quinta-feira, 26 de abril de 2018

Doideiras da corrida maluca presidencial


2ª Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Começou o Festival de Besteiras e Boatarias que assolam a campanha eleitoreira de 2018. O mercado de votos especula sobre alianças impensáveis, improváveis e taticamente equivocadas. Extrema direita, centro direita, centro, esquerda e extrema esquerda comprovam que são falsos conceitos. Não passam de rótulos incapazes de definir a tipologia dos pré-candidatos ao Palácio do Planalto. Vejamos as doideiras transformadas em “notícias” ou “fake news” – dependendo do ponto de vista de “torcedor” daquele veicula ou recebe a mensagem.

A chapa fica mais quente a cada instante. O leque de candidatos desagrada aos donos do poder. Acordos com partidos se tornam inconfiáveis. Por isso, a zelite oligárquica já arma uma saída criativa para a sucessão de Michel Temer. O plano é permitir as candidaturas independentes. Gostam da idéia os supremos magistrados Cármen Lúcia (presidente do Supremo Tribunal Federal), Luís Roberto Barroso e Luiz Fux (presidente do Tribunal Superior Eleitoral).

Por trás do pleito legítimo se esconde o lançamento de um “outsider”: Luciano Huck, contratado pela Rede Globo (que festeja 53 anos neste 26 de abril). Angélica para primeira-dama faria o maior sucesso. Huck chegou a ser cortejado por vários partidos, incluindo o PSDB. Percebeu que seria um mega-prejuízo individual e familiar encarar a aventura. No entanto, se a Oligarquia Global (sem trocadilho) apoiar, quem sabe Luciano não muda de idéia...  

Especula-se sobre uma chapa Ciro Gomes (PDT) com Fernando Haddad (PT). O objetivo principal da aliança é garantir, em caso de vitória, um futuro perdão presidencial a Luiz Inácio Lula da Silva. O artigo 84, inciso XII, da Constituição-Vilã de 1988, determina que compete privativamente ao Presidente da República conceder indulto e comutar penas. A lei só não vale para quem praticou tortura, tráfico de drogas, terrorismo ou crimes hediondos. Será mais uma polêmica a ser eventualmente apreciada pela judicialização da politicagem no Supremo Tribunal Federal.

Tucanos já lançaram um factóide. Geraldo Alckmin gostaria de formar uma chapa com o ex-tucano Álvaro Dias (Podemos). Ambos teriam entre 5 a 7% dos votos, em diferentes enquetes, com o condenado e fica-suja Lula ou sem o inelegível Lula. Um probleminha: Candidatos Sudeste-Sul, juntos, teriam mais dificuldade para decolar que a galinha da economia. Geraldo não aceita ser vice de ninguém. Nega acordos com o MDB. E promete, para 9 de maio, o lançamento de um Plano de Governo – coordenado pelo economista Pérsio Arida.

Dúvida cruel, ainda longe de ser dissipada: Michel Temer será ou não candidato à reeleição e a um providencial foro privilegiado prolongado? Temer empaca o futuro de Henrique Meirelles. O ex-ministro da Fazenda sempre sonhou ser Presidente. Mas Meirelles, humildemente, admite que, se Temer for candidato, vem de vice. Será que Meirelles já não estaria investindo em um futuro impeachment – igual fez o Temer com a Dilma Rousseff? Os tucanos fazem docinho sobre uma aliança com o MDB que faz o diabo par nunca deixar de ser governista desde a proclamação do golpe da Nova República, em 1985.

Outro que ainda não foge nem sai de cima da disputa é Joaquim Barbosa. O ex-ministro do STF ainda não definiu se vem ou não candidato. Barbosa já toma pancadas consistentes e fortíssimas nas redes sociais. Especula-se sobre uma aliança dele com Marina Silva. O problema é que um não deseja ser vice do outro – o que complica uma aliança improvável entre duas figuras de esquerda, mas que tentam enganar o eleitorado se vendendo como “de centro” (kkk). Pobre do otário que cair na Rede da Marina ou no papo autoritário vacilante do Barbosa...

Favorito em várias pesquisas (principalmente com Lula fora da jogada), Jair Bolsonaro tenta vencer obstáculos do isolamento e falta de estrutura partidária do PSL (Partido Social Liberal). Bolsonaro confia no economista Paulo Guedes para lhe costurar um Plano de Governo consistente. O liberal Guedes, com certeza, cumprirá a missão. A dúvida no mercado ainda é se Bolsonaro, que sempre teve discurso estatizante, vai mesmo se transmutar em um Liberal de verdade.

Bolsonaro se sustenta pela fama de “honesto”, já que seu nome não aparece em falcatruas. No entanto, ele leva mais flechada que São Sebastião. Apanha de todos os lados. Especula-se que sua candidatura pode sofrer um golpe. Bolsonaro correria risco de uma condenação injusta no mesmo Supremo Tribunal Federal interessado em soltar o “onesto” $talinácio. Só não é fácil acreditar que o STF tenha coragem de barrar Bolsonaro. Grande parte do povão e dos militares pode reagir à manobra canalha...

Uma verdade dói: É puro Golpe uma eleição no formato fraudável da urna eletrônica com totalização inconfiável e sem direito à recontagem. No caso brasileiro, qualquer resultado parece uma instabilidade programada. A pressão de esquerda radicalóide será a mesma de sempre: 30 por cento do eleitorado.

Independentemente da tendência ideológica, o próximo Presidente só conseguirá formar maioria no Congresso na base costumeira do toma-lá-dá-cá (sempre recheado por escancarada corrupção). Se a esquerda vencer, é quase certo o risco de uma manobra “bolivariana”. Se Bolsonaro faturar a batata quente, terá de contar com a legitimidade e pressão das Forças Armadas para governar sob ataque da guerra assimétrica dos adversários de falso centro e picareta esquerda.

Eis o cenário programado para janeiro de 2019. Uma dúvida crescente é se, no derrapar da carruagem, chegaremos até lá sem alguma surpresa. A degradação institucional segue em alta velocidade. As vaciladas da cúpula do Judiciário tiram qualquer um do sério, principalmente os militares legalistas. As práticas ilegais e fora-da-lei da canhota radicalóide é outro fator de aumento da instabilidade. O momento é de extrema apreensão e  cautela.

O que pode acontecer antes, durante e depois da Copa do Mundo de Futebol e da grande partida eleitoreira? Responda se for capaz... Enquanto isso, o Mecanismo do Crime Institucionalizado se reinventa, e prepara um candidato feito para você...  

Releia a primeira edição desta quinta: Palocci ferrará Lula para salvar banqueiros?


Coisas da Maçonaria – uma pesquisa

A Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo lança uma pesquisa que deve ser respondida por quem não faz parte dos quadros da ordem – os chamados “Profanos”...

Pedimos aos leitores do Alerta Total que respondam à pesquisa clicando no link: https://pt.surveymonkey.com/r/GLESP

Confira, abaixo, o artigo de José de Abreu, autor de um livro polêmico sobre a “Mafionaria” – a banda podre dentro da ordem maçônica: Globo, Quero para o Brasil um futuro sem censura


Três Neurônios


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Abril de 2018.

Um comentário:

Elesi F disse...

Jorge Serrão, você não participa dos debates da UND?

Qual é a opinião do Dr. Ribas a respeito desse paulo guedes? Ele é um henrique meirelles, um novo delfim netto, mais um agente interno a serviço dos concetradores financeiros, pensei que por ter pessoas bom bastante conhecimento de geopolitica e economica, soubesse que liberalismo é mais danoso que o fantasma do comunismo.

Pergunte para o Dr. Ribas, o que ele acha a respeito do bolsonaro e sua equipe economica teleguiada pelo sistema financeiro, em vender as estatais para pagar a divida pública?

Esse é o traidor infiltrado tido como ''direita'', bolsonaro vai ser um fhc 2.0, com discurso inutil de moralista, porque o que importa realmente para um país se autodeterminar e ter SOBERANIA, é a economia.

Qualquer pessoa que estude e pesquise o crime da divida pública, sabe que ela não pode ser pagada, quanto mais você paga, a divida aumenta, é um crime de lesa pátria, esse paulo guedes é um criminoso NEOLIBERAL que vai aprofundar ainda mais o subdesenvolvimento do Brasil longo prazo, vender empresas estratégicas com discurso de diminuir o estado, a falacia e factoide de tripé-econômico, investimento estrangeiros que promoveram o subdesenvolvimento, dependência financeira e tecnologia, e aprofunda o fato de sermos colonia, isso é o CONSENSO DE WASHINGTON.

Dr. Eneas Carneiro já denunciava isso, passou a vida inteira denunciando sobre o crime da divida pública criada propositalmente, para virem com a solução de privatizar empresas estratégicas para pagar a divida, e a divida só aumenta, e os controladores dominam todo o setor energético e de recursos naturais não renováveis.

Até agora, 26 de Abril de 2018, bolsonaro não falou UMA VEZ SEQUER, sobre AUDITORIA DA DIVIDA PÚBLICA, jamais falou sobre o assunto, ''AUDITORIA''. Ele apenas comentou em pagar a divida, isso é crime, porque ela já foi paga pelo menos 3 ou 4 vezes, basta fazer auditoria para romper com o sistema financeiro.

Há artigos do ''paulo guedes'' defendendo vender todas as estatais se for preciso para pagar a divida pública, além de querer fazer ''reforma da previdência'', que é SUPERAVITÁRIA, que o grande jabuti é passar todo dinheiro de fundo de pensões e novas previdência para o setor privado, dando mais dinheiro para bancos e concentradores financeiros.

NEOLIBERALISMO é o câncer do BRASIL.

''o neoliberalismo é só para o subdesenvolvido. Todos se defendem, EUA se defende, Japão se defende, Inglaterra de defende, Alemanha se defende, livre comercio internacional é suicídio'' - Enéas Carneiro

https://www.youtube.com/watch?v=1KiF2bnlqag

https://www.youtube.com/watch?v=KzGY7EQtq6I

https://www.youtube.com/watch?v=x2sUtGnY8V4

RECOMENDAÇÃO DE LEITURA,

''Chutando a Escada - A Estratégia do Desenvolvimento em Perspectiva Histórica'' - Ha-Joon Chang

''Globalização Versus Desenvolvimento'' - Adriano Benayon

https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3179665/mod_resource/content/1/%5BCHANG%2C%20Ha-Joon%5D%20Chutando%20a%20Escada.pdf