segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

Estudo prevê novo rombo da Previdência Social por causa do pagamento de benefícios sem contribuição prévia

Edição de Segunda-feira do http://alertatotal.blogspot.com/

Ouça também o podcast rádio Alerta Total: http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

Por Jorge Serrão

O pagamento de benefícios sem fontes de contribuição prévia poderá quebrar a Previdência Social nos próximos anos. O economista Ricardo Bergamini adverte que a bomba-relógio está montada para explodir com o orçamento previdenciário, por causa das aposentadorias de mulheres, profissionais civis e militares.

Com base na técnica de análise atuarial, Ricardo Bergamini calcula que existem 12 anos e seis meses nas aposentadorias femininas civis, e 17 anos e seis meses nas aposentadorias femininas militares, sem fontes de contribuições para a previdência. A constatação do rombo “óbvio e ululante” que vem por aí é feita com base em análise de dados do IBGE.

Bergamini explica que as mulheres contribuem com cinco anos menos para a previdência (INSS ou Servidores Públicos) em relação aos homens. Mas elas obtêm os mesmos benefícios dos homens, além de terem uma expectativa de vida de 7 anos e seis meses maior que a masculina. O economista lembra ainda que os militares possuem o direito de computarem nos cálculos de suas aposentadorias o período das escolas preparatórias e academias militares (5 anos).

Bergamini ressalta que, em novembro de 2005, segundo o IBGE, a População Ocupada (PO) tinha a participação de 43,9% de mulheres e 56,1% dos homens.

Já a População em Idade Ativa (PIA) era de 53,2% de mulheres e 46,8% de homens.

E a População Economicamente Ativa (PEA) era de 45,2% de mulheres e 54,8% de homens.

Historinha do salário mínimo

Está agendado para quarta-feira o recomeço das negociações entre o governo e as centrais sindicais sobre o novo valor do salário mínimo. A conversa foi interrompida antes do Natal.

Na semana passada, os dirigentes sindicais deram sinais de que poderão aceitar algo entre R$ 360 e 365, em vez dos R$ 400 que vinham exigindo.

Mas o governo tem insistido que a Previdência Social só pode arcar com o limite de R$ 350, acima dos R$ 321 previstos no projeto de Orçamento de 2006.

E na tabela do IR não vai nada?

Além do mínimo maior, os sindicalistas também não abrem mão da correção da tabela de isenção do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), que estabelece a partir de quanto os assalariados começam a pagar o tributo e também os valores de dedução.

A defasagem dessa tabela é de 57 por cento, segundo dados da Unafisco (o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal).

Aliás, a Receita Federal libera, a partir de hoje, o primeiro lote de consulta sobre os motivos da não-restituição de parte dos 900 mil contribuintes apanhados na malha fina.

Serão liberadas 146 mil declarações com imposto a restituir, no valor total de R$ 200 milhões. Além de outras 328 mil declarações com saldo a pagar no total de R$ 521 milhões. A Receita apurou ainda que 165 mil tiveram saldo zero de imposto.

Para saber se a declaração está liberada, basta acessar o site www.receita.fazenda.gov.br.

Ou ligar no 0300-78-0300. Para ter acesso à informação é necessário informar o número do CPF. O saque poderá ser feito dia 16 de janeiro.

Comparando salários

O economista Ricardo Bergamini, atento estudioso de números sobre a administração pública, faz uma reflexão sobre os salários pagos pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da União.

Os exatos 1 milhão 347 mil 858 servidores civis do Executivo recebem em média, por mês, R$ 3.183,50.

Os 643 mil 640 servidores militares ganham uma média de R$ 3.036,71.

Já os 109 mil 395 servidores do Judiciário recebem a média de R$ 9.307,39.

E os 34 mil 653 servidores do Legislativo faturam a média de R$ 9.181,92 por mês.

Por sua vez, o salário médio/mês dos trabalhadores formais da iniciativa privada é de R$ 974,50.

Deve ser por isso que tanta gente sonha em entrar para o serviço público... No seu levantamento, o professor Bergamini considera o total de ativos, inativos, pensionistas, diretos, indiretos e intergovenamentais, entre janeiro e novembro de 2005, segundo dados do Ministério da Fazenda.

Gastos do Lula

A dotação orçamentária das despesas da União do exercício de 2005 é de R$ 682 bilhões e 700 milhões.

Até novembro de 2005, o governo empenhou o montante de R$ 603 bilhões e 600 milhões.

Foram liquidados (pagos) R$ 493 bilhões.

Ou seja, o governo Lula só empregou apenas 81,68% do empenhado e 72,21% do orçado.

Os dados, tabulados também pelo economista Ricardo Bergamini, não consideram a renegociação de dívidas de R$ 480 bilhões e 400 milhões, até novembro do ano que passou.

Aposentadoria injusta

A aposentadoria compulsória aos 70 anos é um luxo.

Quem reclama é o ministro Carlos Velloso, que afirma estar em plena capacidade de trabalho no Supremo Tribunal Federal.

Mas no próximo dia 19, Velloso deixa, compulsoriamente, o STF e a presidência do Superior Tribunal Eleitoral.

Velloso defende a elevação da compulsória, de 70 para 75 anos. Pendurando as chuteiras, o ministro avisa que não vai para o ócio. Promete advogar e "pôr em dia projetos adormecidos", como escrever livros e artigos, lecionar e jogar tênis.

Problema supremo

Terremoto à vista na relação entre o Executivo e o Legislativo.

Se Lula indicar para o Supremo Tribunal Federal (STF) o deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) ou o ex-ministro Tarso Genro (PT-RS), os congressistas de oposição (como o tucano Arthur Virgílio) mandam avisar que os nomes deles não passarão na sabatina do Senado.

Recebida com festa pelos petistas, a vaga aberta de Carlos Velloso no Supremo pode render uma suprema derrota política ao governo...

Na mira da CPI

O presidente do Conselho de Ética, Ricardo Izar (PTB-SP), e o relator da CPI dos Correios, Osmar Serraglio (PMDB-PR), pretendem se reunir esta semana para debater formas de impedir um “acordão” entre partidos governistas para livrar da cassação parlamentares envolvidos no escândalo do Mensalão.

O deputado Ricardo Izar promete apresentar nos próximos dias os relatórios de pelo menos 4 dos 11 processos instaurados contra parlamentares.

Com os relatórios concluídos, a cassação ou não dos deputados pode ir a voto a partir do dia 16, quando o Congresso voltará a ter sessões. Mas não vão imediatamente, já que há um prazo e cinco sessões a ser observado. Portanto, é preciso esperar para ver se haverá ou não pizza...

A lista dos 100

As provas colhidas pela CPI dos Correios são tão robustas que os parlamentares da CPI já decidiram: no relatório final, a comissão pedirá ao Ministério Público e à Polícia Federal o indiciamento de, pelo menos, 100 pessoas.

A lista completa ainda não está fechada, mas a revista já VEJA obteve de três parlamentares do alto-comando da CPI uma relação dos que não escaparão da degola política:

• O senador tucano Eduardo Azeredo;
• Dezessete deputados que sacaram no Valerioduto;
• Dois ex-ministros: José Dirceu e Luiz Gushiken;
• Os três principais dirigentes do PT na era Lula: José Genoíno, Delúbio Soares e Silvio Pereira;
• O ex-deputado Roberto Jefferson;
• Os donos dos bancos Rural e BMG;
• O lobista Marcos Valério;
• Duda Mendonça e outros dez publicitários;
• Seis dos maiores doleiros do País;
• Um procurador da Fazenda Nacional e diretores de estatais como os Correios, o Banco do Brasil e o IRB (Instituto de Resseguros do Brasil).

Para chegar a esse resultado, a CPI cruzou milhares de informações: comprovantes bancários e fiscais, extratos telefônicos e contratos entre estatais e empresas de Marcos Valério, o operador do Mensalão em parceria com Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT.

Os documentos foram processados por um super programa de computador, o I2, capaz de estabelecer as conexões existentes entre diferentes bases de dados e comprovar que o Mensalão não é a peça de ficção que o presidente Lula tenta sempre desmerecer em seus pronunciamentos.

O propinoduto de Bush

Quem diria, o presidente dos EUA também teria seu “Marcos Valério”! Chama-se Jack Abramoff, um dos lobistas mais conhecidos nos Estados Unidos, que é suspeito de prestar serviços para parlamentares americanos. Ele conquistava amizades influentes e, em troca, conseguia benefícios para os clientes pelos quais era pago.

O próprio presidente George Bush devolveu US$ 6 mil recebidos do lobista durante sua campanha de reeleição, em 2004. David Safavian, ex-chefe do escritório de licitações da Casa Branca, foi indiciado sob as acusações de mentir sobre suas ligações com Abramoff.

