sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Putifar



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Nasceu uma linda menina. Seus pais, lídimos representantes da geração Nem, Nem (nem estudam, nem trabalham), não obstante ao fato de terem cursado uma universidade ideologizada (ou por causa disso) não sabiam “niente”. Deram à filha o nome de um personagem masculino, do antigo Egito.

Certa feita, já adulta, imaginou que seria estuprada por um homem vestido de branco e com um estranho objeto pendurado no pescoço, chamado por um nome mais estranho ainda: estetoscópio.

Pegou, o caduceu de mercúrio e golpeou, na cabeça, a iminente ameaça; matando-a. Típico caso de legítima defesa putativa. Como tinha antecedentes psiquiátricos, nem foi processada, por inimputável.

Baseada ( e como !) nas teorias de Putin, rebelou-se contra o novel opressor. Entrou na “Resistência”. Queimou-se tal qual a de um chuveiro elétrico.

Em breve será deputada em virtude da grande votação recebida da putada.

Surpreendentemente a mina é “doce”. Ouve sempre a “marcia alla turca” esteja ela num moderno SUV ou num antigo tílburi.

Admira um “ditador” na dita região , com estranho nome: merdogam ou algo pelo estilo.

Menos mal (para ela) que estamos num país onde a maior ameaça que um cidadão pode ouvir de um agente público é: “Aah ! Você quer discutir ! Então vamos cumprir a Lei !”

“Lei, ora a Lei !”. Só funcionam leite de magnésia e leitão à pururuca.

O mais abandonado é o tal de Constituicão ! Qualquer vagabundo aplica-lhe um pé na rima. É o nosso clássico problema de autoestima.
Viralatismo em estado puro onde governadores, em cima do muro, Cãospiram contra a Ordem que deveriam defender.

É de f.... ! E nossa “dolce Putifar, niente”.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: