sexta-feira, 23 de março de 2018

Risco de Golpe Supremo em 4 de Abril



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Ninguém se surpreenda se o Supremo Tribunal Federal aproveitar o julgamento do Habeas Corpus a favor de Luiz Inácio Lula da Silva para decidir que um condenado só deve começar a cumprir pena de prisão em regime fechado depois do famoso “trânsitado em julgado” (esgotados todos os infindáveis recursos judiciais). Eis o previsível Golpe Supremo programado para o dia 4 de abril.

Também não será surpresa se, no dia 4 de abril, algum supremo magistrado pedir vista do processo. Um dos caríssimos advogados de Lula, o ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence, já adiantou que, se isto ocorrer, a liminar dada ontem continuará valendo. É por isso que o irônico jornalista Afanásio Jazadji sentencia: “O Lula é detentor do mesmo salvo-conduto usado pelas prostitutas e travecos que rodam bolsinhas nas esquinas da vida”.

Pelo menos 4 de abril, ou um pouco além se houver novo adiamento de decisão, Lula segue livre para fazer campanha eleitoral ilegalmente. Claramente ficha suja, ao menos em tese, Lula não pode disputar a sucessão de Michel Temer. Ontem, o STF apenas decidiu, por 7 a 4, que cabe julgar o HC favorável ao poderoso Lula. A tendência é que o companheiro $talinácio saia vitorioso pelo placar de 7 a 4 ou, no mínimo, por 6 a 5. Condenado por corrupção – crime moralmente hediondo -, Lula segue rindo da nossa cara.

A vacilada suprema, no entanto, pode se voltar contra os vacilões. O benefício do “salvo conduto” concedido a Lula só aumenta a quantidade de protestos contra ele e potencializa a insatisfação do cidadão comum contra as decisões (no mínimo esquisitas e sem isonomia) de um Judiciário que também sabe ser “judasciário”, aplicando o “rigor seletivo” quando convém aos “donos do poder”. O volume e intensidade das broncas nas redes sociais indica que serão gigantescos os protestos marcados para o dia 31 de março, nas ruas das principais cidades.

Segunda-feira que vem assistiremos a algo surreal. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região tende a recusar o recurso final da defesa de Lula, o que decretará a ordem para prisão, se continuar valendo a regra para encarceramento após decisão por órgão colegiado de segunda instância judicial. Se o STF não tivesse dado o “salvo conduto” para Lula, o TRF-4 permitiria ao juiz Sérgio Moro decretar, imediatamente, o encarceramento, sem volúpia, do ex-Presidente. No dia 26, Moro apenas terá o trabalho de ser entrevistado no programa Roda Viva - de saideira do jornalista Augusto Nunes.

Se vencer no STF, a próxima batalha de Lula será no Tribunal Superior Eleitoral. Nada impede que a Lei da Ficha Limpa seja rasgada para permitir a candidatura presidencial de Lula – sempre bem contado nas inconfiáveis pesquisas eleitoreiras. Depois, é só esperar o “ex-advogado petista” José Dias Toffoli assumir a Presidência do STF, em setembro, para a festança ficar completa. Se tudo de mal ocorrer, o Brasil vai rachar radicalmente.

Depois do que o STF fez ontem, embromando para não tomar uma decisão importante e indicando que a tendência é salvar o condenado Lula, fica a quase certeza de que “o Brasil não corre o menor risco de dar certo” – como pregava o genial liberal Roberto Campos.

No entanto, não podemos aceitar cenários sem vitória. Nunca podemos deixar de buscar o que parece inatingível. Como bem lembra o jurista Antônio José Ribas Paiva, “o patriota é o cavaleiro andante, que enfrenta o impossível, pela sua honra, pela sua Pátria, na defesa do bem contra o mal, com o sacrifício da própria vida”.

Por isso, o foco total deve ser na Intervenção Institucional para passar o Brasil a limpo e reinventá-lo em bases realmente democráticas, republicanas e federalistas – tudo garantido por uma Nova Constituição liberal, enxuta e aplicável sem necessidade de tanta “interpretação suprema”.

Hoje, lamentavelmente, o Brasil é um País de ladrões, com gente de rabo preso, estado-dependente, e muito filho da puta tirando proveito da guerra de todos contra todos. Se houver uma reinvenção, talvez tenhamos jeito... Até lá, só jeitinho... Via eleição fraudável por um sistema inconfiável...

Nunca antes na História desse País um réu conseguiu tanta alforria e recursos para seus defensores desmoralizarem e corromperem o senso de Justiça, contando com a omissão ou conivência do poder togado.

Até de 4 de abril, temos de mandar Lula tomar na rima... Dia 31 de março, todos na rua para protestar e exigir Justiça de verdade. Temos de retomar o Brasil e expulsar o desgoverno do Crime Institucionalizado.




Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Março de 2018.

15 comentários:

Roberto Vieira Cavalcanti disse...

Para garantir tudo isso, as frangas armadas.

Loumari disse...

Caros brasileiros! Todos vós que haviam aqui no espaço dos comentários do Alerta Total, declarado guerra a Loumari, o que ela vos dizia quando vocês se agitavam como pulgas e se punham a agredir a Loumari com toda sorte de propósitos injuriosos?
Loumari dizia e por várias vezes vos repetiu: De nada serve de agitar-se porque viremos a assistir muitos rostos a se despegar do resto da cabeça pelo peso da vergonha.
Quantas vezes vos disse eu: Podeis insultar-me, mas vos dou a certeza de que vai chegar o dia em que vão despertar na aldeia chamada se eu soubesse. Só que, uma vez na aldeia chamada se eu soubesse, já não haverá alternativa alguma. E BUNGA-BUNGA FINITO. Desde do inicio de 2014 que eu já vinha aclarando-lhes as antenas para que despertassem do sono moribundo naquele vosso berço esplêndido. Mas nada. Pena perdida. Hoje vocês já não têm alternativa de salvação. O tempo esgotou. agora é a hecatombe (no senso figurativo significa: sacrifício de muitas vitimas; grande carnificina).
E hoje quando assisto o desdobramento dos eventos no panorama brasileiro, me pergunto: onde estão todos aqueles que faziam aqui frente comum para me agredirem e proferir toda sorte de injúrias com propósitos de silenciar-me ou expulsar-me do espaço do Alerta Total? Hoje não estais todos vós ENVERGONHADOS?
Todos vocês me tinham ódio implacável, mas eu, por amor a vós eu insistia com alertar-lhes sobre o perigo que riscavam caso acampassem na vossa ignorância.
Vi para vos socorrer mas vocês me acolheram com actos de violência. E hoje sois vós mesmos vítimas de vossa própria maldade.
O mal sempre atrai o mal. Agora estais envolvidos numa teia de aranha onde já não vos será possível escapar. Já viram uma mosca capturada numa teia de aranha? Logra ela salvar-se depois de capturada na teia? Não. A vossa própria maldade vos levou a ser presa do ogro devorador. Das garras deste ogro não escapareis. Até perderem toda a dignidade humana. O escárnio mundial.

GÁLATAS 4:16 Fiz-me acaso vosso inimigo, dizendo-vos a verdade?

Anônimo disse...

Prezado Jornalista
O que ocorreu só confirma minha crença de que não existe"um deep state " que defenda os interesses da pátria, do seu povo e da segurança nacional. O nosso "deep state" não passa de instrumento para a elite do condomínio do crime organizado instalado no poder para escravizar o povo brasileiro. Já imaginaram o que aconteceria se esses tipos de "homens e servidores públicos" agissem assim na Rússia da KGB, em Israel do Mossad, nos Estados Unidos da Cia ou na China do PC chinês? Não fica difícil imaginar os expedientes cinematográficos utilizados: plutônio na comida, paradeiros desconhecidos, carros aos ares, fuzilamento com pagamento da bala pela família, estadia na prisão de guantânamo. Obviamente que sequer os crimes tomariam a dimensão de algo de menor periculosidade quanto mais colocar em risco a existência do país e do seu povo.

Anônimo disse...

As FAA ja conseguiram tirar os quebras molas dos traficantes ou ainda estao no tira bota, bota tira? Quando acabarem avisem a eles que o Brasil espera uma posição de Terra,Mar e Ar contra o golpe da bandidagem oficial

Anônimo disse...

