terça-feira, 16 de maio de 2017

Michel Temer vai até o fim do governo


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Não precisa ser bidu para prever que Michel Temer vai terminar seu mandato-tampão – a não ser que tenha um problema de saúde inesperado. Os deuses do mercado – que dão sustentação ao Presidente - estão dando bola nenhuma para o julgamento, no Tribunal Superior Eleitoral, para definir se a chapa de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger em 2014.

Os controladores econômicos apostam que Temer será poupado – como já deu a entender o supremo-ministro Gilmar Mendes – “em nome da estabilidade conjuntural”. A “incompetenta Dilma” caiu porque os donos da grana quiseram. Temer ficará no cargo pelo desejo da mesma turma que detém o poder real, manipulando a política e a economia. Os dias sempre foram assim em Bruzundanga...

Gilmar Mendes, presidente do TSE, deve anunciar a retomada do julgamento da chapa Dilma/Temer no dia 25 de maio ou no começo de junho. Gilmar só volta ao Brasil na quinta-feira – pois está em viagem oficial em São Petersburgo, na Rússia, onde participa da 14ª Conferência Europeia de Órgãos de Organização de Eleições. Gilmar já antecipou que deseja resolver tudo até o final do ano. Ontem, o mercado não se abalou com a liberação do processo para julgamento – feita pelo ministro-relator Herman Benjamin.

O caso vai dar uma esquentadinha. Será retomada a fase de coleta de provas com quatro novos depoimentos: do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, do marqueteiro João Santana, da empresária Mônica Moura, e de André Santana, assistente do casal. Nas delações da Lava Jato, os marketeiros comprovaram que ocorreu abuso do poder econômico na eleição de 2014. Temer deve ser poupado, com a ajuda do depoimento deles.

Mônica e João Santana alegaram que Dilma sabia do uso de caixa 2 na sua campanha à reeleição. No entanto, os marketeiros ressalvaram que não trataram de assuntos financeiros com Temer. O vice-procurador-geral eleitoral Nicolao Dino vai usar tais argumentos para justificar o pedido de que Dilma seja considerada inelegível por oito anos. Porém, Temer será poupado. No máximo, se a chapa toda for punida, ele tem a chance de concorrer na eleição indireta que será marcada no Congresso Nacional para garantir o mandato até o fim.

Temer não teme perder o Palácio do Planalto. O foco dele são os negócios. Não é à toa que o governo promoverá nos dias 30 e 31 de maio o Fórum de Investimentos Brasil 2017, no hotel Gran Hyatt, em São Paulo. Já confirmaram presença pesos-pesados do Capitalismo Global: Sergio Marchionne (CEO mundial da Fiat Chrysler), José Antonio Álvarez (Santander) e presidentes da América Latina ou das subsidiárias brasileiras de empresas como GE, ABB, Siemens, Citi, Credit Suisse, Syngenta, Merck, Shell e State Grid.

Organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o evento vai reunir, com empresários daqui e de fora, os ministros Henrique Meirelles (Fazenda), Dyogo de Oliveira (Planejamento), Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Moreira Franco (Secretaria-Geral), Grace Mendonça (Advocacia-Geral da União), Blairo Maggi (Agricultura), Marcos Pereira (Indústria), Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) e Ricardo Barros (Saúde).

Temer só deu um sustinho nos rentistas com a promessa de aumentar a faixa de isenção do Imposto de Renda das Pessoas Físicas para R$ 4 mil ou R$ 5 mil. O probleminha é que essa desoneração precisa ser compensada por aumento de outros impostos. Uma das alternativas cogitadas é aumentar a tributação de lucros e dividendos distribuídos aos acionistas de empresas. Outra saída seria cobrar IR sobre lucros de multinacionais que são auferidos no Brasil, porém remetidos, de forma isenta, para o exterior. 

Apesar do sustinho, os rentistas não querem Temer fora do Palácio do Planalto. Vale a tese do ruim com ele, pior com outro ainda pior que ele. E assim o Brasil será "reformado", para ficar do mesmo "jeitinho" que sempre...

Releia o artigo desta segunda: Incertezas no galinheiro para 2018


Inocentão


O juiz Sérgio Moro limitou em até 20 de junho o prazo para que a defesa de Lula apresente as alegações finais no processo do triplex do Guarujá.

Este é o último prazo antes da sentença final, já que Moro também não aceitou 12 novas testemunhas arroladas pelos advogados de Lula.

Ontem, o ex-Presidente e mais 12 pessoas foram indiciadas pela Polícia Federal, na Operação Zelotes, por suposta venda de Medidas Provisórias...

Além do abismo


Megadano


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 16 de Maio de 2017.

29 comentários:

Anônimo disse...

NAO ADIANTA DOURAR A PILULA. NOS E TODO O MUNDO MINERAL, VEGETAL E ANIMAL INCLUINDO O HOMO SAPIENS SABEMOS QUE A VAGABUNDAGEM VERMELHA QUER CONTINUAR COM SEUS RABOS GORDOS ENFIADOS DENTRO DO PODER. O MINISTRO GILMAR FEDES ESTA VENDO COMO ESTA O PAIS E FOI A RUSSIA PARA RECEBER INSTRUÇOES SOBRE ELEIÇOES. ISTO PARECE UMA PIADA DE MAU GOSTO. O VAGABUNDO VELHO HIPOCRITA FOI VISITAR O FILHO E ESTA GOZANDO AS DELICIAS BENEDITINAS DO PODER E DA INIMPUTABILIDADE. ELE FARIA MUITO MELHOR SE FOSSE AOS EEUU NOSSOS IRMAOS DE HEMISFERIO PARA SABER COMO OS SUPREMOS BESTEIROL DEVEM AGIR PARA TER SUAS CREDIBILIDADES DE VOLTA. NOS EEUU NOVES DEDOS FORA A CONSTITUIÇAO TEM MAIS DE DUZENTOS ANOS, OS SUPREMOS BESTEIROL NAO TEM OS MESMOS DIREITOS DOS NOSSOS SUPREMOS BESTEIROL PORQUE SAO SERIOS. OS SUPREMOS NAO DAO CONFIANÇA A CRIMINALIDADE AQUI ELES NAO SO SAO AMIGOS DE CAMA E MESA DOS VAGABUNDOS COMO INFRINGEM A LEI DANDO GUARIDA A CONVERSA DE CRIADOS EM VEZ DE APLICAR A LEI. LA PRIMEIRA INSTANCIA ACABA COM A VAGABUNDAGEM AQUI A PRIMEIRA INSTANCIA QUE SAO OS JUIZES REAIS QUE ENTRAM NA JUSTIÇA PELA PORTA DA FRENTE E SAO OS QUE REALMENTE TRABALHAM SAO DESTRATADOS PELA SUPREMA BURRICE DOS QUEM INDICA DO ANDAR DE CIMA QUE PRECISAM SEMPRE ESTAR ENFRENTANDO A PRIMEIRA INSTANCIA COM CRITICAS DE QUEM NAO FAZ NADA MAS QUER CRITICAR QUEM FAZ. ELES DEVERIAM SEGUIR A FORMA DOS NOSSOS IRMAOS DO NORTE POR UMA SEGUINTE RAZAO E DENTRE AS MILHOES ESTA E A MAIS SEGURA. EM VEZ DE CRITICAR, INVEJAR, PROCRASTINAR DEVERIAM SEGUIR QUEM ESTA A AFRENTE DE TUDO. SE TEMOS MAQUINAS DE SECAR, LAVAR, LIQUIDIFICADOS E ASSEMELHADOS DEVEMOS A INTELIGENCIA DO POVO AMERICANO DO NORTE. ELES ESTAO A ANOS LUZ DO MUNDO E NOS SOMOS APENAS FLAJELADOS NO MUNDO. NAO TEMOS NADA, NAO SABEMOS DE NADA E NAO SOMOS NADA. UM IDIOTA DA SUPREMA CORTE VIVE VIAJANDO DE CIMA PARA BAIXO EM VEZ DE TRABALHAR E AINDA SE ACHA. SE ACHA O QUE REALMENTE? HIPOCRISIA DE LADO SEM O MERDA SUL, MERDA FRANÇA E PORTUGAL, SEM O MERDA EUROPA E MERDA AFRICA O QUE O SUPREMO BESTEIROL QUE NAO QUER MUDAR O SISTEMA DE CONTAGEM DE VOTOS FOI FAZER E APRENDER COM O PRESIDENTE DA RUSSIA. OU E UM ELEMENTO IDIOTA OU E MAIS UM FRACASSADO QUERENDO POSAR DE GRANDE. VAMOS A VACA FRIA. O VAGABUNDO TEMER COM TODOS OS FRACASSADOS TRINTA MINISTROS DE SEU PODER DE MERDA DEVE FICAR ATE O FINAL, MAS SEM FAZER MAROLA. ELE NAO TEM CACIFE PARA MODIFICAR NADEGAS DE NADEGAS. ELE JA MOSTROU A QUE VEIO QUANDO FEZ PARTE DA CONSTITUIÇAO PERNETA E DESMORALIZOU A JUSTIÇA E O PAIS. NAO ADIANTA ELE QUERER POSAR DE GRANDE ESTADISTA PORQUE E UM MERDA. E MERDA QUE FICA RETIDA DENTRO DO INTESTINO GROSSO E FINO. MEU FALECIDO PAI DIZIA DIZE ME COM QUEM ANDAS E DIR TE EI QUEM ES. ELE E O QUE E. AMIGO FRATERNO DOS HIPOCRITAS E MENTIROSOS DOS TRES PODERES. ELE FAZ COLUIOS NA ENCOLHA. AS PROPOSTAS DE APOSENTADORIAS SAO MENTIROSAS ELE NAO TEM CACIFE E NEM PALAVRA PARA MODIFICAR NADA E FAZER NADA E QUANTO A MERDIA MENTIROSA CHEGA DE PATROCINAR O ILICITO. OS HIPOCRITAS DE PLIM PLIM QUE TEM CARGA HORARIA DE DUAS HORAS E SALARIOS LA EM CIMA SAO USEIROS E VESEIROS DE ENTRAR NA MOFUNFA. OS IRMAOS MARINHOS RECEBEM SUBVENÇAO DO GOVERNO E A FUNDAÇAO GETULIO VARGAS TAMBEM. CHEGA DE OUVIR OTARIOS E VAMOS COMEÇAR A DESENHAR NOSSA LIBERTAÇAO DO CHAVAO IDIOTA DE AJUDA AOS POBRES. OS POBRES QUE PAREM DE FAZER FILHOS E TRABALHEM QUE NEM QUE NOS. CHEGA DE DAR BOLSA MERDA. QUEREMOS MERITOCRACIA E NAO MERDOCRACIA. ABAIXO OS TRES PODERES DE MERDA QUE NAO SAO SOLUÇAO SAO UMA ABERRAÇAO.TEMER FICA MAS FAZ O QUE SEMPRE FEZ NADEGAS, NADEGAS, NADEGAS.

Anônimo disse...

BLOG DO MARIO FORTES

Este blog objetiva a publicação de notícias e entretenimento, com base nas publicações jornalísticas nacionais. As de autoria de terceiros terão suas fontes declaradas ao final de cada postagem.

segunda-feira, 15 de maio de 2017
Dinheiro sujo pagava até cafetinagem de Marta Suplicy.

O ex-marido da senadora Marta Suplicy, que na época era do PT, Luís Favre, recebia sem trabalhar um salário mensal de R$ 20 mil na Polis. Segundo delação de João Santana, o "emprego" foi dado após um pedido de Marta porque Favre não podia nem mesmo "comprar uma bicicleta".Tanto Santana como sua mulher, a empresária Mônica Moura, afirmam que Marta sabia que os recursos para pagar o salário de seu marido na época vinham de caixa 2. A contratação ocorreu em 2008 e foi acertada logo nos primeiros encontros entre Marta e Santana para tratar da campanha à reeleição de Marta para a prefeitura de São Paulo. Na época ela estava no PT.

Era uma espécie de cafetinagem de luxo que a petistas pagava com dinheiro público.

"A gente aceitava para agradar. Não tinha nenhuma utilidade. Ela (Marta) disse que eu não me preocupasse com o custo, que seria compensado com verba extra-oficial", afirmou o marqueteiro em sua delação premiada. De acordo com Santana, Favre não prestou nenhum tipo de serviço para a Polis e permaneceu na empresa mesmo depois de encerrada a campanha. O delator afirma que, questionada sobre isso, Marta teria dito: "Não se preocupe. Pelo currículo internacional dele, pode dizer que ele dá consultoria para suas empresas no Exterior".​(PolibioBraga)

Anônimo disse...

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/
segunda-feira, maio 15, 2017

A LEI DE MIGRAÇÃO E A "SECRETARIA ISLÂMICA" DO GOVERNO TEMER. UMA BARBARIDADE CONTRA O BRASIL E OS BRASILEIROS.

Hussein Ali Kalout secretário-especial da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), pasta criada em Medida Provisória por Michel Temer em fevereiro deste ano 2017.
Continua sendo impressionante a cumplicidade dos jornalistas da grande mídia brasileira à invasão islâmica do Brasil. Não poderia ser diferente, haja vista que em sua totalidade os jornalistas são esquerdistas e todos os esquerdistas apóiam o terrorismo islâmico. Os únicos que rivalizam em estupidez com os jornalistas são os tais “intelectuais” de universidades.
Eu posso afirmar isso porque já trabalhei por longos anos em redações de jornais diários. E,como já afirmei inúmeras vezes, foi em redação de jornal onde eu encontrei os tipos mais idiotas e imbecis ao longo da minha vida. E essa imbecilidade foi generosamente turbinada aqui no Brasil a partir da criação dos cursos de jornalismo, espécies de madraçais do esquerdismo.
Não é à toa, portanto, que recentemente o Congresso Nacional aprovou a Lei de Imigração que agora se encontra na mesa do Presidente Michel Temer para sanção. Essa lei espúria abre as portas do Brasil para a invasão dos tarados islâmicos e lhes confere direitos que vão além daqueles conferidos aos cidadãos brasileiros.
Mas como podem notar não há um pio de crítica, por parte dos jornalistas da grande mídia. Pelo contrário, apoiam. E esse apoio é expressado principalmente pela ausência deliberada de qualquer crítica ou debate a respeito da Lei de Migração.
Mas o que causa espécie é o fato de que recentemente Michel Temer criou mais uma Secretaria de Governo, como se fossem poucos os cabides de emprego no Palácio do Planalto. Poderia ser batizada de Secretaria da Islamização do Brasil. CONTINUA...

Anônimo disse...

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/ CONTINUA II
Uma notinha no site do jornal O Estado de S. Paulo, no dia 03 de fevereiro deste ano de 2017, fez o registro da criação de mais esse cargo no Palácio do Planalto como se fosse o Diário Oficial do governo Federal, nestes termos:
“Hussein Ali Kalout será o novo secretário-especial da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), pasta criada em Medida Provisória publicada hoje. Kalout é cientista político, professor de Relações Internacionais, pesquisador da Universidade Harvard, onde integra o Belfer Center for Science and International Affairs da Harvard Kennedy School of Government. Ele é membro do Conselho Consultivo da Harvard International Review e conselheiro Sênior do Center for Strategic and International Studies (CSIS), em Washington-DC.”
Entretanto, a ascensão desse Hussein Ali Kalout a uma Secretaria da Presidência da República já vinha sendo preparada durante o governo da Dilma. Esse árabe já estava sendo destacado em matérias na imprensa e até mesmo na Globo Fake News, pelo indefectível William Waak. Basta pesquisar no Google.


As cenas de horror da escalada islâmica contra a civilização ocidental cristã. Há centenas de milhares de cenas como essas povoando a internet, mas que pouco aparecem na grande mídia. E o novo Secretário de Temer fala "diálogo" como esses assassinos.
O JORNALISMO CÚMPLICE
O site do jornal O Globo, no Blog do Noblat, por exemplo, publicou em 14 de janeiro de 2015, portanto durante o reinado da Dilma, uma longa entrevista com Hussein Ali Kalout, intitulada “Cientista político defende diálogo entre religiões no combate ao terrorismo”, como coisa que haja uma refrega entre cristãos e islâmicos. (eles gostam muito de denominar de “cientistas” qualquer sociólogo que apareça por aí). CONTINUA...

Anônimo disse...

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/ CONTINUA III
Não pode ser mais calhorda o título desta matéria, insinuando que os ataques desse bando de terroristas islâmicos decorrem de uma guerra com cristãos, quando se sabe que os cristão são vítimas indefesas desses assassinos.
O que afirmei até aqui dá uma ideia ligeira de como a grande mídia e seus jornalistas esquerdistas e, portanto, imbecis e criminosos, manipulam uma informação e como preparam o caminho para que um defensor dos islâmicos se transforme num Secretário de Estado. Ao mesmo tempo, mostra que esse esquema em favor da invasão islâmica do Brasil já estava em marcha muito antes do impeachment da Dilma. Esse tal de Kalout estava sendo preparado para integrar o governo da Dilma, não fosse o impeachment.
Mas, mesmo com o impeachment, se constata que o esquerdismo continua atuante dentro do governo de Michel Temer. Tanto é que criaram uma nova Secretaria para abrigar esse Hussein Ali Kalout, por meio de medida provisória que passou sem maiores delongas pela aprovação de suas excelências no Congresso Nacional. Depois foi acionado o motorista de Marighella, para assinar um papelucho contendo o projeto da tal Lei de Migração agora à mercê da sanção de Temer.
O impeachment afastou a Dilma do governo mas a bandalha comunistsa continua dando as cartas e, para isso, conta com os préstimos dos jornalistas da grande mídia. Aliás, é bom notar que até pouco tempo atrás Hussein Ali Kalout era articulista da Folha de S. Paulo, tradicional cafofo do jornalismo comuno-bundalelê.

MANIPULAÇÃO DA MÍDIA
Notem por exemplo, que quando O Estadão anunciou a nomeação de Hussein Ali Kalout como Secretário de Assuntos Estratégicos (caramba! que nome pomposo e importante!) desfiou o seu curriculum, seus títulos acadêmicos incluindo o cargo de professor da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. CONTINUA...

Anônimo disse...

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/ CONTINUA IV E TERMINA
Esses títulos acadêmicos valem tanto quando uma nota de 3 reais. Quem acompanha a política norte-americana sabe que essas universidades dos Estados Unidos constituem pocilgas esquerdistas e se transformaram em madraçais comunistas que promovem a lavagem cerebral dos alunos e os transforma em robôs do esquerdismo delirante. A ascensão de Donald Trump ao poder desnudou essa imagem impoluta das universidades americanas que há muito já foram transformadas em usinas de produção de imbecis e inocentes úteis da causa esquerdista. Escapam algumas instituições no âmbito das ditas ciências duras que englobam as áreas da física, química e tecnologia.
Na verdade, a ascensão de Donald Trump ao poder ocorreu na undécima hora. Faltava pouco para a destruição dos centros de pesquisa e desenvolvimento tecnológico pelos movimentos esquerdistas cevados pelo Partido Democrata de Obama, Clinton e seus sequazes.
O que acabei de declinar ao longo deste texto dá uma ideia, ainda que superficial, da manipulação esquerdista promovida pela grande mídia e seus jornalistas a soldo ou apenas idiotas úteis da causa comuno-globalista cujo ensandecido propósito é a destruição de todos os pilares que sustentam a nossa Civilização Ocidental.
Triste e inquietante é saber que 90% - ou mais - dos cidadãos brasileiros desconhecem tudo isso. E essa ignorância decorre da ausência de informação e, mais ainda, pela lavagem cerebral em massa levada a efeito pelo jornalismo da dita media mainstream por meio da "desinformação".
Mas eu estou de olho. E sei muito mais do que tudo isso. E não me furtarei nem a pau em denunciar esse plano diabólico de destruição da nossa Civilização Ocidental por essa máquina maldita de lavagem cerebral por meio da desinformação como de resto deixei absolutamente claro nestas linhas que acabo de escrever. Ou precisa desenhar?

Anônimo disse...

TEMER PERMITE QUE PREFEITURAS PAGUEM EM 200 PARCELAS O INSS QUE SONEGARAM
Resultado de imagem para rombo da previdencia

Charge do J. César (Humor Grafico)

Na reta final das negociações para se aprovar a reforma da Previdência na Câmara, o presidente Michel Temer pretende anunciar nesta terça-feira (16) Medida Provisória com a previsão de parcelamento da dívida dos municípios com Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Os últimos ajustes da proposta foram discutidos em reunião realizada na manhã desta segunda (15), no Palácio do Planalto que contou com a presença de Temer, dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, e lideranças da base aliada.

Segundo relatos, a previsão é de que a dívida dos municípios sejam parceladas em até 200 vezes. O valor dos juros ainda deverá ser calibrado por Meirelles em novas reuniões previstas para ocorrerem ao longo do dia.

EM PLENO EVENTO – Caso o anúncio se confirme, ele deverá ocorrer em evento promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) que acontecerá nesta terça-feira, 16, em Brasília. O gesto de Temer vem num momento em que o governo tenta avançar nas negociações para aprovar a reforma da Previdência no plenário da Câmara. Lideranças da base aliada ainda se queixam da forte pressão sofrida nos redutos eleitorais contra a proposta e têm colocado esse como um dos entraves para se votar a matéria. “Prefeito feliz é deputado feliz”, resumiu um interlocutor de Temer.

Reportagem publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo no início deste ano revelou que 4,95 mil municípios (89% do total) sustentam uma dívida bilionária ao INSS. De acordo com a Receita Federal, o passivo soma R$ 99,6 bilhões em contribuições previdenciárias devidas e a inadimplência tem levado ao bloqueio de parcelas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A falta de pagamento também é um dos motivos por trás do “nome sujo” de prefeituras no Cadastro Único de Convênios (Cauc), do governo federal, o que inviabiliza o repasse de transferências voluntárias, como emendas parlamentares.

###
NOME SUJO – Quer dizer que as prefeituras sonegam o INSS e a culpa da crise é dos trabalhadores e aposentados? E o generoso e magnânimo governo oferece parcelamento em 200 vezes, ou seja, 16 anos e meio? Os prefeitos precisam aclamar Temer neste evento de hoje. Realmente, não há ninguém como ele… (C.N.)

16 de maio de 2017

Deu em O Tempo
(Agência Estado)

Anônimo disse...

General do Exército detona ministro por tentar barrar voto impresso
https://youtu.be/2DJYJf8DeMY

Anônimo disse...



.

Revelando A Verdade

Revelando A Verdade























Inscrever-se15 mil























.
Adicionar a




Compartilhar
Mais



















91.008 visualizações



2.079




72




.







































Publicado em 24 de jan de 2017


***INSCREVA-SE***










Mostrar mais



Carregando...















Reprodução automática

Próximo




Inacreditável: Coronel do Exército pede para retirar Avatar do General Mourão.

O Pesadelo de Qualquer Político

503.785 visualizações

COMANDANTE DO EXÉRCITO DEIXA UMA MENSAGEM CLARA A TODO POVO BRASILEIRO.

Ronaldo Patriota

35.652 visualizações

https://youtu.be/IP2V6IOzzdc




URGENTE! DEPUTADOS JÁ TRABALHAM ESCONDIDO CONTRA A INTERVENÇÃO MILITAR...

Revelando A Verdade

67.067 visualizações



Anônimo disse...

COMANDANTE DO EXÉRCITO DEIXA UMA MENSAGEM CLARA A TODO POVO BRASILEIRO.
https://youtu.be/o4PpnXuw2BM

Anônimo disse...

Publicado em 22 de abr de 2017


Curitiba, dia 03 de maio, não será tomada pelo exército vermelho de Stédile, Chicão e Eva Dal Schiavon. Curitiba estará protegida pela Força Militar da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, estacionada em Ponta Grossa, há menos de 100 km do teatro de operações.
Quem imaginou que Curitiba seria transformada num "inferno" pelas "viúvas lulistas" cometeu um equívoco abissal.


https://youtu.be/B5VHO5yiA4c



Anônimo disse...

Publicado em 20 de abr de 2017


LULA O GRANDE CHEFE DO FORO DE SÃO PAULO CONVOCA SEU EXÉRCITO PARA GUERRA CIVIL NO DIA 03 DE MAIO EM CURITIBA HAJA MORTADELA COM PAPELÃO
E GÁS DE PIMENTA PRA TANTA GENTE !
https://youtu.be/vbntFZv320k









Mostrar mais



Carregando...











Reprodução automática

Próximo




À espera de Lula, Justiça proíbe barracas do MST em Curitiba e impõe multa diária de até R$ 100 mil

Ronaldo Patriota

18.345 visualizaçõesNovo


4:41







LULA PODE PEGAR 22 ANOS DE PRISÃO NO TRIPLEX E PROCURADORES VÃO ABRIR OUTRO PROCESSO CONTRA ELE

Enildo Cavalcanti

7.493 visualizaçõesNovo


5:59




TEM DUVIDA SOBRE A INTERVENÇÃO MILITAR? ASSISTA ESSE VÍDEO

Revelando A Verdade

35.462 visualizações



Anônimo disse...

TEM DUVIDA SOBRE A INTERVENÇÃO MILITAR? ASSISTA ESSE VÍDEO
https://youtu.be/GzCqGqyWVjA

Anônimo disse...

DEPUTADOS FICARAM DOIDOS QUANDO CONVIDADO SUGERIU INTERVENÇÃO MILITAR E JULGAR TODOS ELES
https://youtu.be/Z98qrp6Oycs

Anônimo disse...

🔴 ATENÇÃO !!! EM BREVE ESSE VÍDEO VAI SAIR DO AR !!! COMPARTILHE URGENTE !!!
https://youtu.be/VtXFMtP0V-o

Anônimo disse...

A PARTIR DO DIA 13, EU QUERO VER QUEM VAI TER PEITO PRA ENCARAR O TRANCO, POIS, VAI SER FORTE!
https://youtu.be/ctjmxzWKc8I

Anônimo disse...

EXÉRCITO E TRUMP, MANDA UM RECADO PARA MICHEL TEMER E AO MUNDO (MATÉRIA COMPLETA) -Recado-
https://youtu.be/NID_mKXiYJg

Anônimo disse...

GENERAL- "Se Temer vacilar vai ter intervenção sim."
https://youtu.be/XEoFMAm3KFA

Anônimo disse...

Conheça MARCELA TEMER, esposa do Presidente Michel Temer. Yes, nós temos uma Primeira-Dama!
https://youtu.be/fWQQcDfrGJk

Anônimo disse...

http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-sem-rumo/
Um ano de Temer: 10 erros de um governo sem rumo
Publicado em 15 de maio de 2017 por Editor em Editorial
Durante o processo de impeachment, o então vice-presidente Michel Temer (PMDB) fez um tour nacional com uma pregação liberalizante na economia, pró-reformas e antipetista. Bons tempos! O maior empecilho parecia ser o senador Renan Calheiros (PDMB), inimigo interno de 10 anos de hegemonia de Temer no controle do PMDB nacional. Renan aproveitou e relançou a sua ‘Agenda Brasil‘ em campanha pela presidência do Senado. Junto com  a ‘Ponte para o futuro‘, o embate entre esses dois planos parecia ser o caminho certo por vias tortas da modernização brasileira.
Em pouco tempo, porém, ficou claro que Temer possui mesmo é o perfil de vice. Não aguenta pautas negativas, não aguenta pressão e não aguenta o PT falando mal. As ‘reformas que o Brasil precisa’ são um exemplo. O presidente bota o governo para defender pautas que chegam nele sem saber vocalizar para a população qual tipo de reforma em que ele acredita. Que tipo de reforma tributária, por exemplo, Temer apoia? A diferença de tramitação da reforma trabalhista (discutida e amadurecida no Congresso) com a reforma da previdência (saída da burocracia do governo federal e pensada para ser aprovada apenas com o carimbo do Congresso) são exemplos da falta de visão do governo.
Reunimos alguns erros do primeiro ano de governo Temer:
1 – Temer manteve repasses para o MTST
O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), revogou, assim que tomou posse do cargo, os repasses da União para movimentos como o MTST, que por meio de empreiteiras de fachada recebem MILHÕES do governo federal e governos estaduais.
O MTST, junto com a União dos Movimentos por Moradia, protestou e Temer não só recuou como AMPLIOU a quantidade de movimentos aptos a receberem recursos públicos. Os repasses ocorrem por meio da modalidade ‘Entidades’ do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.
continua...

