchavos ao arrepio do interesse do direito, da vontade e da necessidade nacionais.

A composição majoritária e a entrega da presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) a um grupo de políticos relacionados com crimes de corrupção e caixa dois é uma forma insolente de zombar da paciência do povo. Não menos sintomática foram as eleições para as presidências da Câmara  e do Senado!

O Presidente e o Congresso perderam a cerimônia e estão a reagir às consequências dos ilícitos de que são suspeitos com práticas que a eles se somam. Estão a merecer um alerta oportuno e veemente da vontade popular, nos moldes que lograram frustrar o plano petista de poder e que atribuíram ao Presidente Michel Temer a tarefa de completar o mandato em curso dentro da lei e da ordem e que mostraram ao mundo que o povo brasileiro acordou e que está atento aos seus interesses.

Com a palavra e a iniciativa os líderes e os coordenadores dos grupos patrióticos que protagonizaram históricas manifestações de rua e a abertura das vias de acesso para o novo e árduo recomeço da Nação brasileira!


2 comentários:

Anônimo disse...

O PT, PDT, PSDB, PMDB, PCDOB, A PQP EM FIM TODOS OS PARTIDOS ASSALTARAM O ERARIO E A CASA DO CARALHO, MAS IGUAL AS FFAA E O JUDICIARIO NÃO EXITE E NUNCA VAI EXISTIR, POIS CONTRA ESSES LADRÕES NÃO PODEMOS NEM LEVANTAR A LEBRE, LADRÕES, ASSASSINOS, TORTURADORES, ESCRAVIZARAM O POVO E ATÉ HOJE MAMAM NAS TETAS DO NOSSO DINHEIRO, COMETEM TODO TIPO DE CRIMES QUE ATÉ DEUS DUVIDA E SAEM COMO SANTOS COM SUAS TRAPAÇAS... UM VIGARISTA FALAR DO OUTRO É ATÉ BONITO DE SE VER...

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Ninguém enxerga com tanta clareza a caótica situação política vivida pelo Brasil que o General Paulo Chagas. O diagnóstico que ele faz é preciso,nos mínimos detalhes.Mas será que Sua Excelência não percebeu ainda que os únicos que poderiam estancar esse processo de destruição da Pátria Brasileira seriam os seus colegas do Poder Militar? E que o povo brasileiro não pode contar com nenhum dos Três Poderes Constitucionais (Executivo,Legislativo e Judiciário) porque eles agem em cumplicidade nos crimes contra a nação e povo brasileiros, buscando só satisfazer os próprios interesses ? Teria ele consciência,porventura,que para "defesa da pátria" e "garantia dos poderes constitucionais",previstas no artigo 142 da Constituição, as FA poderiam agir por iniciativa própria,sem necessidade de convocação por algum dos Poderes Constitucionais ? E que os "Poderes Constitucionais" foram usurpados "sutilmente" por criminosos ,impostores e traidores da pátria ? E que por isso as FA têm o dever de intervir?