terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Coronel colombiano denuncia infiltração das Farc na FAB e insiste em ligações da guerrilha com governo Lula

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O Coronel colombiano Luis Alberto Villamarín Pulido volta a denunciar que os
“os arquivos eletrônicos dos computadores de Raul Reyes (morto na operação do exército colombiano dentro do território equatoriano em 01.03.2008) e investigações de analistas políticos brasileiros demonstram que há vários anos existe uma substancial infiltração comunista em importantes escalões do comando da Força Aérea brasileira”. O militar também revela, sem citar nomes diretamente, que integrantes do governo Lula se relacionam diretamente com a guerrilha colombiana.

O coronel Villamarín Pulido é pesquisador das Farc e especialista em estudos sobre terrorismo. Escreveu vários livros: “Conexion Al-Queda: del Islamismo Radical Al Terrorismo Nuclear”, “El cartel de las farc” e “La Selva Roja”. Portanto, é uma fonte com autoridade no assunto para sustentar o peso das denúncias que faz. Já eram conhecidas as ligações das Farc com facções criminosas, como o Comando Vermelho. Agora, surgem as ramificações políticas e até a infiltração no meio militar.

O militar colombiano descreve o jogo de dissimulação que tenta esconder as ligações das Farc com os brasileiros: “Enquanto Chávez e Correa mantinham negociações diretas com as Farc, através do então ministro do interior Ramón Rodríguez Chacín e do Ministro da Defesa Gustavo Larrea, o governo de Lula tinha cinco funcionários de alto nível comprometidos no mesmo complô”.

Villamarín Pulido vai mais além: “Quando a trama ficou exposta, Chávez e Correa se defenderam com grosserias e ofensas contra a Colômbia. Lula se fez de desentendido, esquivou-se de qualquer responsabilidade. O procedimento é sintomático. Com muitas desculpas e mentiras piedosas a administração Lula tem se esquivado de qualificar as Farc como terroristas”.

O coronel critica o desgoverno brasileiro por não “desenvolver uma campanha militar sustentada na fronteira com a Colômbia para destruir vários acampamentos guerrilheiros instalados na selva amazônica brasileira, cortar os nexos do narcotráfico brasileiro com os terroristas colombianos, e deportar vários propagandistas das Farc que se movem à vontade tanto nas universidades e nos corredores das instituições governamentais brasileiras”.

Villamarín Pulido adverte que as Farc fazem parte do comando estratégico que quer – a médio ou longo prazo – unificar os regimes esquerdistas em todo o continente latino-americano. E vai mais fundo em sua análise: “Não é despropositado afirmar que o Exército brasileiro, outrora instituição nitidamente anticomunista, está submetido a uma tensão imprevisível, sabendo que tem sido amordaçado, enquanto os dirigentes políticos populistas estão mergulhados na estratégia política traçada por Havana, que visa submeter todo o continente ao arcaico esquema marxista-leninista”.

Segundas intenções

Na relação perigosa com as Farc, o coronel Villamarín Pulido sustenta que o governo petista não desmentiu, categoricamente, os rumores sobre a contribuição de cinco milhões de dólares que Tirofijo (codinome de Manuel Marulanda, chefe das Farc, que morreu em 26.03.2008) enviou para a campanha de reeleição presidencial de Lula.

O coronel colombiano lembra que “com a cumplicidade de alguns funcionários do governo e dirigente comunistas brasileiros, o terrorista Francisco Collazos – aliás, Oliverio Medina, ou padre Camilo – membro ativo da chamada Frente Internacional das Farc, burlou os serviços de segurança internacional e obteve asilo político autorizado pelo próprio Lula da Silva”.

Por detrás de toda a maquinação midiática montada pelas Farc e seus sócios com a vistosa libertação unilateral de seis seqüestrados, a ardilosa jogada visa objetivos políticos e estratégicos, como a projeção de Lula como um pacifista internacional, e das Farc como um movimento político não terrorista”.

O certo é que nem Lula nem seu governo têm sido aliados da Colômbia na luta contra o narcoterrorismo, mas, o que é muito pior, interessa-lhes e lhes convém que as Farc existam, para continuarem obstinados no projeto de submeter a Colômbia ao ambicioso projeto de expansão castro-chavista”.

Os ataques do coronel Villamarín estão no link: ¿A qué apuesta Lula Da Silva con la liberación de los secuestrados por las Farc?

Quarto elemento treinando

Insuflados por ordens da facção criminosa PCC, um grupo de 40 pessoas resolveu enfrentar ontem à tarde a PM, perto da favela Paraisópolis, no nobre bairro do Morumbi, em São Paulo.

Os manifestantes atacaram lojas, depredaram carros, atearam fogo a pneus e formaram barricadas.

A baderna (mais um verdadeiro ensaio de táticas de guerrilha urbana) teve como pretexto um ladrão de carros que foi baleado pela Polícia.

O Secretário de Segurança Pública, Ronaldo Mazagão, determinou um cerco à favela – de onde os traficantes locais ordenam e comandam os assaltos às ricas casas do Morumbi.

Maconheiros-univos!

Em relatórios e comunicados reservados A1A (informação precisa, de fonte altamente qualificada), os serviços de inteligência das Forças Armadas, advertem que ações terroristas, com objetivos de ensaio para futuros movimentos revolucionários, são os verdadeiros objetivos das recentes ações armadas de traficantes no Rio de Janeiro.

Análises de Inteligência avaliam que os incêndios a ônibus, arrastões e “bondes” (comboios de veículos roubados) para assaltos simples, contra a população carente, são instrumentos de terror psicossocial.A narcoguerrilha, as milícias e as máfias, que são atividades criminosas financiadas e auto-financiáveis, formam o que se chama de “Aparelho Terrorista”.

Essas chamadas “Forças Subterrâneas”, também conhecidas doutrinariamente como “Quarto Elemento” promovem ações de guerrilha em regiões urbanas ou rurais.

Foi o que aconteceu ontem na favela Paraisópolis, no rico bairro do Morumbi, em São Paulo.

Releia a reportagem: Inteligência das Forças Armadas denuncia que ações marginais no RJ são treinamento de terror revolucionário

Triste conclusão

Do editorial de hoje do Estadão, comentando o FSM que Lula preferiu prestigiar, em detrimento do Fórum Econômico Mundial, em Davos:

Os diversos manifestos divulgados no Fórum Social Mundial têm um denominador comum: o nostálgico repertório de clichês politicamente corretos e de jargões anti-imperialistas dos anos 50 e 60”.

Leia também artigo de Arlindo Montenegro: Maconheiros de todo mundo, uni-vos

Perigos do falso jornalismo

Do jornalista e filósofo Olavo de Carvalho, sempre atento aos movimentos da bandidagem usada com intenções revolucionárias:

“(...) Anos atrás, quando demonstrei a absoluta impossibilidade física do crime que uma espetaculosa reportagem de Caco Barcelos atribuía às Forças Armadas (veja http://www.olavodecarvalho.org/semana/nditadores.htm), fiquei chocado ao ver a denúncia ostensivamente falsa ser laureada não com um, mas com dois prêmios jornalísticos”.

“Eu ainda não havia compreendido que, no novo jornalismo que se praticava no Brasil desde os anos 80, o desprezo pela diferença entre verdadeiro e falso não era um desvio da norma profissional: era a própria norma”.

“Só comecei a suspeitar disso quando, por força das pesquisas para o meu livro A Mente Revolucionária, me vi obrigado a prestar muito mais atenção do que desejaria às obras de Jacques Derrida, Jean-François Lyotard, Gianni Vattimo e outros autores ‘pós-modernos’ (...).” (http://www.olavodecarvalho.org/semana/061130jb.html )

Marketagem policial

O chefão Lula visita hoje o Morro Dona Marta, na Cidade Maravilhosa.

O Governo do Estado do Rio de Janeiro jura que acabou com o tráfico de drogas no local...

E agora promete instalar de água e luz com cerca de R$ 7 milhões do Fundo Nacional de Habitação e Interesse Social – usando os recursos eleitoreiros do PAC.

Em tempo: o governador Sérgio Cabral Filho, único político brasileiro presente ao Fórum de Davos, tem tudo para ser o vice-presidente indicado pelo PMDB, provavelmente para formar chapa com o candidato de Lula – seja ele Dilma Rousseff ou, pasmem, José Serra.

Tudo dominado

O senador José Sarney e o deputado Michel Temer, ambos do PMDB, voltam ao comando do Senado e da Câmara.

A vitória deles significa o controle do Congresso, façanha não alcançada por nenhuma legenda em 17 anos.

A conquista teve o apoio do Planalto, que abandonou a candidatura do senador petista Tião Viana (AC) e operou para ajudar Temer.

Agora, o sempre governista PMDB só quer a vaga de vice-presidente em 2010, que pode ser tanto na chapa governista como na da suposta oposição tucana.

Traição é tradição

Saíram de partidos aliados do Planalto - entre eles, o PT - votos decisivos para a vitória de José Sarney.

Senadores comentavam ontem que Sarney teve 9 dos 21 votos de cinco partidos governistas comprometidos com o petista Tião Viana.

Também o PSDB, que tinha declarado apoio a Viana, votou majoritariamente em Sarney.

Reveja: Sarney preside Senado: Lula e PMDB ganham, Serra perde e Michel Temer vence fácil a presidência da Câmara

Poder Gay

A coalizão que governa a Islândia anunciou ontem que escolheu uma homossexual assumida para o cargo de primeiro-ministro.

Com isso, o país passa a ser o primeiro na história a ser governado por uma pessoa assumidamente com tal orientação sexual.

A ex-ministra de Assuntos Sociais Johanna Sigurdardottir, de 66 anos, será premiê até que novas eleições sejam realizadas no país, em maio.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 03 de Fevereiro de 2009.

6 comentários:

Anônimo disse...

As guerrilhas da década passada eram fichinha, diante desta matança e destruição que mantém refém toda a população. A união entre os companheiros do foro são paulo, pt, farc comercializando o pó com beiramar e outros, tráfico de armas, fronteiras desguarnecidas, financiamento de campanhas e ongs, mostra bem o estrago cultural e a insistência dos controladores para manter a desordem e o medo neste ambiente em que todos estão dependentes. Assim é mais fácil interferir no momento conveniente. Exércitos e armas eles têm. Nos temos o bagunçado e populista governo do crime organizado.
Nos temos uma imprensa covarde, que dança conforme a música da Internacional comunista.

Virtual Z1 (Anderson) disse...

Ow vc tem alguma noticia sobre o porque começo aquela querra aqui em São Paulo "paraisopolis" fuçei a net inteira e naum achei nehuma informação. qualquer coisa se vc souber me fala deixando um comentario no meu blog ai eu volto aqui pra ver a materia www.virtualz1.blogspot.com

filoxera disse...

Jorge Serrão

Quer os nomes dos politicos que têm contatos diretos e estreitos com as FARC? Veio na revista Cambio e no site da UOL.

"As FARC são aliadas indiscutíveis de Chávez, de lula e de muitos políticos no Palácio do Planalto - Segundo a publicação colombiana (Cambio - Farc estão infiltradas na alta esfera do Brasil, segundo revista colombiana) as Farc mantiveram contato com José Dirceu, que era ministro da Casa Civil; Roberto Amaral, ex-ministro de Ciência e Tecnologia; Erika Kokay, deputada; Gilberto Carvalho, chefe de Gabinete; Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores; Marco Aurélio Garcia, assessor de Assuntos Internacionais; Perly Cipriano, representante da Secretaria Especial dos Direitos Humanos; Paulo Vanucci, ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos e Selvino Heck, assessor presidencial. Indico o link, mas não vão poder entrar. Procurar em 31/07/2008 - 14h06, UOL, Noticias - Ultimas Noticias

http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/2008/07/31/ult1808u123292

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKK!!!!!
BOA SACADA DO SPONHOLZ > http://www.contraovento.blogger.com.br/
EXTRA!!! EXTRA!!! Identificadas as pessoas que respondem às pesquisas CNT/SENSUS:
Entrevistador-“ Dona Marisa; de 80 a 100 , que nota a senhora dá para o desmpenho do seu marido?”

Dona Marisa- “ De novo, meu filho??! Você não tem putra coisa pra fazer? Bota ai...84.

- - Quando VOSSO GUIA está fora de si,
o pessoal vê melhor o que elle tem dentro.

Anônimo disse...

Voces viram o que aconteceu ontem no RIO DE JANEIRO E SÃO PAULO?: INDIVÍDUOS DE FACÇÕES CRIMINOSAS MATANDO PESSOAS POBRES E INDEFESAS DENTRO DE ÔNIBUS - O NOME DISSO É TERRORISMO. Nenhum Órgão de Imprensa tem coragem de dizer isso. Fosse no Iraque, a culpa seria do Jórge Buxi; já na no velho Brasil, são "manifestações dos Movimentos Sociais". Os Empresários brasileiros e as elites em geral aceitam esse entendimento, EN NOME DE SEUS INTERESSES . Sintonize a TV em dia de sábado; tudo é a mesma coisa (inclusive na GLOBO): PESSOAS SANTAS, FRATERNAS, PURAS, MARAVILHOSAS, SOLIDÁRIAS TENTANDO AJUDAR OS POBRES. Esses otários acham que com isso vão proteger seus bens e seu padrão de vida. Vagabundos canalhas, mais cedo ou mais tarde a esmola Governamental não vai saciar os vagabundos, e aí amigos, SALVE-SE QUEM PUDER.

Anônimo disse...

Esse Caco Barcelos tem que ser chamado é de Cocô Barcelos, mesmo.