segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Crime no poder: Governador Sérgio Cabral admite em livro que polícia combate focos de terrorismo no Rio de Janeiro

Segunda Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

Finalmente, o governo do Estado do Rio de Janeiro assumiu como verdadeira uma informação já sabida pelos órgãos de inteligência das Forças Armadas e das auxiliares (as PMs): a polícia fluminense combate focos de terrorismo no Rio. O governador Sérgio Cabral Filho admite esta “guerra”, oficialmente, na introdução do livro "A Hora e a Vez do Rio de Janeiro e o Novo governo - Desenvolvimento, Segurança e Favelas" (Editora José Olympio). A denúncia é do blog “Repórter do Crime”, de Jorge Antônio Barros.

Na obra, que resulta de um debate coordenado pelo ex- ministro do Planejamento João Paulo dos Reis Velloso, Sérgio Cabral Filho escreveu, na introdução "O Rio de Janeiro e o novo governo": "(...) A verdadeira vocação do Estado do Rio de Janeiro é a qualidade de vida. Mas enfrentamos um grande desafio da área de segurança pública. Temos que combater os focos de terrorismo e banditismo com ações policiais severas, mas articuladas a intervenções urbanísticas e à promoção da cidadania. O presidente Lula e seus ministros colocaram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), R$ 1,2 bilhão para aplicarmos em obras de acessibilidade nas comunidades da Rocinha, Complexo do Alemão e Complexo de Manguinhos. O projeto prevê a construção de ruas, avenidas, praças, parques, escolas, bibliotecas, delegacias e postos de polícia (...)".

Embora os serviços de inteligência das polícias militares e das Forças Armadas tenham provas da presença de terroristas no Brasil, prestando “serviços de consultorias” a facções criminosas e a alguns ditos “movimentos sociais” fora da lei, o governo brasileiro finge que nada disso ocorre. Trabalhos de campo dos militares e das PMs comprovam que existem ligações efetivas de pelo menos 28 grupos terroristas internacionais com esquemas mafiosos brasileiros ligados ao narcovarejo e aos esquemas políticos por eles financiados, com objetivo ideológico ou não.

O mais conhecido é o intercâmbio de operações entre traficantes de drogas cariocas e os narco-guerrilheiros das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). A Polícia Federal tem provas de que comerciantes ilegais de drogas do Comando Vermelho, que controlam bocas-de-fumo nos morros cariocas da Mangueira e do Jacarezinho negociam pessoalmente, e com regularidade, cargas de cocaína na fronteira entre o Brasil e a Colômbia.

As trocas de dinheiro ou peças de automóveis roubados pela pura cocaína colombiana acontecem durante festas promovidas pelos guerrilheiros das FARC. Os negociadores brasileiros do CV já foram identificados como Negro, da Mangueira, e Sapo, do Jacarezinho. A PF recebeu a informação de que pelo menos 18 criminosos que viajam freqüentemente à região da fronteira Brasil-Colômbia.

O Comando Vermelho ocupa o espaço que já foi exclusivo do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, capturado seis anos atrás em território colombiano. Na Mangueira, a Polícia Civil carioca já apreendeu, em junho, 20 quilos de cocaína do tipo capa preta, vendida pelas Farc. O grau de pureza da droga (98%) garante a rentabilidade ao tráfico. Os brasileiros transformam uma tonelada de pasta de coca colombiana em cinco toneladas, depois de misturarem com outras substâncias. No Morro da Mangueira, os traficantes chegam a faturar até R$ 1 milhão por semana na chamada alta temporada, entre meses de novembro e fevereiro. O exército de traficantes na favela, que recebe treinamento de guerrilheiros das FARC, tem cerca de 150 homens fortemente armados.

A aliança dos traficantes brasileiros com guerrilheiros das Farc que comercializam cocaína começou com Fernandinho Beira-Mar, em 1997. Na época, o criminoso já dominava o tráfico de drogas e armas na fronteira do Brasil com o Paraguai, e mantinha enorme rede de contato com traficantes internacionais. Com o aval desses grandes traficantes, Beira-Mar foi apresentado a Tomás Medina Caracas. Ele é o famoso Negro Acácio, recente morto pelo exército colombiano. Beira-Mar ganhou a confiança do Negro Acácio porque tinha status de “bom negociante”. Acácio liderava a Frente 16, um dos principais grupos das FARC que admite que vender cocaína para financiar a guerrilha.

Leia a denúncia de Márcio Accioly: Pode ter dinheiro do tráfico na Funasa em Roraima

Definições de Terrorismo

Conceitualmente, o terrorismo é o uso ilegal da força ou da violência contra pessoas ou propriedades, objetivando influenciar uma audiência e coagir um governo e a população de um Estado, em proveito de objetivos políticos, sociais, religiosos ou ideológicos.