Anônimo disse...

sem-rumo/ CONTINUA II
Até 2014, só o MTST já havia recebido R$ 89 milhões em repasses. Em Itaquera, houve uma ocupação de mentirinha cheia de barracas vazias que recebeu R$ 35 milhões para construir casas em um terreno apelidado de ‘Copa do Povo’. Até hoje as habitações não foram construídas. Para onde foi o dinheiro é um mistério. O silêncio do TCU e do MPF com os repasses é escandaloso.

Lula (PT) e Guilherme Boulos (MTST)
2 – Temer manteve a diretoria de Itaipu como boquinha do PT, por acordo, por quase um ano
O presidente Temer, seus ministros e seu governo a todo momento sinalizam que buscam conversar com o PT e com o ex-presidente Lula para buscar uma espécie de pacificação nacional. Um dos exemplos mais gritantes foi a manutenção de petistas no comando de Itaipu.

 
Após criticas, principalmente do portal O Antagonista, Temer decidiu trocar o comando (sem trocar os cargos comissionados) e dividiu  Itaipu entre o governador Beto Richa (PSDB) e o estridente senador Roberto Requião (PMDB). As contas da estatal até hoje não foram abertas e os esquemas de Itaipu continuam uma caixa-preta federal.
3 – Temer nomeou petista para a Gerência de Inteligência da Petrobras
A Petrobras, que basicamente mantém aquele Conselho de investigados na Zelotes, trocou o seu presidente e alguns diretores, mas pouca atenção se dá para as gerências e outros cargos comissionados.
O governo nomeou para a ‘Gerência Executiva de Inteligência e Segurança Corporativa‘ a petista Regina Miki, que já foi secretária municipal de uma gestão petista em Diadema, além de secretária nacional de Segurança Pública na gestão Dilma Rousseff. O GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), do MP paulista, chegou a acusar Regina Miki de desvios de recursos públicos e de burlar a marcação de horas-extras na prefeitura. As acusações incluem formação de quadrilha e peculato.

Regina Miki e José Eduardo Cardozo
continua...

Anônimo disse...

http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-
http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-sem-rumo/ CONTINUA III
4 – Temer manteve número anormal de ministérios e adotou a distribuição de cargos como prática de governo
Todo poder executivo no mundo precisa negociar com o poder legislativo. Nem por isso os governos mantêm incríveis 28 ministérios. Se é necessário distribuir poder com a base aliada, isso não significa a necessidade de criação desenfreada de ministérios. O Brasil possui mais de 100 secretarias nacionais, além de milhares de coordenadorias e diretorias vinculadas aos ministérios do executivo federal. Privilegiar o ministério e o cargo de ministro como instrumento de poder no lugar a estrutura orgânica administrativa é um erro estratégico que nenhuma outra grande democracia ocidental repete.
Antes de Temer assumir, houve uma sinalização de que o futuro presidente iria criar uma Esplanada enxuta e com ministros ‘notáveis‘. O presidente não teve firmeza na arquitetura de seu governo e hoje vivemos sob o comando da República dos Delatados, que até poderiam estar exercendo influência no governo em uma situação extrema de necessidade política, mas nunca à frente dos ministérios.
Economizar com ministérios faz a diferença?
Um levantamento da revista ISTOÉ mostra que o governo federal conta com um exército de militantes. São 20 mil funcionários com contratos temporários e 113 mil funcionários comissionados ou em cargos de confiança, os cargos de Direção e Assessoramento Superior (DAS) no executivo federal já ultrapassam 20 mil. Para comparação, os EUA possuem 4500, o Reino Unido 300 e a Alemanha e a França 500 cada um. Os ministérios custam mais de R$ 400 bilhões por ano e só os salários consomem R$ 214 bilhões.
Existe ainda a questão da estrutura federal, um órgão inútil como a SUDENE, que foi extinto por FHC, foi recriado por Lula, mantido por Dilma e alvo de negociação com a bancada pernambucana com o governo Temer.
O aparelhamento é tão cretino, que 25% de todos os funcionários federais são filiados a algum partido político. O funcionário de Estado concursado brasileiro, para os governos, vale nada.

Aparelhamento (Ilustração: ISTOÉ) continua...

Anônimo disse...


http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-sem-rumo/ CONTINUA IV
5 – Temer foi irresponsável com os gastos públicos no começo do governo
 
Existe um abismo gritante entre os trabalhadores privados e públicos. Seja proporcionalmente no retorno previdenciário do que se contribui, seja nos salários, seja nos benefícios que cada categoria possui. Quanto mais setores públicos organizados como juízes, promotores, professores universitários, defensores, fiscais da receita, etc. fazem pressão e mantêm salários que muitas vezes ultrapassam o teto constitucional, mais funcionários como professores do ensino básico ou enfermeiros têm seus salários impossíveis de serem reajustados de maneira digna.
Essa turma de marajás que fica milionária com menos de uma década de serviço público precisa ser enfrentada e o Brasil deve passar a discutir o arrocho salarial desses servidores, até que os rendimentos fiquem proporcionais aos trabalhadores da iniciativa privada e sejam sustentáveis em relação ao nosso PIB.
Temer, antes de propor a PEC do Teto de Gastos, se esbaldou na irresponsabilidade orçamentária:
“Temer sancionou reajuste de até 40% para Defensoria Pública Vencimento do defensor público-geral será de R$ 33.763“
“Temer sancionou reajuste de até 41,4% para Judiciário e de 12% para MPU”
“Temer sancionou reajuste de 20,25% dos servidores da Câmara”
“Temer sancionou reajuste de 21,3% dos servidores do Senado”
Qual trabalhador brasileiro, durante a recessão, teve esse tipo de reajuste mesmo que escalonado? O impacto no orçamento do governo desses aumentos é da ordem de R$ 52,9 bilhões, até 2019, só com o Judiciário. Em um ano, só em 2017, o impacto do reajuste do Judiciário e do MP vai custar R$ 5 bilhões Se a reforma da previdência for aprovada a economia também será de R$ 5 bilhões só em 2017. A resposta a essas criticas foi acertar com os ministros do STF o congelamento de seus continua...

Anônimo disse...

salários como forma de manter o teto do funcionalismo e conceder o reajuste aos servidores.
http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-sem-rumo/ continua V
6 – Temer recuou na recriação do Ministério da Cultura
O Ministério da Cultura, a cracolândia da Esplanada, foi extinto no início do governo Temer e transformado corretamente em Secretaria Nacional vinculada ao Ministério da Educação.
A Alemanha, os EUA, o Reino Unido, a França, o Canadá, a Austrália, a Bélgica e o Chile não têm ministérios da Cultura. Na Espanha existe a pasta de “Educação, Cultura e Esportes”. Na Finlândia existe “Educação e Cultura”.  Na Nova Zelândia um mesmo ministro é responsável por três ministérios: “Artes, Cultura e Bens”, “Conservação” e “Idosos”. Na Noruega existe o ministério da “Cultura e dos Assuntos da Igreja”. Na Dinamarca existe o ministério da “Cultura e dos Assuntos Eclesiásticos”.  Na Itália existe o ministério de “Bens, Assuntos Culturais e Turismo” e na Grécia existe o ministério da “Cultura e Esportes”.
Nenhum desses países deixa de investir em Cultura por ter um ministério dedicado, uma secretaria de Estado ou um departamento. Aliás, poupando estrutura, recursos e racionalizando o dinheiro público, investem muito mais.
No começo, Temer anunciou um incremento orçamentário na nova Secretaria Nacional de Cultura. Ou seja, a Cultura receberia mais recursos mesmo não sendo um ministério. Porém, um aglomerado de gente esquisita ocupou a FUNARTE e exigiu a volta do ministério. Talvez o governo Temer tenha medo de Caetano Veloso, não sabemos. O fato é que o governo recuou.
O engraçado é que próprios os funcionários do Ministério da Cultura no RJ, durante o governo do PT, tinham aprovado o fim do ministério como forma de aumentar os recursos da pasta. Se Temer tivesse mantido a secretaria, o que iria acontecer? A turma iria estar ocupando a FUNARTE até hoje? A sua popularidade iria estar diferente?
Foi uma das primeiras manifestações do espírito que guia o governo: a frouxidão.

Até o pessoal do Ministério queria voltar a ser uma Secretaria Nacional do MEC  (Fonte: O Globo) continua...

Anônimo disse...

http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-sem-rumo/ continua VI
7 – Temer errou na condução da reforma da previdência
O Brasil precisa reformar a previdência e existem várias propostas de reforma (algumas até protocoladas no Congresso ao longo dos anos) que poderiam ser encampadas. O governo Temer escolheu pegar o que há de pior em cada uma delas e lutar por sua aprovação.
Em primeiro lugar, o brasileiro precisa saber que 1 milhão de servidores federais aposentados custam mais que 24 milhões de aposentados pelo INSS (saiba mais sobre esses dados aqui). Isso fica mais escandaloso quando sabemos que a maior parte da estrutura administrativa federal poderia ser extinta sem prejuízo ao cidadão.
Quando o economista Yoshiaki Nakano (FGV) foi secretário da Fazenda de Mário Covas, em São Paulo, a secretaria contava com 12 mil funcionários. Nakano saiu da secretaria com 7500 funcionários e deixou para o próximo secretário um estudo que mostrava que era totalmente possível o funcionamento da pasta com apenas 1500 funcionários. Essa realidade se repete em toda a estrutura administrativa do Estado brasileiro. Reduzir o Estado também é reduzir o déficit da previdência.
A reforma de Temer já era absurda, mas ficou pior quando recuou e resolveu deixar de fora 86% do funcionalismo público. O Estadão produziu um mapa de votação da reforma da previdência com a explicação do voto de cada parlamentar. Além de as bancadas simbólicas do PSDB, DEM e PMDB serem em sua maioria contra, os deputados que dizem que são favoráveis o são apenas quando são alterados fatores fundamentais da reforma proposta. O MBL chegou a apresentar uma reforma distinta baseada em estudos da FIPE. Ou seja, muitos repetem e admitem que a reforma precisa ser feita, mas não do jeito que foi enviada.
Há outros fatores significativos do governo e a aprovação da reforma. O senador Aécio Neves (PSDB), que hoje articula para que o partido feche questão favorável a reforma, também articulou com a bancada de deputados tucanos a retirada da alteração dos critérios do Benefício de Prestação Continuada (BPC). O senador chegou a escrever um artigo na Folha contra esse aspecto da reforma previdenciária e as regras de transição. FHC também entrou na crítica, porém, contra a mudança na aposentadoria rural.
Que o Brasil precisa dessa reforma, poucas pessoas têm dúvida. A questão é se o governo federal, que teve um orçamento aprovado para 2017 de R$ 3,5 trilhões faz justiça quando propõe uma reforma que vai essencialmente prejudicar quem é aposentado com salário mínimo, que é a quase totalidade da folha do INSS. continua...

Anônimo disse...




Com todo o respeito ao economista Marcelo Caetano, secretário nacional de Previdência e especialista no setor, mas uma reforma que vai essencialmente estabilizar o déficit em relação ao PIB pelos próximos anos não parece ser o melhor para o Brasil.
http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-sem-rumo/ continua VII
Isso sem contar as várias abordagens ideológicas que se pode dar ao tema previdência. Se a previdência, como a nossa, não é um fundo que o trabalhador resgata após ter contribuído durante os anos de serviço, mas um gasto social em que o trabalhador ativo sustenta a aposentadoria do inativo, é justo prejudicar quem teve metade da renda durante toda a vida engolida por outras formas de tributação, além da contribuição previdenciária, já que o déficit é pago pelo Tesouro?
8 – Temer recuou na criação da CPI da UNE
O governo Temer tem medo da UNE. A CPI da UNE, proposta pelo deputado federal Marco Feliciano (PSC) e encampada pela deputada Christiane Brasil (PTB), que seria a presidente da CPI, morreu por articulação do governo Temer.
O primeiro passo foi a eleição de Rodrigo Maia para a presidência da Câmara, que fez Marco Feliciano desistir da CPI. O segundo passo foi botar o líder do governo no Senado, Aloysio Nunes (PSDB), na articulação contra a CPI para evitar uma ‘reação popular dos estudantes’. O senador, claro, negou a articulação. O fato concreto é que o governo, com maioria, não botou em atividade a CPI, mesmo com as assinaturas necessárias para o seu funcionamento recolhidas. Teve até telefonemas de José Serra desestimulando as investigações.
Rodrigo Maia, presidente da Câmara, apesar de ter apoiado antes de ser eleito a criação da CPI, obedeceu o governo e os deputados do PCdoB, mostrando que seu lema de ‘palavra empenhada é palavra cumprida‘ vale menos que uma nota de três reais.
9 – Temer foi mais capacho com Cuba que o governo Dilma
O brasileiro médio sabe que pelas condições de nossas relações exteriores, é o governo brasileiro quem tem legitimidade de falar grosso com o governo cubano e não o contrário. O governo do presidente Michel Temer, porém, descredenciou 49 cidades do programa ‘Mais Médicos’, um programa focado em médicos cubanos (e forjado para mandar recursos ilegalmente para Cuba) mas que também contempla médicos brasileiros e de outras nacionalidades. continua..,.

Anônimo disse...


O erro das 49 cidades foi de incentivar os médicos na busca de auxílio da Justiça brasileira para permanecerem no Brasil e longe da ditadura castrista. Pelo menos 55 cidades estão no radar do Ministério da Saúde.
Michel Temer foi além e renovou por três anos o convênio com Cuba. Um programa que, até 2015, já tinha enviado cerca de R$ 2,8 bilhões para a ditadura socialista. Apesar de todo o setor organizado da medicina brasileira condenar a medida.
http://reaconaria.org/editorial/um-ano-de-temer-10-erros-de-um-governo-sem-rumo/ continua VIII e termina
10 – Temer fez a escolha política de colocar nos ministérios delatados na Lava Jato
É difícil para um vice do PT governar sem políticos que serviram ao governo do PT. Temer, porém, abusou e escolheu privilegiar figuras identificadas com denúncias de corrupção e subordinação ao projeto petista.
Um dos casos mais patéticos foi a nomeação de Romero Jucá para o ministério do Planejamento. Mas para a felicidade geral da nação, o ministro durou apenas 12 dias no cargo.
Isso explicita o número absurdo de ministérios no Brasil e a farra do foro privilegiado. O status de ministro para presidente do Banco Central, por exemplo, só existe porque Henrique Meirelles, atual ministro da Fazenda, exigiu de Lula a sua concessão. O exercício do poder no Brasil além de tudo é Jeca.
A maior prova de que o ministério de Temer é péssimo por natureza e não se trata apenas de implicância nossa, é o fato de que com um ano o governo Temer já perdeu sete ministros: Romero Jucá, Fabiano Silveira, Henrique Alves, Fábio Medina Osório, Marcelo Calero, Geddel Vieira Lima e José Serra. Se somarmos a nomeação de Alexandre de Moraes para o STF, são oito ministros a menos.

Há medidas do governo que podem ter sido positivas? Claro que há! Mas este é um site de oposição, não de assessoria de imprensa.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Sem dúvida,J.Serrão,Temer deve terminar o seu mandato,mesmo a trancos e barrancos. O "sistema" não tem moral nem interesse de tirá-lo. O "bode expiatório" do PT para todo esse festival de ações judiciais tramitando para enganar trouxa vai ser Dilma,lá no TSE. Ali ela vai ser alvo do golpe de misericórdia que já deveria ter sido dado no seu impeachment. Seus direitos políticos serão cassados. A corrida entre a data da eleição presidencial de 2018 e a ação da Justiça para impedir a candidatura de Lula é muito desparelha. A eleição se aproxima célere com a velocidade de um guepardo. O outro "competidor" é a Justiça. Mas ela "corre" com a lerdeza de uma tartaruga,pois além da sua morosidade natural,ela é mais retardada ainda pela ação das chicanas processuais promovidas por escritórios de advocacia completamente carentes de qualquer princípio ético,porém "milionariamente" pagos com o dinheiro abundante oriundo da corrupção. Um dia já alimentei esperanças que a facção mais digna das FA pudesse travar esse fatídico processo mediante uso do art.142 da CF. Mas os poucos com esse perfil se acomodaram e se acovardaram.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Sem dúvida,J.Serrão,Temer deve terminar o seu mandato,mesmo a trancos e barrancos. O "sistema" não tem moral nem interesse de tirá-lo. O "bode expiatório" do PT para todo esse festival de ações judiciais tramitando para enganar trouxa vai ser Dilma,lá no TSE. Ali ela vai ser alvo do golpe de misericórdia que já deveria ter sido dado no seu impeachment. Seus direitos políticos serão cassados. A corrida entre a data da eleição presidencial de 2018 e a ação da Justiça para impedir a candidatura de Lula é muito desparelha. A eleição se aproxima célere com a velocidade de um guepardo. O outro "competidor" é a Justiça. Mas ela "corre" com a lerdeza de uma tartaruga,pois além da sua morosidade natural,ela é mais retardada ainda pela ação das chicanas processuais promovidas por escritórios de advocacia completamente carentes de qualquer princípio ético,porém "milionariamente" pagos com o dinheiro abundante oriundo da corrupção. Um dia já alimentei esperanças que a facção mais digna das FA pudesse travar esse fatídico processo mediante uso do art.142 da CF. Mas os poucos com esse perfil se acomodaram e se acovardaram.