segunda-feira, 13 de novembro de 2017

A Moeda Ornitorrinca



Bico de um pato, calda de castor, pelagem de lontra e patas venenosas.

“País Canalha é o que não paga precatórios”
                    
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira                      

Acho que encontrei o bicho! É esquisito. Foi mais por acaso do que por esforços intelectuais. Ainda estou a estudá-lo. A grande fonte de inspiração foi (é) o livro “Fim do FED” de Ron Paul (ISBN 978-85-8033-061-8).

O ilustre ex-congressista estadunidense, está correto. Só uma moeda forte, com lastro, pode se tornar reserva de valor.

Penso que se equivoca ao sugerir a volta do padrão ouro.

Esse metal perdeu quase totalmente sua aplicação industrial e odontológica.

Os minerais indispensáveis no mundo de hoje são o nióbio e o lítio.

Não obstante uma nova moeda de reserva de valor deve (pode) incluir como lastro água potável e alimentos. Surgirão emissores privados de cédulas trocáveis pelo lastro em determinados estabelecimentos.

Essas entidades serão apenas armazéns gerais e seus certificados “warrants”, poderão ser emitidos “ao portador” e circularão livremente.

Acaba o poder dos governos de emitir papel-moeda sem lastro, criando o “imposto” inflacionário para cobrir seus gastos sempre crescentes e mal planejados.

O sistema de “curso forçado” (legal tender) é absolutamente ditatorial e confiscatório.

O papel-moeda governamental, sem lastro, apenas fiduciário, servirá tão somente para pagar os funcionários públicos e fornecedores que aceitarem o risco de fazê-lo.

Haverá emissores de warrants especializados em determinadas mercadorias.



Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Carlos Tadeu disse...

Bom dia

CALDA....seria a sopa do bicho?

Anônimo disse...

https://theextinctionprotocol.wordpress.com/2015/06/17/the-water-table-is-dropping-all-over-the-world-nasa-warns-were-on-the-path-to-global-drought/

jomabastos disse...

Artigo muito interessante!