domingo, 5 de novembro de 2017

Questionamentos Imagéticos

Bandido vale mais que polícia? 

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Por que, até hoje, a canalhice acadêmica e midiática ainda faz o maior carnaval com 111 mortes de presidiários no Carandiru, enquanto os supostos militantes dos direitos humanos não fazem pronunciamentos contundentes sobre o massacre (até hoje) de 112 policiais no Rio de Janeiro? Nada de anormal no Brasil sob domínio do Crime Institucionalizado e com a grande maioria da população que teve o senso comum modificado por ideologias, valores e conceitos errados.

Graças a Deus a mídia forte e tradicional perdeu sua hegemonia. As redes sociais transformam qualquer pessoa em difusora de versões verdadeiras de notícias, análises e conceitos corretos. Como pau que dá em Chico também dá em Francisco, o inverso também acontece. O maravilhoso mundo da Internet também serve para difundir, em alta velocidade e com alcance mundial inimaginável, muita besteira, preconceito e falsas verdades ideologicamente programadas.

Observe o conteúdo dos dois vídeos abaixo. No primeiro, uma menina questiona, de modo magistral, a estupidez do desarmamento do cidadão de bem (campanha insistentemente patrocinada pelo Grupo Globo).


No segundo vídeo, reportagem do SBT retrata um drama que é mais comum do que parece: um homem simples tem sua reputação destruída, instantaneamente, por uma imagem mentirosa e uma acusação absolutamente inverídica.


Felizmente, a Internet também permite questionamentos imagéticos de profunda sabedoria. É o caso do terceiro vídeo, também recordista de viralização nos zap-zaps e afins, citando o belo exemplo de uma pessoa simples que apostou na Educação (força da família + qualidade do ensino na escola).


Os vídeos combinados, ilustrados pelo simples meme que ilustra este artigo, retratam a importância fundamental da Lei, da Ordem, da Individualidade, da Família, e da plena Liberdade (sobretudo a de expressão, sem censuras impostas pela máquina repressiva estatal).

A garotada que será submetida ao soviético ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) foi brindada com uma decisão corretíssima da presidente do Supremo Tribunal Federal. A ministra Carmem Lúcia apenas reafirmou que a liberdade de expressão, sem censura estatal ou privada, é um princípio legal consolidado no Brasil.

Carmem Lúcia manteve em vigor uma liminar impedindo que seja zerada a redação de estudante que eventualmente escrever idéias contrárias aos princípios de direitos humanos. Foi mais uma vitória da Associação Escola sem Partido – que combate a influência ideológica no processo de ensino. Cármen Lúcia decidiu que não se pode impor uma “mordaça prévia do opinar e do expressar do estudante candidato”.

Um trecho da decisão da suprema magistrada Carmem Lúcia merece ser colocado em uma lápide da defesa da liberdade de expressão: "Mas não se combate a intolerância social com maior intolerância estatal. Sensibiliza-se para os direitos humanos com maior solidariedade até com os erros pouco humanos, não com mordaça. O que se aspira é o eco dos direitos humanos garantidos, não o silêncio de direitos emudecidos. Não se garantem direitos fundamentais eliminando-se alguns deles para se impedir possa alguém insurgir-se pela palavra contra o que a outro parece instigação ou injúria. Há meios e modos para se questionar, administrativa ou judicialmente, eventuais excessos. E são estas formas e estes instrumentos que asseguram a compatibilidade dos direitos fundamentais e a convivência pacífica e harmoniosa dos cidadãos de uma República".

O amplo debate, com embates legítimos e civilizados, vai gerando as pré-condições conceituais, culturais e históricas para as efetivas mudanças estruturais que o indivíduo brasiliano tanto precisa para que tenhamos um Brasil civilizado e desenvolvido. Questionamentos livres (imagéticos ou escritos) são fundamentais para o exercício da razão pública com plena segurança do Direito – que é a verdadeira Democracia.

Releia o artigo: Reeleja ninguém em 2018 e seja honesto!


Leia, também, o artigo de Antônio José Ribas Paiva: O Ideal da Intervenção


Aliados do $talinácio


A fila anda rapidinho


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 5 de Novembro de 2017.

21 comentários:

Anônimo disse...

O CARANDIRU FOI A ÉPOCA EM QUE FLEURY E THEMER AINDA USAVAM AS POLICIAS PARA TRAFICAREM PARA A MAÇONARIA, ENTÃO OS POLICIAIS PROTEGIDOS PELO RESTO DA DITADURA MATAVAM TANTO BANDIDOS COMO TRABALHADORES QUE NADA LHES ACONTECIAM, HOJE EM DIA DEVIDO AOS VIDEOS MONITORAMENTO O JUDICIARIO FUNDOU POR ORDEM DA MAÇONARIA O CRIME ORGANIZADO EM TODO O PAIS E NÃO USANDO MAIS AS POLICIAS SÃO OBRIGADOS A DEFENDEREM OS BANDIDOS FAZENDO QUE AS POLICIAS FAÇAM VISTAS GROSSAS PARA O NARCOTRAFICO, CONTRABANDO E JOGOS ILEGAIS, EM TODOS OS MUNICIPIOS ESSES SÃO OS CRIMES MAIS COMUNS QUE O JUDICIARIO E A MAÇONARIA COMANDAM JUNTOS... DEBAIXO DO SEU NARIZ EXISTE UM BANDIDO COMETENDO ESSES CRIMES E TODOS FINGEM QUE NÃO VIRAM...

