sábado, 17 de junho de 2017

“Consciência ética de político é medo da Polícia”


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Qualquer um com um pouquinho de discernimento já verificou a gravidade da situação brasileira, no curtíssimo prazo. Novamente, a Nova República nos “brinda” com um Presidente da República totalmente desmoralizado, impopular, investigado por crimes ligados à corrupção. Tão ou mais grave que isto é que a Procuradoria Geral da República está prestes a denunciá-lo, porém a maioria corrupta e clientelista da Câmara dos Deputados não dará autorização para que o Supremo Tribunal Federal processe o titular do Palácio do Planalto (ou da cama da bela Marcela).

Tal situação é pra lá de surreal. Atingimos o resultado mais desastroso daquela tal de “Nova República” – que já nasceu esclerosada em 1985, com a posse espúria de José Sarney, em função da morte do Presidente (eleito indiretamente) Tancredo Neves que nem conseguiu tomar posse. Sarney, que continua mandando no pedaço até hoje, fez um governo desastroso e ajudou a promulgar uma Constituição que ele mesmo classificou de problemática. Foi sucedido por Collor – que acabou impedido.

O vice que o sucedeu, Itamar Franco, nos deu uma ilusão de melhora com o Plano Real, que fez um serviço incompleto, sem as mudanças estruturais necessárias. Seu legado foi a eleição de Fernando Henrique Cardoso, que negociou com o Diabo para conseguir uma reeleição, fracassou no segundo mandato, e abriu caminho para o desastre de 13 anos de nazicomunopetralhismo, com Lula (duas vezes) e Dilma Rousseff (também em dobro), até ser derrubada, para a entrada temerária de quem está hoje por um fio.     

A escrota Nova República (1985 até quando mais vai durar?) é uma sucessão de escândalos derivados da corrupção sistêmica gerada e reproduzida pelo Crime Institucionalizado, fruto podre de um modelo estatal Capimunista Rentista. Anos atrás, tivemos a ilusão de que chegamos ao máximo da vergonha nacional com escândalo do Mensalão, com punições meia-boca impostas pelo Supremo Tribunal Federal para julgamento de políticos corruptos. Como não se mudou a estrutura, o Mensalão não morreu, se sofisticou e acabou expondo a Lava Jato – descoberta acidentalmente em uma investigação sobre tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

A Lava Jato é motivo de orgulho nacional. Produziu heróis nacionais a partir do modelo Sérgio Moro e dos jovens (ou nem tão novos) procuradores da Força Tarefa do Ministério Público Federal. Obrigou um Procurador Geral da República a não ser um “Engavetador-Geral”. Popularizou o Supremo Tribunal Federal, embora tenha ajudado a produzir uma falsa noção de que todos os problemas brasileiros podem se resolver pela via judicial. Talvez a mais perigosa ilusão seja a crescente judicialização da política (ou da politicagem). No entanto, a Lava Jato não produziu mudanças. Até porque nem era o papel originário dela. No entanto, chamou a atenção para a necessidade de mudarmos o Brasil, de verdade.

O cineasta, jornalista e livre pensador Arnaldo Jabor, na “opinião do Jornal da Globo” na noite sexta para este sábado, tocou em vários gargalos e paradoxos do momento político brasileiro. Na verdade, Jabor fez um rápido resumo de nossa deficiência histórico-cultural e apontou qual o nosso grande e verdadeiro problema a ser resolvido o mais urgentemente possível. Resumindo: a sociedade brasileira e seus segmentos esclarecidos ainda não levaram a sério sua missão de definir um Projeto Estratégico para o Brasil. Falhamos em não formular planos com soluções reais e efetivas para mudar o Brasil para melhor, e não apenas ficar enxugando gelo. Vale pensar seriamente sobre o recado de Jabor – que, não por mera coincidência, é a maior preocupação atual dos militares brasileiros.

Jabor: “A luta contra corrupção não pode nos cegar para o principal: Quais são os planos para mudar a velha estrutura histórica que nos formou? Não temos... Estamos vidrados nessa história policial, querendo saber se o Temer sai, se o Temer fica... Digamos que o Temer saia. Eleição direta, indireta, não resolvem o terrível vazio teórico e programático que nos ameaça. Não há reflexão sobre reformas profundas, muito além da previdência e do trabalho, aliás já aguadas pelo oportunismo do Temer. Sem dúvida, uma nova consciência ética se forma com a Lava Jato. Ou melhor: há um crescimento do medo. Como diria Nelson Rodrigues, ‘consciência ética de político é medo da polícia’. E todos dizemos que, se as reformas não forem aprovadas, o Brasil vai para o brejo. Mas como será esse brejo? Será o seguinte: a desorganização maior do Estado falido, a falta de grana para pagar funcionários e aposentados, a degradação da infraestrutura, o aumento brutal da criminalidade, o desemprego em massa, mais miséria para os já miseráveis, a classe média desorientada, pairando acima de todos a desesperança sobre o presente e o futuro. Tem de haver uma grande reforma do patrimonialismo que nos formou, em que o Estado é dominado pelas oligarquias. A Lava Jato é o primeiro passo para sairmos da barbárie. Mas conseguiremos chegar a uma civilização?”

Por tudo isso, ficamos diante do paradoxo que deixa tanta gente bestificada, desanimada ou muito pt da vida. A questão pode ser bem resumida pela indagação (com três pontos de interrogação) feita pela cidadã carioca Eliane Cantini, em um comentário na página da cientista política Celina Vargas do Amaral Peixoto, no Facebook: “Os internautas clamam por mudanças, mas estão realmente dispostos a mudar???”.

Eis o megaparadoxo tupiniquim. As mudanças estão ocorrendo, mas em velocidade aquém do ideal ou do necessário. A pista para a uma resposta à dúvida da internauta esteja no comentário do Jabor (vale reler ou rever). Sem querer ou querendo, as pessoas se tornam reféns da estrutura estatal. Ainda mais no Brasil onde a maioria se acostumou ou foi adestrada a ser “estadodependente”...

Assim, voltamos à tragicomédia institucional (que alguns insistem estar dentro da “normalidade”). Temer viaja para Rússia e Noruega, deixando Rodrigo Maia uma semana como Presidente Interino da República, para alegria do Papai César Maia e do Sogrão Moreira Franco. Ironia é que Temer “sai fora”, mas a coisa por aqui segue russa e muito, mas muito longe da realidade norueguesa... Temer teme ser defenestrado, mas segue fingindo que é corajoso, em um show de autoengano ou cinismo...

A nossa sorte, repetindo o flamenguista enrustido Nelson Rodrigues, é que: “Consciência ética de político é medo da Polícia”... Mas o chefe da Polícia só não manda avisar isto, porque o telefone dele, certamente, está grampeado...

Traficando influência


Defesa do Juiz

Fernando Cordioli tem esperança que a Justiça seja feita e ele volte a atuar como magistrado:

“Depois de mais de um ano de espera (e representações no CNJ), seis meses somente com a Relatoria do Des. Ricardo Roesler, no Órgão Especial, está pautado para o dia 21 o julgamento do meu Mandado de Segurança preventivo, que atacava a forma mais que abusiva e causadora de nulidades, que foi a condução dada pelo Des. Ernani, para a alcançarem minha aposentadoria compulsória que estava pré-julgada”.
Segue cópia do referido Mandado de Segurança, para conhecimento público.

Empate mafioso


Periguetes


Sobrevivendo


Na berlinda


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Junho de 2017.

7 comentários:

ARS disse...

...E a maçonaria, com isso tudo acontecendo, já expulsou o maçom inglês ou é conivente com o crime organizado?

Anônimo disse...

Arre égua.
Para um cidadão como o presidente Temer, acima de qualquer suspeita,com a "bagagem política que possui", com a idade que tem,professor universitário,já foi presidente da Câmara dos Deputados,ser literalmente detonado e linchado publicamente, pelo empresario Joesley Batista, quando afirma:"o presidente Michel Temer é chefe de organização criminosa"."Quem não está preso está no Planalto"."O Temer é o chefe da Orcrim".
Qual atitude ele tomará? Como enfrentar o povo brasileiro?Por que ele não reage a altura?
Particularmente,continuo acreditando nele,o Michel Temer.

Anônimo disse...

Quando era secretario de segurança do estado de SP os camburões das policias eram fornecedores de drogas para os traficantes, hoje o crime organizado despista essa pratica, mas quem comanda ainda são os mesmos mafiosos, FFAA, JUDICIARIO, MAÇONARIA E OS POLITICOS EM GERAL... DESPENSADOS DESSAS ATIVIDADES AS POLICIAS E A PROMOTORIA´SÃO OBRIGADOS A PERMANECEREM CALADOS, MAS MUITOS AINDA SÃO RECRUTADOS PARA QUE EM TODOS OS MUNICIPIOS DOS ESTADOS ESSES CRIMES SEJAM COMETIDOS BEM DEBAIXO DOS NOSSOS NARIZES, NARCOTRÁFICO, CONTRABANDO, JOGOS ILEGAIS E OUTROS CAMBALACHOS... QUANTO DESSE DINHEIRO A JBS LAVOU??? É POUCO BOI PARA TANTO LUCRO, PENSEM NISSO, FAÇAM AS CONTAS E VÃO SABER PORQUE O JUDICIARIO ACEITOU CALADINHO O TAL ACORDO...

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Sempre é bom lembrar ,como bem salientado aqui, que foi exatamente FHC,com o seu socialismo "fabiano",o maior responsável pela desastrada "Era" PT/PMDB,de 2003 até hoje. Embora não entendendo "bosta" nenhuma de economia,foi FHC quem faturou o prestígio dado pelo Plano Cruzado,onde ele servia como Ministro da Fazenda de Itamar,que o levou a dois mandatos presidenciais consecutivos. E também foi ele quem fez o "meio-campo" para entrega do comando do país durante 13 anos para o PT. Ao fazer o jogo sujo da sua reeleição,abriu as portas para Lula também se reeleger.

Anônimo disse...

OS ARTISTAS, ATRIZES, CANTORES apoiadores do PT e das esquerdas são os PROFETAS DAS DESGRAÇAS!
G Gil, C Buarque, Caetano etc., não são e nunca serão comunistas, mas são uns burguesinhos, vida-mansa, burros-na-sombra, muito ricos e só vivem em locais de alto padrão, não é?
No entanto, acham seus seguidores com cara de otarios e propagam um regime apenas de marginais barra-pesada que depois escravizará os trouxas seguidores de suas ideias!
Enquanto isso, eles sempre lá no bem-bom e por trás no KKKKKKKKK: "bom prá deixarem de ser trouxas e acreditarem em comunistas e nas esquerdas em geral"!
O QUE OS COMUNISTAS DO PT E ASSECLAS QUEREM IMPOR NA MARRA NO BRASIL:
*• apreciam, reverenciam e apoiam financeiramente os regimes cubano e venezuelano;
• sonham com um "marco regulatório" da imprensa, com um "marco civil" da Internet e com um Conselho Federal de Jornalismo para cercear quem os incomode;
• promovem a luta de classes, conflitos raciais, conflitos de gênero, invasões de terra, violência sindical;
• são contra privatizações e responsabilidade fiscal;
• se puderem, criarão os sonhados "Conselhos populares" (sovietes) para esterilizar a representação parlamentar;
• dão refúgio a terroristas, fundaram e comandam o Foro de São Paulo;
• apoiam quaisquer políticos ou filósofos adversários da cultura e da civilização ocidental;
• chamam bandidos de "heróis do povo brasileiro", dão nomes de ruas e constroem memoriais a líderes comunistas;
• têm fobia a órgãos de segurança pública;
• dedicam preferencial atenção aos direitos humanos dos bandidos;
• promovem a ideologização da educação e defendem o direito de fazê-lo;
• são contra a redução da maioridade penal e a favor do desarmamento;
• apoiam a agenda de gênero nas escolas, criaram o kit gay, defendem a liberação do aborto, financiam a marcha da maconha;
• criaram, compreendem e utilizam movimentos sociais como milícias a serviço de suas causas políticas.
*puggina.org

Anônimo disse...

Quando dois poderosos corruptos se enfrentam espirram merda pra todo lado, até chegarem a conclusão que devem se unir novamente, porque nessa batalha entre corruptos não haverá vencido nem vencedor. Eu também não acredito nas bruxas, mas que elas existem, existem já dizia minha avó. Acredite se quiser e salve-se quem puder. !!!

Anônimo disse...

O brasil quer tudo e não quer nada de verdade mesmo
São indios vivendo na cidade, sem parâmetros ou limites