segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Média com a mídia: Bolcheviquepropagandaminister de Lula prevê gastar 35% a mais em comunicação este ano

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Novidade seria o contrário. O Bolcheviquepropagandaminister de Lula prevê gastar 35% a mais em publicidade e propaganda, na comparação com o “investimento” do ano passado. O Orçamento para 2009, aprovado pelo Congresso, prevê verbas de R$ 547,4 milhões com comunicação social, que incluem a propaganda institucional e de utilidade pública da Presidência da República e de todos os ministérios.

Ano passado, o governo tinha uma dotação de R$ 406 milhões e contratou R$ 240,6 milhões. Em 2009, a Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência terá disponíveis R$ 155 milhões - mais 26,5% que em 2008. Desse total, R$ 139 milhões são destinados à publicidade institucional. O fato de 2009 ser véspera de ano de eleição presidencial é mera coincidência.

A "Gestão de Política de Comunicação de Governo", comandada pelo jornalista Franklin Martins, contará com R$ 184 milhões em 2009. Serão R$ 16 milhões para utilidade pública e R$ 123,2 milhões para propaganda institucional. Serão R$ 16 milhões para utilidade pública e R$ 123,2 milhões para propaganda institucional.

A chamada publicidade institucional engloba as campanhas realizadas pelo governo sobre seus principais programas, como Bolsa Família, Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e ainda sobre a questão dos alimentos e sua valorização no mercado internacional. A mídia fica mais bem amestrada quando recebe uma fatia mais gorda de publicidade e propaganda.

Um outro foco da estratégia de comunicação do governo é melhorar a imagem do Brasil no exterior. O objetivo seria atrair novos investimentos, divulgando o Brasil junto a potenciais investidores. O governo alega que existe uma total falta de comunicação entre os órgãos encarregados da promoção comercial e os responsáveis pela imagem do País no mundo.

Leia, abaixo as Rapidinhas Políticas e Econômicas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 12 de Janeiro de 2009.

4 comentários:

Anônimo disse...

Quem paga, manda! No tempo em que ainda se acreditava em liberdade de imprensa, uma pessoa conhecida, de posse de um documento que comprometia "otoridades", foi à redação de um grande jornal. Os caras recusaram e com razão, explicaram: "esta empresa compra páginas inteiras do jornal... Se publicamos isto ficamos sem a grana".
Hoje como sabemos do cinismo descarado que rí com dentes brilhantes, percebemos porque os imprensistas adoram utiizar os fundamentos da propaganda soviética, da propaganda do Goebels e do desconhecido Barnays, que, mesmo sendo sobrinho de Freud, nunca frequentou nossas escolas de jornalismo, nem de propaganda. Sua obra é quase secreta no Brasil, exceto pra meia duzia de 5 ou 4 gatos pingados.
Quem conhecer verá o poder da propaganda que mantém os poderosos e transforma verdades em mentiras e fantasia em realidade.
A rede globo sabe disso... as outras malibém acompanham.
Inté! Vô moiá as côve.

Anônimo disse...

Os blogs são a salvação da lavoura..

BRAGA disse...

É isso aí Serrão.
Os filhos da puta do PT (sem trocadilhos) e o nosso sorridente presidente apedeuta não são machos para assumir que vivemos numa ditadura cruel onde quem critica, fica no índex negro; não rola grana para a grande mídia. Pelos menos os milicos de 64 não escondiam que era ditadura e censuravam a imprensa e ponto final. Merda de povo! Sem sangue e sem garra. Lá em Gaza, o povo de lá tá sendo dizimado mas não pede arrego.
Vamos ver no que dá.

Anônimo disse...

O bolchevique da comunicação não merece ser chamado jornalista.
Jornalista tem que ser sério e coerente, principalmente com a verdade! Ele é mais um dos comprados. Pior, com o dinheiro do povo, para ludibriar esse mesmo povo.