domingo, 3 de fevereiro de 2019

Parabéns! Você derrotou Renan!


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Membro do Comitê Executivo do
Movimento Avança Brasil

O poder de pressão dos cidadãos brasileiros, interagindo e exercendo uma pressão legítima nas redes sociais, foi decisivo para impedir que Renan Calheiros conseguisse realizar o plano malévolo de presidir o Senado. O alagoano acabou forçado a desistir da própria candidatura e, com raiva, nem votou. Foi embora para casa... Renan correu do pau, junto com os aliados Jader Barbalho, Eduardo Braga e Maria Amélia. Assim, dos 81 senadores, 77 votaram e 42 elegeram Davi Samuel Alcolumbre Tobelem (DEM-Amapá) presidente do Senado e do Congresso Nacional. Aos 41 anos de idade, é o primeiro judeu a presidir o Senado brasileiro

O grande vencedor da parada foi Onyx Lorenzoni, Ministro-Chefe da Casa Civil de Bolsonaro. Ele articulou o nome de Alcolumbre desde o ano passado. Após a confirmação da vitória, Onyx escreveu no Twitter: “Davi respondeu – Você vem contra mim com espada, lança e dardo. Mas eu vou contra você em nome do Senhor Todo-Poderoso, que você desafiou (Samuel 17:45)”. Ou seja, Renan foi cuidadosamente traído pelo governo...

A eleição para a presidência do Senado aconteceu de forma constrangedora. O Presidente do Supremo Tribunal Federal, José Dias Toffoli, atendeu a um pedido do MDB e, às 3h 45min da madrugada de sábado, determinou que o pleito ocorresse por voto secreto. A decisão obrou e andou para o voto de 50 senadores que, na véspera, decidiram a favor do voto aberto – o que seria determinante para impedir pressões espúrias em favor da candidatura de Renan Calheiros.

Felizmente, o “negócio” pegou tão mal que Renan perdeu as mínimas condições políticas para a disputa. O alagoano acabou forçado a tirar o time de campo. O jurista Modesto Carvalhosa foi quem certeiramente comentou a covardia de Renan: O povo brasileiro, hoje, deve estar em festa pela sua vitória na campanha pelo voto aberto no Senado. O trânsfuga Renan Calheiros desistiu de ser derrotado fragorosamente”.

A tentativa de golpe, metendo o STF no meio da briga, irritou vários senadores. Embora o Regimento Interno do Senado proíba a quebra do sigilo do voto (com o Código de Ética e Decoro Parlamentar tipificando como falta disciplinar, sujeita à perda temporária do mandato), muitos fizeram questão de informar em quem votavam e ainda exigiram que fosse a última vez em que haveria sigilo de votação no Senado. Não devem ser atendidos, porém valeu o protesto justíssimo...

O DEM renasce das cinzas. Emplacou Rodrigo Maia na presidência da Câmara dos Deputados e Davi Alcolumbre no comando do Senado e do Congresso Nacional. O negócio é esperar para ver se isto será bom ou não para o Governo do Presidente Bolsonaro – que deu sinais de que estaria conformado com o eventual triunfo de Renan Calheiros... Agora dá para ver que foi tudo jogo de cena... Por isso, é bom o Presidente ficar espertíssimo, pois o Renan da City de Londres vai preparar uma poderosa vingança...

O fiasco de Renan foi mais uma demonstração de que ninguém está imune à pressão popular no Brasil que elegeu Jair Messias Bolsonaro e Antônio Hamilton Mourão. Resta, a partir de agora, administrar o DEMo... E ficar atento aos movimentos do Renan – um poderoso cangaceiro do Congresso Nacional. A primeira providência preventiva que o governo tem de tomar é afastar aliados de Renan de vários cargos estratégicos na administração Bolsonaro/Mourão.

Não há margem para brincar com Renan. O maior interesse dele é no Programa de Parcerias Institucionais (PPI)... Portanto, mesmo contra a vontade da equipe econômica, é recomendável detonar qualquer influência de Renan... Aliás, além do Calheiros, os grandes derrotados na operação fracassada foram Guedes e o presidente do STF, José Dias Toffoli. Filmes queimadíssimos...

Lição 1 - Renan parecia invencível... Foi traído... Perdeu... Tem força para dar troco? Claro que tem... Melhor não subestimá-lo... Por isso, que tal a Lava Jato dar mais uma ajudinha para a limpeza que o Brasil precisa?...

Lição 2 - Senadores sempre preferem votar com o governo, seja qual for...



Piadinha séria

A turma antipetelândia já advertiu, nas redes sociais, que Lula nem pode saber o nome do novo presidente do Senado...

Alcol... o Quê?

Já pensou se o $talinácio resolve beber o cara todinho?   

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Fevereiro de 2019.

2 comentários:

Anônimo disse...

Prezado, em vez de Maria Amélia, não seria Maria do Carmo Alves (DEM-SE.
Att

jomabastos disse...

Ótima derrota do Renan frente ao Davi Alcolombre... mas o novo presidente tem duas acusações criminais.
Sem Foro Privilegiado, Davi iria ser acusado em tribunal de 1ª instância.

https://congressoemfoco.uol.com.br/especial/noticias/os-senadores-com-acusacoes-criminais/#davi-alcolumbre