Anônimo disse...

A DIREITA BRASILEIRA EM AÇÃO
Há um ensinamento milenar que há dois caminhos na vida: o da direita que é bom e o da esquerda que é mau. Mas, “não te deixes vencer pelo mal, luta contra ele com valentia”.(Virgílio)
sábado, 4 de novembro de 2017

Ex-líder de investimentos de George Soros participou de esquema com “tráfico, estupro e eletrocutamento de seres humanos”

De acordo com o Daily Mail, Howard Rubin, de 62 anos participou de um esquema chamado Liar’s Poker, que fazia tráfico de pessoas, que eram aprisionadas, estupradas e eletrocutadas.
O detalhe é que Howard Rubin atuou por muito tempo como gerente líder de investimentos para o magnata George Soros, um dos maiores financiadores da esquerda pelo mundo.
Howard Rubin, de 62 anos, é acusado de estupro contra três mulheres, duas das quais eram coelhinhas da Playboy.
Rubin fazia uso de locais secretos onde aprisionava suas vítimas, fazendo uso de brinquedos sexuais, máscaras e artefatos de sadomasoquismo.
Duas das vítimas disseram que ele as avisava: “Vou estuprá-la como eu fiz com minha filha”. Uma das mulheres foi agredida com tamanha força que seu implante de seios “estourou”.
Na época, ele pagou 5,000 dólares a cada vítima, para que ficassem caladas. Rubin ainda não se pronunciou sobre as acusações. Ele é casado desde os anos 80 com sua ex-aluna Mary Henry. O casal possui três filhos.
Postado por BLOG DO MARIO FORTES às 12:17

Anônimo disse...

http://www.diariodopoder.com.br/
Top of Form 2
Bottom of Form 2
@diariodopoder
sobra
Contribuinte sustenta 602 deputados federais
Câmara tem 513 deputados, mas contribuinte já pagou salário a 602
Publicado: 05 de novembro de 2017 às 00:01 - Atualizado às 23:5

Câmara tem 513 deputados, mas contribuinte já pagou salário a 602
O Brasil tem 513 deputados federais, mas o contribuinte paga 602 deputados, em razão do grande número de suplentes convocados para o lugar de titulares nomeados para o Poder Executivo. Cada um recebe ajuda de custo de R$33,7 mil para a mudança, ao tomar posse do mandato, ainda que por poucos dias, além de outro pagamento de R$ 33,7 mil para ajudar com a mudança para fora de Brasília. Só de ajuda de custo a Câmara já gastou R$ 6,13 milhões na atual legislatura. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Os deputados Antonio Imbassahy, Mendonça Filho e Raul Jungmann viraram ministros, aliás, pagos pela Câmara. Seus suplentes também.
Somente a “ajuda de custo” dos 602 deputados, diluída nos quatro anos da legislatura, custará ao contribuinte mais de R$40,6 milhões.
Em setembro a Câmara custou R$345,1 milhões ao contribuinte somente com salários e aposentadorias de servidores e deputados.
A aposentadoria dos deputados “afastados” do mandato é proporcional ao tempo que exerceram o mandato, assim como seus suplentes.

Anônimo disse...

BLOG DO MARIO FORTES
Este blog objetiva a publicação de notícias e entretenimento, com base nas publicações jornalísticas nacionais. As de autoria de terceiros terão suas fontes declaradas ao final de cada postagem.
sábado, 4 de novembro de 2017

Estamos sendo invadidos

O perigo que corremos graças a um Ministro comunista e um Presidente frouxo.
O Aloysio Nunes é o Ministro do Exterior “deles”. Foi esse personagem, um comunista da mais pura extração, quem conseguiu aprovar a Lei da Migração que vai trazer um derramamento de muçulmanos ao Brasil.
A Alemanha da Merkel, depois de se escancarar aos muçulmanos, começa agora a revisar seu projeto suicida. Outros países, como a Hungria, Austria, República Theca , Eslováquia e a Polônia não mais permitem a vinda dos imigrantes muçulmanos. Paris enfrenta multidões de muçulmanos raivosos, que se revoltam em enfrentamentos nas ruas contra os valores e a maneira de viver dos franceses. Lá já tem bairros inteiramente muçulmanos.
E a Inglaterra tenta um acordo internacional para pagar países de terceiro mundo afim de que eles aceitem os muçulmanos. O Brasil entrou nessa feira de países esmoleres, tornando-se um estado vendido aos interesses internacionais. Aqui não tem emprego, a assistência médica é precária, nenhuma política de moradia funciona, as escolas são precárias, o Brasil se debate na pior crise econômica...como vamos aceitar uma enxurrada de imigrantes muçulmanos que vão desbalancear ainda mais nosso Orçamento?
E como conciliar a sharia, o shador, o muçulmanismo radical, sua filosofia de inferiorizar as mulheres, a prática de sacrificar as meninas com a mutilação genital, sua religião que prega a guerra de dominação aos não muçulmanos...como? como? O governinho Temer, com o Aloysio Nunes, está decretando a desnacionalização de nosso país. Os muçulmanos não são imigrantes como tantos que vieram ao Brasil, décadas atrás.
Eles trarão junto o terrorismo, acrescentando ainda mais violência aos que aqui vivem. Para o Aloysio Nunes e o Temer, serem chamados de Lesa-Patria, tanto faz. O que ele querem é obedecer a patrões como o George Soros, que estão armando essa destruição dos países, em nome da Ordem Mundial. Estamos em guerra, embora muitos não saibam disso. Que venha a Intervenção Militar Constitucional para que possamos lutar juntos contra o inimigo. ( Enio Mainardi )
Postado por BLOG DO MARIO FORTES às 12:53

Anônimo disse...

Polêmica de Torquato impediu troca de comando da PF?
Brasil 04.11.17 08:32
A Coluna do Estadão noticia que a polêmica envolvendo o comentário do ministro da Justiça, Torquato Jardim, interrompeu uma nova tentativa de trocar o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, em curso no Planalto.
“Os defensores da mudança recuaram porque a troca na PF é sensível, por ser associada a movimentos para estancar a Lava Jato, para ser efetuada em meio à crise motivada por declaração do ministro de que policiais do Rio são sócios do crime organizado. As articulações contrariam o Ministério da Justiça e ocorrem após Daiello já ter decidido que fica até 2018.”
Elas seriam tocadas no gabinete do ministro Eliseu Padilha – que negou a informação – e envolveriam o delegado Fernando Segovia, nome que chegou ao chefe da Casa Civil pelo ministro Augusto Nardes, do TCU.
Como Torquato não deu ouvidos a um pedido de Moreira Franco para que recuasse da declaração, haveria a suspeita em alguns gabinetes de que o ministro da Justiça tentou evitar que lhe impusessem um nome para o comando da PF.
“Se insistirem na troca, ele já tem uma versão para sua saída.”
Tudo isso parece mesmo guerra interna de versões, na qual os sujos do governo tentam queimar os mal lavados. Falta liderança, presidente.

Anônimo disse...

BLOG DO ORLANDO TAMBOSI
Liberal e anti-ideológico, combatendo o lulopetismo desde 2005.
sábado, 4 de novembro de 2017

Enem, para os não ingênuos.

O Enem é um projeto de poder arquitetado há décadas. Entra governo, sai governo, continua mais vivo - e trapalhão - do que nunca. Percival Puggina: "esse monstrengo chamado Enem não é apenas uma fonte de colossais trapalhadas. É um instrumento de poder. Impõe a homogeneização de currículos. Regula visão de mundo, de história e de sociedade. Controla posições sobre pautas políticas e violenta a liberdade de opinião dos estudantes":
A maioria dos brasileiros não sabe como funciona o Enem, o tal Exame Nacional do Ensino Médio. Nem imagina como um aluno possa prestar exame no Amazonas e ser qualificado para cursar Arte Dramática no Rio Grande do Sul. Menos ainda haverá de entender a lógica dessa perambulação acadêmica em meio à miscelânea das cotas, das linhas de corte e múltiplas escolhas (como se a opção por uma graduação universitária fosse questão de nota, da cor da pele e de onde se estudou antes, e não de vocação).
Pois eu também não consigo penetrar nesse emaranhado. Mas sei, a esse respeito, algo que todos deveriam saber. O Enem é um dos mais importantes instrumentos de concentração do poder político nas mãos de quem já o detém e nele se incrustou de modo quase irreversível. É parte de um projeto de hegemonia que já conta quase quatro décadas de planejamento e execução. Tudo se faz de modo solerte e gradual, para que a sociedade não perceba estar transferindo soberania e sendo politicamente manipulada. De fato, se não somos agentes desse projeto, se não compomos quaisquer dos grupos ideológicos e de interesse que se articulam para esse fim, tornamo-nos inocentes inúteis, cidadãos descartados de uma democracia a caminho da extinção por perda de poder popular e inanição do poder local.
É possível que o leitor destas linhas considere que estou delirando. Ou que não seja bem assim. Talvez diga que mudei de assunto e que o primeiro parágrafo acima nada tem a ver com o segundo, ou seja, que Enem nada tem a ver com poder. Pois saiba que tem, sim. Peço-lhe que observe a realidade do município onde vive. Qual o poder do seu prefeito, ou de sua Câmara Municipal? O que eles, efetivamente, podem realizar pela comunidade? Da ambulância ao asfaltamento da avenida, quais os sinais de progresso que acontecem aí sem que algo caia da mão dadivosa da União? Quais são as leis locais que você considera importante conhecer? E no Estado? Tanto o Legislativo quanto o Executivo constituem poderes cada vez mais vazios, que vivem de promessas e criação de expectativas, empurrando a letargia com a barriga e empanturrando a sociedade de palavras. continua....

Anônimo disse...


BLOG DO ORLANDO TAMBOSI continua II e termina
Observe que todas as políticas de Estado que podem fazer algum sentido na vida das pessoas são anunciadas no plano federal (que venham a acontecer é outra conversa). Por quê? Porque é lá que estão concentrados os recursos. O poder político que comanda o país conta muito com seu elenco de prerrogativas exclusivas. Mas o poder que tudo pode, como temos testemunhado à exaustão, pode até o que não deve poder. Esse monstrengo chamado Enem não é apenas uma fonte de colossais trapalhadas. É um instrumento de poder. Impõe a homogeneização de currículos. Regula visão de mundo, de história e de sociedade. Controla posições sobre pautas políticas e violenta a liberdade de opinião dos estudantes. Age contra as diversidades regionais ideologizando as múltiplas escolhas e transmitindo a sensação de que a Educação, o exame e o ingresso no ensino de terceiro grau são dádivas de um onisciente guru brasiliense que tem o gabarito de todas as provas. Estou descrevendo a ação abusiva de um gigante das sombras: o poder dos burocratas instalados no Ministério da Educação.
As cartilhas, os livros distribuídos às escolas, os muitos programas nacionais voltados ao famigerado "politicamente correto", a imposição da ideologia de gênero, tudo flui para o Enem e dele necessita. Ele serve aos oráculos de um projeto de poder, do único que de fato mobiliza energias políticas no país, de modo permanente, há quase quatro décadas.
Facebook Twitter Google+ Pinterest Compartilhar
Postado por Orlando Tambosi às 13:17

Anônimo disse...

rvchudo
domingo, 5 de novembro de 2017
Jardim, pintado para a guerra
Auxiliares de Torquato Jardim, ministro da Justiça, entraram pela madrugada reunindo informações para a montagem de um dossiê sobre a infiltração pelo crime organizado da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Dele não farão parte informações confidenciais capazes de por em risco investigações ainda em curso.
Jardim está decidido a não recuar das afirmações que fez a respeito da sociedade entre parte da PM e o banditismo. Até agora, o presidente Michel Temer não lhe cobrou nada parecido com o dar o dito pelo não dito. Ouve que suas recentes entrevistas sobre o assunto causaram desconforto no governo. Mas não liga.
Não deu importância ao anúncio feito pelo governador Luiz Fernando Pezão de que irá interpelá-lo na Justiça, exigindo que apresente provas do que disse. Se for convocado pela Câmara dos Deputados a se explicar, irá com entusiasmo. Como bom advogado, sente-se seguro para expor seus argumentos e, se necessário, virar o jogo a seu favor.
Só deve a Temer sua nomeação para ministro da Justiça. Está ministro, não é ministro. Se amanhã deixar de ser, retornará ao seu escritório de advocacia e... Bola para frente. Imaginava que suas falas provocariam reações dos que se sentiram atingidos por elas. Não imaginava que tão poucos ou quase ninguém saísse em sua defesa.
O que Jardim disse não é apenas o que ele pensa e ousou dizer. É o que pensam e dizem todos os ministros do governo ligados à área da defesa e da informação estratégica. O governo não dispõe de plano algum para tentar começar a resolver a situação de insegurança do Rio pelo simples fato de que lhe resta pouco tempo de vida.
Uma intervenção federal no Rio seria impensável. Paralisaria o governo federal e prejudicaria os demais Estados. Impensável também seria uma intervenção branca. Algo assim, para dar certo, exigiria a colaboração do governo local. E o governo do Rio carece de autoridade e de comando para encarar o que lhe caberia fazer.
Jardim espera ter contribuído para alertar o país sobre um grave problema que não é apenas do Rio, mas que ali adquiriu dimensões extraordinárias. E é só. Está pintado para a guerra, se necessário. Mas não a deseja.
Ricardo Noblat

Anônimo disse...

sábado, 4 de novembro de 2017
https://subversivoxxi.blogspot.com.br/
Enéas, Bolsonaro e o Nióbio saindo pelo ralo.
183 - Especial 03 | Nióbio - Mito ou Crime de Lesa Pátria? - Professor Afonso Vasconcelos - YouTube
https://youtu.be/9_atCTTp26E

Anônimo disse...

sábado, 4 de novembro de 2017
https://subversivoxxi.blogspot.com.br/
Enéas, Bolsonaro e o Nióbio saindo pelo ralo.
183 - Especial 03 | Nióbio - Mito ou Crime de Lesa Pátria? - Professor Afonso Vasconcelos - YouTube
https://youtu.be/9_atCTTp26EA

ANONIMO DIZ...
E SO VERIFICAR E FISCALIZAR QUE DEVE TER FILHOS OU FILHAS DA COMANDITA VERMELHA ENFIADOS DENTRO DO NIOBIO QUE ESTA SENDO VENDIDO A PREÇO DE BANANA. E SO FISCALIZAR. TEM GALINHA NO BONDE COM TODA A CERTEZA.

Anônimo disse...

Saber é Vencer
sábado, 4 de novembro de 2017

PERSONA NON GRATA - BOLIVIANO TOMOU NOSSA REFINARIA, LULA AMARELOU
TEMER DEVERIA RECUSAR A VISITA DE EVO MORALES AO BRASIL

TROPAS BOLIVIANAS INVADEM A REFINARIA DA PETROBRAS E DECRETAM SUA "NACIONALIZAÇÃO".
A inesperada cirurgia do presidente Michel Temer gerou uma notícia positiva: poupou o Brasil da visita do presidente cocaleiro da Bolívia, Evo Morales, que surrupiou uma refinaria da Petrobras, onde os brasileiros otários investiram mais de R$5 bilhões. Pior: o afano contou com a anuência do então presidente Lula, conforme ele mesmo lembrou ao ser visitado por integrantes do governo boliviano. Com a cirurgia, a visita de Morales foi “adiada”. A nova data não foi definida. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O Brasil desperdiçou na refinaria boliviana dinheiro suficiente para construir ao menos 770 escolas de grande porte e 230 hospitais.

Em vídeo com o vice-presidente boliviano, Lula contou ter sido avisado por Morales, ainda candidato, que nos tomaria a refinaria da Petrobras.

Lula até elogia adversários no vídeo, ao afirmar que a “elite retrógrada” não aceitaria, como ele aceitou, a tunga da refinaria de R$5 bilhões.

Se não pelas afrontas ao Brasil, Morales deveria ser persona non grata por “déficit democrático”: ele subjugou a Bolívia ao seu autoritarismo.

Veja o vídeo em que Lula confessa como entregou o patrimônio da Petrobras aos bolivianos:
Postado por Rose às 18:33

Anônimo disse...

LOROTAS POLÍTICAS & VERDADES EFÊMERA
sábado, 4 de novembro de 2017
PRECISAMOS VOLTAR A FALAR DE DELAÇÕES PREMIADAS
O naufrágio da delação dos donos e executivos da J&F, a aparente defesa de interesse deles por procurador da República quando ainda integrava a Lava Jato, o malogro da delação de Delcídio do Amaral, além da concessão de prêmios nada razoáveis a delatores, como é o caso da pena que Sérgio Machado cumpre em mansão à beira-mar, trouxeram dúvidas a respeito do instituto da delação premiada.

Surpreende-me que os questionamentos se limitem ao debate sobre a necessidade de melhor regulação do instrumento processual, quando, na verdade, as chagas expostas deveriam apontar para sua extirpação do ordenamento.

Antes de mais, vale informar que não se trata de mecanismo há muito em uso no direito brasileiro.

Ainda no Império, as Ordenações Filipinas autorizaram que o traidor de Tiradentes pudesse assistir de longe ao enforcamento e esquartejamento do alferes. A legislação penal republicana repeliu a delação premiada, até que, no fim do século 20, a reinserimos para o combate ao tráfico de entorpecentes e à extorsão mediante sequestro.

Nesses casos graves, digo logo, pouco se ouviu falar em delações.

A Lei 12.850, de 2013, robusteceu a disciplina da delação, dando impulso à concessão de prêmios a delatores. Pouca notícia há de que o instrumento tenha valido para desbaratar grupos de traficantes, mercadores de armas ou para colocar em prisões organizações perigosas de ladrões de banco, por exemplo.

Utilizamos a delação para atacar a corrupção, em que o traço de violência se restringe ao discurso dos procuradores, que dizem que os valores desviados de cofres públicos matam porque o pobre não tem atendimento de saúde adequado.

Se os recursos não tivessem sido desviados, os aparelhos de saúde seriam de outro mundo...CONTINUA...

Anônimo disse...


LOROTAS POLÍTICAS & VERDADES EFÊMERA CONTINUA II

Fosse assim tão simples, os procuradores deveriam denunciar corruptos e corruptores pelas mortes havidas nos hospitais públicos, em vez de conchavar-se com os ladravazes, não? Mas a prática brasileira tem mostrado concessão de impunidade total ou parcial a bandidos que chegam a bom termo com o Ministério Público.

Fizemos da Lava Jato um patrimônio nacional. Qualquer palavra que se diga contra seus métodos faz do argumentante traidor da pátria, amante do malfeito, quando, na verdade, quem dá mãos ao crime, na forma de concessão de benesses a criminosos, não é quem expõe os problemas do instituto.

Note-se que o Brasil, hoje, não mais espera pela descoberta de um crime, com a punição do criminoso, depois do devido processo legal.

Estamos hipnotizados pela dinâmica de impor prisão temporária ou condução coercitiva, ameaçar transformá-las em preventiva, conseguir delação e partir para a próxima condução coercitiva, enquanto escondemos a ineficiência do sistema, revelada pela desconstrução da delação de Delcídio, ao lado da leniência com o malfeito, escancarada pela imunidade outorgada a Joesley e companhia e ao prisioneiro à beira-mar Sérgio Machado.