http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!!
Ricardo Noblat
A segunda instância da Justiça pode mandar prender quem condenar. Assim decidiu o Supremo Tribunal Federal pela terceira vez há dois anos. Mas até a quarta-feira dia 4 de abril, haverá pelo menos um homem neste país que ela não poderá mandar prender: Luiz Inácio Lula da Silva. Foi o que decidiu o Supremo Tribunal Federal. Sabem por quê? Porque seus ministros não estão dispostos a trabalhar amanhã. A maioria deles tem compromissos fora de Brasília. O feriadão da Semana Santa, para os ministros, terá a duração de 13 dias. Tomara que chova. Só no dia 4 de abril voltarão a se reunir para julgar o mérito do pedido de habeas corpus em favor de Lula. E para que ele não corra o risco de ser preso até lá, concederam-lhe uma espécie de salvo conduto. É justo que os brasileiros sejam obrigados a trabalhar amanhã, e até à próxima quinta-feira, e os mais bem pagos servidores públicos não? Quem diz o que é justo e o que não é são os ministros da mais alta corte de justiça do país. Eles são donos da última palavra. A não ser quando abrem mão dela. Abriram, por exemplo, ao decidir que cabe ao Congresso autorizar ou não a prisão de um deputado ou senador. Uma vez, Lula classificou o ex-presidente José Sarney de “homem incomum”. E, por “incomum”, mereceria um tratamento especial. O Supremo coroou Lula como “homem incomum”, digno de merecer, assim como Sarney, um tratamento para lá de especial. - A manchete e a imagem não fazem parte do texto original -
Postado por Altamir Pinheiro às 3/23/2018 05:18:00 AM

Anônimo disse...

http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/[
A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!! – Parte II

Boa parte da população do Brasil teve fortalecidas suas convicções de que o Supremo Tribunal Federal do país é uma VERGONHA e que funciona como refúgio de criminosos poderosos. O povo, mesmo com toda sua ignorância, tem a impressão de que os ministros da Corte desfilam erudição em favor de criminosos e usam dispositivos legais e regras criadas por eles próprios para blindarem bandidos ricos e influentes.
O Brasil não se esqueceu que a Corte Suprema do país compactuou com a mais vergonhosa trama engendrada da Procuradoria-Geral da República, em conluio com os criminosos da JBS, para tentar derrubar um governo. O Brasil não se esqueceu que um de seus ministros, Luiz Fux, adiou a decisão de rever o vergonhoso auxílio-moradia concedido a quase 40 mil juízes e procuradores da República que recebem mais de R$ 4 mil do dinheiro do contribuinte para morarem em suas próprias casas, incluindo ai a filha do próprio Luiz Fux. Apenas este ano, o privilégio vergonhoso vai custar ao contribuinte mais de R$ 1.2 bilhão. Quem paga? Até os catadores de latinhas e os pedintes enfermos que imploram por moedinhas nas esquinas.
Após a vergonhosa manobra para garantir a impunidade do ex-presidente Lula, proibindo que o TRF-4 e o juiz Sérgio Moro decretem a prisão do condenado nos próximos dias, cresceu a convicção na nação de que o STF é a maior vergonha nacional. Lula não é um 'paciente' com direitos especiais sobre os demais, como impuseram os ministros do Supremo na tarde desta trágica quinta-feira, 22. Lula é um criminoso condenado logo de cara no primeiro, se um total de sete ações criminais que investigam centenas de atos de lavagem de dinheiro, organização criminosa, corrupção e tráfico de influência internacional praticados pelo petista.
Apesar de ser este um ano eleitoral, dificilmente algum dos pré-candidatos à Presidência da República terão coragem de apontar o dedo para o STF como alvo da vergonha nacional. Isto por que qualquer um que for eleito, estará sujeito aos "ENTENDIMENTOS", "CONVENIÊNCIAS" e "ERUDIÇÃO" dos já desmoralizados ministros do Supremo. O país vai escolher o próximo presidente, mas os ministros do STF, escolhidos por outras vergonhas nacionais como Lula e Dilma, permanecerão no poder por muitos e muitos anos ainda. - Fonte: Imprensa Viva -

Anônimo disse...

http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!! – Parte III

Celso de Mello votou a favor da liminar que a defesa de Lula pediu. Com isso, o STF decidiu que Lula não será preso enquanto a corte não decidir sobre o mérito de seu pedido de habeas corpus. Como o Supremo só volta em 4 de abril, depois da Semana Santa, o condenado por corrupção e lavagem de dinheiro não será preso na semana que vem.
Encerrem IMEDIATAMENTE a Operação Lava Jato e ACABEM com essa palhaçada de “Força Tarefa” - Já deu: o Brasil JÁ entendeu que vocês NÃO tem Poder para decidir mais NADA – é tudo mentira! O Supremo Tribunal Federal está sob controle da Organização Criminosa que vocês querem "prender" e NÃO existe saída nenhuma dentro da Lei! Parem de mentir para os brasileiros!!!

Postado por Altamir Pinheiro às 3/23/2018 06:10:00 AM

Anônimo disse...