“Terrorismo é a ação ou omissão, típica e antijurídica, levada a efeito com o fim precípuo de causar medo, terror ou intimidação na população, como forma de compelir a administração pública direta, indireta, as autarquias ou organismos internacionais a fazer ou deixar de fazer alguma ação ou atender reivindicação, ainda que justa” (ADESG-SP, 2006).

E também: “Terrorismo é o modo de coagir, ameaçar ou influenciar outras pessoas ou impor-lhes a vontade pelo uso sistemático do terror. Também é uma forma de ação política que combate o poder estabelecido mediante o emprego da violência”. (Dicionário Aurélio, 1999, p 1951).

Em resumo, o Terrorismo consiste na geração do medo, para produzir três tipos de vítimas. A Vítima Tática (o morto, o ferido ou o seqüestrado), a Vítima Estratégica (aquela que sobrevive ao atentado, e está sob risco) e a Vítima Política (que são o Estado e a Democracia, aqui entendida como a Segurança do Direito).

Por isso, o terrorismo é um importante instrumento de controle social usado pelo Governo do Crime Organizado, claramente definido como a associação, para fins delitivos, entre a classe política e empresarial, criminosos de toda espécie e ideologia, junto com integrantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, com o objetivo criminoso de usurpar o Poder do Estado Brasileiro, praticando a corrupção, o roubo, a violência e o aspecto mais radical dela, o terrorismo.

Releia o artigo de Jorge Serrão: Brincando com o Terrorismo

Maçonaria no aguardo

O Grande Oriente do Brasil, mais antiga potência da Maçonaria brasileira, espera que o ministro-presidente do Superior Tribunal Militar, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Henrique Marini e Souza se pronuncie, o mais urgente possível, sobre a notícia crime apresentada sexta-feira passada cobrando uma atuação efetiva do Exército brasileiro na Amazônia.

Os maçons pedem a abertura de um Inquérito Policial Militar para apurar os fatos e atribuir responsabilidades sobre o eventual uso das Forças Armadas para expulsar fazendeiros da Reserva Indígena Raposa do Sol, em Roraima.

O IPM também teria de investigar provas objetivas de que a região – rica em minerais estratégicos – é dominada por ONGs que são “laranjas” de potências estrangeiras.

Pelo conteúdo direto e pela lógica jurídica da notícia-crime dos maçons, se o IPM não for aberto, os militares incorrerão em crime de prevaricação. Em tese, seriam passíveis de denúncia do STM ou da Procuradoria Geral da Justiça Militar.

Releia o artigo de ontem: Maçonaria solta o bode na Sala da Justiça e no Quartel

Tem que rezar

A Polícia pede hoje a quebra do sigilo bancário do padre Júlio Lancellotti, da Pastoral do Menor de São Paulo.

O ex-interno da Febem Anderson Marcos Batista, de 25 anos, um dos acusados de extorquir o religioso, negou a extorsão e ainda revelou que mantinha relações sexuais com o padre desde os 16 anos.

Anderson garantiu que o padre lhe dava dinheiro espontaneamente.

Dando que se recebe

A ONG Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto, onde Lancellotti é dirigente, vai sofrer uma auditoria especial contábil em seus 35 convênios firmados com a Prefeitura de São Paulo.

A fiscalização especial será feita pela Secretaria municipal de Finanças e pelo Tribunal de Contas do Município.

O padre admitiu que recebia R$ 1 mil da organização, embora não tivesse legalmente direito a receber tal ajuda como conselheiro da entidade.

Deu quanto?

Padre Lancellotti primeiro falou que deu R$ 56 mil na suposta extorsão sofrida.

Agora, já fala em R$ 86 mil da mesma suposta extorsão.

Anderson garante que o padre lhe deu algo entre R$ 500 mil e R$ 700 mil.

O advogado do padre, o maçom e petista Luiz Eduardo Greenhalgh, vai ter muito trabalho para explicar a questão financeira e a contra-acusação de pedofilia.

Sorte do padre que advogado petista, na atual conjuntura, consegue provar que dois mais dois é igual a três mandatos.

Espírito de corpo

O arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer, reiterou apoio ao padre Júlio Lancelotti, que acusa um ex-interno da Febem de chantagem.

Foi em uma carta publicada no site da arquidiocese de São Paulo.

Dom Odilo elogia o trabalho da polícia e diz que a prisão dos acusados será decisiva para a elucidação dos fatos.

No texto, o arcebispo de São Paulo lamenta o fato de o padre Júlio ser transformado em réu, quando na verdade é vítima – na opinião da Igreja Católica.

Prova do Mensalão

A Ccópia de livro-caixa apreendido pela Polícia indica suposto pagamento de mensalão pelo ex-governador de Mato Grosso do Sul José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT.

