domingo, 26 de março de 2017

Politicagem Bovina x Povo Marcado


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O final da sétima temporada de “The Walking Dead” será dia 2 de abril. Mas o episódio imperdível, literalmente fora de série, será no dia 3 de maio, quando o The Walking Dead tupiniquim sentirá a experiência de sentar na 13ª Vara Federal lá da “República de Curitiba”. O jogo segue brutíssimo nos bastidores da politicagem bovina. O plano é corromper a vontade soberana do povo marcado, transformando a Lava Jato em um grande Mela Jato. As organizações criminosas seguem mais unidas que sempre.

Teremos mais uma grande manifestação domingueira. Não deve ser grande na quantidade, porque a maioria do povo marcado fica cada vez mais de saco cheio, porém “terceiriza a solução”. Espera que surja um “salvador da Pátria” para resolver todos os problemas – via eleição ou até por intervenção. Sobram broncas para levar o povo, em massa, para protestos na rua. O problema é que os extremos da pirâmide social brasileira, com peso hegemônico, seguem inertes e omissos. É assim que a sociedade termina vencida por si mesma.

A zelite não quer e sabota qualquer mudança estrutural. A massa ignara espera que tudo se resolva por milagre. A classe média protesta nas redes sociais e nas ruas. Na prática, o protesto serve muito mais para desopilar o fígado. Promove-se uma catarse quase carnavalesca, na ilusória esperança de uma melhora do quadro social. No fundo, o problema é que falta fé na capacidade de organização estratégica. Não se consegue a união para formular e executar um projeto para o Brasil.

As manifestações domingueiras ainda são motivadas por problemas conjunturais que incomodam muita gente. Os políticos corruptos e incompetentes são os principais alvos. Já os problemas estruturais são até abordados nos discursos mais esclarecidos. No entanto, como não empolgam a maioria da “massa bovina”, as soluções estruturais acabam relegadas a um segundo plano. Falando sinceramente: ficam adiadas sine die... Ou se tornam sonhos de alguma manifestação – o que é ultra frustrante...

Analisando friamente, em comparação com o resto do mundo, o Brasil segue “avançando” na vanguarda do atraso. Atualmente, vigora uma euforia com o estilo Lava Jato (que tem a adesão daquela torcida de macacos que adoram ver o leão tomando no rabo, sem maiores preocupações com os princípios básicos e civilizados de Justiça – que precisam ser aperfeiçoados no Brasil da jagunçagem, rigor seletivo e impunidade).

Agora, tudo é festa no Coliseu superfaturado. Imagina o que pode acontecer brevemente, no inconsciente coletivo da massa bovina, se as punições do presente, geradas por tantas delações premiadas, se transformarem em perdões nos futuros julgamentos de infindáveis recursos em instâncias superiores do nosso judiciário? Quer saber? Pode acontecer nada... A maioria ficará pt da vida, mas tudo fica como dantes – ou como sempre esteve... O “emputecimento” não aciona o gatilho das mudanças estruturais.

Eis o drama brasileiro. Continuamos perdendo tempo precioso. Na comparação fria com o resto do planeta Terra, o Brasil anda para trás. Nossas instituições foram rompidas e corrompidas pela ação do Crime. A bandidagem age com três prioridades táticas imediatas. 1) Negocia “reformas” em um sistema apodrecido. 2) Legisla “anistias” para crimes politicamente hediondos. 3) Cria leis que tornam “legais” práticas absolutamente ilegítimas.

Em tempos de carne fraca por corrupção, a politicagem bovina segue vencendo a batalha contra o povo marcado feito gado programado para o abate. A ignorância, a soberba e a vaidade – amplificadas por mentiras e conceitos errados repetidos à exaustão – prevalecem sobre a verdade e a ética. É por isso que o “Mela Jato” tem tudo para detonar a “Lava Jato”...

A bandidagem segue se reinventando... Muitos “mortos vivos” seguem na pista, dando shows de politicagem. As pessoas de bem não têm o direito de seguir atuando no time dos otários... O único jeito de virar o jogo é com estratégia... Vamos encarar de pensar, reinventar e refundar o Brasil? Ou vamos apenas ficar nas redes sociais e nas ruas fazendo “psicodrama”?

"Terceirizar" a solução é burrice e covardia...   

Mela Jato


Especialista


Destemido


Afinadinhos


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Março de 2017.

40 comentários:

Anônimo disse...

Artigos do Puggina
COMO OS CANALHAS FRAUDAM A DEMOCRACIA
por Percival Puggina. Artigo publicado em 17.03.2017
A tentativa de instituir o voto em lista fechada é a manobra mais descarada desde o início das operações da Lava Jato. Supera, em despudor, a missão do "Bessias" levando a Lula o ato que o homiziaria no ministério de Dilma. É mais desavergonhada do que a "anistia do caixa 2". A democracia dos canalhas alcança seu apogeu com algo tão indecente na motivação, tão contra a democracia na concepção e tão escancaradamente desonesto que estará coberto de razão o cidadão que registrar, na polícia, um boletim de ocorrência.
A ideia e a intenção estão em todos os noticiários desta sexta-feira 17 de março. Seus promotores, grandes figurões da política nacional, estão preocupados com os prejuízos eleitorais que lhes advêm do conhecimento de seus crimes e de suas inclusões nas listas de Janot. O que conceberam pode ser descrito como um gigantesco iceberg político sem nada submerso. Da ponta à base, o mastodonte está inteiramente visível nas páginas dos jornais. Nosso país nunca adotou o voto em lista fechada exatamente pelo motivo que, agora, a organização criminosa atuante na política brasileira passou a vê-lo com bons olhos: ele esconde os candidatos e o voto deixa de ser direto e pessoal.
Com efeito, nesse sistema:
1) cada partido elabora uma lista com os nomes em disputa;
2) no dia da eleição, o eleitor escolhe e vota na lista de sua preferência;
3) o percentual de votos dados a cada lista, em relação ao total de sufrágios da eleição, define quantas cadeiras cabem a cada partido;
4) são os partidos que estabelecem a ordem dos nomes nas respectivas listas;CONTINUA...

Anônimo disse...

ARTIGOS DE PUGGINA CONTINUA II E TERMINA
5) é dentro dessa ordem que as cadeiras são preenchidas (se um partido tiver direito a dez cadeiras, por exemplo, os dez primeiros nomes de sua lista serão titulares).
Com medo da reação da sociedade ante os escândalos em que estão envolvidos, os piores elementos da vida pública brasileira, candidatos preferenciais a serem varridos das urnas em 2018, encontraram no voto em lista fechada um modo de se elegerem sem necessidade de encarar individualmente os eleitores. Pretendem, com essa manobra, caciques que são, retomar suas cadeiras e preservar o foro privilegiado escondidos na lista partidária, mais ou menos como se dá comprimido para cachorro, disfarçado dentro de um naco de carne. É assim, escondidos e sem votos pessoais, mascarados, que eles querem voltar aos negócios em 2018. Antes, desfiguravam a representação política comprando votos e abusando do poder econômico com dinheiro mal havido; agora, querem continuar abastardando a democracia com o voto em lista fechada.
________________________________
* Percival Puggina (72), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil.

Anônimo disse...

Artigos do Puggina

A REVOLTA E A VOLTA DOS BANDOLEIROS
por Percival Puggina. Artigo publicado em 24.03.2017

A um ano e meio das eleições nacionais de 2018, o cenário é desalentador. Está em curso a rebelião dos escroques da República. Em fileira cerrada, ombro a ombro, bandoleiros da oposição e do governo avançam contra as leis penais e eleitorais, qual gatos a livrar e lamber o próprio pelo. As listas de Janot estão recheadas de nomes fortes para disputar vagas no entrevero político do ano que vem. E só um intenso trabalho de resistência às mudanças legislativas, de conscientização e informação poderá prevenir os grandes riscos de que, por escabrosos meios, se reproduzam os mandatos da Orcrim. Ao mesmo tempo, é paradoxal: se entrevistado, o mesmo eleitorado que tenderá a reeleger os quadrilheiros manifestará seu descontentamento com a representação política do país.
A cada pleito, parecem brotar do ventre da terra, para se emaranharem nos altares do poder, personagens cada vez mais interesseiros, mais medíocres, menos honestos, menos comprometidos com o bem comum. Há quem conclua, dessa observação, que a política seja exatamente a lavoura onde se cultivam tais produtos e da qual nada melhor se haverá de colher.
Convido o leitor para uma sincera análise dessa realidade. Quantos eleitores trocam seus votos por dinheiro, rancho, jogos de camiseta, brindes, favores concedidos, ou promessas feitas às respectivas instituições e associações? Quantos votam por preferências clubísticas e esportivas? Quantos se deixam sensibilizar por atitudes assistenciais como distribuição de cadeiras de rodas, óculos, remédios e caixões de defunto? Quantos são conduzidos pela publicidade ou pela presença na “telinha” e nos microfones? Quantos votam contra algo ou alguém, transformando a eleição num ato de ódio ou protesto? Quantos votam catando do chão um “santinho” qualquer ou em alguém que lhe seja indicado na boca da urna? Quantos votam porque o candidato é defensor vigoroso de sua corporação? Quantos votam porque o candidato é vizinho, amigo da família, manda cartões de Natal, conseguiu ou diz que vai conseguir emprego ou bolsa qualquer? Ora, eleitores displicentes, interesseiros e venais elegem, simetricamente, políticos omissos, mercenários e corruptos.CONTINUA...

Anônimo disse...


Top of Form 1
Bottom of Form 1
ARTIGOS DE PUGGINA CONTINUA II E TERMINA
Pelo viés oposto, pondere comigo: quantos eleitores têm como exigências a serem simultaneamente cobradas a formação moral e intelectual do candidato, a imagem que construiu com sua história pessoal, seus valores, sua dedicação ao bem comum, sua capacidade de influenciar e liderar outros, suas idéias e propostas para o município, o estado e o país?
Pois é, pois é. Faltam-nos estadistas porque nos sobram votantes com péssimos critérios. No produto dos escrutínios eleitorais, a quantidade de bons políticos eleitos será, sempre e sempre, diretamente proporcional ao número de bons eleitores.

________________________________
* Percival Puggina (72), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

Anônimo disse...

Artigos do Puggina
DESARMAMENTO E MASSACRE DA POPULAÇÃO CIVIL
por Percival Puggina. Artigo publicado em 14.03.2017
O mundo do crime declarou guerra ao mundo do trabalho. Nós produzimos e eles tomam nosso ganho - o dinheiro do bolso, o automóvel, a carga do caminhão, o gado no pasto. Guerra na cidade e no campo. Guerra sem dia ou hora de armistício. Não se trava contra o Estado de Direito, que bandido não é doido. Em muitos casos, formam um estado dito paralelo, mas não andam por aí atirando contra quartéis, porque sabem que lá dentro há bala e, de lá, vem bala. Não, eles querem o trabalhador da parada de ônibus, descendo do carro, entrando em casa, saindo do banco. E, não raro, tomam-lhe a vida.
É uma guerra desigual, assimétrica. Enquanto o mundo do crime tem armas, o pessoal do trabalho árduo não dispõe de meios de defesa. Na tese oficial, esse seria encargo prioritário do Estado, mas ele, há muito tempo, jogou no tablado a toalha e a própria vergonha diante de sua impotência. O mesmo Estado, que tornou impeditiva a posse e o porte de armas pelos cidadãos, apresenta-se à sociedade como um impotente, "mãos amarradas" pelas próprias leis, decisões judiciais, carência de recursos humanos e materiais. Vendo e ouvindo o Estado, dá vontade de parafrasear João Bosco e cantarolar: "Tá lá o Estado estendido no chão... Em vez de reza uma praga de alguém". Estatisticamente está comprovado: esse Estado não consegue defender o mundo do trabalho.
Em tais condições, quando um lado está armado e o outro indefeso, toda guerra vira massacre. É como ataque de força armada hostil contra população civil desarmada. Deu para perceber a semelhança com as ações do Estado Islâmico? Temos a mesma coisa aqui, de modo fragmentado, mas tão ou mais letal, com 60 mil homicídios anuais e um número várias vezes milionário de "expropriações" ou butins levados a cabo, todo ano, pelas forças vitoriosas do mundo do crime.CONTINUA....

Anônimo disse...

PUGGINA CONTINUA II E TERMINA
Se você reclamar, se cobrar o direito ao uso e porte de armas, imediatamente se insurgirão as falanges opiniáticas da esquerda, acusando-o de ser um sanguinário irresponsável, militante pró bancada da bala, uma espécie de Comando Vermelho com sinal trocado. O massacre das vítimas, a impossibilidade prática de promoverem a própria defesa, deveria ser objeto de escândalo como escandalizam as ações do ISIS. Mas aqui é o Brasil e estamos habituados aos necrológios da sociedade nas páginas policiais.
Como escrevi outro dia, ao direito natural da pessoa humana à própria vida corresponde o direito de defendê-la. A proibição do Estado retira-lhe a efetividade, mas por ser ele natural, ele está ali, inerente à condição humana. É direito recusado, mas persiste sendo da pessoa. Se a legislação me permitisse ter e portar armas, eu até poderia, livremente, renunciar a isso. Mas não digo o mesmo do dever de proteger a vida dos meus familiares! Eu, ao menos, não sinto que possa dele abrir mão. É um dever moral, que considero inerente à condição de homem de família, com mulher e filhos sob seu zelo.
Por isso, em nome disso, mais e mais persistente deve ser o clamor nacional por um novo estatuto sobre a matéria. Danem-se as carpideiras de bandidos, os adversários de toda repressão sobre as práticas criminosas e as atitudes suspeitas, os sócios do clube da maconha e otras cositas mas; danem-se os eternos fiscais da polícia, os censores das opiniões alheias, os esquerdinhas militantes de todas as causas erradas. Quem assina este artigo é pacífico mas não é pacifista, não está a soldo de nenhuma indústria de arma, não é homicida em potencial e está indignado, sim, com o que fizeram do Brasil.
N.A. - No próximo domingo, dia 19/03, às 15 horas, no Parcão, em Porto Alegre, ato pelo Direito de Defesa.
________________________________
* Percival Puggina (72), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

Anônimo disse...

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/odebrecht-montava-fraudes-em-contratos-no-exterior-para-gerar-recursos-da-propina/
Odebrecht montava fraudes em contratos no exterior para gerar recursos da propina
O “departamento de geração” realizava contratos fictícios com prestadoras de serviços do exterior em que reduzia a margem de lucros e impostos a serem pagos, criando assim um excedente de verbas para abastecer a área da propina no Brasil
-X-X-X-X-X-X-


@diariodopoder
26 de Março de 2017

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dificilmente vai concluir ainda este ano o julgamento da ação contra abuso de poder econômico na reeleição da ex-presidente Dilma, de cuja chapa, como vice, participou o presidente Michel Temer. Os ministros têm outros processos a examinar (cerca de 660 por ministro, em média) e terão de analisar o voto do ministro-relator Herman Benjamin, com mais de mil páginas.

Anônimo disse...

@diariodopoder

24 de Março de 2017

As revelações de Marcelo Odebrecht sobre a corrupção nos governos do PT colocam de vez os ex-presidentes Lula e Dilma na chamada “cena do crime”, no esquema desmantelado pela Lava Jato. Ainda no cargo de presidente da República, Lula se encarregou pessoalmente de arrecadar dinheiro, inclusive no caixa 2, para a campanha de eleição de Dilma. As revelações de Odebrecht retomam a expectativa da prisão de Lula. Afinal, não há em Curitiba acusado de crimes mais graves.

Odebrecht contou ao Tribunal Superior Eleitoral, que Lula gerenciava a “conta corrente” de R$150 milhões aberta pela empreiteira para o PT.


As revelações de Odebrecht explicam o desespero de Dilma para nomear um ministro do STJ que o soltasse, segundo denúncia do MPF.


A Lava Jato será resumida, no futuro, como o escândalo em que dois presidentes da República trataram pessoalmente de dinheiro sujo.


As revelações de Odebrecht mostram como foi preciosa sua delação premiada para esclarecer e incriminar a quadrilha que governou o País.

Anônimo disse...

COMPORTAMENTO ABUSIVO DE MINISTROS DO SUPREMO COMPROMETE A JUSTIÇA
http://lorotaspoliticaseverdades.blogspot.com.br/
Charge do Bier, reproduzida do Arquivo Google
Quando vemos o comportamento de certos integrantes do Supremo Tribunal Federal sentimos uma grande descrença na Justiça brasileira. O ministro Ricardo Lewandowski já mostrou ao que veio no julgamento do Mensalão. O Brasil todo assistiu seu comportamento. No impeachment da presidente Dilma Rousseff conseguiu fatiar a Constituição Brasileira, isso em plena luz do dia e em rede nacional de televisão.
O ministro Marco Aurélio Mello se sente lisonjeado e exultante com o título de “doutor voto vencido”. Em vários julgamentos ele abre divergência só para ser diferente e sempre perde por larga margem. Uma tristeza.
TOFOLLI E BARROSO – O ministro Dias Toffoli foi advogado do PT e não esconde a sua simpatia por Lula, José Dirceu e pelos petistas. Algumas vezes achamos que ele vai se redimir, mas basta um julgamento de assuntos relacionados aos políticos que ele se revela.
O ministro Luís Roberto Barroso já se notabilizou por querer se transformar em legislador. Por exemplo, defende a legalização do aborto até o terceiro mês de gravidez. É a instituição do prazo de validade da vida. A moral tem prazo. Até o terceiro mês tem-se o direito de matar.
CONTINUA....

Anônimo disse...

http://lorotaspoliticaseverdades.blogspot.com.br/ CONTINUA II

O ministro Gilmar Mendes exagera em sua conduta. É presidente do TSE mas viaja de carona para Portugal no avião do presidente da República, um político que está em julgamento no TSE. Quando o PSDB entrou com a impugnação da chapa Dilma/Temer, ele fez questão de mandar apurar com rigor os desvios na campanha eleitoral. Com impeachment de Dilma e a entrada do seu amigo Michel Temer na Presidência da República, ele defende o fatiamento da chapa e já não tem pressa para que o julgamento chegue ao seu final.
VIROU UM BARRACO – Gilmar Mendes critica, publicamente, seus colegas de Tribunal. Constantemente dá entrevistas condenando a Operação Lava Jato, as prisões preventivas de políticos e de grandes empresários, defende o foro privilegiado e critica a condução coercitiva.
Agora, ele se reúne com os presidente da Câmara dos Deputados e do Senado para discutir reforma política. É o fim dos tempos. Um ministro do STF se reunindo com políticos investigados e acusados de corrupção. Ele apoia uma reforma política num Congresso formado por um grande número de investigados, réus e denunciados por corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de dividas e enriquecimento ilícito.
Gilmar Mendes propõe o voto em lista fechada para eleições proporcionais, uma aberração, defendida por políticos para manter foro privilegiado. Alguém duvida que as listas serão encabeçadas por deputados federais envolvidos na Lava Jato e em outros atos de corrupção?
UM SUPERPODER – Os ministros do STF têm um poder extraordinário no Brasil. Como as nossas instituições são muito fracas e funcionam muito mal, os ministro do Supremo podem quase tudo. Muitos dizem que os ministros não podem decidir contra as leis e contra a Constituição. Podem sim. Se cometerem absurdos, como a libertação do goleiro Bruno, quem vai fazer alguma coisa? Não se diz que decisão judicial é para se cumprir? O Supremo Tribunal Federal é o último acerto, mas também é o último erro.
CONTINUA...

Anônimo disse...

http://lorotaspoliticaseverdades.blogspot.com.br/ CONTINUA III E TERMINA

Diante desse poder absoluto e ilimitado, os ministros do Supremo, para serem escolhidos, além de ter notório saber jurídico e reputação ilibada, também não poderiam ter pertencido a nenhum partido político, não ter participado da administração pública e de empresas, e deveriam ser juízes de carreira.
LEMBRANDO RUY – Além disso, uma vez escolhidos e nomeados, deveriam se recolher a um ambiente nos moldes de um mosteiro trapista e fazer votos de silêncio, de humildade e simplicidade. Deveriam passar o tempo todo refletindo profundamente em suas atitudes e em suas decisões.
Ruy Barbosa, jurista cada vez mais atual, ensinava que a Justiça tem que ser mais alta que as coroas dos reis e tão pura quanto as coroas dos santos.
22 de março de 2017
Augusto Chelotti

Anônimo disse...

sábado, 25 de março de 2017
http://www.sabervencer.com.br/
CARNE FRACA - MOEDA DE TROCA CONTRA IMPEACHMENT DE DILMA
OPERAÇÃO CARNE FRACA ESTÁ DE OLHO NA GESTÃO DE KÁTIA ABREU

INVESTIGAÇÃO PRINCIPAL É CONTRA EQUIPE DA EX-MINISTRA DE DILMA
A gestão de Kátia Abreu, ex-ministra da Agricultura, ganhou as atenções da Operação Carne Fraca, a partir do envolvimento de integrantes de sua equipe, como o ex-assessor parlamentar Fabio Zenon Simão, no escândalo investigado. A PF também encontrou indício de crime e referência de dinheiro para políticos que votariam contra o impeachment. Kátia Abreu era da “tropa de choque” de Dilma. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Conversa gravada cita o deputado Sérgio Souza (PMDB-PR), por receber “muito dinheiro” do esquema para votar contra o impeachment.

No dia da operação, a PF não foi à Secretaria de Defesa Agropecuária, ligada ao agronegócio, mas à sala do assessor parlamentar de Kátia.

Ao assumir o cargo, há dez meses, o ministro Blairo Maggi demitiu Fábio Zenon Simão da chefia da assessoria parlamentar de Kátia.

Kátia Abreu está indignada. Diz que nunca soube do esquema no ministério e que jamais compactuou com qualquer conduta ilícita.
Postado por Rose às 21:16

Anônimo disse...

BLOG DO ORLANDO TAMBOSI
Liberal e anti-ideológico, combatendo o lulopetismo desde 2005.
sexta-feira, 24 de março de 2017
Criminoso solto dá nisso...
O tiranete Lula, penta-réu na Lava-Jato, continua à solta atacando o Estado de Direito. Despejou ódio sobre procuradores e juízes que tratam da operação. Do procurador Dallagnol disse que é "moleque" que fica "sentado na Bíblia". Insisto: não haverá justiça neste Grotão enquanto esse sujeito não for preso. Mas vou esperar deitado:
Réu em cinco processos, três deles provenientes da Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou o procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa que investiga o esquema de corrupção na Petrobras, de “moleque”. E acrescentou que o procurador, que é fiel da Igreja Batista, acha que “sentar em cima da Bíblia dele” é a solução dos problemas do país.
“Fomos criados para mudar a história deste país e para agir corretamente. Quem comete erro paga pelo erro que cometeu. A instituição é muito forte. E aquele Dallagnol sugerir que o PT foi criado para ser uma organização criminosa… O que aquele moleque conhece de política? Ele nem sabe como se monta um governo. Não tem a menor noção. Ele acha que sentar em cima da Bíblia dele dá a solução de tudo”, disse Lula.

Anônimo disse...

BLOG DO ORLANDO TAMBOSI continua II
As declarações foram feitas durante o seminário “O que a Lava Jato tem feito pelo Brasil”, promovido pelo PT, em São Paulo. Com a voz fraca e abatido por uma virose, Lula falou menos de dez minutos e chegou a chorar ao dizer que fez um esforço para comparecer ao evento apenas para dar uma satisfação aos mais de 200 convidados que lotaram o auditório de um hotel. Além de dirigentes petistas, o seminário contou com a presença de juristas, jornalistas, sindicalistas e políticos de outros partidos. (Veja.com).
PS – PODE REALMENTE ESPERAR SENTADO O JUIZ DE CARREIRA DECENTE E HONESTO QUE ESTA LARGANDO COURO MAIS DELLAGNOL E A FILEIRA DE BONS E HONESTOS BRASILEIROS QUE ESTAO ALINHADOS COM ELES PARA PASSAR O ESGOTO EM QUE SE TRANSFORMOU ESTAO SENDO MARGINALIZADOS, HUMILHADOS PELA SUCIA DE LULA NOVE DEDOS LADRAO QUE PERDEU A MULHER QUE AGUENTOU A CRETINICE E VIGARICE DELE TANTOS ANOS MAS JA ESTA EM CAMPANHA DENEGRINDO PESSOAS PORQUE NAO TEM CACIFE PARA FAZER OUTRA COISA COM O COMPADRIO DO VAGABUNDO DO SUPREMO BESTEIROL GILMAR MENDES E DE TODOS OS SEM TERRA E GENERAIS DA ARAMADA DO PT DE CUBA OS GENERAIS BOULOS E STADILE E AS SAPATONAS DE TODOS OS PAISES COMUNISTAS E AS CLASSES QUE SEMPRE SEM CACIFE QUE SEMPRE SE BENEFICIARAM DOS COFRES PUBLICOS PARA EXISTIR PORQUE NAO TEM CAPACIDADE DE CONCORRER PARA TER EMPREGOS.
NOS E O MUNDO VEGETAL SABEMOS QUE O GOGO DE MERDA NAO TEM CLASSE ELE E UM RETIRANTE DO NORTE QUE NAO SE REFINOU E PENSA QUE E O LIBERTADOR DA AMERDICA DO SUL QUE SE TRANSFORMOU EM MERDA PORQUE SOMENTE SO SE DEDICOU AO TRAFICO DE DROGAS E AO ROUBO NA MAO GRANDE. GOGO DE ESGOTO ADORA O CHINGAMENTO JA CANSOL DE CHINGAR O BESTEIROL CHAMADOS SUPREMAS CANALHICES QUE ENFURNARAM OS PROCESSOS NO RABO ATE O JUIZO FINAL, NAO PODEREMOS CONTAR JAMAIS COM ELES. SAO OS MASTURBADORES MENTAS E MASTURBADORES DA CONSTITUIÇAO PERNETA. E NAO PRECISARAM RALAR PARA TER OS PRIVILEGIOS QUE TEM POR ISSO NAO DEFENDEM O QUE DEVERIAM DEFENDER MAIS SIM PREVARICAM.
CONTINUA...

Anônimo disse...

BLOG DO ORLANDO TAMBOSI continua III

COMO FORAM PROMOVIDOS OS SUPREMOS VIGARISTAS DO SUPREMO FEDERAL E DO SUPREMO ELEITORAL. AGORA GILMAR, LEVANDOWISK E TOFFOLIS SE TORNARAM MARQUETEIROS DOS VAGABUNDOS DOS TRES PODERES DE TODOS OS PARTIDINHOS QUE DELINQUIRAM. SABEM PORQUE VIVEM EM PORTUGAL QUE CONTINUOU A ROUBAR O PAIS DESDE ALVARO CABRAL PARA PEGAR PICHULECOS DA OI, FRIBOI QUE ENRIQUECEU O NOVE DEDOS METENDO A MAO NO ERARIO BRASILEIRO. PARA OS SUPREMOS BESTEIROL INTERESSA SERVIREM DE MARQUETEIROS PARA A CRIMINALIDADE PORQUE DENTRO DAS CRIMINALIDADE ESTA TAMBEM QUEM OS COLOCOU NESTE LUGAR VITALICIO, COM TANTOS PRIVILEGIOS QUE JAMAIS UMA PESSOA QUE RALA VAI RECEBER. O FILOSOFO FHC E TODOS OS PARTIDINHOS MEIA BOCA DAS FAMILIAS GESTORAS DO DINHEIRO DO PAIS. ELES PASSAM DE PAIS PARA FILHO PARA CONTINUAR A MARMELADA. AGORA COM A PALAVRA OS VAGABUNDOS DOS SUPREMOS BESTEIROL QUE RESOLVERAM COBRAR DA PROPRIA JUSTIÇA A SOLTURA DE TODOS OS VAGABUNDOS QUE DELINQUIRAM PORQUE TODOS SAO GENTE FINISSIMA.
NAO SEI SE PERCEBERAM QUE A CORJA TODA DOS VAGABUNDOS VERMELHOS JA ESTAO TODOS NO PALANQUE QUERENDO SE INSTALAR COM A CHAVE DO COFRE NAS PROXIMAS ELEIÇOES. SAO SOMENTE LADROES DE BANCO E TUNGADORES DO POVO NADA MAIS. ENTAO VAMOS A RUA. AMANHA TIREM O RABO DO SOFA SE VOCE E CIDADAO BRASILEIRO E QUER DE VOLTA SEU PAIS E SUA NACIONALIDADE. CONTINUA...

Anônimo disse...



BLOG DO ORLANDO TAMBLOG DO ORLANDO TAMBOSI continua IV e termina

O PAIS VIROU TERRA DE NINGUEM. NINGUEM MANDA E NINGUEM AMA ESTE PAIS. O DIA A DIA DO POVO BRASILEIRO DIZ ISSO. SE VOCE CONTINUAR VENDO NOVELAS, SE OMITINDO E DEIXANDO O BARCO ANDAR ESPERANDO QUE A CORJA VAI MUDAR NA NA NA NI NAO NAO. ENTAO DEIXE DE SER PAIS DAS CHUTEIRAS E DAS PUTAS FACEIS QUE ESTAO AQUI PARA DAR DE GRAÇA A TUDO QUANTO E ESTRANGEIRO. TIRE O RABO DO SOFA E SEJA CIDADAO BRASILEIRO DEFENDENDO SEUS DIREITOS E OS DIREITOS DO PAIS. DE APOIO AO JUIZ MORO E TODOS OS MOROS QUE SE ALILHAREM COM ELE NESTA CRUZADA TERRIVEL QUE ELE ABRAÇOU. QUE E IRMAO CONTRA IRMAO NUM LUGAR QUE DEVERIA SER PARAISO E VIROU INFERNO DESDE QUE A CORJA DE 64 PUTA PORTA E SEUS COMPARSAS TOMARAM O PODER E TRANSFORMARAM NOSSO BELO PAIS NESTE ESGOTO MUNDIAL. OU FAÇA ISSO OU ENTAO COMO DIZ O MASCATE PHODA SE. POR QUE A MERDA QUE VOCES VEM COMENDO BEM QUE AS MERECE.

Anônimo disse...

O Antagonista
EXCLUSIVO: 'CARNE PODRE' QUERIA OPERAR SISTEMA ELETRÔNICO DE EXPORTAÇÕES DO GOVERNO
Brasil 21.03.17 19:30
A Polícia Federal descobriu na Operação Carne Fraca que a quadrilha liderada por Daniel Gonçalves Filho planejava operar o Canal Azul, sistema eletrônico de exportação e importação de mercadorias agropecuárias do Ministério da Agricultura.
O sistema, ainda em projeto-piloto, reduz a quantidade de documentos exigidos para os embarques. Na prática, moderniza a logística da cadeia de carnes.
"Provavelmente, Laís e sua sócia pretendem oferecer serviços de operacionalização do tal sistema Canal Azul", escreveu a PF, que monitorou conversa da filha de Daniel com Liege Salazar, filha de Péricles Salazar, presidente da Abrafrigo e membro do esquema.
As duas seriam "laranjas" dos pais, segundo a PF. Se o plano desse certo, Daniel e sua quadrilha teriam nas mãos o poder de barganha na certificação digital de todos os frigoríficos do país. A PF menciona que JBS e BRF já trabalham com a tecnologia.
PS - O QUE REALMENTE COMEMOS DENTRO DESSES INVOLUCROS DE CELOFANE. SE O TEMER NAO PODE CUIDAR NEM DAS PESSOAS DE SEU PROPRIO PARTIDO QUE ESTAO FREQUENTANDO SUA CASA E SUA FAMILIA COMO VAI CUIDAR DAS CASAS DE TODOS OS BRASILEIROS. O QUE REALMENTE O LULALADRAO COLOCA DENTRO DOS FRIBOIS JUNTO COM SEUS FILHOS PARA TEREM ENRIQUECIDO TAO RAPIDAMENTE COM O AUXILIO DE VIGARISTAS DE TODOS OS PARTIDOS, FATIADORES DO PAIS E VENDILHOES DA PATRIA. O QUE ELES QUERIAM ERA SUFOCAR OS PEQUENOS FRIGORIFICOS E ALTERAR LEIS E SE IMISCLUIR NO ERARIO PUBLICO PARA LAVAR O DINHEIRO DA PUTARIA. FORAM SEMPRE AJUDADOS PELA RAÇA IGNARA DA SUPREMA CORTE QUE SEMPRE FINGIU NAO NAO VIU A VAGABUNDAGEM DOS POLITICOS E NAO CANCELOU PARTIDOS E POLITICOS ASSOCIADOS AS MAQUININHAS PERNETAS. FINALMENTE PARA NAO CANSAR SEMPRE ASSESSORADOS PELOS MINISTROS MEQUETREFES DA FAZENDA QUE TOMAM CONTA DOS TRAFICOS DE INFLUENCIA E DAS CONTAS E ENVIO PARA O ESTRANGEIRO DA MUFUNFA. FINALMENTE O SEM VERGONHA DO ITAMARATI QUE SEMPRE E UM SENADOR VERMELHO DANDO PASSAPORTES DIPLOMATICOS PARA A CAFONALIA SAIR E VOLTAR AO PAIS COM OS PORTOS E PORTAS ABERTA. O ESQUEMA E GRANDE E AGORA OS AFOGADOS QUEREM MATAR O REMEDIO. O REMEDIO CHAMA SE JUIZ MORO E TODOS OS JUIZES MOROS DE CARREIRA DE TODOS OS MUNICIPIOS, PREFEITURAS, GOVERNOS E GOVERNO CENTRAL FALIDOS E SEUS VALENTES SOLDADOS DA DEFENSORIA E VALENTES SOLTADOS DA POLICIA FEDERAL O RESTO E REVOLTA DOS VAGABUNDOS VERMELHOS DE 64 QUE VEM TOCANDO A OPERA BUFA DE LA PARA CA. CADEIA EM TODOS OS DELINQUENTES DO COLARINHO VERMELHO E INTERVENCAO CIVICA CIVILIZATORIA AQUI AGORA E JA. NENHUM DOS TRES PODERES TEM CACIFE PARA MODIFICAR NADA. ELES SAO OS RESPONSAVEIS PELO GRANDE VALAO EM QUE O PAIS SE METEU. ELES SAO DELINQUENTES MESMO E ESTAO VENDENDO CARNE PODRES PORQUE NAO TEMOS COMO ESCUAR TANTA CARNE ELES FICAM EM FRIGORIFICOS SECULOS ANTES DE SEGUIR PARA O DESTINATARIO E PIOR DE QUE TUDO CONCHAVO ENTRE OS FRIGORIFICOS E QUEM DEVERIA TOMAR CONTA QUE SAO OS AGENTES PUBLICOS QUE NAO CONTAM O QUE ESTA ERRADO. ESTAMOS COMENDO MERDA GRAÇAS AO MAGGI MINISTRO DA AGRICULTURA COM VARIOS PROCESSOS NAS COSTAS E QUE O MINISTRO DO SUPREMO ELEITORAL PRESIDENTE E CARIMBADOR DOS MAUS FEITOS GILMAR MENTES MERDA ESTA DANDO UMA DE ADVOGADO DE DEFESA DO ILICITO. ELE ESTA PREVARICANDO E FALHANDO EM CUMPRIR SEU DEVER DE TOMADOR DE CONTA DO PAIS E DO POVO BRASILEIRO.E UM SIMPLES FRAUDADOR DA CONSTITUIÇAO PERNETA QUE BENEFICIA O ILICITO E ILICITUDES.

Anônimo disse...

https://jurema-cappelletti.blogspot.com.br/
POLÍTICA - OPINIÕES PESSOAIS
Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.
sábado, 25 de março de 2017
Mentem ou acreditam no que dizem? - Ricardo Noblat
Há duas possibilidades: eles dizem o contrário do que pensam – logo, mentem. Seria grave. Ou eles de fato acreditam em tudo que dizem – o que seria muito mais grave.
O seminário organizado pelo PT sobre a Lava Jato pecou pelo próprio nome. Passou a ideia de que ali se examinariam virtudes e defeitos da operação que completou três anos.
Mas não. Foi um seminário para condenar a Lava Jato. Apontou-se defeitos. Transformou-se qualidades em defeitos.
A frase do jornalista Mino Carta, editor da revista Carta Capital, resumiu tudo: - A Lava Jato foi a alavanca do golpe.
O “Fora, Temer” não faltou na fala do escritor Fernando Moraes. Deu-se razão até ao ministro Gilmar Mendes que critica o vazamento de informações da Lava Jato e as "delações extorquidas".
Pior é o próprio PT pedir FORA TEMER, como se ele fosse nefasto (e é , porque todos eles são!), já que foi o próprio PT que o escolheu para vice. Até agora ninguém disse aos petistas que eles terão que que admitir que ao menos não souberam escolher, como fizeram no caso da Dilma Rousseff. OU SEJA, NEM ESCOLHER O PT SABE, JÁ QUE ERROU DUAS VEZES NUMA CAJADADA SÓ: AO ESCOLHER MUITO MAL PARA A PRESIDÊNCIA E PARA A VICE-PRESIDÊNCIA !...

Menos de 24 horas depois da revelação de delatores da Odebrecht que deixaram em xeque a honestidade dele e de Dilma, Lula não disse uma só palavra a respeito. Repetiu o de sempre.
A desconexão do PT da realidade é espantosa.

Anônimo disse...

uarta-feira, 22 de março de 2017
http://resistenciademocraticabr.blogspot.com.br/
Governo diz que faltam R$ 58 bilhões para fechar orçamento e deve elevar tributos
Anúncio foi feito após governo reduzir de 1% para 0,5% a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017, o que implica arrecadação menor.
Por Alexandro Martello
G1, Brasília
O Ministério do Planejamento informou nesta quarta-feira (22) que há uma "deficiência" de R$ 58,2 bilhões no Orçamento de 2017 em relação aos valores necessários para se atingir a meta fiscal deste ano, que já prevê um déficit de R$ 139 bilhões – ou seja: para conseguir fechar o ano com um déficit de R$ 139 bilhões, conforme o previsto na Lei Orçamentária, o governo necessitará obter mais R$ 58 bilhões.


Para isso, as alternativas são aumento de impostos, bloqueio de despesas ou venda de ativos (bens). Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, há "uma grande possibilidade" de elevação de impostos.


Em anos anteriores, o governo simplesmente anunciava nesta época do ano um corte no Orçamento como meio de reduzir o déficit. Agora, informaram os ministros Meirelles e Dyogo Oliveira (Planejamento), não haverá corte (ou "contingenciamento", segundo o jargão oficial) de imediato. CONTINUA...

Anônimo disse...

q

http://resistenciademocraticabr.blogspot.com.br/ CONTINUA II
Antes disso, Meirelles disse que o governo aguardará a confirmação de estimativas de receitas extras a fim de definir o valor do corte e se haverá necessidade de aumentar impostos – e de quanto será esse eventual aumento. Ele antecipou, porém, que o corte será inferior a R$ 58,2 bilhões.


De acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o governo quebrou nesta ano a tradição de divulgar o corte de gastos em 22 de março porque há uma "condição muito particular" em 2017.

"É muito particular e sem precedente. Há uma outra questão que é o entendimento do TCU e nosso de só incluir aqui as receitas efetivamente objeto de atos já tomados e já efetivados. O que é uma mudança em relação ao passado. São duas questões que não tem precedentes anteriores e que levam a uma tratativa um pouco diferenciada", disse ele.

Por que existe o rombo

O rombo no orçamento, cujo valor foi anunciado nesta quarta-feira, refere-se ao esforço do governo terá que fazer, por meio do corte de gastos, alta de tributos ou venda de ativos, tentar cumprir a meta fiscal fixada para este ano, que é de déficit (despesas maiores do que receitas) de até R$ 139 bilhões para suas contas. Esse conta não inclui os gastos com o pagamento de juros da dívida pública.
CONTINUA...

Anônimo disse...

http://resistenciademocraticabr.blogspot.com.br/ CONTINUA III


Essas ações são necessárias porque o país deve crescer em 2017 menos do que o previsto inicialmente pelo governo. Com isso, a arrecadação federal com impostos e tributos também será menor que a esperada. Para compensar a frustração nas receitas, o governo corta gastos.

Mais cedo, nesta quarta-feira, o Ministério da Fazenda confirmou que o governo baixou de 1% para 0,5% sua estimativa de crescimento da economia brasileira neste ano. A nova previsão está em linha com a estimativa do mercado financeiro. O orçamento deste ano, até então, continha uma previsão maior ainda de alta do PIB: 1,6%. O que gera a necessidade de um ajuste maior na peça orçamentária.

22/03/2017


Medidas para reequilibrar as contas

Para a retomada da confiança na economia brasileira e a melhora do nível de atividade econômica, o ministro Henrique Meirelles, tem dito que é importante reequilibrar as contas públicas. CONTINUA III

Anônimo disse...

http://resistenciademocraticabr.blogspot.com.br/ CONTINUA IV

O governo já conseguiu aprovar no Congresso uma proposta de emenda constitucional que institui um teto para os gastos públicos por um período de 20 anos. A proposta prevê que a medida pode ser revista a partir do décimo ano de vigência.


De acordo com analistas do mercado financeiro, a proposta, embora tenha impacto maior nas contas públicas no médio e longo prazos, tem pouca influência para melhorar o resultado em 2017.


Outra medida de ajuste já proposta pelo governo é a da reforma da Previdência Social. Ela institui idade mínima de 65 anos para homens e mulheres terem direito à aposentadoria pelo INSS.

Cinco anos de contas no vermelho

Se o cenário para as contas públicas previsto pelo governo e pelo mercado se concretizar, serão pelo menos cinco anos consecutivos com as contas públicas no vermelho.


O governo vem registrando déficits fiscais desde 2014. Em 2015, o rombo, de R$ 114,9 bilhões, foi recorde e gerado, em parte, pelo pagamento das chamadas "pedaladas fiscais" - repasses a bancos oficiais que estavam atrasados.


Para 2016 e 2017, a meta é de rombos bilionários nas contas públicas e, nos últimos meses, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, declarou que espera que o país volte a registrar superávit primário (receitas com impostos superiores às despesas, com sobra de recursos) somente em 2019. CONTINUA....