Jack retribuía a boa vontade dos congressistas – sobretudo os republicanos – com cruzeiros luxuosos, presentes caríssimos, hospedagem em hotéis de primeira classe e contribuía com “doações para campanhas”.

Agora, que a casa de Abramoff caiu, deputados e senadores estão indicando instituições de caridade como receptoras dos “donativos” depositados pelo lobista. O grande temor é que Abramoff estaria disposto a revelar os nomes daqueles que se beneficiaram com suas ações, depois de um acordo com investigadores federais norte-americanos...

Como é difícil viver em um País em que deputados, senadores e dirigentes públicos recebem grana de propinodutos ou lobistas...

Se a Dama do Mensalão falasse...

Para terror dos políticos de Brasília, outra que ameaça abrir a boca é a empresária do setor de entretenimento Jeany Mary Córner.

Conhecida como a “Dama do Mensalão”, Jeany seria a responsável por organizar festinhas de embalo nas quais os envolvidos no escândalo do Mensalão se divertiam nas mansões da Ilha da Fantasia política... Ao blog do Josias de Sousa, ela informou que preparou um dossiê sobre seus clientes que a abandonaram...

Agora, desfrutando do ócio em na estância mineral de São Lorenço (MG), Jeany prepara para março o seu retorno ao batente.

Antes, promete visitar o Congresso Nacional. Vai perambular de gabinete em gabinete, para olhar nos olhos da antiga clientela. Espera obter reconhecimento e uma “ajuda” financeira para se manter...

O dinheirinho extra (R$ 52 mil) da convocação extraordinária deve ajudar muito deputado e senador a colaborar com a “amiga” Jeany.

Tem trabalho em Brasília?

O Congresso só volta a funcionar para valer na segunda-feira da semana que vem, quando serão retomadas as votações nos plenários da Câmara e do Senado e os trabalhos das comissões, com a de Orçamento, que interrompeu seus trabalhos na antevéspera do Natal.

Mas o presidente Luiz Inácio Lula da Silva volta a despachar em Brasília depois de quatro dias de folga, muito sol e pescaria na Base Naval de Aratu, na Bahia.

Também retornam nesta segunda, depois de duas semanas de férias, os ministros Antonio Palocci (Fazenda), Roberto Rodrigues (Agricultura) e Miguel Rossetto (Desenvolvimento Agrário).

Na terça será a vez de Márcio Fortes (Cidades), Walfrido Mares Guia (Turismo) e Gilberto Gil (Cultura). Márcio Thomaz Bastos (Justiça) volta na sexta.

Celso Amorim (Relações Exteriores), Marina Silva (Meio Ambiente) e Luiz Marinho (Trabalho) também retornam de férias nesta semana.

Amorim, que teve as férias interrompidas por causa da morte do General comandante das tropas no Haiti, teve o descanso interrompido subitamente.

Tapando buracos

O Ministério dos Transportes dá a largada hoje para a operação tapa-buracos em trechos danificados das rodovias do País.

Oficialmente ao menos, as obras estarão em andamento em 10 mil e 500 quilômetros de estradas, do total de 26 mil que receberão ajuda emergencial em 25 Estados.

Para levar adiante a operação, o governo criou 120 frentes de trabalho. As obras de recomposição e recapeamento de pequenos trechos, sinalização horizontal e recuperação de pontes deverão estar concluídas até o fim do primeiro semestre deste ano.

Mas todo esse esforço tem prazo de validade. Segundo o ministro Alfredo Nascimento, os reparos têm durabilidade pequena: apenas um ano. Na verdade, serão uma maquiagenzinha no ano eleitoral...

Grana do Maluf

Uma liminar obtida por advogados do ex-prefeito Paulo Maluf na Justiça da ilha de Jersey impede que a promotoria da ilha britânica, situada no Canal da Mancha, assine com o Brasil um protocolo de cooperação judicial.

Estima-se que os Maluf mantenham em bancos de Jersey cerca de US$ 200 milhões em verbas supostamente desviadas de obras públicas. O dinheiro está bloqueado. O Ministério da Justiça, o Ministério Público e a Prefeitura paulistana tentam repatriá-lo.

O acordo foi solicitado pelo governo brasileiro, que deseja obter em Jersey documentos bancários de empresas off-shore pertencentes à família Maluf.

Grana do Duda

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos bloqueou temporariamente uma nova conta bancária relacionada ao publicitário Duda Mendonça.

O saldo da conta, supostamente num banco de Miami (EUA), não foi revelado. A Polícia Federal e o Ministério Público estão tentando rastreá-la.

A revista Veja revelou, na edição desta semana, a existência de uma nova conta “secreta e milionária” aberta em nome de uma empresa de fachada e movimentada pelo marqueteiro baiano da campanha eleitoral de 2002 do presidente Lula e que, por muitos anos, foi o mentor das campanhas malufistas.

Partidos devendo

Além do desejo de obter a Presidência da República nas próximas eleições, PT e PSDB têm algo em comum: suas dívidas milionárias.

O grande receio dos partidos é que, com a crise política do Mensalão, os partidos e suas campanhas, empresas e pessoas físicas reduzam suas doações, piorando ainda mais a situação financeira.

O PT reconhece uma dívida de R$ 55 milhões – sendo R$ 14 milhões de longo prazo. O restante, que deveria ser pago agora, está sendo negociado.

Já o PSDB admite dever “apenasR$ 2 milhões e 500 mil. Mensalmente, o PSDB dedica uma parcela de seu Fundo Partidário, de R$ 17 milhões e 400 mil anuais, ainda ao pagamento das despesas da campanha de José Serra à Presidência, em 2002.

O rombo da campanha passada tucana foi de R$ 6 milhões e 200 mil.

Malvadeza do Imperador

O Imperador do Rio, Cesar Maia, bota fogo na briga interna do PSDB pela vaga à presidência da República, revelando o teor de uma conversa entre dois deputados tucanos no avião:

1) “Besteira esta história de quem é mais forte num segundo turno. Os candidatos a deputado, governador e senador, querem saber quem é o candidato a presidente mais forte no primeiro turno, pois é neste que decidem a sua situação. Por isso querem o Serra”.

2) “Esta conversa de que é bom Garotinho ser candidato em função da troca de votos com Lula no nordeste, na base evangélica entre os mais pobres, é pura besteira pois o voto se espalha quando o candidato não é evangélico. Ou se tem confiança na candidatura para o primeiro turno ou pode desistir. Isso é conversa do Alckmin que faz conta para ver se vai para o segundo turno”.

3) “Com um vice do PFL do Nordeste quem vai vencer a eleição no Nordeste é o PSDB”.

4) FHC só pensa em ser super-ministro de relações exteriores.

5) Quem tem a bola cheia com o Serra é um economista do BNDES chamado José Roberto Afonso que ajudou a fazer a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

6) Além disso, o Alckmin para o Senado pode arrastar o candidato tucano ao governo do Estado de São Paulo, que os interlocutores afirmaram não suspeitar quem possa ser.

Certamente, os tucanos ficarão furiosos com a inconfidência de Cesar Maia, que tinha um acordo com FHC para se vice na chapa tucana. No entanto, ao que tudo indica, o imperador deve permanecer em seu posto de Prefeito do Rio... Ave, Ceasar...

Pressão total de Alckmin

O governador paulista Geraldo Alckmin avisou ontem que vai deixar o governo antes de dois de abril para ser candidato a Presidente da República.

Alckmin não quer disputar outro cargo. Advertiu que não pretende se lançar para o Senado.
Ele faz pressão total para que o prefeito José Serra desista da pré-candidatura tucana.

Na opinião de Alckmin, as pesquisas que dão Serra na frente são uma "fotografia do passado".

O governador lembrou o nome do secretário Gabriel Chalita como possível candidato ao governo de SP.

Morte do General

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva espera que a ONU (Organização das Nações Unidas) conduza uma investigação "imediata e ampla" sobre a morte do General brasileiro Urano Teixeira da Matta Bacellar, comandante da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti.

Ainda pairam incertezas sobre a causa da morte. O tiro que matou o general brasileiro Urano Bacellar no Haiti saiu da arma do próprio militar. Mas a tese do suicídio ainda não é dada como definitiva. Uma solução para o caso pode sair ainda hoje.

O corpo do General só retorna ao Brasil depois que a equipe de peritos brasileiros enviada pelo presidente Lula analise a perícia e a necropsia feita pela polícia internacional da ONU.

Até agora, uma certeza do governo Lula é o governo brasileiro pretende continuar no comando da Força de Paz da ONU no Haiti. O nome de um general de divisão combatente, escolhido para substituir Urano, só será divulgado depois de aprovado pelo presidente Lula e ficar decidido que o posto continuará sendo comandado por um brasileiro.

Poupando os Índios

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, deputada federal Iriny Lopes (PT-ES), enviará uma recomendação ao Ministério da Defesa para que o Exército pare com exercícios militares utilizando índios, seja qual for o pretexto.

Só que o pedido não deve ser acatado por uma razão social. Uma publicação do Instituto Sócioambiental (ISA), referência em questões indígenas, mostra que em 1997, no 5º Batalhão da Infantaria da Selva, em São Gabriel da Cachoeira, 85% dos soldados incorporados pelo Exército eram índios.

O jornal "Extra", das Organizações Globo, publicou nesta final de semana a denúncia de que índios estavam sendo usados pelo Exército em treinamentos militares, provavelmente em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas.

Caso do Boi Gordo

Mais de quatro anos depois de terem sido arrastados para uma das maiores falências do país, os 31 mil e 400 credores das Fazendas Reunidas Boi Gordo poderão ser beneficiados por uma decisão judicial para tentar reaver até R$ 1 bilhão e 200 milhões em créditos perdidos.

A justiça de São Paulo reconheceu que a Boi Gordo pertence a um grupo econômico formado por mais três empresas.

A decisão favorece 18 investidores já que permite que esses obtenham créditos equivalentes a R$ 3 milhões das outras empresas e do patrimônio pessoal do dono das empresas, Paulo Roberto Andrade, — e não só da massa falida da Boi Gordo.

Hora de baixar o Álcool

Representantes dos ministérios da Agricultura e de Minas e Energia devem se reunir na terça ou na quarta-feira com produtores de álcool para negociar alternativas para conter a alta nos preços dos combustíveis.

Desde o início do ano, o valor do álcool aumentou cerca de 6% nos postos de combustíveis, segundo a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes.

O preço gasolina subiu 2% no mesmo período porque possui 25% de álcool na mistura. No ano passado, o álcool combustível já havia acumulado alta de 20%.

Vitória dos taxistas

A Prefeitura do Rio inicia hoje o reconhecimento formal do direito de 5.475 motoristas de táxis que não tinham as chamadas “autonomias” para trabalhar. Os motoristas lançaram o Movimento “Diárias Nunca Mais”, que chegou a parar o Rio com vários mega-protestos.

Conhecidos como “ex-escravos de praça”, eles foram beneficiados pela Lei 3123/00, de autoria do ex-vereador Pedro Porfírio, que transformou em “permissionários” todos os motoristas que pagavam diárias exorbitantes para trabalhar.

Os taxistas se livraram da necessidade de comprar licenças públicas, conhecidas como “autonomias”, vendidas por até R$ 60.000,00 – por debaixo do pano...

O cronograma estabelecido pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos prevê a entrega de 50 licenças definitivas por dia aos motoristas. A operação será concluída no dia 27 de junho.

Malhação no poste

A atriz global Rafaela Lisboa, do elenco de "Malhação", bateu domingo de manhã com seu carro na Rua Jardim Botânico, na altura do Hospital da Lagoa.

Segundo a polícia, ela estava com o documento do carro atrasado e sem carteira de habilitação.

A atriz foi detida e encaminhada para a 15ªDP (Gávea), onde o caso foi registrado.

O caso do ônibus queimado

A menor X., de 13 anos, que mentiu ao confessar participação no atentado ao ônibus 350, em que morreram cinco pessoas em novembro passado, prestará novo depoimento hoje, às 14h.
O depoimento da menor será a última peça do relatório que a inspetora Marina Maggessi, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), apresentará amanhã ao Ministério Público (MP) para que os acusados possam ser denunciados.

O inquérito será encerrado hoje com seis presos, quatro mortos e um foragido. O traficante André Bocão, acusado de participar do ataque ao ônibus, ainda está sendo procurado por policiais da DRE.

Continua preso o presidente da Associação de Moradores da Vila Piquiri, no Morro da Fé, em Brás de Pina, conhecido como Beto, que foi acusado de ter participado do ataque. Ele teria organizado uma reunião na sede da associação e distribuído a gasolina usada no atentado.

Quem maltratou o Severino?

O morador de rua, Severino Ramos da Silva, foi queimado por pessoas ainda não reconhecidas pela polícia em Recife.

