sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Lista seletiva de exportadores de carne feita pelo desgoverno Lula pretende fragilizar o agronegócio

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

O Ministério “brasileiro” da Agricultura e Pecuária foi inteiramente responsável pela escolha seletiva de apenas 106 fazendas que poderão exportar carne bovina para o mercado europeu. A revelação feita ontem pela União Européia confirma as péssimas intenções do desgoverno Lula com o agronegócio. As fazendas não-credenciadas para vender carne para fora ficam reféns do projeto transnacional de controlar a produção brasileira e os preços da carne. Se não quiserem ficar no prejuízo, os pecuaristas se vêem forçados a fechar contratos leoninos no mercado futuro ou, em último caso, cedem ao assédio para vender suas terras.

Na realidade, não aconteceu o previsto embargo da União Européia à carne brasileira. Mas, na prática, ocorreu um criminoso embargo burocrático imposto pelo próprio desgoverno Lula – cujos aliados do MST tem ódio mortal do agrobusiness. Na lista de apenas 106 fazendas autorizadas a exportar, aparecem 10 empresas que não farão isso, pois não são destinadas à pecuária de corte. As dez fazendas são propriedades leiteiras ou se destinam à criação de gado para melhoramento genético. O desgoverno cara de pau alega que elas foram incluídas na lista das 106 porque “estavam com a documentação em dia”.

Dos 106 propriedades brasileiras certificadas para exportar carne para a União Européia, 87 fazendas são de Minas Gerais. Apenas por coincidência, o estado do futuro-já aliado petista Aécio Neves. Foram habilitadas 11 fazendas do Rio Grande do Sul, 4 de Mato Grosso, 2 de Goiás e 2 do Espírito Santo. Em janeiro, a EU havia barrado a carne nacional por questões sanitárias.

Leilão milionário

Um grupo de investidores portugueses, franceses, espanhóis, que trabalham com o consultor José Dirceu de Oliveira e Silva, promete realizar um dos maiores negócios imobiliários dos últimos tempos em São Paulo.

Eles querem arrematar um super terreno na Avenida Faria Lima que será leiloado por R$ 500 milhões.

Quem está mais à frente dos trabalhos é o famoso assessor do Zé, o Bob.

O retorno dos Petrodólares

Animados com os bons indicadores da economia e com a perspectiva de rentabilidade das ações de empresas brasileiras, investidores de países árabes produtores de petróleo estão injetando dólares na Bolsa de São Paulo.

A injeção ajuda Bovespa a operar em alta apesar do pessimismo no mercado norte-americano.

Os petrodólares também aquecem as operações de compra de fazendas de gado e de áreas ricas em recursos minerais.

Insatisfação geral

61% das pessoas ouvidas disseram que não estão satisfeitas com a maneira que o país trata os seus pobres.

69% acham que o fosso entre pobres e ricos está aumentando no Brasil.

Os números, que desagradam ao desgoverno Lula, aparecem em uma pesquisa do Instituto Gallup, divulgada pelo blog do Josias de Sousa.

Assim, a tal aprovação de 69,9% do presidente Lula, medida pelo Instituto Sensus, fica totalmente fora de senso...

Pau no Judiciário

O chefão Lula da Silva atacou o Judiciário no final da noite de ontem, durante discurso de lançamento de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Sergipe.

Ao defender os programas sociais do governo, Lula disse que seria bom que o Judiciário "metesse o nariz apenas nas coisas dele".

Sem citar nomes, criticou as declarações de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que criticaram o lançamento de novos programas sociais em ano eleitoral e o aumento dos benefícios pagos pelo governo.

Para quem foi o recadinho...

O poderoso Lula batraqueou da canela para cima:

É preciso perguntar a quem falou essa sandice, se ele quer ser ministro da Suprema Corte ou político. Se quer ser político, renuncie lá e se candidate a um cargo para falar as bobagens que quiser, a hora que quiser, mas não ficar se metendo nas políticas do governo federal. Não tem um palpite meu no Legislativo. O governo não se mete no Poder Judiciário. Se cada um ficar no seu galho, o Brasil tem chance de ir em frente. Se cada um der palpite na vida do outro, a gente pode conturbar a sociedade”.