Anônimo disse...

http://resistenciademocraticabr.blogspot.com.br/ CONTINUA V E TERMINA

A consequência de as contas públicas registrarem déficits fiscais seguidos é a piora da dívida pública e aumento das pressões inflacionárias - que estão contidas nesse ano por conta do cenário de baixo nível de atividade.


Por conta do fraco desempenho da economia e da piora do endividamento, o Brasil já perdeu o chamado "grau de investimento" - uma recomendação para investir no país -, retirado pelas três maiores agências de classificação de risco (Standard & Poors, Fitch e Moody´s).

Anônimo disse...

Parentes de políticos contrabandeiam dólares
Brasil 25.03.17 19:21
Parentes de políticos foram proibidos de participar do programa de repatriação de recursos.
Mesmo assim, cerca de 100 driblaram a restrição e trouxeram seu dinheiro para cá, segundo o Radar da Veja.
Entre eles, o irmão de Tasso Jereissatti. Para tanto, valeu-se de um mandado de segurança.
O Antagonista
A Janete que saudava mandiocas era apenas um personagem. Dilma podia parecer avoada, mas sabia de toda a corrupção que herdou de seu criador, Lula. E concordou com tudo. Veja o que O Antagonista antecipou sobre essa história...

Anônimo disse...

O ANTAGONISTA PARA VER AS MATERIAS QUANDO INDICADO CLICK AQUI SOMENTE NO BLOG O ANTAGONISTA
Você viu primeiro aqui: de boba, Janete não tem nada
Brasil 25.03.17 18:47
A Janete que saudava mandiocas era apenas um personagem. Dilma podia parecer avoada, mas sabia de toda a corrupção que herdou de seu criador, Lula.Veja o que O Antagonista antecipou sobre essa história:
EXCLUSIVO: MARCELO AVISOU DILMA DO RISCO DE CONTAMINAÇÃO DA CAMPANHA
Odebrecht aviou Janete de que o dinheiro da campanha era sujo. Veja AQUI.
EXCLUSIVO: "DILMA DEFINIU COMO MEU INTERLOCUTOR O GUIDO"
Está explicado por que Mantega ficou tanto tempo na Fazenda. Não era, claro, pelos seus conhecimentos econômicos. CLIQUE AQUI.
EXCLUSIVO: "DILMA SABIA"
Marcelo Odebrecht afirmou duas vezes, em depoimento a Herman Benjamin, que Janete sabia do caixa 2. Leia AQUI.
EXCLUSIVO: A PROPINA PARA COMPRAR A BASE DE APOIO DE DILMA
A conta do PT no departamento de propina da Odebrecht comprou aliados para Dilma. CLIQUE AQUI.
EXCLUSIVO: DILMA PEDIU PARA CONCENTRAR REPASSES NA CAMPANHA DELA
O recado de Mantega a MO: Dilma queria todo o dinheiro para ela. VEJA AQUI.
EXCLUSIVO: DOS 150 MILHÕES PARA DILMA, 50 MILHÕES FORAM CONTRAPARTIDA
Quem poupa tem: Janete se deu ao luxo de economizar propina para a reeleição. LEIA AQUI.
EXCLUSIVO: MARCELO ODEBRECHT INVENTOU REELEIÇÃO DE DILMA
Você não queria mais quatro anos dela? Culpe o MO. CLIQUE AQUI para ler.

Anônimo disse...

23 de março de 2017
http://pontoetvirgula.blogspot.com.br/
A Operação Carne Fraca continua mostrando a cara dos políticos
Vamos combinar. Pior que ter ou não papelão da carne é o verdadeiro papelão de o Brasil ser a 8ª economia do mundo e ao mesmo tempo ser o 79º país no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), atrás até do Azerbaijão. E essa “honrosa” classificação não é de agora. Desde 1994, quando foi lançado o Plano Real sempre foi vergonhosa. Há uma explicação para isso. As políticas econômicas valorizam a especulação financeira com altos juros, concentração de riqueza nas mãos de poucos e, o que é mais grave, baixos investimentos na qualidade de vida do povo. Tudo acontece por causa da mentalidade dos nossos políticos, que cuidam sempre do enriquecimento deles, deixando a população de lado. Esses políticos resolvem culpar a Polícia Federal (PF) pela carne estragada que podemos estar comendo, mas nos faz indagar por quê eles têm o direito de indicar um superintendente de fiscalização sanitária;
O descaso dos políticos fica patenteado nas duras críticas que fizeram à PF por ter denunciado o esquema de carnes adulteradas e estragadas os ministros Moreira Franco, (Secretaria-Geral da Presidência da República), e Blairo Maggi, (Agricultura) alegando que as denúncias prejudicaria financeiramente o país. Isso significa que estão preocupados com o dinheiro, e não com a saúde do povo. Por qual razão um político tem o direito de indicar pessoas para cargos em órgãos do Governo? Os indicados não passam de agentes dos seus “padrinhos” em seus interesses privados, comerciais ou pessoais. Aí está a Operação Lava-Jato confirmando tal fato, que recebe o apoio de elevado percentual da população. A falta de escrúpulos chega ao ponto de tentarem de todas as formas impedirem o andamento do trabalho do juiz Sérgio Moro e até o fim da Operação. O povo não deve nem pode ficar inerte diante disso. Tem que ir às ruas e protestar com bastante veemência.
Postado por Airton Leitão

Anônimo disse...

O SUBVERSIVO DO SECULO VINTE E UM
Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!
sábado, 25 de março de 2017
Comunismo: para que não aconteça com o Brasil o mesmo que aconteceu com a Venezuela, resta-nos apenas uma chance...
SÓ O POVO NA RUA PODE VIRAR ESSE JOGO DO TERROR: 26/3, NESTE DOMINGO, A MANIFESTAÇÃO PARA IMPEDIR A VENEZUELIZAÇÃO DO BRASIL.
Hoje é sábado. Véspera de mais um grande movimento nacional contra todos aqueles que desejam venezuelizar o Brasil, isto é, tornar o país muito pior do ficou depois de quase 14 anos do desastrado reinado absoluto de Lula e seus sequazes. Venezuelizar o Brasil é levar a termo o objetivo do Foro de São Paulo, CUJO PRESIDENTE DE
HONRA E FUNDADOR É O LULA, o que significa a favelização do Brasil de ponta a ponta. Já estamos muito perto de uma situação em que os lixões serão transformados em supermercados. Na Venezuela, isso já ocorre. Lá os ditames dos comunistas títeres da quadrilha cubana eliminaram os últimos vestígios da democracia erguendo sobre os seus escombros um regime tirânico cujo principal meio de controle social é a FOME! Como em Cuba, onde há mais de meio século sua população passa toda a sorte de privações, dentre elas a mais importante, a falta de alimentos. É pela fome que as ditaduras comunistas mantêm o controle total da população.
Num quadro de fome as quadrilhas incentivadas pelos comunistas é que passam a controlar quem pode e quem não pode comer. Este é um resumo, de forma ligeira, da ameaça que pesa sobre os brasileiros.
Pois bem, dito isto, todos sabem que neste domingo, dia 26 de março de 2017, está convocada uma Manifestação Nacional destinada a impedir que os assassinos do povo brasileiro, ou seja, o establishment (políticos, grande mídia, formadores de opinião, mega empresários, ONGs esquerdistas e todos os partidos políticos) imponha o caos para manter tudo como está. CONTINUA...

Anônimo disse...

DO BLOG = O SUBVERSIVO DO SECULO VINTE E UM CONTINUA II
Dado aos nefastos fatos evidentes não resta outra opção ao povo brasileiro que não seja exigir imediatamente o fim desse festival de horror patrocinado por todos aqueles que postulam um poder discricionário e perpétuo à custa da desgraça da Nação.
POR QUE PRECISAMOS IR ÀS RUAS?
Por Rogerio Chequer
A famosa frase "você pode enganar alguns durante um tempo, mas não pode enganar a todos por muito tempo" está em risco. Vivemos no Brasil uma nova realidade, onde a sociedade passa a cobrar de nossos representantes que efetivamente nos representem. Enquanto isso, esses representantes, apavorados com a possibilidade de perderem poder e privilégios, lutam para sobreviver. Custe o que custar à democracia. Seu plano é simples, mas avassalador. Basta que nos enganem nos próximos seis meses.
Como funcionam as eleições no Brasil? Simples. Com dinheiro suficiente, qualquer um pode ser eleito. Uma vez eleito, ele usa o mandato trabalhando para conseguir dinheiro para a próxima eleição. Atender aos eleitores não é prioridade, pois a memória do povo é curta e suscetível a belos slogans e campanhas de marketing. Nesta realidade, mestres na arte de se eleger permanecem no poder por décadas, sem jamais trabalhar para o país, para a sociedade, muito menos para quem os elegeu.
O que poderia quebrar esse ciclo? Menos dinheiro e mais consciência dos eleitores. Ambos estão prestes a acontecer, e por isso o momento é único. Os políticos profissionais (ressalte-se: não são todos, mas a grande maioria) estão desesperados.
CONTINUA...

Anônimo disse...

DO BLOG = O SUBVERSIVO DO SECULO VINTE E UM CONTINUA III
Diante da ameaça de perder poder e o foro privilegiado, criaram uma estratégia simples: dado o fim do caixa 2 e com o caixa 1 contaminado, aumentariam o dinheiro que tiram dos impostos pagos por nós, e o canalizariam para os partidos —dinheiro este que poderia e deveria ir para educação, saúde e infraestrutura, mas que passaria a alimentar campanhas de reeleição. Para garantir que esse dinheiro eleja os caciques partidários atuais (e quem mais os interessa) criariam uma lista rígida, em que os candidatos serão colocados na ordem que interessar. Interessar a quem? Aos caciques. Votos a novos candidatos, que poderiam oxigenar a política, servem aos primeiros da lista. Com sorte, chegam no candidato votado. Isto é a lista fechada.
O esquema de aumento colossal (fala-se em R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões por ano, todo ano!) de financiamento público e fechamento de listas é perverso e quebra a segunda perna da nossa democracia, a representatividade, já debilitada pelos esquemas de corrupção e compra de poder espalhados pela República.
Os argumentos a favor do esquema são frágeis e falaciosos. Vejamos os principais, e as alternativas disponíveis.
1. Lista fechada é mais barato: Sim, mas seria custo o principal critério? Se sim, por que não mudamos o sistema para o voto distrital, que segundo estudos diminui o custo das campanhas em cinco vezes? Devemos ter muito cuidado em isolar o critério "custo" de eleições, pois ditaduras carregam os sistemas eletivos mais baratos. Minha pergunta é: quanto vale um processo realmente democrático?
2. Não dá tempo de mudar o sistema para uma solução ideal: Ora, e dá tempo de mudar para a pior alternativa? Já existem no Congresso projetos de lei para voto distrital, recall e outros, que poderiam ser utilizados. O prazo é o mesmo —até 2 de outubro deste ano— para qualquer mudança. São seis meses.
3. Lista fechada fortalece os partidos: Na verdade, fortalece os caciques dos partidos, não sua base, nossa esperança de renovação. Por isso há dissidências ao plano nas bases dos grandes partidos, que sabem que o benefício será direcionado aos chefões de sempre.CONTINUA...

Anônimo disse...

DO BLOG = O SUBVERSIVO DO SECULO VINTE E UM CONTINUA IV
4. O fim do financiamento privado requer nova fonte de financiamento: Não foi o financiamento privado que acabou, mas o de empresas. Se os partidos passassem a atender aos cidadãos, sua função primordial, estes seriam seus contribuintes voluntários, recorrentemente como filiados ou esporadicamente, em eleições. Isso criaria um círculo virtuoso entre sociedade e partido —este servindo àquela—, gerando partidos com ideologias e interesse genuíno nos cidadãos.
5. O financiamento público atual não é suficiente: O Fundo Partidário foi R$ 820 milhões em 2016. Há três anos, era R$ 290 milhões, um terço do valor atual! Como foram alocados os R$ 600 milhões adicionais? Precisam agora de mais R$ 3 bilhões? É um escárnio.
6. Já temos renovação: Alguns dizem ser da ordem de 50%. Porém a renovação histórica do Congresso não implica mudanças, pois os poucos caciques que se mantêm no poder são suficientes para evitar a modernização do sistema. E trazem consigo novos apadrinhados. Exatamente ao que assistimos agora.
A fragilidade desses argumentos revela a real intenção dos velhos caciques parlamentares, que tentam evitar o fim que os aguarda. Com o poder que têm, eles podem sim aprovar essas medidas. Cabe a nós, sociedade, exigir que não o façam. E precisamos ser rápidos –a primeira votação ocorre em duas semanas.
Neste domingo, temos uma chance de protestar contra essa articulação. Mostrarmos que somos quem financia tudo isso, com muito trabalho e impostos. Cabe a nós evitar um desastre tão danoso ao país quanto a corrupção, pois ele a perpetuará.
Se nos deixarmos ser enganados nos próximos seis meses, teremos que engolir esse mesmo Congresso por mais quatro ou oito anos. Cada um tem a oportunidade de escolher: ir às ruas exigir renovação política; ou ficar em casa e perder o direito de reclamar depois.
CONTINUA...

Anônimo disse...

DO BLOG = O SUBVERSIVO DO SECULO VINTE E UM CONTINUA V E TERMINA
PARA EVITAR UMA TRAGÉDIA
Vocês já leram o artigo do empresário Rogerio Chequer, líder do movimento Vem Pra Rua, escreveu na Folha de S. Paulo, intitulado "Por que precisamos ir às ruas". Como todos sabem toda a grande mídia está boicotando este evento, como tentou boicotar todos as outras mega manifestações que levaram ao impeachment da Dilma. Veja o vídeo da entrevista que Rogerio Chequer concedeu à jornalista Madeleine Lascko do site O Antagonista.
Vejam o vídeo e não deixem de ler o artigo que segue logo abaixo. Portanto vale a pena não apenas ler esta postagem, mas também compartilhar à farta pelas redes sociais, o que pode ser feito diretamente aqui do blog nas ferramentas de compartilhamento logo abaixo ao final do artigo.
Lembrem-se que não há muito tempo para evitar o pior. A não ser que vocês queiram permitir que se dê carta branca para a corriola infame que deseja fazer dos lixões os locais onde o povo brasileiro tentará mitigar a fome. Isto não é sensacionalismo não. Isto é a verdade. Portanto temos que lutar para impedir que essa tragédia se abata sobre o Brasil como já ocorre na Venezuela. Leiam o artigo abaixo e vejam o vídeo:

Anônimo disse...

http://vindodospampas.blogspot.com.br/
Vindo dos Pampas
Blog dedicado a informações, politica, esportes, fotos e humor. Este Blog não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes.
domingo, 26 de março de 2017
Fim do Casal 13 - 171: Odebrecht fala tudo. Dilma temendo prisão, ameaça Lula.
Dilma à beira de um colapso. Tradicionalmente de gênio difícil e mal educada com os mais próximos e colaboradores, incorporou o Demônio da Grosseria.
Reação atual tem explicação e não se resume só a soberba e falta de educação. Fantasma da Prisão se consolidou em definitivo.
Sem regalias e proteção de Foro privilegiado, dependia da mão forte de Lula no STF e sucesso de Gilmar Mendes, na saga de não aceitar delações de Marcelo, como prova em processos.
Infelizmente pra ela, Juíz não suportou pressões e recuou.
Mudou discurso para "punir responsáveis de vazamentos". nada mais.
Sobre vida em liberdade, fora intervenções sobrenaturais, depende de Processo em andamento, que visa desvincular Temer, de responsabilidade, em crimes cometidos na Campanha Dilma, sob alegação de ser apenas um vice, sem nenhum poder de articulação.
Se tirarem atual Presidené da reta, a Querida já era. CONTINUA...

Anônimo disse...

Marcelo Odebrecht deixa claro. Comprou horário na TV de três partidos pra Campanha de Dilma e ela negociava direto Caixa 2 e sabia de todas as transações.
PCdoB, PROS e PRB foram os Gaveteiros que se venderam, por R$ 3 Milhões.
Segundo Marcelo, Dilma determinou pessoalmente que ele negociasse com Guido Mantega.

Você não pode acabar com meu sonho 2018, Querida!...
Denuncia enrola mais ainda Luiz Inácio Lula da Silva, pois declara em todas as Letras, que o mais honesto comandou várias negociatas da Campanha de Dilma, Via Palocci.
A Sonsa do Século acredita ser essa sua tábua de salvação e resolveu usá-la, deixando claro ao Mestre.
- Não cairei sozinha ou definharei calada em cela de Prisão, igual a "outros".
Pra cadeia eu não volto.
O drama de Lula. DR na relação do Casal 13-171 anda complicada. Tudo indica ser o divórcio irreversível.
Nada mais nocivo e destruidor, que língua de ex Mulher!....
Preocupado com rompantes de Dilma, Lula resolveu alisar seu ego.
Simplesmente deixada de lado desde o Impeachment, voltou a ser convidada pra Eventos ao lado do chefe, sendo incentivada a se candidatar ao Senado pelo Rio grande do Sul em 2018, fritando de vez a Paulo Paim.
Advogados do PT, desorientados e sem argumentos, devem seguir na premissa de inverter e distorcer. CONTINUA...

Anônimo disse...

VINDODOSPAMPASBLOGSPOT.BOM = CONTINUA III E TERMINA

Como não há como negar "veracidade" das denuncias, partirão pra "criminalizar" Polícia Federal, partirão pra o desqualificar Polícia Federal, no blá, blá, blá do vazamento de informações em sigilo, minimizando teor das acusações.
Dilma poderá usar "poderes adquiridos" pra faturar algum, montando barraca de Vidente.
Antevejo a Placa.
Quer saber tudo sobre passado e futuro de Lula?
CONSULTE MÃE DILMA.

Anônimo disse...

A escravidão a vista, Terceirização e depois jornadas 12 horas, tudo votado no congresso robacional
Chico Treva
Povo bom é povo abestado

Tiririca Presidente analfabeto

Anônimo disse...

Enxergo na terceirização irrestrita no serviço público que agora aprovaram, a criação de um novo mercado de "gigolôs" de mão de obra. Quem já reclamava da exploração do trabalho pelo capital,mesmo que na forma de "governo" ,a partir de agora vai ter duplo motivo para reclamar. Na verdade vai continuar sendo explorado pelo governo (capital),mas terá antes disso um "intermediário",um "gigolô de mão de obra",que revenderá ao governo,por um preço mais elevado, a mão de obra que comprou,por um preço inferior. Estou convencido que lá no fundo a corporação dos funcionários públicos,que já tem estabilidade,está aplaudindo essa medida porque não serão afetados e os outros que se "lixem".Lamentavelmente isso é da natureza humana. O que vai acontecer é que o "gigolô de mão de obra" acabará embolsando,no mínimo,a diferença da remuneração entre o que ganha o trabalhador terceirizado e o que ele ganharia se integrasse o funcionalismo público. Mas isso trará também um lado benéfico ao Serviço Público,que no sistema vigente tem que aguentar na "marra"um servidor imprestável,desde que ele tenha sido aprovado no tal concurso público. E no serviço terceirizado isso não acontecerá.Nisso tudo,portanto,há um lado ruim e um bom.Sérgio A.Oliveira.

Anônimo disse...

Serrão, a "boiada" nunca pensa, apenas reage a estímulos ou comandos.

A classe média está desarmada e ocupada em sobreviver.

Cabe às Forças Armadas, o "povo em armas", por cobro a essa debacle, mas...será que elas estão motivadas e capacitadas para tanto?

Não acredito!

Se assim fosse não esperariam "bovinamente" a situação chegar a esse descalabro, e olha que Bolsonaro já gritava isso desde 1989 !!!!

A saída do Brasil...é o aeroporto!

Anônimo disse...

Prezado jornalista José Serrão

Não sou jornalista, expert, futurólogo, parapsicólogo, historiador, economista, muito menos intelequituau(sic), apenas acompanho seu blog a anos, concordo com muitas coisas e discordo de algumas, por coincidência nasci no mesmo mês, ano e (por incrível coincidência) quase no mesmo dia de sua excelência, o juiz Sérgio Moro, homem que sem dúvida será reconhecido futuramente como um dos maiores homens públicos de nossa breve, falsa e precária história republicana (Essa coincidência de datas me possibilita crer que sob o ponto de vista psico-astrológico tenho conhecimento privilegiado do tipo de personalidade que sua excelência possui, creio que sua vontade e convicção seja de fato leoninamente irreversíveis e indestrutíveis (torno público portanto a todos, que devem a justiça de Curitiba, que vocês do ponto de vista psico-astrológico ( ou Junguiano se assim quiserem ) estão realmente fodidos). CONTINUA NO PRÓXIMO POST ABAIXO

Anônimo disse...

CONTINUAÇÃO DO POST ACIMA
Faço parte portanto também da mesma geração de sua excelência: a geração que do ponto de vista público/político se vê hoje enganada, sabotada, ceifada, esculhambada, humilhada e usada pela tal tchurma de 64. Nessa perspectiva creio que apenas convivi com desgostos públicos, senão vejamos: a escola pública que freqüentei, em pleno regime militar, já entrava em início de decadência, apesar disso fui aluno exemplar durante a megalomania Terceiromundista-Nasserista do Governo Geisel (Maluf- o mesmo da lista da Interpol - era a época governador biônico e pouco investia-se naquela época em crianças em idade escolar) , assisti ao fim melancólico do hoje (equivocadamente) relembrado e celebrado regime militar (nas mãos do então especialista em eqüinos, General Figueiredo). Assisti a morte de Tancredo quando então já não se tinha sequer merenda e talher na escola pública que frequentava (período que se iniciavam os períodos de greves comuno-sindicais-profissionais de professores e a grande maioria dos governadores era do MDB"democrático"), vi na tv da escola, na tela da apoiadora e beneficiária do regime militar, a maligna rede globo de televisão, a morte misteriosa de Tancredo, por essa mesma tv e canal assisti também ao entreguismo do país ao representante da oligarquia do atraso do atraso, nhonhô Sirney (segundo sua própria visão já exposta em outros artigos, bancada pelos milicos de então), vi também a Proclamação da constituinte populista-demagógica-ilusória-gramscista do MDB do B, o boicote escancarado ao "verdadeiro e puro" lulismo-leninismo-robespierrianismo de classe média do petê de 1989 (pela mesma Globo e Elite Política-Burocrática e Financeira que futuramente viria a se associar ao futuro partido príncipe). No meu mini currículo-testemunha da estória também consta que fui vítima do fiasco e confisco da república "autodenominada neoliberal" do Dom Corleone de Alagoas. Já na década de 90, como então servidor concursado(e portanto uma espécie de leprado e criminoso aos olhos do espírito da época) passei penúria e fui depreciado durante o período entreguista-dissimulado-sofisticado-mamatista (por osmose ocorrida durante a privataria-terceirização) do então presidente FHC (atual FThc - defensor aberto da liberação do tetraidrocanabiol para lazer de crianças e jovens e porta de entrada de outros vícios comportamentalmente escravizantes), vindo a estar em condições ideias de loucura e idiotice para se tornar um legítimo petista de carteirinha na virada do século XX, pronto então a essa época para militar pela verdadeira redenção do Brasil ao Socialismo-Macunaímico-Globalista.
CONTINUA NO POST ABAIXO

Anônimo disse...

CONTINUAÇÃO DO POST ACIMA
Com o boom conjuntural das commodites o futuro estava visível para todos habitantes de bruzundanga, o estamento burocrático, a banca e os capitalistas amigos do estado deitaram e rolaram, o povo anestesiado e que nunca havia consumido e poupado acreditou hipnotizado, pelo mar de propaganda$, na história da carochinha globalista-cubana, estória, que após o advento do governo da Pentaneta de Maria a Louca, a economista e falsa doutora da Unicamp, Dilma, a Brevíssima, inventora entre outras coisas do Francenhol e do armazém de vento, virou abóbora podre ao bater das 24 horas do relógio. Portanto como testemunha da estória e fazendo parte dessa geração vítima de 64, um autêntico produto ideológico made in Bruzundanga, hoje, após profunda auto-crítica e tratamento psiquiátrico ao longo dos últimos 13 anos de desgosto posso lhe afirmar que a crise brasileira hoje é de uma dimensão imensurável, ela abateu-se sobre parte da alma e a psicologia da classe média de forma arrassadora e irreversível, não há economia Meireliana e propaganda televisiva que a reverta. O que mais ouço, assustado e aterrorizado nos últimos 18 meses, por força de meu atual ofício (presto assistência a obtenção de cidadania européia e pequenos investimentos no exterior a pessoas de classe média, no auge produtivo ou já aposentadas ou seja, representantes de parcela da população ativa, com dinheiro, formação e poder na opinião pública) é uma mistura de ódio, desesperança, nojo e necessidade de recomeço... em outro país que valha o sacrifício para tanto. Na minha humilde percepção tudo indica que não haverá outro desfecho histórico para o país senão uma guerra de civil, o embate entre o novo e o velho e a sua superação (dialética) que sempre foi contornada, a exemplo da guerra de secessão que abateu sobre o grande irmão do norte.
Assim deixo minha testemunha (meio séria-meio cômica-meio trágica-meio verdadeira-meio ficcional) nesse blog como testemunha do nosso dramático e surrealista momento histórico, em 26 do mês de março no 128º da proclamação da república de Bruzundanga (ou também conhecida como Terra do Nunca).
Abraços e parabéns por seu trabalho a favor do país.