Nesse meio do caminho, dignidades são destruídas, muita vez injustamente, o que poderia ser evitado se as autoridades voltassem a investigar em vez de se limitarem a apostar nas próximas delações.

O problema não é de falta de regulamentação, mas de princípio: a traição que integra a essência do instituto da delação, ao ser adotada pelo Estado para premiar quem praticou crime, corrompe o sistema penal e a própria sociedade —que não percebe que, desde os tempos da vovó, a traição não é conduta a ser incentivada por prêmios.

ROBERTO SOARES GARCIA, 46, advogado criminal, integra a defesa do presidente Michel Temer e atuou como advogado de acusados da Odebrecht na Operação Lava Jato, sem ter participado de acordos de delação firmados; foi vice-presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa e coordenador da Comissão de Prerrogativas da OAB/SP

04 de novembro de 2017
Roberto Soares Garcia, Folha de SP

Anônimo disse...

domingo, novembro 05, 2017
http://aluizioamorim.blogspot.com.br/
POR QUE OS ESBIRROS DE FHC NAS REDAÇÕES DA GRANDE MÍDIA ESTÃO DESESPERADOS?
Coberto de razão está o deputado presidenciável Jair Messias Bolsonaro. Não poderia de jeito nenhum deixar passar em brancas nuvens a ofensiva dos esbirros de Fernando Henrique Cardoso que operam nas redações da grande mídia.
A alusão ao famigerado FHC não é de Bolsorano, já que ele, no vídeo, se atém à profusão de fake news reverberada à farta pelos principais veículos de comunicação da mainstream media brazuca neste final de semana. A começar pela revista Veja que bóia nas bancas e supermercados. Um desperdício de papel, enquanto que em seu site ainda tem a cara e a coragem de cobrar pelos acessos, embora nenhum brasileiro com mais de um neurônio lê essa porcaria.
Mas não foi apenas a Veja a revelar o desespero que tomou conta do establishment tupiniquim. A ex-famosa Organizações Globo, há muito perfilada à diversidade bundalelê também está eriçada. Pelo mesmo caminho seguem todos os demais grandes veículos de mídia brasileiros que neste final de semana malham o deputado Bolsonaro. Se a malhação estivesse revestida pela verdade, tudo bem. Mas é fake news!
Como já afirmei aqui no blog repete-se no Brasil o que aconteceu no ano passado nos Estados Unidos, quando Donald Trump foi implacavelmente atacado por toda a grande mídia com raríssimas exceções. Quando abriram as urnas ouviu-se aquele oh! de estupefação e choradeira da bandalha comunista que viceja em torno do Partido Democrata. Aqui no Brasil o equivalente é o PSDB do FHC.
E, a exemplo de Trump, o deputado Bolsonaro já se tornou o Judas da campanha presidencial de 2018, embora estejamos a 1 ano do pleito. Já dá para imaginar o que virá por aí.
Todavia, quanto mais batem em Bolsonaro mais ele cresce na preferência do eleitorado brasileiro. Donald Trump esteve até o final da campanha em segundo lugar. Todos os institutos de pesquisa afirmavam que Hillary Clinton seria a vencedora.
Escorraçado pelos andróides das redações Mr. Trump passou a se comunicar com seus eleitores no corpo a corpo e pelas redes sociais. Da mesma forma que faz agora o deputado Jair Bolsonaro, como neste vídeo em que detona os filhotes de FHC. CONTINUA...

Anônimo disse...


domingo, novembro 05, 2017
http://aluizioamorim.blogspot.com.br/ CONTINUA II E TERMINA
O derradeiro golpe para esfacelar a civilização ocidental seria a derrota de Donald Trump. Não conseguiram. Agora o establishment tentará de todas as formas remediar sua derrota na Terra de Tio Sam mantendo o Brasil cativo do deletério poder globalístico, ou seja, venezuelizar o nosso país. O embaixador da peste globalista no Brasil, o chefete dos comunistas, é o Fernando Henrique Cardoso. Lula é apenas um estafeta em frangalhos.
Como se sabe o tucano, símbolo do PSDB do FHC, é uma ave que sofre de incontinência intestinal. Portanto, façam estoque de papel higiênico...
Postado por Aluizio Amorim às

Anônimo disse...

O PUTEIRO NACIONAL
https://jurema-cappelletti.blogspot.com.br/
sábado, 4 de novembro de 2017
Credibilidade
A credibilidade já nem existe mais.