Tudo indica que os recados foram para o ministro Marco Aurélio Mello, que condenou publicamente o aumento do Bolsa Família em ano eleitoral.

Ataque explícito com “razão”

O presidente Lula criticou o fato de o Supremo Tribunal Federal, em várias decisões, ter assumido o papel do Legislativo:

Seria tão bom se o Judiciário metesse o nariz apenas nas coisas dele, o Legislativo nas coisas dele e o Executivo nas coisas dele. É preciso que a gente reordene as instituições brasileiras para que elas funcionem cada vez mais de forma harmônica”.

Quem entende da psique lulista interpreta que as verdadeiras preocupações de Lula, em seus duros recados, são com possíveis investigações sobre os cartões corporativos e sobre o risco de condenação de seu “gestor financeiro” Antônio Palocci no caso Francenildo.

Medinho do cartão

Apesar da pizzaria armada na CPI, o chefão Lula ainda teme que se abram algumas contas de cartões corporativos do seu desgoverno.

Pegou muito mal que despesas do cartão presidencial ainda aumentaram depois da enxurrada de denúncias.

Saltou dos R$ 6 milhões e 200 mil em janeiro para o acumulado de R$ 7 milhões em fevereiro.

Só os gastos secretos, em nome da segurança nacional, no gabinete presidencial aingem R$ 634 mil.

Mudou de idéia rápido...

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi obrigado pelos fatos e evidências políticas a engolir a candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) à prefeitura de São Paulo.

Se ele quiser ser candidato, será. E com meu apoio. Para vencer as eleições”.

Foi a declaração de FHC durante o lançamento do livro “Cultura das Transgressões no Brasil - Lições da História”, patrocinado pelo seu instituto, o IFHC, e pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO), na última quarta-feira.

FHC era um dos líderes do grupo do PSDB que pressionava Alckmin a desistir da idéia da candidatura em favor do prefeito Gilberto Kassab (DEM), que tenta uma difícil reeleição.

Traveco-card

Até a Agencia Brasileira de Inteligência, a ABIN que usa seus cartões corporativos protegidos pelo segredo legal, foi acionada para investigar os cartões de crédito travestidos usados por supermercados, mas que pertencem a bancos.

O problema é que o consumidor não sabe que está fechando um contrato com o banco – e não com o supermercado.

Os cartões alvejam os clientes de baixa renda, obrigando-os a pagar os cartões no banco.

A operação é de venda casada, embora os bancos usem outros nomes, e o Banco Central nada faz contra mais esse desrespeito ao consumidor.

A gente acreditamus

A Polícia Federal garante que os ladrões de computadores da Petrobrás não sabiam que roubaram dados reservados sobre o Campo de Júpiter.

Quatro ladrões foram presos ontem no Rio e os quatro laptops desaparecidos, recuperados.

Estranhamente, uma máquinas estavam sem o HD funcionando...

Idas e vindas policiais

Mesmo assim, a PF descartou a hipótese de espionagem industrial no furto de computadores com informações sigilosas da Petrobras.

Sete dias atrás, o superintendente da PF no RJ, Valdinho Jacinto Caetano, descartara a possibilidade de ter ocorrido um crime comum no caso Petrobrás.

Ontem, declarou que estava “totalmente descartada a hipótese de ter sido um crime de espionagem industrial ou de pirataria”.

Lula, Dilma e Tarso erraram?

No dia 17 de fevereiro, o chefão Lula, que nunca sabe de nada quando lhe é conveniente, comentou o furto na Petrobrás:

"São apenas três empresas no mundo que trabalham com esse tipo de prospecção. Roubaram um software que continha informações que eram um segredo de Estado".

No dia anterior, o ministro da Justiça, Tarso Genro, tagarelou: “Esses furtos do contêiner têm de ser tratados como questão de Estado, que envolve Abin e PF. Não é um caso só de espionagem de empresas que querem entrar na licitação. São interesses geopolíticos”.

E no dia 15, a presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, super poderosa ministra da Casa Civil e candidata preferida a substituir Lula, a esterna guerrilheira Dilma Rousseff fora incisiva:

"Todos os indícios parecem mostrar que se trata de espionagem industrial. Eles vão fazer o quê? Vai chegar uma pessoa lá e explorar?".

Os apanhados

Foram presos Alexandro de Araújo Maia, Eder Rodrigues da Costa, Michel Mello da Costa e Cristiano da Silva Tavares.

Os acusados são seguranças da empresa Bric Log, que atua para a Poliporto, na zona portuária

Eles destruíram um disco rígido e venderam um pen drive a um receptador.

Cozinhando notícia com o ladrão

O chefe de cozinha Moisés Manuel de Lima Sobrinho, de 25 anos, que confessou ter planejado o furto ao Masp (Museu de Arte de São Paulo), no dia 20 de dezembro, afirma que é ameaçado pela pessoa que encomendou os quadros.

"Minha família foi coagida, minha mulher teve que se mudar".

Foi o que o cozinheiro relatou, ontem, em entrevista à Folha de S. Paulo no CDP 2 (Centro de Detenção Provisória) do Belém, na zona leste de São Paulo.

Salário da Tropa

Um dia após a notícia de que uma medida provisória (MP) fixará em 8% o reajuste das Forças Armadas, o ministro da Defesa afirmou desconhecer a informação.

O genérico Nelson Jobim garantiu que os números ainda não foram fechados.

Hoje acontece mais uma reunião dos burocratas da Defesa com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.

Grande dívida

A dívida ativa (a receber) da União já chega a R$ 586,5 bilhões.

O montante devido pelos contribuintes representa cerca de 42% do R$ 1,4 trilhão da dívida interna brasileira.

A quantia é equivalente a 45 cortes no orçamento de 2008 ou a 14 arrecadações com a CPMF em 2007.

Os vilões

Os órgãos públicos que mais têm créditos inscritos a receber na dívida ativa são o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), além da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e da Secretaria do Tesouro Nacional, órgãos responsáveis por administrar a dívida.

Os maiores devedores são os empregadores, normalmente por apropriação indébita. Isso acontece quando eles descontam os impostos do salário dos empregados, mas não os repassam aos órgãos que os arrecadam.

Também são freqüentes os débitos oriundos da não emissão de nota fiscal e da prática do “caixa dois”.

Leão teimoso

A Super Receita Federal tá nem aí para uma recomendação do Ministério Público.

Vai exigir do contribuinte do Imposto de Renda o número que comprova declaração feita em 2007.

Sem o número, que a própria Receita tem em seus arquivos, o Zé Mane do contribuinte não poderá fazer sua declaração do Imposto Federal sobre Salário.

Super imposto

A proposta de emenda constitucional da reforma tributária entregue pelo desgoverno ao Congresso indica que o Imposto sobre Valor Adicionado (IVA) federal será um superimposto.

O IVA também incidirá sobre serviços, atualmente tributados apenas por municípios e Estados.

Na verdade, o novo imposto incidirá sobre "praticamente tudo".

Salve o Corinthians...

O Ministério Público de São Paulo encaminhou hoje à Justiça denúncia contra o ex-presidente do Sport Club Corinthians Alberto Dualib por formação de quadrilha, estelionato e concurso material de delitos.

Também foram denunciados o empresário Juraci Benedito, Marcos Roberto Fernandes (funcionário do clube), Nesi Curi (vice-presidente) e Daniel Espíndola da Cunha (conselheiro).

Segundo a denúncia, eles obtiveram vantagens ilícitas consistentes, e teriam se apoderado de R$ 1,4 milhão em dinheiro e cheques, prejudicando Corinthians.

Lançamento Hoje

Eliane (Lyca) Violini convida para o lançamento do seu livro “Networking Multicultural” (Scor Editora Tecci).

Será nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, na Livraria Cultura, em São Paulo.

O endereço é Avenida Paulista, 2073, Conjunto Nacional.

Lançamento 2

Beijo de Língua é o próximo livro de contos de Wanderlino Teixeira Leite Netto.

Será lançado dia 13 de março, no Clube Central, em Niterói (RJ), pela Editoração..

O endereço é Avenida Jornalista Alberto Torres (Praia de Icaraí), 335.

Lançamento eterno

Está na Internet, para quem quiser ler, o livro que nenhuma editora teve a coragem de publicar.

É o “Escândalo do Mensalão”, de Ivo Patarra.

Basta clicar no link e baixar: http://www.escandalodomensalao.com.br/

Parto com dor no bolso

Chegou a US$ 1 milhão e 400 mil dólares a conta hospitalar da pop star Jennifer Lopez, que deu à luz gêmeos no dia 22 de fevereiro, em Nova York.

O cálculo das despesas no hospital de Long Island soma US$ 700 mil pela suíte hospitalar, US$ 300 mil em médicos e enfermeiras particulares, além de US$ 300 mil com seguranças e US$ 100 mil por assistentes pessoais da cantora.

São da revista In Touch as revelações sobre o absurdo de gastos com o nascimento dos gêmeos de Jennifer Lopez e Marc Anthony.

Parar ou diminuir?

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal PARE, passa sem parar, mesmo em frente a uma viatura policial. Ao ser mandado parar, o causídico tem uma atitude de espertalhão:

Policial - Boa tarde. Documento do carro e habilitação.

Advogado - Mas por quê, policial?

Policial - Não parou no sinal de PARE ali atrás.

Advogado - Eu diminuí, e como não vinha ninguém...

Policial - Exato. Documentos do carro e habilitação. Advogado - Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?

Policial - A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE deve parar completamente. Documento e habilitação.

Advogado - Ouça policial, eu sou Advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei. Proponho-lhe o seguinte: se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.

Policial - Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr. Advogado?

O Advogado desce, e os integrantes da patrulha lhe baixam o cacete. Levou porrada de tudo quanto é lado, tapa, botinada, cassetete, cotovelada, etc.

O Advogado grita por socorro, e pede para pararem pelo amor de DEUS.E o Policial pergunta:

- Quer que a gente PARE ou só DIMINUA???

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

5 comentários:

Anônimo disse...

Jorge Serrão

Por acaso tem possibilidade de saber se alguma fazenda do clã Lula foi incluída entre aquelas que a União Europeia autorizou exportarem carne?

Anônimo disse...

Ex-Caseiro Nildo vive de Bicos

Não costumo postar matérias inteiras de jornais, mas essa do Estadão de hoje, com o caseiro Francenildo, serve para mostrar o que acontece com um cidadão decente que resolve denunciar os demandos de poderosos de Brasília. Palocci, apesar de perder o ministério, está numa boa circulando pelo Congresso e, como deputado federal, é cogitado até para relatar a reforma política. O caseiro está desempregado e vive de bicos. Pelo menos o Ministério Público denunciou Palocci pela quebra do sigilo. No entanto, até o Supremo julgar o caso é capaz do crime prescrever. A única semelhança entre eles é que os dois perderam mulheres. Nildo, por causa do inferno que a denúncia provocou em sua vida, e Palocci, devido a trairagem de um companheiro de partido. Mas como o ex-ministro vive da política já está acostumado com o "fogo amigo".

'Meu sonho é ter um emprego com carteira assinada'

Ana Paula Scinocca, BRASÍLIA

Quase dois anos depois de ter sido o pivô da queda do então ministro da Fazenda, Antonio Palocci, o caseiro Francenildo Santos Costa diz não ter “arrependimento algum” de ter revelado o escândalo envolvendo o ex-homem forte do governo Lula.

Em março de 2006, Nildo, como é chamado, revelou ao Estado que Palocci freqüentava uma casa em Brasília onde era feita partilha de dinheiro entre amigos do ministro. “O único arrependimento que eu tenho na vida é o de não ter seguido o conselho da minha mãe de ir estudar”, disse ontem, depois de saber que o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, denunciou Palocci, agora deputado federal pelo PT, pela quebra de sigilo funcional do caseiro. “Estou correndo atrás do prejuízo”, afirmou. Nildo faz supletivo e cursa a 6ª série do ensino fundamental.

Nildo não é mais caseiro no Lago Sul. Vive de bicos, como o de jardineiro. “Meu sonho é ter um emprego bom com carteira assinada.” E está fazendo o que pode para isso. “Já voltei a estudar e consegui limpar meu nome (junto ao Serviço de Proteção ao Crédito).” Ele sonha em abrir nova conta bancária. “Mas desta vez vai ser em outro banco”, comenta, lamentando a quebra de seu sigilo em conta da Caixa Econômica Federal.

Aos 25 anos, Nildo carrega as seqüelas do episódio, que causaram a separação da mãe de seu filho de 8 anos e o distanciamento, ainda maior, do pai, Eurípedes Soares da Silva. À época em que o escândalo veio à tona, ele se afastou ainda mais do pai, que estava perto de reconhecê-lo como filho.

“A história toda só me afastou dele”, afirmou em entrevista ao Estado no final da tarde de ontem. “Minha mulher foi embora porque teve medo de perseguição. Preferia ter aparecido morto com um tiro na cabeça do que ter tido meu sigilo revelado. Me senti violentado.”

Mais maduro, reconhece que aprendeu muito com tudo. “Principalmente a ficar longe de político. Foi a primeira e última vez que trabalhei para político. A gente presencia muita coisa que não gostaria.” Apesar disso, não descarta, quem sabe um dia, “daqui a 10 anos”, se candidatar a algum cargo.

Nildo conta que o período mais difícil foi quando passou a ser motivo de “piada” na rua. “Todo mundo me chamava de Palocci.” Seu sofrimento o fez pensar até em suicídio. Diz que não deseja “cadeia” para o ex-ministro, “até porque sabe que ele não vai pegar mesmo”. “Espero alguma justiça.” Sobre a indenização que pode vir a conseguir, não faz planos. “Sabe Deus quando poderá sair.”
http://botelheco.blogspot.com/2008/02/ex-caseiro-nildo-agora-vive-de-bicos.html

Anônimo disse...

O ataque de Lula ao STF é de uma prepotência sem par,de um primarismo nunca visto,quer pelo conteúdo quer pela forma.O sr.Lula da Silva passará à história como uma caricatura de estadista.

Anônimo disse...

Há duas semanas, o instituto Sensus foi às ruas e informou que a aprovação de Lula roça o céu: 69,9%.

Há na rede uma outra pesquisa, realizada pelo norte-americano Gallup com resultado contrastante. Realizada em julho e agosto de 2007, mostra um brasileiro de humor azedado.



Em vez de perguntar ao entrevistado se aprova o presidente ou sua administração, o Gallup quis saber se o brasileiro está satisfeito com os esforços do governo para atenuar os problemas da população mais pobre.



Nada menos que 61% das pessoas ouvidas disseram que não estão satisfeitas com a maneira que o país trata os seus pobres. Mais: 69% acham que o fosso entre pobres e ricos está aumentando no Brasil.


não é lindo?

Anônimo disse...

Excelentíssimos Srs Ministros da Defesa e do Planejamento, peguem esses 8% e enfiem em um local apropriado (pelo tamanho do reajuste) garanto que não vai doer. Enquanto isso continuamos a engulir pizzas de espinha de peixe, com esse governo.