A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!! – Parte IV
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
Eliane Catanhêde
O Supremo Tribunal Federal decidiu não decidir e isso joga a principal questão jurídica e política do País num limbo inacreditável, não por algumas horas ou alguns dias, mas ao longo da Semana Santa, até 4 de abril. O EX-PRESIDENTE LULA VAI OU NÃO SER PRESO? SE FOR, QUANDO?
Essa não-decisão é angustiante para os eleitores, os candidatos, os partidos, os investigadores, os advogados. Imagine-se como está sendo para o próprio alvo do habeas corpus que deveria, mas não foi julgado: o próprio Lula.
A questão fica ainda mais dramática por causa do calendário da própria Justiça, já que o TRF-4, em Porto Alegre, vai concluir o julgamento de Lula na próxima segunda-feira. Se os desembargadores votarem os embargos de declaração de forma unânime, como é esperado, Lula já poderá ser preso a qualquer momento após os cumprimentos de formalidades.
Então, Lula já poderá ser preso, sem que ninguém saiba se o Supremo vai, ao final e ao cabo, acatar ou não o habeas corpus que pode suspender e adiar a prisão do ex-presidente mais popular desde a redemocratização. Em resumo: Lula poderá ser preso, mas não poderá ser preso. Estará de malas prontas para uma sala especial na Polícia Federal ou equivalente, MAS SEM SABER SE O AVIÃO VAI DECOLAR _ OU O CAMBURÃO VAI ENGATAR PRIMEIRA.
Sinceramente, a posição do Supremo foi um vexame foi ainda agravada pela história inacreditável da liminar inédita. Agora, é preciso que fiquem claros os motivos do adiamento de hoje. Havia “FORÇA MAIOR”? OU MINISTROS ESTAVAM MORRENDO DE PRESSA PARA CORRER PARA O AEROPORTO DE BRASÍLIA?
Tudo isso ocorre justamente na semana em que o Brasil assistiu ao vivo, e em insistentes repetições pela TV, pelo rádio, pela internet, aquele pugilato verbal entre Suas Excelências Gilmar Mendes e Luis Roberto Barroso, em que as trocas de desaforos saíram perigosamente de limites minimamente razoáveis, com Gilmar falando de “ESPERTEZAS” e ilustrando com votos de Barroso e este acusando o colega de ser “UMA VERGONHA” para o Supremo, “UMA MISTURA DO MAL COM O ATRASO E PITADAS DE PSICOPATIA”.
Talvez os ministros da mais alta corte brasileira não estejam entendendo devidamente o que está acontecendo: um enorme desgaste do tribunal e deles próprios. E num momento de muita irritação com as instituições, seus personagens, decisões e erros. continua...

Anônimo disse...


A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!! – Parte IV continua e acaba
Aliás, um registro importantíssimo do dia, que estava prometido como um dia histórico: o “povo”, onde estava o “povo”? Quem circulou pela Praça dos Três Poderes se deparou com um forte esquema policial, alguns megafones e um único momento de estresse quando agentes impediram o uso de balões, até do “Pixuleco”, que reproduz a imagem do Lula vestido de presidiário e viaja pelo País.
A militância petista, favorável a Lula e ao habeas corpus, não deu as caras. A militância antipetista, contrária a Lula e ao HC, também não se deu ao trabalho de lotar a praça e manifestar indignação para um lado ou para outro. HAVIA MAIS POLICIAIS DO QUE MILITANTES, O QUE DIZ TUDO.
É assim que o Brasil vai aos trancos e barrancos, com as instituições surpreendendo, apagões prejudicando 70 milhões de pessoas, milícias suspeitas de assassinar uma vereadora defensora dos direitos humanos... Enquanto os brasileiros perdem a energia, o ânimo e talvez a crença de que vale a pena LUTAR, GRITAR, COBRAR, EXIGIR. É mais confortável ficar sentado diante de um celular ou de um computador e jorrar impropérios a torto e a direito. – A manchete e as imagens não fazem parte do texto original -
Postado por Altamir Pinheiro às 3/23/2018 06:32:00 AM

Anônimo disse...


A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!! – Parte V
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
Percival Puggina
Não, três vezes não! Eles não farão um Brasil à sua hedionda imagem e semelhança. Na noite de 22 de março, enquanto escrevia, sinto o coração apertado. Sei que, neste momento, os ratos se regozijam nos porões do submundo e os grandes abutres festejam nas iluminadas coberturas do poder. Aos olhos escandalizados da nação, o STF testemunhou contra si mesmo. Falou aos trancos com o “humanitário” Gilmar Mendes. Soprou vaidade e ironia matreira com Marco Aurélio Mello. Tartamudeou e olhou assustado com Rosa Weber. Perdeu resquícios de pudor militante e se fantasiou de amor ao próximo com Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli. Deu razão a Saulo Ramos com os floreios monocórdios de Celso de Mello.
Enquanto confessavam suas culpas e exaltavam a impunidade, viralizava o crime, a corrupção e o pandemônio moral. Suas palavras nos aprisionavam ainda mais, corroendo esperanças que juízes de verdade haviam plantado em nossas almas. Acabamos o dia numa cidadania vã, sugados feito bagaço, desprovidos de qualquer poder e capturados pelo mecanismo que nos tomou como servos submissos, pagadores das contas que não cessam de nos impor. Ironicamente, queriam convencer-nos de que era tudo para o nosso bem! Ora, isso é tão ridículo que não prosperará!
Reconheço. Assim como, em Cuba, tive medo do Estado, esta tarde tive medo aqui. Medo de também nos tomarem a esperança. Senti a dormência de sua perda e me lembrei das palavras lidas por Dante no sinistro portal do Inferno: “Por mim se vai a cidade dolente; por mim se vai a eterna dor; por mim se vai a perdida gente…”. E, ao fim do verso, a sentença terrível que, há sete séculos, ecoa com letras escuras nas horas sombrias: “Lasciate ogni speranza voi ch’entrate” (Deixai toda esperança, vós que entrais).
Não exagero, leitor amigo. Ali estava, mesmo, o portal do Averno, do Inframundo. Cinco dos sete pecados capitais eram encenados por uma tribo de togas. Os dardos da ira cruzavam o salão como tiroteio na favela. A soberba se refestelava na própria voz. Ah, o poder sem freios! A inveja se esbaforia entre duas malquerenças: a do brilho e a da altivez. A preguiça, sim ela, fez parar a sessão às 18 horas da tarde; ela mesma admitiu as férias pascais. A avareza fremia de cupidez, olhos postos nos bilhões em honorários que se derramarão para a imediata soltura de milhares de criminosos endinheirados, já cumprindo pena de prisão por condenação em segunda instância. São sentenciados cujas condenações extinguiram completamente a presunção de inocência, mas em relação às quais não se completou – e talvez não se complete jamais – o rito do trânsito em julgado. Ao menos enquanto houver talão de cheques com fundos suficientes para puxar os cordéis da impunidade.
Todavia, não! Este é o país de Bonifácio, de Pedro II, de Nabuco, de Caxias! Esse STF fala por si e haverá de passar! Os corruptos não nos convencem nem nos vencem. Trouxeram-nos às portas do Inferno. Exibiram-nos o portal de Dante. Que entrem sozinhos. Perseveraremos.
por Altamir Pinheiro às 3/23/2018 12:30:00 PM

Anônimo disse...


A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!! – Parte V
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
Percival Puggina
Não, três vezes não! Eles não farão um Brasil à sua hedionda imagem e semelhança. Na noite de 22 de março, enquanto escrevia, sinto o coração apertado. Sei que, neste momento, os ratos se regozijam nos porões do submundo e os grandes abutres festejam nas iluminadas coberturas do poder. Aos olhos escandalizados da nação, o STF testemunhou contra si mesmo. Falou aos trancos com o “humanitário” Gilmar Mendes. Soprou vaidade e ironia matreira com Marco Aurélio Mello. Tartamudeou e olhou assustado com Rosa Weber. Perdeu resquícios de pudor militante e se fantasiou de amor ao próximo com Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli. Deu razão a Saulo Ramos com os floreios monocórdios de Celso de Mello.
Enquanto confessavam suas culpas e exaltavam a impunidade, viralizava o crime, a corrupção e o pandemônio moral. Suas palavras nos aprisionavam ainda mais, corroendo esperanças que juízes de verdade haviam plantado em nossas almas. Acabamos o dia numa cidadania vã, sugados feito bagaço, desprovidos de qualquer poder e capturados pelo mecanismo que nos tomou como servos submissos, pagadores das contas que não cessam de nos impor. Ironicamente, queriam convencer-nos de que era tudo para o nosso bem! Ora, isso é tão ridículo que não prosperará!
Reconheço. Assim como, em Cuba, tive medo do Estado, esta tarde tive medo aqui. Medo de também nos tomarem a esperança. Senti a dormência de sua perda e me lembrei das palavras lidas por Dante no sinistro portal do Inferno: “Por mim se vai a cidade dolente; por mim se vai a eterna dor; por mim se vai a perdida gente…”. E, ao fim do verso, a sentença terrível que, há sete séculos, ecoa com letras escuras nas horas sombrias: “Lasciate ogni speranza voi ch’entrate” (Deixai toda esperança, vós que entrais).
Não exagero, leitor amigo. Ali estava, mesmo, o portal do Averno, do Inframundo. Cinco dos sete pecados capitais eram encenados por uma tribo de togas. Os dardos da ira cruzavam o salão como tiroteio na favela. A soberba se refestelava na própria voz. Ah, o poder sem freios! A inveja se esbaforia entre duas malquerenças: a do brilho e a da altivez. A preguiça, sim ela, fez parar a sessão às 18 horas da tarde; ela mesma admitiu as férias pascais. A avareza fremia de cupidez, olhos postos nos bilhões em honorários que se derramarão para a imediata soltura de milhares de criminosos endinheirados, já cumprindo pena de prisão por condenação em segunda instância. São sentenciados cujas condenações extinguiram completamente a presunção de inocência, mas em relação às quais não se completou – e talvez não se complete jamais – o rito do trânsito em julgado. Ao menos enquanto houver talão de cheques com fundos suficientes para puxar os cordéis da impunidade.
Todavia, não! Este é o país de Bonifácio, de Pedro II, de Nabuco, de Caxias! Esse STF fala por si e haverá de passar! Os corruptos não nos convencem nem nos vencem. Trouxeram-nos às portas do Inferno. Exibiram-nos o portal de Dante. Que entrem sozinhos. Perseveraremos.
Postado por Altamir Pinheiro às 3/23/2018 12:30:00 PM

Anônimo disse...

sexta-feira, 23 de março de 2018
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com.br/
A LEI?!?!?! ORA, A LEI!!! – Parte VI

INSTITUTO LULA CRIA A “PIZZA PROVISÓRIA” PARA MANTER LULA SOLTO ATÉ O DIA 4
Apesar da afirmação da ministra Cármen Lúcia de que o ex-presidente seria tratado como qualquer outro condenado, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) resolveram proteger Lula, condenado a 12 anos e 1 mês de cadeia por corrupção. Atropelando o Tribunal Regional Federal (TRF-4), a súmula 691 e o entendimento de todas as instâncias que negaram o benefício, o STF criou uma “PIZZA PROVISÓRIA”, proibindo a prisão do corrupto condenado antes do julgamento do habeas corpus, em 4 de abril. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Ministros do STF e advogados de Lula não pareciam surpresos com a “PIZZA PROVISÓRIA” de ontem. Perplexidade só havia mesmo nas ruas. O STF não julgará o habeas corpus na próxima semana, alegando o “ FERIADO DE PÁSCOA". Que cai na sexta, quando raramente há sessões. Com a sessão avançando na madrugada, disse Ricardo Lewandowski, a “matéria ficaria prejudicada”. E a Justiça também, faltou dizer. O movimento “Vem Pra Rua” não parou de reproduzir em Brasília, ontem, o áudio em que Lula chama o STF de “acovardado”.
Postado por Altamir Pinheiro às 3/23/2018 03:36:00 PM

Anônimo disse...

E a Maçonaria, hein? Cadê?
Apoiam isso?
Ou o irmão Temer tem mais valor que 200 milhões de brasileiros?
Pelo jeito, tem sim.

Anônimo disse...

O risco daquele lullarápio filho da p*** sair livre e rindo da nossa cara é ele achar alguém que lhe enfie um par de azeitonas 9mm nas fuças.

Anônimo disse...

Os juízes do STF, nomeados na Nova República, foram escolhidos exatamente com a missão de desmoralizar a instituição do Poder Judiciário, como uma das etapas (desmoralização das instituições) propostas para minar as sociedades democráticas, criando condições caóticas o suficiente para permitir a implantação do regime comunista (conforme Yuri Bezmenov explicou décadas atrás) ou de qualquer regime ditatorial como o Governo Mundial.. Fazer apelos ao civismo dos juízes do STF ou ironizá-los em charges fá-los rir da cegueira geral sobre o processo revolucionário acontecendo debaixo de nossos narizes. Capitão Durval Ferreira diz que os juízes fazem rodízio do malvado da vez para ser execrado: já foi Levandovski, depois Toffoli e no momento é Gilmar Mendes. Tudo é um teatro! Por isso é cansativo ver as encenações de briga de Barroso.