Não se acredita mais nessa politicalha que enferniza nossas vidas e enche diariamente as páginas dos jornais e revistas com suas trapaças indecorosas.
Agora a falta de credibilidade chegou às redes sociais por causa dos boatos que ninguém tem o cuidado de conferir antes de publicar ou, ao menos, ter o trabalho de avisar que tal notícia não foi confirmada.
OBS.: agora boatos são cognominados "fake news". Pessoas que não sabem nem falar ou escrever seu próprio idioma resolveram, agora, falar inglês!
No dia 15.11 vamos mostrar que estamos calados, mas não estamos mortos. Vamos às ruas mostrar que existimos e exigimos respeito. Que haja intervenção para nos salvar dessa muvuca em que estamos, onde bandidos estão sendo vistos como heróis e em que as qualidades morais nem existem mais.
Porém, mesmo quem não é favorável a alguma intervenção deve mostrar sua insatisfação diante do quadro caótico que se instalou em nosso país.
Chega de tanto reclamar sem agir.
Postado por Jurema Cappelletti às 12:42

Anônimo disse...

Filho de Jango, deposto pela ditadura, pode disputar a Presidência
João Vicente Goulart (PPL), que viveu no exílio com o pai, minimiza divisão entre esquerda e direita, mas vê embate entre mercado financeiro e humanismo
Por Paula Sperb
http://veja.abril.com.br/
João Goulart e seu filho, João Vicente Goulart, que se candidatrá a presidência da República em 2018 (Divulgação/Foto/Facebook)
O filho de João Goulart, conhecido como Jango, o presidente deposto pela ditadura militar em 1964, pode seguir os passos do pai e concorrer à Presidência em 2018. João Vicente Goulart, de 60 anos, que viveu no exílio no Uruguai com seu pai quando era criança, é filiado ao PPL (Partido Pátria Livre) e já foi deputado no Rio Grande do Sul. Gaúcho de São Borja, Jango morreu na Argentina, em 1976 – a família suspeita de envenenamento.
“Existe um movimento para isso [candidatura]. Seria positivo não apenas ir a reboque de outro partido, mas lançar um nome que pudesse a ajudar [a alavancar votos para superar a cláusula de barreira]. Existe essa cogitação, é isso que o partido está discutindo, debatendo. Os líderes regionais veem com muita possibilidade de ter um nome que possa puxar [votos] e atender à barreira eleitoral”, disse Goulart a VEJA. Ele é presidente do Instituto João Goulart ao lado da mãe, a ex-primeira-dama Maria Thereza Goulart, e concorreu ao Prêmio Jabuti neste ano pelo livro “Jango e Eu – Memórias de um Exílio sem Volta”.
Goulart encara a candidatura como missão política, não tanto como desejo pessoal: “No exílio, a gente se acostuma não com as coisas que a gente gosta. O exílio, que nos impôs a ditadura, nos obriga permanecer cientes da luta. Missão partidária a gente não discute, a gente cumpre”. Para o presidenciável, as pautas do PPL são semelhantes àquelas defendidas pelo seu pai quando sofreu o golpe militar. “Uma sociedade não pode ser vista apenas pelos índices econômicos usados comercialmente, precisamos olhar o índice de desenvolvimento humano. Quero que o lucro esteja a serviço do bem-estar social. Não só o lucro pelo lucro, nossa plataforma é o lucro social”, explicou.
João Vicente Goulart, de 60 anos, filiou-se ao PPL em 2017 e pode concorrer em 2018 à Presidência. CONTINUA...

Anônimo disse...


Filho de Jango, deposto pela ditadura, pode disputar a Presidência CONTINUA II
O filho de Jango não se vê como uma alternativa à esquerda, em um cenário em que a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), apesar de favorito nas pesquisas, segue incerta por causa de investigações por corrupção – ele já foi condenado a nove anos e meio de prisão em um processo da Lava Jato. “Não é questão de direita e de esquerda, nos dias de hoje, falamos em mercado financeiro ou humanismo. Esquerda e direita me lembra 1964, quando o mundo estava dividido em dois. Não tenho essa visão. É preciso um grande diálogo nacional e rever os índices de desenvolvimento humano. Evidentemente que nós temos o DNA do trabalhismo, não escondemos de ninguém. Em 2018 vamos ter pela frente uma grande discussão, que é perda dos direitos trabalhadores, que não foi uma conquista do PT, foi de Getúlio Vargas, de Jango e Leonel Brizola [todos os três ligados ao trabalhismo]. O que queremos é harmonia entre capital e trabalho”, disse.
O filho de Jango trocou o PDT pelo PPL neste ano depois que não recebeu apoio dos colegas da antiga sigla para barrar o cancelamento da construção do memorial ao seu pai no Distrito Federal (DF), onde vive. O memorial tem projeto de Oscar Niemeyer e foi cancelado pelo governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB).
PS – ANONIMO DIZ....
OUTRA MUMIA MORFETICA DE UM PASSADO TENEBROSO E CHEIO DE TREVAS DE GENTALHA QUE FEZ DO BRASIL E PRINCIPALMENTE O RIO DE JANEIRO ESTE MERETRICIO A CEU ABERTO QUE ESTAMOS VIVENDO NO MOMENTO. ATE PARECE QUE A SUMIDADE VAI ACRESCENTAR ALGO NO MODUS VIVENDI DO POVO BRASILEIRO. MAIS UM SUBDESENVOLVIDO DE MERDA, SEM CACIFE E SEM PLANOS A USAR O TRABALHISMO COMO ESCADA PARA SE ENFIAR DENTRO DO PLANALTO. COMO VEMOS O PLANALTO SO ATRAI MERDAS E MAIS MERDAS. CONTINUA...

Anônimo disse...



Filho de Jango, deposto pela ditadura, pode disputar a Presidência CONTINUA III E TERMINA

ESTAO TODOS DE OLHO DE SENTAR O RABO LA MAS E PARA FAZER O MESMO DO MESMO. QUEM DEU ENFASE A ESTA GENTALHA FOI A PUTA PORCA DA DILMA ROSQUETA. ESSA VAGABUNDA EGRESSA DE 64, FAZENDO APOLOGIA AO CRIME OCULTOU E DESENVOLVEU JUNTO COM A PETEZADA, PSDBEZADA, PMDBEZADA, PDTZADA, PC DO BEZADA, PC , PSOLZADA, PREDEZADA, PQP, TODOS EGRESSOS DE SEQUELAS DO PT E TODOS EGRESSOS DOS ANOS DE CHUMBO DE GETULIO DORNELLES VARGAS. ESSE GRUPELHO DE MERDA QUE ATRAVANCARAM O PAIS POR DECADAS DEPOIS DE SEREM DEPORTADOS VIERAM PARA NOS ASSALTAR OUTRA VEZ. QUE CACIFE TEM ESTA FIGURINHA DE MERDA PENSANDO QUE O PAI FOI UMA EXCELENCIA QUANDO NA REALIDADE SAIU CORRIDO DO PAIS. ELE E OUTROS MENOS VOTADOS SO QUEREM SENTAR O RABO LA. PLANOS NENHUM. JA ESTA FALANDO EM AJUDAR OS POBRES E OS EMPREGADOS O MESMO LERO LERO DE GETULIO E ASSEMELHADOS. TRABALHADORES DO PAIS VAO PARA PQP. SABEM PORQUE O PAIS NAO AGUENTA MAIS TER QUE DAR GUARIDA A QUEM NAO QUER TRABALHAR. ESSE LANCE JA ERA. ESTAMOS NA ERA DA INFORMATICA E ESSES CAFAGESTES AINDA ANDAM DE BONDE. SERA QUE SOMOS LERDOS. QUE A DILMA ANTA LEVE ESSA PUTARIA TODA PARA A CASA DELA E DE GUARIDA A ESSES BEDERNEIROS. ELA E QUE COMEÇOU COM A IMPORTAÇAO DOS MALANDROS QUE ESTAVAM FORA DO PAIS E AGORA ELA QUE PARIU MATEUS QUE O EMBALE. SERA QUE FOMOS CLAROS. ESSE IDIOTA NAO VAI SOMAR NADA. O PAI NAO SOMOU ELE MUITO MENOS. QUE CACIFE ELE TEM ALEM DE SER FILHO DE UM EX EXPULSO DE NOSSO PAIS. SO DA DILMA ANTA QUE ACHA QUE ELE E PERSONA GRATA, QUE VOLTE PARA ONDE VEIO. OS BRASILEIROS QUE TRABALHAM AGRADECEM. JA BASTA TERMOS QUE ENGULIR OS FELA DA PUTA QUE A MEDIOCRIDADE POLITICA GOSTA DE ACALENTAR. O BRASIL NAO PRECISA DE PASSADO NOS QUEREMOS UM FUTURO E ESTE FUTURO NAO ESTA NAS MAOS DE QUEM NUNCA DEU CERTO TRABALHANDO PELO PAIS. MOROU OU QUER QUE SE DESENHE.

Anônimo disse...

Jorge, favor divulgar

http://www.trbn.com.br/materia/I3713/invasores-de-fazendas-geram-prejuizos-de-r-60-milhoes-ao-agronegocio

jomabastos disse...

O COMUNISMO DESTRUIU A EDUCAÇÃO E A SOCIEDADE BRASILEIRA

O comunismo, ao longos dos anos, fez uma manhosa revolução política e social através da Educação e da Pedagogia, influenciando negativamente uma larga maioria de professores e conseguindo fazer um estrago profundo na Educação brasileira, algo dificilmente recuperável a curto ou médio prazo. São os casos do ENEM, do Vestibular, da baixa qualidade educativa e da desinformação midiática que domina este Brasil.

Uma larga maioria dos espaços públicos educacionais, transferiram o absolutismo pedagógico e ideológico do Foro de São Paulo, que de modo fraudulento elegeram as suas idéias como inigualáveis no campo do pensamento político e educacional, conseguindo instituir o seu maldoso método como único na pedagogia deste país. E conseguiram atingir seu objetivo ao destruir a Educação e a Sociedade Brasileira, impondo o comunismo como política social e pedagógica no cenário nacional.

Agora, há que lutar veementemente contra esta força vermelha, que está conseguindo assolar o Brasil e a América Latina, através da desinformação, da má qualidade educativa e da violência.