sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Rapidinhas Políticas

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Defesa do Terceiro mandato

Em reunião fechada com empresários na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), cujo conteúdo vazou, o empreiteiro Emílio Odebrecht propôs um mandato presidencial maior para enfrentar a crise, sob o argumento que o atual momento necessita de “medidas duras”.

A afirmação de Emílio Odebrecht foi entendida como a defesa de um novo mandato para Lula.

Emílio Odebrecht anda feliz com o governo depois que fechou uma parceria com uma empresa francesa para construir os futuros submarinos da Marinha.

Novo ataque inglês

A revista britânica "The Economist" criticou o Brasil pela concessão de refúgio para o ex-ativista italiano do grupo Proletários Armados para o Comunismo (PAC) Cesare Battisti.

O chefão Lula foi atacado por ter dado pouca importância aos apelos italianos pela extradição ao "pensar que um país mais desenvolvido estaria dizendo ao país o que fazer".

O artigo sustenta que "as razões do Brasil para proteger Battisti não são convincentes" e critica o ministro da Justiça, Tarso Genro, que representaria uma "tradição anacrônica" de exílio político em plena democracia.

A revista afirmou que a Itália é menos tolerante sobre o terrorismo que o atual governo brasileiro, que tem, "no partido de Lula, representantes que atuaram na extrema-esquerda na década de 70".

Paraíso

A publicação britânica afirma que o Brasil reluta em investigar o próprio passado.

A revista cita o Rio como um "lugar atrativo" para quem foge da Justiça.

The Economist lembra que a cidade já abrigou Ronald Biggs, que fugiu da Inglaterra depois de ser preso por roubar um trem postal.

Bronca na Itália

O senador italiano Stefano Pedica, do partido Itália de Valores, comandou ontem uma manifestação diante da embaixada do Brasil em Roma.

Ele acusa o presidente Lula de estimular o terrorismo ao dar refúgio ao extremista Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua na Itália.

Na Itália, políticos declararam ontem apoio à proposta apresentada, quarta-feira, pelo ministro da Defesa, Ignazio La Russa, de convocar o embaixador italiano no Brasil, Michele Valensise, para consultas.

O ministro das Relações Exteriores, Franco Frattini, avalia "a conveniência" de chamar o embaixador.

Troca ideológica

Olavo de Carvalho foi defenestrado do Jornal do Brasil.

Agora quem escreve no lugar dele é o José Dirceu.

Confira a sacanagem em: O preço do salame

A Amazônia é do Brasil

A União Nacional dos Estudantes (UNE) espera reunir mais de 10 mil estudantes no Fórum Social Mundial, entre os dias 27 de janeiro e 1° de fevereiro em Belém, capital do Pará.

A entidade, que em edições anteriores do Fórum encampou protestos contra o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a Área de Livre Comércio entre as Américas (Alca), dessa vez vai fazer barulho pela soberania da Amazônia e contra a mercantilização da educação.

A presidente da UNE, Lúcia Stumpf, informou que a entidade deve lançar durante o evento a campanha "A Amazônia é do Brasil", em parceria com estudantes do Projeto Rondon.

Tão fora

O chefão Lula resolveu tirar o corpo fora do Fórum Econômico Mundial de Davos, nos Alpes Suíços.

O encontro também não terá a presença da repaginada ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que chegou a confirmar presença, mas desistiu, para não alegarem que ela já está em campanha presidencial.

Sorte nossa que o Brasil será representado pelo Presidente Henrique Meirelles neste evento de pouca importância, pois apenas reúne mais de 40 chefes de Estado e 36 ministros de Finanças, além da elite empresarial global.

Filme do homem

O município de Capoeiras, nas imediações de Garanhuns, no Agreste pernambucano, está em delírio porque serve de locação para o longa metragem épico "Lula - O filho do Brasil", de Fábio Barreto.

O projeto tem um custo de R$ 12 milhões, mais ainda vai incorporar R$ 4 milhões para publicidade e cópias do filme.

A atriz Glória Pires, que interpreta Dona Lindu, a mãe do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, está na região rodando as cenas em que ela parte do Nordeste em um pau-de-arara com seus filhos.

Jornal do índio

O governo boliviano começou ontem a rodar seu próprio jornal para combater as "mentiras" da imprensa privada.

Com entrevista do presidente Evo Morales na capa e várias páginas de propaganda estatal, o novo jornal "Cambio" (mudança em espanhol), foi publicado com uma tiragem inicial de 5 mil exemplares, a 2 bolivianos (R$ 0,65) cada, menos da metade dos jornais concorrentes.

Por conta de conhecidas agressões de alguns meios de comunicação, ofensas e mentiras atrás de mentiras, decidimos que o Estado também terá seu próprio meio de comunicação chamado Cambio”.

Foram as palavras de Morales, em um discurso no Palácio do governo, ao apresentar a publicação, pertinho do referendo sobre a nova Constituição da Bolívia.

Novo coleguinha

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, vai tirar onda de jornalista, para ter um novo campo na "batalha de ideias".

Publicará uma coluna batizada de "Las líneas de Chávez" ("As linhas de Chávez", em tradução livre) três vezes por semana (toda terça, quinta e domingo) em vários jornais do país,

O presidente tem estimulado a criação de meios de comunicação alternativos para escutar "a voz dos que não têm voz", entre eles jornais, emissoras de televisão e rádios "chavistas".

Bicho pegando

As denúncias contra o Exército, sob a acusação de perseguir com transferência os militares que foram candidatos na eleição passada, geram boa confusão no Judiciário.

Confira no link: http://www.prrs.mpf.gov.br/app/consarp/det_consproc_inter.php?proc_nr=1.29.000.002567/2008-11&setor=1

E já tem militar detido administrativamente por causa das denúncias.

Entrou de gaiato no navio

Um homem identificado como Carlos Eduardo de Almeida, de 29 anos, foi detido ontem na Baixada Fluminense, quando tentava fazer compras numa loja de materiais de construção usando documentos de um comandante da Marinha.

De acordo com a polícia, o falso militar foi ao estabelecimento, na Rua Lucas Rodrigues, em Miguel Couto, Nova Iguaçu, e teria tentado parcelar as compras.

O vendedor descobriu o golpe ao checar os dados do comprador que já teria aplicado golpes que somam mais de R$ 8 mil.

Vida que segue...

Leia, abaixo, as Rapidinhas Econômicas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Janeiro de 2009.

Nenhum comentário: