sábado, 7 de outubro de 2017

A legítima Intervenção contra os Donos do Poder


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Dez anos atrás, quem cogitava sobre a possibilidade de Intervenção (Militar, Constitucional, Institucional ou Civil) era chamado de “maluco” ou “golpista”. A crise estrutural do Estado-Ladrão brasileiro se agravou tanto que, atualmente, o assunto apavora 11 entre 10 investidores no mercado financeiro e assusta 13 entre 13 políticos corruptos. A instabilidade política tende a aumentar, mesmo que a economia ensaie mais um habitual vôo de galinha.

A Intervenção, não importa de qual formato e modalidade, é inevitável. Não existe outro remédio democrático para impedir a hegemonia criminosa que alimenta a guerra de todos contra todos os poderes. O caos se agrava graças a uma Constituição “interventora” que permite conflitantes e diferentes interpretações. A Carta de 1988 se desmoralizou. Precisa ser substituída por uma nova - mais liberal, enxuta e definidora de princípios. É nisso que a sociedade brasileira tem obrigação de focar sua atenção.

O Brasil tem que mudar. A irresponsabilidade da esquerda – em sua versão social-democrata tucana ou comunistóide petralha, em parceria com os cínicos governistas do PMDB, PP e DEM – escancarou para todo mundo e desmoralizou o regime Capimunista e Interventor do Estado-Ladrão. O aspecto ruim é o estrago material e cultural que o Crime Institucionalizado causou. O lado “bom” é que o caos consolidou na maioria das pessoas a vontade por mudanças urgentes. Daí a popularidade da tese da “intervenção”.

Bandidos profissionais e analistas ideológicos amadores se borram com a ideia da “Intervenção Militar”. Eles aproveitam a falsa noção de “ditadura militar” – consolidada pela mídia e por ideólogos de canhota no imaginário dos brasileiros – para dar faniquitos. Os militares não querem e não darão golpe. Mas os Generais não aceitam mais a evolução da anarquia e da corrupção. Por isso, porta-vozes credenciados, como o General Mourão, o General Pujol, e o General Villas-Bôas mandam recados democráticos ao Judiciário – que as bichonas amedrontadas interpretam como “ameaça de golpe”.

Em recente artigo no Estadão, o General de Divisão na reserva, Luiz Eduardo da Rocha Paiva, rompeu, claramente, com todos os mitos acerca da natureza do intervencionismo: “A intervenção militar será legítima e justificável, mesmo sem amparo legal, caso o agravamento da crise política, econômica, social e moral resulte na falência dos Poderes da União, seguida de grave instabilidade institucional com risco de guerra civil, ruptura da unidade política, quebra do regime democrático e perda de soberania pelo Estado. Esse processo revolucionário já foi propugnado, publicamente, por líderes de movimentos pseudossociais e políticos de ideologia socialista radical, todos investindo constantemente na divisão da sociedade”.

Rocha Paiva acrescenta: “Em tal quadro de anomia, as Forças Armadas tomarão a iniciativa para recuperar a estabilidade no País, neutralizando forças adversas, pacificando a sociedade, assegurando a sobrevivência da Nação, preservando a democracia e restabelecendo a autoridade do Estado após livrá-lo das lideranças deletérias. São ações inerentes às missões constitucionais de defesa da Pátria, não restrita aos conflitos externos, e de garantia dos Poderes constitucionais, da lei e da ordem”.

Vale repetir por 13 x 13: A Intervenção é inevitável, inadiável e imprescindível. Não tenham dúvidas de que a Intervenção Constitucional acontecerá no momento exato em que as pré-condições estiverem consolidadas ou se a violência e a insegurança criminosas saírem do controle.

A revolta individual do brasileiro é contra o Estado-Ladrão. A máquina estatal fascista, nos municípios, nos estados e na União, é a inimiga de todos. É esta máquina que já promove uma “Intervenção Criminosa”. A sociedade já reage para impor a legítima Intervenção Constitucional. Os donos do poder que se preparem, porque vão sentir a ira popular.