Segundo o Ministério Público, parlamentares recebiam os valores.

O documento estava na casa de uma ex-funcionária do governo petista.

Arapongagem

O Imperador do Rio, ave César Maia, jura que o governador de Minas Gerais é vítima de escutas telefônicas ilegais e de espionagens também fora da lei.

Maia volta a advertir que arapongas a serviço do PT e do governo querem encontrar manchas que derrubam a candidatura presidencial de Aecinho já no nascedouro.

Os malvados querem provar que teria algo na vida do mineiro que não cheira nada bem.

Investindo no Haiti

Desde o início da operação militar no Haiti, há três anos, o Brasil já gastou pelo menos R$ 315 milhões e 900 mil reais com suas tropas de 1200 homens.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) decidiu renovar por mais um ano a permanência das tropas brasileiras no comando da Missão de Estabilização no Haiti.

As Forças Armadas Brasileiras combaterão na nação caribenha até outubro de 2008.

Pergunta idiota: Não seria mais barato promover um treinamento idêntico no Rio de Janeiro?

1 ano de incompetência aérea

Mesmo com a chegada de Nelson Jobim ao Ministério da Defesa, a troca de comando na Infraero e a tentativa de reestruturação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a crise aérea continua.

Os especialistas não têm dúvidas na hora de apontar os motivos: faltam planejamento e políticas de longo prazo.

Até agora, pouco foi feito em relação à terceira pista de Cumbica e ao terceiro aeroporto da região metropolitana.

A abertura de concurso público para controladores só surtirá efeito daqui a dois anos, quando servidores concluírem a formação.

Perguntas sem respostas

O Comandante José Paulo Resende faz algumas perguntinhas idiotas às autoridades do setor aéreo:

*Por que os passageiros continuam sem informação nos aeroportos?

*Por que a espera foi transferida da sala de embarque para o interior das aeronaves?

*Por que ainda não temos um plano aeroviário nacional?

*Quais são as políticas de longo prazo para o setor aéreo?

*A região metropolitana de São Paulo terá um terceiro aeroporto?

*Até quando o mercado da aviação comercial continuará concentrado em apenas duas empresas?

*Até quando Aeronáutica, Infraero e Anac vão trabalhar sem integração?

Novo presidente

O deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP) assume interinamente, nesta terça-feira, a Presidência da República.

Será a primeira vez que o presidente da Câmara ficará à frente do Executivo nesta legislatura.

A cadeira presidencial fica sem os titulares porque o chefãoLula da Silva viaja a Zurique, na Suíça, para participar do anúncio oficial do Brasil como país-sede da Copa de 2014.

E o vice-presidente José Alencar está internado para se submeter a uma cirurgia.

Renan já sentou lá

No ano passado, durante as eleições, Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, chegou a assumir a Presidência por curtos períodos.

Foi em função de viagens de Lula, da internação de Alencar e da impossibilidade do então presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), assumir o posto por imposição legal.

Aldo era candidato a deputado federal, e não podia ocupar o cargo.

Indústria das multas

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) pretende reajustar os valores das multas, congelados há sete anos.

O Código de Trânsito Brasileiro prevê a correção das multas pela Unidade Fiscal de Referência (Ufir), que foi extinta em 2000.

Com isso, o montante a ser pago pelas infrações ficou baixo na avaliação do Denatran.

O mais baixo é de R$ 53,20 e o mais alto, de R$ 191,54, dependendo da gravidade do caso.

Apaixonados por carros de luxo

A ONG Contas Abertas informa que a Câmara dos Deputados investiu quase R$ 650 mil para a compra dos 10 veículos de luxo, todos de cor preta, adquiridos por meio de pregão.

Foram R$ 205,2 mil para a compra de quatro veículos da Kia, modelo Serato, de luxo, zero quilômetro.

E mais R$ 443,4 mil pela aquisição de seis Ford Fusions, com bancos de couro, ar condicionado e transmissão automática.

Dentadura de gastos no Senado

O Senado empenhou na última semana R$ 6 mil e 600 reais para custear tratamento dentário.

Nos últimos 30 dias, outros R$ 24 mil serviram para o mesmo fim.

Só não se sabe qual parlamentar, parente ou funcionário foi beneficiado pelo tratamento, já que a nota de empenho não informa.

Boas festas

O Gabinete do Comando da Aeronáutica investiu R$ 4.200 para a compra de 50 pacotes de batatas palito congeladas, 700 biscoitos cream cracker, 300 manteigas, 120 latas e 120 garrafas dois litros de coca-cola e mais de 2 mil latas de guaraná.

Também gastou R$ 8 mil para a aquisição de garrafinhas e garrafões de água mineral, 29 quilogramas (kg) de queijo parmesão, 100 kg de prato e 10 kg de minas, entre outros.

