segunda-feira, 6 de novembro de 2017

O decisivo Fator Honestidade em 2018

         
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O fator Honestidade tende a ser decisivo na eleição de 2018. Por isso, é muito improvável que um candidato como Luiz Inácio Lula da Silva consiga vencer no segundo turno eleitoral. Pode até ser verdadeira a tendência, apontada nas “enquetes”, de que o ex-presidente ainda contar com a média histórica de 30% dos votos de um eleitorado que combina “esquerdismo” com “idiotice”. Lula (mal) representa uma minoria sem-noção. O fator “anti-Lula” é outra tendência.

Da mesma forma como é uma tendência o crescimento da candidatura de Jair Bolsonaro. Mesmo sem uma base partidária sólida, o perfil de Bolsonaro combina bem com a força do “Fator Honestidade”. Até agora, acusaram Bolsonaro de tudo, principalmente de radical de extrema-direita,  ultraconservador e nacionalista. Os esquerdóides até tentam pintá-lo como “maluco”. No entanto, o importante é que não cola em Bolsonaro o terrível rótulo de “corrupto”. Em 26 anos como deputado, Bolsonaro não aparece como participantes de esquemas de roubalheira. Por isso já conta com o apoio de tanta gente, inclusive no mercado financeiro.  

Se 30% apóiam Lula (será?), o restante dos eleitores (70%) tende a rejeitar candidatos fichas-sujas ou comprometidos com o Crime (estrutural ou institucionalizado). Ainda não se fez uma pesquisa científica sobre a muito provável influência do Fator Honestidade na próxima eleição. No entanto, nas redes sociais já crescem movimentos espontâneos com pregações tipo “reeleja ninguém” ou, até mais radical, “não vote em ninguém – anule o voto”. Resumindo: a classe política, identificada com a ladroagem, é alvo fácil da revolta dos eleitores.

Não está fácil emplacar uma “terceira via” capaz de encarar Lula e Bolsonaro com chances concretas de vitória no fla-flu eleitoral de 2018. Uma das candidaturas que já nasce morta é a de Henrique Meirelles. Depois que admitiu o “sonho” de disputar o Palácio do Planalto, Meirelles começou a sofrer ataques que o inviabilizam. A primeira pancada foi dada por ele mesmo, ao admitir que assinou atas de reuniões das quais não participou na J&F (Holding da família de Joesley e Wesley). Será que a Comissão de Valores Mobiliários terá coragem de apurar o sincericídio de Meirelles?

Outra recente bordoada que arrasa com a imagem de Meirelles vem do exterior. Um novo vazamento global revela offshores pertencentes a Henrique Meirelles no Caribe. O escândalo “Paradise Papers” mexe com figuras importantes do governo Donald Trumpo, mas também do Temer. Além de Meirelles, que seria o controlador de uma empresa chamada “The Sabedoria Trust”, a denúncia atinge Blairo Maggi, ministro da Agricultura. Ter offshore não é crime, desde que se declare a movimentação financeira à Receita Federal, Banco Central, CVM, COAF e demais aparelhos de repressão financeira do Estado-Ladrão brasileiro.

Por tudo isso, a pergunta fatal de 2018 será a do título de uma música dos lendários Noel Rosa e Francisco Alves, na distante década de 30 do século passado: “Onde está a Honestidade?”. Letra mais atual que esta, impossível... A resposta será bem difícil de encontrar na próxima eleição, em meio a um oceano de corrupção cultural e sistêmica no regime Capimunista do Brazil...

Releia o artigo de domingo: Questionamentos Imagéticos


Visitadíssimo


Desembarque obrigatório



Silêncio forçado


Tem culpa Temer?



Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 6 de Novembro de 2017.

3 comentários:

jomabastos disse...

Onde Está a Honestidade?
Noel Rosa

Você tem palacete reluzente
Tem jóias e criados à vontade
Sem ter nenhuma herança nem parente
Só anda de automóvel na cidade

E o povo já pergunta com maldade:
Onde está a honestidade?
Onde está a honestidade?

O seu dinheiro nasce de repente
E embora não se saiba se é verdade
Você acha nas ruas diariamente
Anéis, dinheiro e até felicidade

Vassoura dos salões da sociedade
Que varre o que encontrar em sua frente
Promove festivais de caridade
Em nome de qualquer defunto ausente

jomabastos disse...

O Bolsonaro é hoje um indivíduo perseguido pela máquina legislativa corrupta e pela comunista, que, infelizmente, tem poderes judiciais e controlo sobre os tribunais supremos, porque assim a legislação o permite.

Acredito que eleger o Bolsonaro - aquele salvador da pátria que irá cair do céu e que todo mundo espera que resolva a grave crise econômica e social em que a nossa nação está envolvida - é a única saída para um povo que não não tem força nem coragem para se manifestar com uma greve geral e respetiva mega-manifestação que paralise a nação. Só assim poderá acontecer uma Intervenção Constitucional legalmente apoiada pelas Forças Armadas e com a finalidade de elaborar uma nova Constituição, que permita eliminar os corruptos e os "sócios" do Foro de São Paulo(estes estão corroendo os alicerces do Brasil e de toda a América Latina) de todos os cargos públicos deste país.

O Bolsonaro, como candidato a presidente da república, deve prometer que, assim que tomar posse, irá promover uma Intervenção Cívica Constitucional conforme está previsto na Constituição. Caso não seja elaborada uma nova Constituição, continuaremos com os mesmos problemas de corrupção, com o comunismo infiltrado na sociedade brasileira, com os supremos tribunais subjugados pelo poder político, com a continuação do Foro Privilegiado para proteger o crime institucionalizado, com as altas mordomias financeiras para a classe política, etc. Se não dermos uma profunda renovação liberal na Constituição, continuaremos sem uma verdadeira reforma política, social e econômica que alavanque um verdadeiro e forte desenvolvimento para este país.
De seguida, logo que a nova Constituição esteja finalizada, há que proporcionar meios para a marcação de todas as eleições necessárias e suficientes para este país
Se o candidato Jair Bolsonaro apontar o sentido de promover uma Intervenção Constitucional logo que tomar posse, certamente que terá o apoio de uma maioria populacional para a sua eleição.

Mas entretanto estamos entalados em uma grave crise institucional, que a população sente cada vez mais no seu dia a dia através da alta taxa de violência, do desemprego, da pobreza que chega a ser extrema, de um paupérrimo sistema educativo, de um sistema de saúde muito desorganizado, de um país carente de infra-estruturas e saneamento básico, de um Bolsa Família(cerca de 60 milhões de brasileiros que nem fazem parte das estatísticas de desemprego) que está encurralado pelos atuais políticos somente para votos.

Pedro Rodrigues disse...

Se a economia vai bem! Porque não pagam precatórios!!! Um ano sem ter liberado o meu precatório!!!