E não adianta tentar censurar o povo, como tentou aquele deputado que serviu de laranja para a fascistagem... A verdade se impõe...


Prisioneiro dos próprios erros



Terça gorda



3 x 3



Baiano sem despacho



Cada um tem o presidente que merece



Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 7 de Outubro de 2017.

8 comentários:

Anônimo disse...

NOVENTA POR CENTO DOS BRASILEIROS APÓIAM A INTERVENÇÃO MILITAR E TRIBUNAIS MILITARES PARA JULGAR E CONDENAR OS GENOCIDAS QUE LEVARAM O BRASIL AO ABISMO ECONÔMICO E MORAL.

Anônimo disse...

Qualquer cidadão de bem, trabalhador que viveu na época dos militares sabe que não houve ditadura nenhuma. Foi a época que o povo mais teve liberdade. So os bandidos que não tinham liberdade. Hoje o trabalhador vive marginalizado e os bandidos defendidos.

ALMANAKUT BRASIL disse...

Temer veta ‘censura’ e beneficia cúpula partidária - 06/10/2017

Presidente retira artigo que permitia remoção de conteúdo na internet e exclui regra para a divisão interna do fundo eleitoral; teto para autofinanciamento também é barrado.

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,temer-veta-artigos-de-reforma-politica-sobre-censura-previa-e-autodoacao,70002031441


POLITICOS SENDO JOGADOS NA LATA DE LIXO NA UCRÂNIA

Hamilton Bezerra

https://www.youtube.com/watch?v=tyv_aMJ8LSg

Loumari disse...

LA CAÍDA DEL DÓLAR DE USA. EL 18 DE OCTUBRE DE 2017 ─ Afectara AMERICA y a Todas Las Naciones.
(Sujeto publicado en Agosto de 2017)
Jaque mate al Dólar: China lanza el Yuan-oro para eliminar la moneda estadounidense.

https://www.youtube.com/watch?v=YSHXVbgbMys

China dará el Golpe definitivo contra EEUU el 18 de octubre; adiós al petrodólar, bienvenido el oro.

jomabastos disse...

A sociedade tem que reagir fortemente para impor uma legítima Intervenção Constitucional. Os donos do poder envolvidos em crimes de corrupção que se preparem, porque todos irão ser julgados em tribunais de primeira instância, igual ao que acontece a todos os criminosos.

"A Intervenção é inevitável, inadiável e imprescindível. Não tenham dúvidas de que a Intervenção Constitucional acontecerá no momento exato em que as pré-condições estiverem consolidadas ou se a violência e a insegurança criminosas saírem do controle.". Sem sombra de qualquer dúvida!

Anônimo disse...

Porra, de onde esse tal italiano Cesare Battisti, tirou essa grana toda? Acaso ele trabalha? Onde? Por que ficam gastando com passagens o nosso dinheiro, para ele ficar passeando?Qual será a imagem do Brasil em dar proteção a esse procurado pela justiça italiana?Poe que não o entregam logo a governo italiano?Se tem filho brasileiro, não é uma malandragem para tentar escapar da justiça italiana?O britânico Ronald Biggs,condenado no país dele, tinha um filho também brasileiro, não foi pro xadrez da terra dele?Ora,ora.

Anônimo disse...

Com o relativismo da "liberdade de consciência" fragilizando o conhecimento da verdade, fica difícil estabelecer princípios a defender. A educação civilizacional que a Igreja Católica trabalhou por séculos para ensinar ao país, com a inversão revolucionária martelada por meio século, resultou em uma mentalidade de caridade cristã leniente com o crime, onde o vendedor de produtos de procedência desconhecida é defendido contra a atuação do segurança do metrô (mesmo que não violenta). Dito de outro modo: a Nova Ordem Mundial não promoveu no Brasil popular a corrosão de valores consolidados, mas o bloqueio de de um trabalho civilizacional em andamento.

Anônimo disse...

Live do Durval 12-10-17.