terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Insultos Aceitáveis



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira
Para os que se iniciam na nobre arte da aleivosia, procuraremos dar conselhos práticos.

Comecem pelas invectivas mais leves e com grandes chances de serem verdades. A expressão “idiota” serve como uma luva para mais de 99,99% dos alvos de nossa ira. É o típico “one size fits all”.

Já “imbecil”, se não me engano, retrata quem é incapaz de se defender (não apto para a guerra- bellum). Há explicações menos precisas.

Se o insulto tomar forma pessoal, deveremos dizer ao desafeto: “ A comadre de sua madrinha não é séria”.

Ou ainda: “Você jamais poderia ser chamado de Júnior !”

Palavras antigas podem e devem ressurgir como animais jurássicos:

“Bilontra”, “Protozoário”, etc.

Já “Poltrão”, é uma forma antiga de Cãovarde.

“Embotado” seria filho de boto?

“Toupeira” é quem está da burrice à beira?

E “Beócio” é quem vive no ócio?

“Brutta bestia” o que de iluminação não supera de luar nem uma réstia.

“Sacripanta” é quem seus males espanta?

“Escafandróide” o que mergulha nas profundezas do Android?

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: