quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

“Cruzada contra Globo” dá ibope, mas é burrice


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Membro do Comitê Executivo do
Movimento Avança Brasil

É uma estupidez estratégica qualquer campanha ostensiva para tentar destruir um veículo de comunicação com hegemonia da audiência e popularidade. Não é prudente, muito menos útil, a governos cometem a infantilidade de encarar uma batalha que costuma gerar mais prejuízo que benefícios. Guerra de Comunicação é vencida com propostas de construção de uma imagem correta e verdadeira – e não com a suposta destruição de uma mídia classificada como “inimiga”.

É por isso que soa como piada a notícia de que o “Presidente Bolsonaro começa sua cruzada contra a Globo” – divulgada ontem pelo “Blog Sala de TV” do Portal Terra. A reportagem revela que “a imprensa repercute um projeto do deputado federal eleito Alexandre Frota (PSL-SP), aliado do Presidente e ex-ator de novelas da emissora, para proibir a prática do BV (Bonificação por Volume), mecanismo que beneficiaria o canal carioca. Trata-se de uma comissão que as empresas de TV pagam às agências publicitárias para que sejam privilegiadas com as verbas dos maiores anunciantes do Brasil”.

Ressalvando que Frota afirma ter o apoio das principais concorrentes da Globo (SBT, RecordTV, RedeTV! E Band), o texto do Sala de TV faz uma advertência relevante: “Apesar de bombástica, eventual proibição do BV não fará os publicitários deixarem de privilegiar a Globo. Mesmo sem ganhar os 10% ou 20% de praxe, eles continuarão a preferir a emissora com mais audiência para garantir a repercussão dos produtos anunciados e o retorno esperado por seus clientes”.

O ”Sala de TV” adverte que “essa guerra entre o presidente e a principal emissora da televisão brasileira tem tudo para virar uma longa novela, sem garantia de final feliz”. O jornalista Jeff Benício tem inteira razão. Mas, antes de elogiar o mérito da advertência, é preciso perguntar: Bolsonaro pretende mesmo promover uma guerra contra a Rede Globo? Até o momento, não houve qualquer declaração oficial da tal guerra – que seria uma imensa burrice estratégica do Presidente.

Se, oficialmente, declarar guerra à Globo, Bolsonaro estará se equiparando a “democratas” como Fidel Castro, Hugo Chavez e Nicolas Maduro. Se partir para a porrada contra a emissora da família Marinho – que comanda o Grupo Globo -, Bolsonaro cometerá o mesmo erro inútil do caudilho socialista Leonel de Moura Brizola (que só tomou na cabeça politicamente, e nada ganhou, em função da batalha contra o “Império midiático de Roberto Marinho”. A briga infantil contra a Globo é uma guerra perdida de véspera. Bolsonaro tem muito mais o que fazer...

Mesmo oposições imbecis, emocionais e ideológicas – como as promovidas pela Globo, seus artistas e jornalistas – são extremamente importantes para o sucesso de um governo. Os eventuais erros apontados pelos críticos (justa ou injustamente) podem servir para que o Presidente, usando a mínima sabedoria, promova correções de rumo.

Além disso, não combina com o discurso democrático de Bolsonaro perder tempo com ataques inúteis a uma empresa de comunicação que lidera a Audiência e o faturamento publicitário. Do governo federal, a Globo recebe entre R$ 400 e 500 milhões por ano. O faturamento anual global chega parto de R$ 10 bilhões. Na verdade, a empresa não depende das verbas publicitárias oficiais. No entanto, depende, muito, de outras vantagens tributárias dadas pelos governos (Federal, estadual e municipal).

O que o Governo Bolsonaro precisa construir é um Programa Estratégico de Comunicação que privilegie as redes sociais – onde a Globo luta em pé de igualdade com outros concorrentes para se firmar. A Internet é o futuro. Tornar o governo mais próximo do cidadão – e vice-versa – é o maior desafio da administração federal.

Guerrear com a mídia é perda de tempo. Se Bolsonaro não tem ainda clareza disto, deve repensar idéias e atitudes da campanha. Lá atrás, valia a pena brigar com a Globo. Agora, ele tem o poder da caneta Bic. É hora de governar para todos – inclusive para os “inimigos”. Da mesma forma, os dirigentes da Globo devem parar com a babaquice de encarar Bolsonaro como uma ameaça.

Todo mundo sabe e prega que o Brasil é um País maravilhoso, com imenso potencial de riqueza e crescimento. Já passou da hora de uma grande união nacional para transformar esse discurso fácil em realidade. Todos precisam ter clareza de que o Brasil ainda está na merda, exceto para um pequeno segmento da oligarquia econômica. Precisamos nos desenvolver e crescer de verdade.

Resumindo: Presidente Bolsonaro, ponha um fim nesta guerra que nem começou. Não se deixe levar pelos dirigentes das outras emissoras concorrentes da Globo que só desejam utilizar você como instrumento bélico delas – que nunca tiveram competência para concorrer com a Globo. Sua prioridade, Bolsonaro, é fazer o Brasil dar certo, sem corrupção, sem cartorialismo, sem patrimonialismo, com democracia, liberdade responsável e justiça. Foi para isto que 58 milhões elegeram o Capitão Bolsonaro e o General Mourão.

Sugestão prática para o Presidente: contenha seus radicais e sente a caneta para fazer as coisas corretas e honestas. Anote (com a poderosa Bic) o ditado: “Bronca é ferramenta de otário”.

Generais Mourão, Heleno, Santos Cruz, Santa Rosa e Azevedo, não deixem o 01 embarcar nessa guerra furada contra a Globo... A conciliação nacional é a prioridade. A porradaria verborrágica, não... 

Releia a 2ª edição de ontem: O amargo cinismo do rentismo


   


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 9 de Janeiro de 2019.

14 comentários:

Anônimo disse...

Boa matéria, Jorge Serrão!
Agora faça uma outra matéria orientando o Sistema Globo a deixar o viés ideológico e comece a apoiar o governo Bolsonaro!
No meu ponto de vista a sua matéria tá preocupada não com o Brasil e sim com a globo em especial. Tem que tratar todos, globo, sbt, record, ..., igualmente!

jomabastos disse...

Ótimo artigo!

"O que o Governo Bolsonaro precisa construir é um Programa Estratégico de Comunicação que privilegie as redes sociais – onde a Globo luta em pé de igualdade com outros concorrentes para se firmar. A Internet é o futuro. Tornar o governo mais próximo do cidadão – e vice-versa – é o maior desafio da administração federal."

Galdino Neto disse...

Quando a internet for plena para todos, até o Nordeste vai deixar de ter voto de cabresto. Odesafio agora é fazer com que o povão se livre do vício de ligar no “canal 5”.

Anônimo disse...

Faltou enquadrar a Globo. Respeitar a Presidência da República é necessário. Portanto, TODOS os profissionais da Emissora devem tratar com respeito e decoro um Presidente ELEITO pela maioria dos brasileiros. Isto não vem ocorrendo.

Anônimo disse...

Faltou enquadrar a Globo. Respeitar a Presidência da República é necessário. Portanto, TODOS os profissionais da Emissora devem tratar com respeito e decoro um Presidente ELEITO pela maioria dos brasileiros. Isto não vem ocorrendo.

JReis Reis disse...

O governo bolsonaro tem de compreender que agora ele a vidraça fragil que ja chegou ao governo com varias janelas quebras. Quando a globo estava a serviço de critica os governos petista e derrubar a Dilma não vimos esse mesmo converseiro contrario a emissora de tv, era naquela época um canal de utilidade publica para promover em primeira mão o sergio mouro e a campanha antecipada de bolsonaro.

Antenado. disse...

Continua sendo crime ofenderam o cargo, não a pessoa. Se passar vira moda.

Paulo Figueiredo disse...

QUEM COMEÇOU COM AS HOSTILIDADES?????????? ACORDA SERRÃO!!!!!!!!! NÃO VALE ME CENSURAR NOVAMENTE.

Almanakut Notícias - São Paulo - SP - Brasil disse...

Vá cuidar dos teus comunistas aí no Inferno, Roberto Marinho!

Anônimo disse...

O nosso querido Serrão esqueceu do principal ao achar burrice o povo consciente boicotar a venus platinada ou melhor a globosta. Essa emissora de TV sempre preocupada com seus meios nefastos de audiência vem corrompendo a familia brasileira em geral com suas novelas promiscuas e imorais, inclusive o BB Bosta, enaltecendo a ideologia de genero e emburrecendo cada vez mais o povo inculto e ignorante, aliás sistema adotado pelos comunistas ateus. As demais estações de TV tambem fazem novelas mas com limites que podem ser assistidas até pelas crianças. No meu entender acho que o povo consciente, deve boicotar essa TV amoral que enaltece tudo que existe de sujo e promiscuo.prejudicando uma parcela do povo ignorante, que o novo governo se propõe a elevar cultural e economicamente.NBR

Anônimo disse...

O que vc não está entendendo é que quem vai "guerrear" com a Globo é menos o governo e mais o povo da direita, que votou no Bolsonaro. É esse povo que já derrubou o "Amor e Sexo", e que está derrubando a audiência de vários outros programas, inclusive o JN. Está em segredo,mas a Globo já enfrenta dificuldades com alguns anunciantes. Nas redes sociais vamos começar campanhas para boicotar anunciantes da Globo, além de derrubar sua audiência.
E não subestime a união do governo com a maioria do povo: Já quebraram a Tupy, a Manchete e a Globo não é muito mais poderosa que era a Tupy, quando seus dirigentes resolveram enfrentar o governo!

Anônimo disse...

O que vc não está entendendo é que quem vai "guerrear" com a Globo é menos o governo e mais o povo da direita, que votou no Bolsonaro. É esse povo que já derrubou o "Amor e Sexo", e que está derrubando a audiência de vários outros programas, inclusive o JN. Está em segredo,mas a Globo já enfrenta dificuldades com alguns anunciantes. Nas redes sociais vamos começar campanhas para boicotar anunciantes da Globo, além de derrubar sua audiência.
E não subestime a união do governo com a maioria do povo: Já quebraram a Tupy, a Manchete e a Globo não é muito mais poderosa que era a Tupy, quando seus dirigentes resolveram enfrentar o governo!

ALMANAKUT BRASIL disse...

Faltou ‘carinho’ na despetização, diz Mourão - (O Antagonista - 09/01/2019)

https://www.oantagonista.com/brasil/faltou-carinho-na-despetizacao-diz-mourao

Vice de Bolsonaro conta com apoio de 'irmãos' maçons na eleição - (Valor Econômico/Globo - 13/10/2018)

https://www.valor.com.br/politica/5919613/vice-de-bolsonaro-conta-com-apoio-de-irmaos-macons-na-eleicao

Irineu Marinho - grão-cavalheiro da maçonaria. - Memória Roberto Marinho

http://www.robertomarinho.com.br/mostras/irineu-marinho/formacao.htm

Anônimo disse...

Todos os canais citados estão há muito tempo implementando a agenda revolucionária. Entraram até na ridícula prática de fazer as apresentadoras se vestirem de azul quase que simultaneamente. Os filmes selecionados continuam reforçando essa agenda. Até em novelas infantis, o uniforme das meninas têm gravata e a dos meninos é uma camiseta; os meninos são idiotas e as meninas, articuladas. As novelas "bíblicas" trazem diálogos sobre a "primeira vez" de Maria com José e cenas desnecessárias simulando sexo entre eles. A realidade ética e moral é distorcida para fazer os personagens bíblicos defenderem conceitos politicamente corretos ou os valores dos donos da emissora. Os programas de "debate" defendem majoritariamente a agenda; os entrevistados contrários ao politicamente correto são ironizados de maneira sutil ou ostensiva.