terça-feira, 17 de abril de 2018

O próximo golpe da social-demo-cracia


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Qual o legado criminoso das gestões petralhas e tucanalhas que agora começam a ter seus líderes denunciados ou condenados por corrupção? A ação desastrosa da social-democracia na política econômica gerou uma dívida pública bruta de R$ 4 trilhões 957 trilhões. Isto equivale a 75,1% do Produto Interno Bruto.

Já a dívida líquida do governo federal, INSS, governos estaduais e municipais chega atinge R$ 3 Trilhões 431 milhões. O rombo é de 52% do PIB. Você e eu perdemos com tamanha aberração. Os banqueiros ganham rolando esse endividamento, e por isso eles não querem mudanças estruturais. Para os rentistas, viva a Social-Democracia no poder...

Assim a galinha não decola... Na teoria, se o crescimento econômico nominal for superior a taxa de juros nominais, daria para reduzir o estoque dessa dívida pública, com o passar do tempo. Outro jeitinho para reduzir o rombo é criar inflação alta, para depreciar a moeda e a dívida do País. A social-democracia tupiniquim já está pronta para adotar essa “solução mandrake”, caso continue comandando o Palácio do Planalto. Desvalorizar o irreal Real parece mais fácil...

Já se especula sobre taxa básica de juros a 5% ao ano. Acontece que os bancos não praticam isso no cheque especial, nem nos empréstimos pessoais – onde a maioria dos brasileiros vive pendurada pelo bolso furado. Nada garante que o Brasil possa crescer tanto, seguindo a atual receita de mesmice, com alta gastança e roubalheira pública favorável aos donos do poder, enquanto tal putaria é sustentada por impostos que roubam o cidadão e inviabilizam quem ousa produzir.

A tragédia brasileira é: os donos do poder preferem mudar nada. Acontece que a situação está tensa e tende a ficar pior ainda. A maioria cansou de ser feita de otária. Não dá para ficar apenas pagando a conta e se endividando para sobreviver. Os milagres na economia informal têm limites. Grande parte do empresariado está quebrada, ou rumo à falência. Se os empregos desaparecem, o País perde potencial de crescimento. “Bicos” não patrocinam nem o pequeno vôo da galinha.

Na véspera de mais uma eleição, existe uma pequena ameaça de rebeldia contra esse modelo social-democrata de Capimunismo. Acontece que a pequena revolta tem tudo para dar em nada, conforme acontece a cada dois anos que somos obrigados a dar a dedada na urna eletrônica de resultado final inconfiável. Sem dúvida, no atual modelo, eleição é um golpe baixo. Você sabe em quem vota, porém é o mecanismo do Crime Institucionalizado quem sabe o bandido que será eleito para nos “representar”.

A social-democracia, mesmo desmoralizada por denúncias de corrupção e algumas prisões espetaculosas, prepara mais um golpe para continuar no poder da Nova República de 1985 e seu regime Capimunista Rentista. O jogo de cartas marcadas interessa aos controladores globalitários da grande colônia brasileira. O plano é trocar um ladrão por outro com a ficha menos suja. Assim, é mais fácil manter o regime na mesmice. Toda oposição tende a ser esmagada. Eis a realidade. O resto é estorinha do Boi Tatá.

A única saída para enfrentar o pesadelo é alimentar uma fé verdadeira de que o Brasil tem potencial para mudar. Agora, já ajuda muito a atitude prioritária de não permitir que seu voto dê emprego para ladrão. Outra atitude que ajuda muito é pressionar quem tem poder e legitimidade para ajudar o povo a exercer seu originário Poder Instituinte. A terceira saída, junto com as outras duas, é insistir no milagre de trabalhar, estudar, sobreviver, resistir e reagir contra o regime criminoso.

Leia o artigo de Hélio Duque: Estado e Privilégios


Pequeno grande ato contra Lula


Protesto nada silencioso nas imediações do cárcere do $talinácio  







Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Abril de 2018.

4 comentários:

Q disse...

PT e PSDB se beneficiam até hj do esquema criado pelo Getúlio vargas, pressão de cima (PT) pressão de baixo (PSDB).

Foi Getúlio que criou isso de 1930 até 1945 com a criação do PSB e do PSD.

Sandra disse...

Sim, que cruz, coitado do Aécio!
Como o Batman aposentado precocemente por causa das fortes dores com o Ali-Babá nas costas.

Anônimo disse...

Dois milhões não representam nada a esse ilustre senador. Quem, sem ser parente muito próximo, ajudará um estranho sem a contrapartida?

jomabastos disse...

16 anos de bagunçada de comunismo e de corrupção... Lula, Dilma e Temer.
Estamos há dezasseis anos a viver um regime de capitalismo de estado sob uma alçada comunista e poucos admitem ter conhecimento dessa situação política. São os rentistas e os corruptos a dominarem economicamente o país. É a política de penetração comunista na educação e na cultura a destruir o tecido social. É a violência a colocar-nos entre os países de maior taxa de violência do Mundo - cerca de 30 - e a termos muitas cidades com altíssima taxa de homicídio - acima de trinta - e consequentemente incluídas no ranking das mais violentas do mundo. São um sem fim de infraestruturas imprescindíveis, mas inexistentes, inacabadas ou sem manutenção. É uma dívida pública com altos juros, que em conjunto absorvem parte da nossa economia. É uma profunda improdutividade que nos mantém subdesenvolvidos.
E há muita boa gente que atribui a culpa da falência do nosso Brasil ao mundo exterior.
Já nos estamos aproximando de uma "brazuela"!