sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Lembrai-vos de 1939... Ditaduras se reinventam...

O Globo 10 nov 1939

2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A seção “ACERVO”, do jornal O Globo, faz hoje uma viagem a 80 anos atrás. Retrata um fato que merece ser bem lembrado pelos brasilianos desmemoriados. O Presidente Getúlio Dornelles Vargas promoveu uma Intervenção com dois movimentos criativos, baseados no pleno emprego da força da burocracia estatal, praticamente sem contestação do povo e sem reação de seus adversários ou inimigos.

Primeiro, publicou a quarta Constituição brasileira, cujos resquícios interventores duram até hoje, com a Carta de 1988 – pseudodemocrática, pois não garante a Segurança do Direito. Segundo, Vargas impôs o Estado Novo, dando um golpe anunciado pela Rádio Nacional. A manobra daquela época, corresponderia, hoje, a uma medida de força comunicada ao povo via Rede Social da Internet...

Hoje vivemos sob a ditadura do Estado-Ladrão, com crime institucionalizado, corrupção sistêmica, insegurança jurídica e atuação descontrolada de agentes estatais que se comportam como Donos do Poder. Os organizados bandidos empregam a manobra de interpretar e reinterpretar leis, conforme as conveniências, para: cometer abusos e ilegalidades, escapar de acusações ou promover perseguições seletivas contra seus adversários ou inimigos, e, acima de tudo, manter o poder.

A Ditadura Criminosa evoluiu da Política e da Economia para o domínio institucional. Por isso, vale muito a pena ler a matéria do Acervo de O Globo. Temos a honra de reproduzir o belíssimo trabalho:     

“No dia 10 de novembro de 1937, o presidente Getúlio Vargas outorgou a quarta Constituição brasileira, que passaria à História com o apelido de “Polaca”, por ter sido inspirada na Carta Magna da Polônia. O texto foi elaborado pelo jurista Francisco Campos, o Chico Ciência, e aprovado pelo próprio Vargas, que fechou o Congresso, e por seu ministro da Guerra, Eurico Gaspar Dutra.

A Polaca foi a quarta constituição brasileira, sucedendo as de 1824, encomendada pelo imperador Pedro I logo após a Independência do Brasil; 1891, primeira Carta da República, promulgada em 24 de fevereiro; e 1934, que durou apenas um ano. Com ela, Vargas inagurava a ditadura do Estado Novo.

Com a nova Constituição instaurou-se no Brasil o período conhecido como Estado Novo (1937-1945). Um dos argumentos utilizados pelo governo Vargas foi a divulgação de um documento, em 30 de setembro de 1937, atribuído à Internacional Comunista, contendo um suposto plano para a tomada do poder pelos comunistas. Anos mais tarde, ficaria comprovado que o documento, conhecido como Plano Cohen, foi forjado com a intenção de justificar a instauração da ditadura do Estado Novo, em novembro de 1937.

De forte tendência antiliberal, a Constituição de 1937 abolia o sufrágio universal, suprimia a divisão federativa do Brasil, os partidos políticos e o cargo de vice-presidente e autorizava o presidente a governar por meio de decretos-lei. Em seu texto, trazia a determinação de que deveria ser submetida a um plebiscito. Porém, alegando “estado de guerra”, Vargas a impôs sem a aprovação popular.

Com a Polaca nas mãos, Vargas podia nomear e demitir os interventores estaduais e demitir qualquer servidor público sumariamente. A lei também trazia de volta a pena de morte e instituía o estado de emergência — um instrumento para suspender imunidades parlamentares, exilar pessoas, prender e invadir domicílios sem um processo legal prévio. A Constituição também ampliava para seis anos o mandato presidencial.

A Polaca vigorou até 18 de setembro de 1946, quando a quinta Constituição brasileira, elaborada por uma Assembleia Nacional Constituinte legitimamente eleita foi outorgada. (Fim da reprodução)

O Alerta Total resume: Agora, quem precisa ser mudada é a Constituição de 88 que legitima o poder do Crime Institucionalizado. Lembrai-vos de 1939, porém o mais importante é o presente-do-futuro: a Intervenção Institucional que nós, o povo, temos de promover para redundar o Brasil com Democracia, a Segurança do Direito. Tudo em bases republicanas, federalistas, com controle direto do cidadão sobre a máquina estatal, voto distrital e eleições limpas (com impressão de voto para conferência do sistema eletrônico, rápido, porém de resultado inconfiável).

Tenham a certeza de que as Forças Armadas apoiarão a Intervenção, na hora certa e no momento correto.

Releia a a primeira edição de hoje: Nem São Gilmau salva os tucanalhas


Releia a segunda edição de ontem: Laurelli, Carvalhosa e Crema acionam TSE para extinguir partidos enrolados em casos comprovados de corrupção

Leia também o artigo de Caíque Mafra: Desonrar o voto voltou à moda?




Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Novembro de 2017.

Um comentário:

Anônimo disse...

XEQUE MATE, BINGO, EUREKA, CHEGUEI, JÁ FALEI... QUEM JÁ ESTAVA LÁ E PERMITIA E APOIAVA AS PATIFARIAS DO GETULIO??? ERAM OS SANTOS DAS FFAA, JUDICIARIO E MAÇONARIA, QUE JÁ ESCRAVIZAVAM O POVO, ISTO MESMO, 18 HORAS SE FODENDO NOS TEARES INGLESES E SE NÃO FOSSEM OS AMERICANOS A SE SENTIREM CORNEADOS ESTARIAMOS SEM A CLT ATÉ HOJE... ESSAS 3 DESGRAÇAS PRECISAM DE UMA LEI E UMA POLICIA INTERNACIONAL...