Também comprou 150 caixas de bombons por R$ 835,50.

E 47 frascos de azeitona recheada com pimentão, por R$ 398,40.

O Comando da FAB reservou outros R$ 10,9 mil para comprar 120 vidros de alcaparra em conserva, 60 pacotes de amêndoas torradas e salgadas, 60 arroz da marca Tio João, 48 vidros de aspargos, 100 latas de atum, 120 azeites de oliva, 250 batatas palhas, biscoitos waffer, caldos de carne e galinha, 100 latas de castanha de caju, 55 chás de diferentes sabores, 48 frascos de cogumelos em conserva, 240 cremes de leite, 120 doces de figo em calda, 120 de goiabada e 400 dúzias de ovos.

A revelação é do site Contas Abertas.

Tiro pela culatra

Os sargentos estão na bronca com a Portaria 237/2006 baixada pelo Diretor de Pessoal Militar da Marinha , Almirante Saraiva Ribeiro.

A regra autoriza os militares com graduação de Sargento comprarem armas de fogo.

Só que os oficiais generais não permitem aos sargentos o porte de arma – conforme ainda acontece no Exército.

Militar marginalizado

Pela lógica do DPMM, os assaltantes podem usar armas à vontade nas ruas do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e outras capitais.

Já os militares só podem ter arma para guardar de enfeite dentro dos armários de casa.

Por segurança pessoal, os sargentos da Marinha são obrigados a descumprir a regra burra, correndo risco de punição disciplinar.

Com terno e sem documento

Em setembro, em Salvador, a Marinha realizou uma missão chamada IMO.

Envolvia a proteção de varias autoridades e muitos carros alugados.

Só que a equipe de segurança, bem vestida de terno, foi para a rua sem o porte de arma institucional que é obrigatório.

Candidatas a Surfistinha

Centenas de meninas querem viver o papel da ex-prostituta Bruna Surfistinha no cinema.

Mas as atrizes de "O doce veneno do escorpião" só serão conhecidas em dezembro.

Produzido pela TV Zero, o longa metragem começará a ser rodado no ano que vem, com orçamento que pode chegar a R$ 4 milhões,

Dirigido por Marcus Baldini e com roteiro de Karim Aïnouz, o filme vai retratar o submundo da prostituição em São Paulo.

Sinto vergonha de mim

Confira o texto de Rui Barbosa interpretado por Rolando Boldrim:

http://www.youtube.com/watch?v=Lo1gPVsKp5E

Explica direito

Em um novo artigo, o líder cubano Fidel Castro zombou do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, por sua declaração "Vida Longa à Cuba Livre".

O slogan foi usado por militantes pela independência de Cuba, conhecidos como "mambisis", em 1868, no início da guerra de décadas contra o domínio colonial espanhol.

Os guerrilheiros de Fidel também usaram as palavras nos anos 1950.

Também ficou a dúvida: Será que Bush também não se referiu àquela famosa bebidinha, a Cuba Libre?

Velho chavão

O slogan é usado freqüentemente por Raúl Castro, em vez das palavras de ordem habituais de Fidel "Pátria ou Morte".

Fidel reclamou que a frase é como se o rei da Espanha tivesse dito o mesmo durante seu domínio colonial sobre a ilha do Caribe.

Bush repetiu na quarta-feira que manteria as sanções contra Cuba e convocou o povo, os militares e a polícia do país a unirem-se pela abertura da nação a uma democracia multipartidária.

Melhor é tomar banho...

O guarda vê um homem estacionando seu carro em local proibido e pede:

- Tire o carro e pare em outro lugar! Não está vendo a placa de "proibido 'estacionar"?

O motorista responde, rispidamente:

- Estou.

- E então?

- E então? Então vá tomar banho!

O guarda algema o indivíduo, sem mais nem menos, e o leva até a delegacia:

- Olha que engraçadinho, delegado. Mandei tirar o carro de um local proibido e ele me mandou tomar banho!

- Ah, é? - diz o delegado com ironia:

- E eu? O que você vai mandar?

- Você eu vou mandar tomar no...!.

O delegado fica muito puto, dá uma porrada nos cornos do cara e ordena:

- Leva para os fundos e põe o filho da puta no pau-de-arara.

O policial leva o homem até uma salinha e o pendura de ponta-cabeça, quando a carteira do cara cai do bolso aberta no chão: "JUIZ FEDERAL"!

Correndo, o guarda volta à sala do delegado e se desespera:

- Doutor, o cara é JUIZ FEDERAL!

- JUIZ FEDERAL? Puta que pariu! E agora? O que nós vamos fazer?

- O Senhor não sei... Eu vou tomar meu banho...

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

Nenhum comentário: