quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Lula mantém silêncio sobre anistia, faz demagogia com estudantes sobre culto a heróis, mas revanchismo continua

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Conforme previsto, o chefão Lula da Silva adotou ontem seu estilo “morde e assopra” com os militares, aproveitando sua agenda para fazer média com estudantes que se notabilizam menos por estudar que fazer demagogia barata sobre a “dita-dura”que sequer conhecem direito. Os militares terão de agüentar, calados, à realização do Seminário internacional “Direito à Memória e à Verdade”, organizado pela Presidência da República, e confirmado para o próximo dia 18, em São Paulo. A luta revanchista continua...

Ontem, no Rio de Janeiro, durante a assinatura do projeto de lei em que a União reconhece a responsabilidade pela destruição do prédio da UNE, incendiado pós-64, Lula defendeu a estranha tese de que a sociedade aprenda a cultuar seus "heróis" e não busque apenas incriminar os "vilões" da história. Com os chefes militares e oficiais generais promovidos, mais cedo, no Palácio do Planalto, Lula manteve silêncio sobre a polêmica da tortura e a revisão da lei de anistia, que os comandantes deram por encerrada.

Na UNE, Lula não falou diretamente sobre a posição do desgoverno em relação à punição para quem torturou durante a ditadura militar. Apenas mandou um recado: “Queria dizer que precisamos tratar um pouco melhor os nossos mortos. Toda vez que falamos dos estudantes, dos operários que morreram, nós falamos xingando alguém que os matou. Quando na verdade, esse martírio nunca vai acabar se a gente não aprender a transformar nossos mortos em heróis, não em vítimas, como a gente costuma tratar, várias vezes”.

Lula reclamou que os brasileiros têm dificuldade em valorizar os seus mortos e o último herói para o povo brasileiro foi Tiradentes. “Imagina se a frente sandinista ficasse lamentando todo mundo que o (Anastácio) Somoza matou. Imagina se o Fidel lamentasse todos os que o (Fulgêncio) Batista matou. Não. É fazer com que essas pessoas que tombaram lutando por alguma coisa que acreditavam se transformem em heróis. Que sejam símbolos da nossa luta, que na sede da UNE tenham fotografias e a histórias dos que morreram. Por que nós os transformamos apenas em vítimas? Não contamos a história, portanto ninguém sabe quem é”.

E o chefão prosseguiu com a demagogia do Boi Tatá: “O Brasil é um País que não tem heróis. Quando perguntam para nós, só lembramos de Tiradentes. Porque os mesmos que representavam a coroa portuguesa, que o mataram, trinta anos depois o transformaram em herói, com medo de que o povo o transformasse. Nós precisamos cultuar nossos heróis. Nós somos uma pátria que, se perguntar aqui, ninguém sabe o nome de um herói. Vai lembrar o nome de Tiradentes. E o Brasil tem muitas lutas”.

Em Brasília, mais cedo, para os três comandantes militares ficou o dito pelo não dito. Enzo Peri (Exército), Júlio Soares de Moura Neto (Marinha) e Juniti Saito (Aeronáutica) repetiram um discurso ensaiado previamente na cerimônia de promoção de oficiais generais, ontem de manhã, no Palácio do Planalto. Os três garantiram que está encerrado o assunto sobre a revisão da Lei de Anistia. O trio alegou que o presidente Lula pôs fim à polêmica na reunião da coordenação política, segunda-feira.

Na verdade, os militares embarcaram em mais uma marketagem noticiosa do Bolcheviquepropagandaminister. Acreditaram na lenda de que o chefão Lula teria enquadrado os ministros Tarso Genro (Justiça) e Paulo Vanucci (Direitos Humanos). Na versão oficial, os militares teriam acreditado nessa suposta repressão verbal do Boi tatá que, tudo indica, não ocorreu. O desgoverno não fala de revisão da anistia, mas continua com o revanchismo. Prova é que não foi cancelado (ainda) o próximo Seminário internacional “Direito à Memória e à Verdade”.

O evento, com o juiz espanhol Baltasar Garzón (famoso porque mandou prender o general chileno Augusto Pinochet, já falecido), acontecerá dia 18 de agosto, a partir das 19 horas, no auditório do luxuoso Hotel Renaissance, em São Paulo. Vai ver Lula não sabe que a festinha revanchista é patrocinada pela Caixa, e pela Unesp, numa realização da revista Carta Capital e da própria Presidência da República. Se isso for verdade, merece a Medalha do Apedeuta. Ou seja, o assunto da anistia está longe de ser encerrado.

Censura oculta

O presidente da ONG União Nacionalista Democrática, advogado Antonio José Ribas Paiva, descobriu que alguns setores "melância" (integrados por militares ligados ao desgoverno) andam boicotando seu trabalho de esclarecimento sobre soluções e problemas para o Brasil.

Ribas não gostou de saber que a repercussão de sua palestra, quinta-feira passada, no Clube Militar, tenha sofrido censuras, na caserna e em órgão da imprensa paulista.

Será que existe algum trabalho de quinta sessão, agindo como quinta coluna, na região do Comando Militar do Sudeste?

Pelo sim, pelo não, leia o artigo de Arlindo Montenegro sobre o debate de ontem à noite, na TV Câmara, sobre a Lei de Anistia: Anistia e surrealismo na TV Câmara

Novo plano de Defesa

Dia 7 de setembro, os militares vão conhecer o novo plano de defesa nacional elaborado pela equipe de Lula: Mangabeira Unger e companhia limitada.

Veja as linhas do plano em um artigo oficial e insuspeito.

Leia o texto alinhavado por algum ghost writer que Nelson Jobim assinou: A Defesa na Agenda Nacional: O Plano Estratégico de Defesa

Aprendiz de Chávez?

O presidente Lula defendeu mudanças na lei para a exploração das reservas petrolíferas recém-descobertas em águas superprofundas.

Segundo ele, parte do dinheiro obtido com essas reservas deve ser revertida para a educação, disse Lula em evento organizado pela UNE.

Lula convocou os estudantes a promoverem campanha:

"Precisamos mexer na lei do petróleo nesse país. Não podemos abrir mão desse patrimônio a seis mil metros de profundidade. É um patrimônio da União. É um patrimônio de 190 milhões de brasileiros. É preciso usar esse patrimônio para fazer a reparação aos pobres desse País".

Os sócios vão deixar?

Lula sugeriu ontem que irá mudar a Lei do Petróleo (9.478/97).

Em dia de demagogias baratas, Lula batraqueou que o petróleo do pré-sal "não ficará com meia dúzia de empresas privadas".

Na área onde já foram feitas descobertas, a Petrobras tem como sócias a BG, Repsol, Shell, Galp e ExxonMobil, entre outras.

Ao abordar o tema, o presidente desrespeitou uma ordem dada por ele mesmo aos ministros que compõem a comissão interministerial criada para discutir o pré-sal.

Constatação perfeita

Pesquisa divulgada ontem pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) mostra o desencanto do cidadão com a política: a maioria dos eleitores acha que as eleições no Brasil não são feitas de maneira limpa.

Os pesquisados também acham que os políticos não cumprem as promessas.

Além disso, para 85% dos entrevistados a atividade política beneficia apenas os próprios políticos.

Algema neles

A Polícia Federal prendeu e algemou 32 pessoas suspeitas de envolvimento com corrupção ontem, na Operação Dupla Face.

Foi a primeira depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) mandou limitar o uso de algemas aos casos em que há risco de agressão ou fuga.

O ministro do STF Marco Aurélio Mello disse que “se não há periculosidade, se é crime financeiro, de falcatrua, o chamado crime do colarinho branco, não há necessidade de algema”.

Gritaria

Os presos, com investigações em Mato Grosso e mais quatro estados, são servidores públicos e despachantes.

Advogados reclamaram da exposição de seus clientes, que foram fotografados e filmados no momento da prisão.

A OAB de Mato Grosso protestou.

Mas o superintendente da PF em Cuiabá, Oslaim Santana, defendeu o uso de algemas:

Depois que alguém é preso, nunca se sabe qual é a sua reação.”

Dantas tem poder

O STF (Supremo Tribunal Federal) concedeu hábeas corpus ao banqueiro Daniel Dantas para que fique calado em depoimento na CPI dos Grampos hoje.

O Supremo também mandou soltar Humberto Braz, apontado pela PF como intermediador de Dantas em suposta tentativa de suborno.

O ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu a liminar para que o ex-presidente da Brasil Telecom Humberto Braz seja posto imediatamente em liberdade até o julgamento definitivo do Habeas Corpus.

Braz foi preso juntamente com o banqueiro Daniel Dantas e outras pessoas investigadas na Operação Satiagraha, realizada no mês passado pela Polícia Federal. Ele é acusado de tentar subornar um delegado para que Dantas, dono do Banco Opportunity, não fosse investigado na operação.

Silêncio

Já o ministro Joaquim Barbosa, também do STF, concedeu liminar garantindo ao banqueiro Daniel Dantas o direito de ser assistido por seu advogado e de comunicar-se com ele durante depoimento à CPI do Grampo, marcado para esta quarta-feira, às 14h30m.

Também foi garantido a Dantas o acesso aos documentos nos quais haja referência ao seu nome, além da possibilidade de "exercer o seu direito ao silêncio, excluída a possibilidade de ser submetido a qualquer medida privativa de liberdade ou restritiva de direitos em razão do exercício de tais prerrogativas processuais".

De acordo com a decisão de Joaquim Barbosa, Dantas não poderá ser obrigado a assinar termo ou firmar compromisso na condição de testemunha.

Milagres acontecem

Por 36 votos a 24, em votação secreta, os deputados estaduais decidiram cassar o mandato do deputado Álvaro Lins (PMDB).

Sete deputados não compareceram à sessão, e houve três abstenções. Eram necessários exatamente 36 votos para cassar Lins.
Preso pela PF na Operação Segurança S/A, a 29 de maio, Lins foi solto menos de 24 horas depois, graças a um decreto aprovado por 40 parlamentares.

Sem privilégios

O ex-chefe de Polícia Civil era processado por quebra de decoro parlamentar, após sua prisão em flagrante, pela Polícia Federal, durante a operação Segurança Pública S/A, em maio deste ano.

A perda do mandato de deputado estadual representa, para Álvaro Lins, o fim do foro privilegiado.

Procuradores do Ministério Público Federal devem encaminhar esta semana novo pedido de prisão do ex-chefe de Polícia Civil à Justiça Federal,

O ex-deputado também pode perder o cargo na Polícia Civil, onde responde a sindicância da Corregedoria.

Jura que votou?

Embora tenha saído sem falar com a imprensa, o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), confirmou, pela assessoria, ter votado pela cassação.

Picciani fez uma alusão às críticas sofridas quando a Casa decidiu pela libertação de Lins.

Após a prisão em flagrante do deputado, no dia 30, a Alerj, que tem prerrogativas legais para isso, determinou a soltura de Lins.

O mesmo plenário que absolve é o mesmo que cassa. Ele é soberano”.

Tentativa de chantagem?

Na semana passada, um relatório da inteligência da Polícia Federal trabalhava com a informação de que Lins estaria tentando chantagear Picciani ameaçando vazar um processo da época em que o presidente da Alerj era fiscal de renda em Mato Grosso e fora acusado de irregularidades no cargo.

Na última quinta-feira, depois de várias tentativas frustradas, Lins teria praticamente invadido o escritório de Picciani na Rua da Alfândega, no Centro, onde também costuma despachar, para tentar conversar com ele sobre a votação.

Os seguranças não conseguiram impedi-lo de subir até o andar da presidência

Na ocasião, Picciani o recebeu por alguns minutos, de pé, e teria dito a ele que votaria a favor da cassação. Mas que que não faria campanha pelo sim ou pelo não.

Culpa da imprensa?

Álvaro Lins defendeu-se sozinho, ocupando o plenário por 40 minutos, dez a mais do que o autorizado.

Em seu discurso, ele centrou fogo na imprensa e na Polícia Federal.
Fazendo referência ao livro "A revolução dos Bichos", de George Orwell, ele comparou jornalistas e agentes federais a porcos e cachorros.

Na história, uma crítica a regimes totalitários, os porcos, mais inteligentes, lideram os bichos numa revolução, mas, depois de uma traição, com a ajuda dos cães, os animais passam a ser explorados.

Quem são os canalhas?

Os canalhas que se escondem nos porões da Polícia Federal tentaram me condenar. É desta forma que os cachorros estão trabalhando”.

Foi o que reclamou Lins, que em seguida se comparou a Rui Barbosa, que também teria sido perseguido pela imprensa.

Quando a imprensa entra por uma porta, a justiça sai pela outra”.

Depois, Lins fez um apelo aos deputados:

Não vai ser atirando um deputado aos leões que nós vamos calar esses porcos e cachorros. Eles não vão parar”.

Salva pela Olimpíada

A audiência das manhãs da Globo é salva pela Olimpíada de Pequim.

Com o interesse dos telespectadores pelo desempenho dos atletas brasileiros, o ibope da emissora cresceu 99% entre 6h e 12h, desde o começo das transmissões esportivas.

Atualmente, das televisões ligadas na madrugada, 42% estão sintonizadas na Globo.

Durante a manhã, esse número sobe para 44%.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

11 comentários:

Anônimo disse...

É a democracia do cala a boca! A democracia unilateral! A democracia do chega prá lá! O estado de direito somente prá uma metade mantida sob controle na ignorância.
Agora entendo este socialismo democrático petralha!

Anônimo disse...

Lula convocou os estudantes a promoverem campanha:

"Precisamos mexer na lei do petróleo nesse país. Não podemos abrir mão desse patrimônio a seis mil metros de profundidade. É um patrimônio da União. É um patrimônio de 190 milhões de brasileiros. É preciso usar esse patrimônio para fazer a reparação aos pobres desse País".

Victor Martins, diretor da ANP e irmão do Min. Franklin Martins, que o diga...

Mario Fontes disse...

Terça-feira, 12 de Agosto de 2008
O começo da Libertação nacional!
Inicia-se o processo de libertação de tudo o que está amordaçando e entorpecendo a nação brasileira. Ao escutar a demagogia barata do sr. Luiz Inácio Lula da Silva querendo transformar em heróis, bandidos, assassinos, assaltantes de banco, terroristas baratos, que envergonharam o País nas décadas de sessenta e setenta, banhando de sangue a nação brasileira, a serviço de potencias estrangeiras, perante uma geração, de estudantes, que foi massacrada, nos últimos 30 anos, pelas inverdades impostas, antevemos o princípio do fim desta gente que ousou assumir os destinos de nossa nação.

Se pensam que conseguiram iludir e driblar aqueles que atentos ao processo politico brasileiro, observam a dialética de malucos, estão redondamente enganados. Será que pensam realmente que lhes será permitido sairem ilesos, livres, após os crimes de lesa Pátria cometidos? Isto sem falar nos assaltos ao erário público, mensalões e etc.

Será que não sabem que a reserva moral da nação brasileira detem as informações, em mãos que lhes causarão sua merecida desgraça? Tanto sabiam que anteciparam o processo de confronto através da ação desesperada em discutir a lei de anistia neste momento.

Tal ação foi antecipada no momento em que tiveram ciencia, que através da ação conjunta da inteligencia americana com o exército colombiano, seriam expostos não tão só como ladrões do erário público, mas também como aliados de narco-terroristas das Farcs. Sabedores que este seria o principio de sua derrocada, em que se pesem todas as suas associações com o capital mundial, não viram outra alternativa a não ser abrir de forma desesperada o confronto entre patriotas e ladrões apátridas. Sem Pátria e sem Deus, não querendo abrir mão da dominação socialista, que vinha caminhando com a tolerancia, pensavam, até mesmo das forças armadas, tendo debaixo do braço, um plano de mudança estratégica das forças, idealizadas por um louco perigoso, que nem portugues fala, Mangabeira Unger, partiram para o confronto. Com a ilusão de que os comandantes militares, atraídos pelo que de substancial, no reaparelhamento poderia lhes proporcionar, de forma arquitetonica lançaram-se ao plano. Chegaram ao ponto de trazer para nosso solo pátrio um espanhol, vendido à esquerda internacional, o que de pior há de existir, enquanto caráter, para em um seminário que ousam denominar de resgate da memória e verdade, compararem nossa situação a do chile de então. Ameaçam, como o besouro, roncam , roncam, vai se ver não são ninguém.

Senhores da esquerda, aproveitem o tempo que lhes resta enquanto “senhores”! Vcs jamais o foram, são ou serão! Ministro Tarso Genro, não ouse mais falar colocando os verbos neste tempo!

Sabem do que lhes vale o apoio de juristas comprometidos com a causa que vcs, homens sem Pátria e sem Deus, cantores da internacional socialista, na presente situação de crise politico militar na América do Sul? Nada!

Lhes pergunto! Quem é como Deus!?

E é Nele nosso escudo, nossa força, nosso amor a este solo que vcs através das ongs estão negociando. Vcs não tem por onde fugir. Não vão nos escapar. Existem patriotas atentos aos seus movimentos.

É o começo da libertação da nação e o inicio do aprisionamento de vcs, quiça nas masmorras de suas próprias consciências, se é que as tem..

BRASIL ACIMA DE TUDO!!

Mario Fontes disse...

O Ribas deu um banho de consciência politica, bem como de conhecimento técnico jurídico nos seus contendores. São de homens assim que o Brasil precisa!

Mario Fontes disse...

Terça-feira, 12 de Agosto de 2008
O começo da Libertação nacional!
Inicia-se o processo de libertação de tudo o que está amordaçando e entorpecendo a nação brasileira. Ao escutar a demagogia barata do sr. Luiz Inácio Lula da Silva querendo transformar em heróis, bandidos, assassinos, assaltantes de banco, terroristas baratos, que envergonharam o País nas décadas de sessenta e setenta, banhando de sangue a nação brasileira, a serviço de potencias estrangeiras, perante uma geração, de estudantes, que foi massacrada, nos últimos 30 anos, pelas inverdades impostas, antevemos o princípio do fim desta gente que ousou assumir os destinos de nossa nação.

Se pensam que conseguiram iludir e driblar aqueles que atentos ao processo politico brasileiro, observam a dialética de malucos, estão redondamente enganados. Será que pensam realmente que lhes será permitido sairem ilesos, livres, após os crimes de lesa Pátria cometidos? Isto sem falar nos assaltos ao erário público, mensalões e etc.

Será que não sabem que a reserva moral da nação brasileira detem as informações, em mãos que lhes causarão sua merecida desgraça? Tanto sabiam que anteciparam o processo de confronto através da ação desesperada em discutir a lei de anistia neste momento.

Tal ação foi antecipada no momento em que tiveram ciencia, que através da ação conjunta da inteligencia americana com o exército colombiano, seriam expostos não tão só como ladrões do erário público, mas também como aliados de narco-terroristas das Farcs. Sabedores que este seria o principio de sua derrocada, em que se pesem todas as suas associações com o capital mundial, não viram outra alternativa a não ser abrir de forma desesperada o confronto entre patriotas e ladrões apátridas. Sem Pátria e sem Deus, não querendo abrir mão da dominação socialista, que vinha caminhando com a tolerancia, pensavam, até mesmo das forças armadas, tendo debaixo do braço, um plano de mudança estratégica das forças, idealizadas por um louco perigoso, que nem portugues fala, Mangabeira Unger, partiram para o confronto. Com a ilusão de que os comandantes militares, atraídos pelo que de substancial, no reaparelhamento poderia lhes proporcionar, de forma arquitetonica lançaram-se ao plano. Chegaram ao ponto de trazer para nosso solo pátrio um espanhol, vendido à esquerda internacional, o que de pior há de existir, enquanto caráter, para em um seminário que ousam denominar de resgate da memória e verdade, compararem nossa situação a do chile de então. Ameaçam, como o besouro, roncam , roncam, vai se ver não são ninguém.

Senhores da esquerda, aproveitem o tempo que lhes resta enquanto “senhores”! Vcs jamais o foram, são ou serão! Ministro Tarso Genro, não ouse mais falar colocando os verbos neste tempo!

Sabe dos que lhes vale o apoio de juristas comprometidos com a causa que vcs, homens sem Pátria e sem Deus, cantores da internacional socialista, lhes valerá, na presente situação de crise politico militar na América do Sul? Nada!

Lhes pergunto! Quem é como Deus!?

E é Nele nosso escudo, nossa força, nosso amor a este solo que vcs através das ongs estão negociando. Vcs não tem por onde fugir. Não vão nos escapar. Existem patriotas atentos aos seus movimentos.

É o começo da libertação da nação e o inicio do aprisionamento de vcs, quiça nas masmorras de suas próprias consciências, se é que as tem..

BRASIL ACIMA DE TUDO!!

Anônimo disse...

DE FATO, PARA ELE E BANDO, SER HERÓI É SER BANDIDO ATREVIDO.

SER PAGADOR DE IMPOSTOS É SER BANDIDO, TEM QUE PAGAR MAIS IMPOSTOS.

Anônimo disse...

SE PERCEBER BEM, ELE DISSE QUE NÃO DEVERÍAMOS XINGAR OS VILÕES. OU SEJA, ELE CHAMOU DE VILÕES OS MILITARES QUE PROTEGERAM A SOBERANIA DO PAÍS CONTRA OS BANDIDOS.

O QUE ISSO SIGNIFICA?

SIGNIFICA QUE OS MILITARES SERÃO FICHADOS COMO VILÕES E OS HERÓIS SERÃO CRIADOS APÓS A PUNIÇÃO AOS MILITARES.

DAÍ SIM, SE OS MILITARES FICAREM QUIETOS, SERÁ IMPLANTADA A DEMONIOCRACIA DOS BANDIDOS HERÓIS.

Anônimo disse...

Vai ser duro aguentar esse imbecil mais tres anos no poder. O cara so abre a boca pra falar asneira como se de tudo entendesse.Isso e que da botar um mentecapto recalcado no "puder".
Pobre Brasil.

Anônimo disse...

Alguem avisou ao Grande Mentecapto que a Petrobras e uma empresa de economia mixta e que possui acionistas privados?

RÔ-LITORAL disse...

Caro Jorge Serrão, caro sr. Mário Fontes, muito obrigada por hoje. Muito obrigada. Quanto sofrimento ao ver o crime de lesa-pátria se deesenvolvendo luxuriante sobre um povo oprimido, analfabeto e calado! Realmente a "reserva moral" do nosso país é muito valiosa e valorosa.

Mario Fontes disse...

VITIMAS DO TERROR


VÍTIMAS DO TERRORISMO NO BRASIL
1 12/11/64 Paulo Macena Vigia - RJ
2 27/03/65 Carlos Argemiro Camargo Sargento do Exército - Paraná
3 25/07/66 Edson Régis de Carvalho Jornalista - PE
4 25/07/66 Nelson Gomes Fernandes Almirante - PE
5 28/09/66 Raimundo de Carvalho Andrade Cabo PM - GO)
6 24/11/67 José Gonçalves Conceição (Zé Dico) Fazendeiro - SP
7 15/12/67 Osíris Motta Marcondes Bancário - SP
8 10/01/68 Agostinho Ferreira Lima (Marinha Mercante - Rio Negro / AM)
9 31/05/68 Ailton de Oliveira Guarda Penitenciário - RJ
10 26/06/68 Mário Kozel F ilho Soldado do Exército - SP
11 27/06/68 Noel de Oliveira Ramos Civil - RJ
12 27/06/68 Nelson de Barros Sargento PM - RJ
13 01/07/68 Edward E. T. O. M. Von Westernhagen Maj Exército Alemão - RJ
14 07/09/68 Eduardo Custódio de Souza Soldado PM - SP
15 20/09/68 Antônio Carlos Jeffery Soldado PM - SP
16 12/10/68 Charles Rodney Chandler Capitão do Exército dos Estados Unidos - SP
17 24/10/68 Luiz Carlos Augusto Civil - RJ
18 25/10/68 Wenceslau Ramalho Leite Civil - RJ
19 07/11/68 Estanislau Ignácio Correia Civil - SP
20 07/01/69 Alzira Baltazar de Almeida Dona de casa - Rio de Janeiro / RJ
21 11/01/69 Edmundo Janot -Lavrador - Rio de Janeiro / RJ
22 29/01/69 Cecildes Moreira de Faria Subinspetor de Polícia - BH/ MG
23 29/01/69 José Antunes Ferreira Guarda Civil-BH/MG
24 14/04/69 Francisco Bento da Silva Motorista - SP
25 14/04/69 Luiz Francisco da Silva Guarda bancário - SP
26 08/05/69 José de Carvalho Investigador de Polícia - SP
27 09/05/69 Orlando Pinto da Silva Guarda Civil - SP
28 27/05/69 Naul José Montovani Soldado PM - SP
29 04/06/69 Boaventura Rodrigues da Silva Soldado PM - SP
30 22/06/69 Guido Boné Soldado PM - SP
31 22/06/69 Natalino Amaro Teixeira Soldado PM - SP
32 11/07/69 Cidelino Palmeiras do Nascimento Motorista de táxi - RJ
33 24/07/69 Aparecido dos Santos Oliveira Soldado PM - SP
34 20/08/69 José Santa Maria Gerente de Banco / RJ
35 25/08/69 Sulamita Campos Leite Dona de casa / PA
36 31/08/69 Mauro Celso Rodrigues Soldado PM - MA
37 03/09/69 José Getúlio Borba Comerciário - SP
38 03/09/69 João Guilherme de Brito Soldado da Força Pública/SP
39 20/09/69 Samuel Pires Cobrador de ônibus - SP
40 22/09/69 Kurt Kriegel Comerciante - Porto Alegre/RS
41 30/09/69 Cláudio Ernesto Canton Agente da Polícia Federal - SP
42 04/10/69 Euclídes de Paiva Cerqueira Guarda particular - RJ
43 06/10/69 -Abelardo Rosa Lima Soldado PM - SP
44 07/10/69 Romildo Ottenio Soldado PM - SP
45 31/10/69 Nilson José de Azevedo Lins Civil - PE
46 04/11/69 Estela Borges Morato Investigadora do DOPS - SP
47 04/11/69 Friederich Adolf Rohmann Protético - SP
48 07/11/69 Mauro Celso Rodrigues Soldado PM - MA
49 14/11/69 Orland Girolo Bancário - SP
50 17/11/69 Joel Nunes Sub-Tenente PM - RJ
51 18/12/69 Elias dos Santos Soldado do Exército - RJ
52 17/01/70José Geraldo Alves Cursino - Sargento PM - São Paulo / SP
53 20/02/70 Antônio Aparecido Posso Nogueró Sargento PM - São Paulo
54 11/03/70 Newton de Oliveira Nascimento Soldado PM - Rio de Janeiro
55 31/03/70 Joaquim Melo Investigador de Polícia - Pernambuco
56 02/05/70 João Batista de Souza Guarda de Segurança - SP
57 10/05/70 Alberto Mendes Junior 1º Tenente PMESP - S
58 11/06/70 Irlando de Moura Régis Agente da Polícia Federal - RJ
59 15/07/70 Isidoro Zamboldi Guarda de segurança - SP
60 12/08/70 Benedito Gomes Capitão do Exército SP
61 19/08/70 Vagner Lúcio Vitorino da Silva Guarda de segurança / RJ
62 29/08/70 José Armando Rodrigues Comerciante - CE
63 14/09/70 Bertolino Ferreira da Silva Guarda de segurança - SP
64 21/09/70 Célio Tonelly Soldado PM - SP
65 22/09/70 Autair Macedo Guarda de segurança - RJ
66 27/10/70 Walder Xavier de Lima Sargento da Aeronáutica - BA
67 10/11/70 José Marques do Nascimento Civil - SP
68 10/11/70 Garibaldo de Queiroz Soldado PM - SP
69 10/11/70 José Aleixo Nunes Soldado PM - SP
70 10/12/70 Hélio de Carvalho Araújo Agente da Polícia Federal - RJ
71 07/01/71 Marcelo Costa Tavares Estudante - MG
72 12/02/71 Américo Cassiolato Soldado PM - São Paulo
73 20/02/71 Fernando Pereira Comerciário - Rio de Janeiro
74 08/03/71 Djalma Peluci Batista Soldado PM - Rio de Janeiro
75 24/03/71 Mateus Levino dos Santos Tenente da FAB - Pernambuco
76 04/04/71 José Julio Toja Martinez Major do Exército - Rio de Janeiro
7707/04/71 Maria Alice Matos Empregada doméstica - Rio de Janeiro
78 15/04/71 Henning Albert Boilensen Industrial - São Paulo
79 10/05/71 Manoel da Silva Neto Soldado PM - SP
80 14/05/71 Adilson Sampaio Artesão - RJ
81 09/06/71 Antônio Lisboa Ceres de Oliveira Civil - RJ
82 01/07/71 Jaime Pereira da Silva Civil - RJ
83 02/09/71 Gentil Procópio de Melo Motorista de praça - PE
84 02/09/71 Jayme Cardenio Dolce Guarda de segurança - RJ
85 02/09/71 Silvâno Amâncio dos Santos Guarda de segurança - RJ
86 02/09/71 Demerval Ferreira dos Santos Guarda de segurança - RJ
87 --/10/71 Alberto da Silva Machado Civil - RJ
88 22/10/71 José do Amaral Sub-oficial da reserva da Marinha ? RJ
89 01/11/71 Nelson Martinez Ponce Cabo PM - SP
90 10/11/71 João Campos Cabo PM - SP
91 22/11/71 José Amaral Vilela Guarda de segurança - RJ
92 27/11/71 Eduardo Timóteo Filho Soldado PM - RJ
93 13/12/71 Hélio Ferreira de Moura Guarda de Segurança - RJ
94 18/01/72 Tomaz Paulino de Almeida Sargento PM - São Paulo / SP
95 20/01/72 Sylas Bispo Feche Cabo PM São Paulo / SP)
96 25/01/72 Elzo Ito Estudante - São Paulo / SP
97 01/02/72 Iris do Amaral Civil - Rio de Janeiro
98 05/02/72 David A. Cuthberg Marinheiro inglês - Rio de Janeiro
99 15/02/72 Luzimar Machado de Oliveira Soldado PM - Goiás
100 18/02/72 Benedito Monteiro da Silva Cabo PM - São Paulo
101 27/02/72 Napoleão Felipe Bertolane Biscaldi Civil - São Paulo
102 06/03/72 Walter César Galleti Comerciante - São Paulo
103 12/03/72 Manoel dos Santos Guarda de Segurança - São Paulo
104 12/03/72 Aníbal Figueiredo de Albuquerque Cel R1 do Exército - São Paulo
105 08/05/72 Odilo Cruz Rosa Cabo do Exército - PA
106 02/06/72 Rosendo Sargento PM - SP
107 29/06/72 João Pereira Mateiro - região do Araguaia - PA
108 09/09/72 Mário Domingos Panzarielo Detetive Polícia Civil - RJ
109 23/09/72 Mário Abraim da Silva Segundo Sargento do Exército - PA
110 27/09/72 Sílvio Nunes Alves Bancário - RJ
111 ?/09/72 Osmar... Posseiro - PA
112 01/10/72 Luiz Honório Correia Civil - RJ
113 06/10/72 Severino Fernandes da Silva Civil - PE
114 06/10/72 José Inocêncio Barreto Civil - PE
115 21/02/73 Manoel Henrique de Oliveira Comerciante - São Paulo
116 22/02/73 Pedro Américo Mota Garcia Civil - Rio de Janeiro
117 25/02/73 Octávio Gonçalves Moreira Júnior Delegado de polícia - São Paulo
118 12/03/73 Pedro Mineiro Capataz da Fazenda Capingo - Pará
119 ? Francisco Valdir de Paula Sd do Exército Região do Araguaia - PA
120 10/04/74 Geraldo José Nogueira Soldado PM - São Paulo