Apesar de apresentar queimaduras de segundo grau em 40% do corpo, seu quadro é estável.
Severino não soube informar onde estava no momento em que foi atacado.

Primeiro, ele contou que estava no Centro da capital, depois falou que estava em outro local, Jardim Primavera.

Severino só se lembra que estava dormindo na rua e em seguida foi socorrido para o Hospital da Restauração. É a barbarie humana!

Culpa do Orkut?

Uma foto da ex-mulher ao lado do novo namorado, estampada no portal de relacionamentos Orkut, teria sido o estopim que levou Cícero Félix da Silva a atirar em Patrícia Ferreira Cordeiro, e nos pais dela, Gilberto André Cordeiro e Soledad Ferreira Cordeiro. A versão para o crime é de irmãos de Cícero.

Armado de uma pistola 765, o taxista foi até o apartamento da ex-mulher no Recreio dos Bandeirantes, na noite de sábado, e, depois do acesso de fúria, suicidou-se na sala da família.
Soledad morreu na hora. Patrícia foi internada no Hospital Miguel Couto, na Gávea, e ainda corre risco de morrer. Atingido na boca, o pai dela foi atendido no Hospital Lourenço Jorge, na Barra, e está fora de perigo.

Os corpos de Cícero e Soledad já foram liberados pelo IML e devem ser enterrados esta segunda-feira.

Globo condenada

Essa notícia Homer Simpson não poderá assistir no Jornal Nacional... A TV Globo está obrigada a pagar ao compositor Evaldo Santos os direitos autorais da trilha sonora de abertura da Tela Quente, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia.

Quem bateu o martelo foi a juíza Maria Luiza de Oliveira Sigaud Daniel, da 45ª Vara Cível do Rio de Janeiro.

Em julho de 2005, a emissora já havia sido condenada a voltar a pagar ao compositor, mas descumpriu a decisão.

A Globo alega que paga os valores regularmente ao Ecad — Escritório Central de Arrecadação e Distribuição. Mas o compositor recebeu por apenas 12 das 870 exibições feitas pela TV Globo durante 16 anos.

Agora, ele pretende entrar com ação de indenização por danos morais pedindo R$ 2 milhões pelo uso indevido de sua obra.

Carequinha do bem

George Savalla Gomes, o palhaço Carequinha, de 90 anos, continua internado na Santa Casa de Misericórdia, em Juiz de Fora, onde seu sobrinho, Jorge Bejane, é prefeito da cidade mineira.

A família acredita que ele saia do hospital até a próxima sexta-feira.

Carequinha tem problemas urológicos. Os médicos estão avaliando se o palhaço precisa ser operado.

Tomara que o grande Irmão e palhaço Carequinha se recupere logo, para felicidade geral da nação, infestada por outros “carequinhas” que não têm graça nenhuma.

Agonia de Sharon

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, permanece internado em situação crítica, porém estável, no Hospital Hadassah.

O último boletim médico divulgado pelo hospital revelou que o quadro do premier não teve alterações durante a madrugada de domingo para segunda-feira.

O médico Ron Krumer confirmou que a equipe da unidade pretende suspender hoje gradativamente, os medicamentos que mantêm Sharon em coma induzido.

Antes de o processo ser iniciado, os médicos vão discutir as condições do primeiro-ministro.

Sementes brasileiras no espaço

No dia 22 de março deste ano, o Brasil vai enviar, pela primeira vez, um astronauta em uma missão especial, o tenente-coronel Marco Pontes. A viagem recebeu o nome de Missão Centenário, uma homenagem ao aniversário de cem anos do primeiro vôo de Santos Dumont com o 14 Bis.

Junto com ele, devem ir nove pesquisas científicas produzidas no país, dentre elas, uma da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que pretende avaliar o comportamento de uma semente de uma árvore tropical em uma estação espacial (no caso, a russa Soyuz).

Ao todo, o astronauta brasileiro passará oito dias na estação russa e levará uma carga de 15 quilos de material para experimentos. Mas apenas cinco quilos poderão voltar à Terra. O restante deverá ser transformado em lixo espacial.

Vida que segue...

Novas informações a qualquer momento.

Recramações, ilogios ou revelações bomba para:jorgeserrao@gbl.com.br

Façam comentários clicando no link abaixo.

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Very nice site! »

Anônimo disse...

That's a great story. Waiting for more. » »