sábado, 23 de maio de 2009

Lula espera desbaratar CPI e pode detonar companheira da Receita que condenou jogada contábil da Petrobras

Edição de Sábado do Alerta Total: http://www.alertatotal.net/
Ou acesse: http://alertatotal.blogspot.com/

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O chefão Lula da Silva retorna hoje ao Brasil com a missão de desbaratar a CPI da Petrobras, antes que seja ainda mais extorquido e pressionado por sua base desgovernista que deseja mais cargos de poder e muito dinheiro, em troca de “favores”. Ontem, irritado na Turquia, Lula ainda ironizou: “Gostaria de saber qual é o fato determinado de uma CPI porque no fundo, no fundo, no fundo, ainda não está bem explicado qual é o motivo dessa CPI. Deixa eu voltar para o Brasil para ouvir o que as pessoas lá têm para me dizer”.

Por causa das confusões na Petrobrás, quem pode ser vítima também da mão pesada de Lula é a Secretária da Receita Federal. A petista Lina Vieira é alvo do ódio do ministro da Fazenda, em tese superior hierárquico dela. Guido Mantega não aceita que a companheira “Leoa” questione a mudança no regime tributário da Petrobras que fabricou um crédito de R$ 2,1 bilhões para a “estatal” (de economia mista). O desgoverno defende a interpretação malandra da Medida Provisória 2158 – que permitiu à Petrobras usar a contabilidade para pagar menos imposto.

Enquanto tenta desarmar a CPI e administrar uma briga feia em sua equipe econômica, Lula mantém aceso o factóide da possibilidade de concorrer à Presidência pela terceira vez. Ontem, em Ancara, na Turquia, o papo foi que "só Deus sabe" se irá concorrer a um novo mandato presidencial nas eleições de 2014. O Fuhrer barbudo soltou a piadinha para a mídia amestrada, apelando sempre ao futebol: "Eu não sei o que vai acontecer em 2010, como é que eu vou pensar em 2014?. A única coisa que eu quero para 2014 é a Copa do Mundo no Brasil. E isso já está garantido".

Lula voltou a alegar que seu único plano para quando terminar seu mandato é ficar em casa e cuidar da família: "Desde 1978, estou prometendo para a dona Marisa ficar em casa". O brincalhão Lula – que não consegue ser sincero com a própria mulher – garantiu que não está preocupado com o que vai fazer depois do fim de seu mandato: "Um ano e meio é muito tempo de governo. Nós temos muita coisa para fazer. Se eu parar para ficar pensando o que eu vou fazer em 2011, vou parar de governar e eu quero governar".

O grande medinho

O desgoverno petralha se borra de medo da CPI da Petrobras por aquilo que não pode controlar: os grandes interesses contrariados.

O maior temor é que fornecedores preteridos em super contratos de fornecimento e serviços da “estatal” revelem detalhes desconhecidos sobre as licitações (ou dispensa delas) da Petrobras.

A sorte de Lula é que tal CPI depende da fragilizada situação de senadores, cujos partidos receberam nada menos que R$ 39,9 milhões “doados” na campanha de 2008 por empresas que fecharam grandes contratos com a Petrobras.

Se o jipe falasse...

A empresa GDK, de Salvador (BA), foi contratada 19 vezes pela Petrobras após o término das investigações da CPI dos Correios.

Os contratos assinados com a Petrobras entre 2007 e 2009 somam R$ 584 milhões.

A GDK ficou famosa após a descoberta de que ela havia presenteado o então secretário-geral do PT, Silvio Pereira, com um carro Land Rover.

Silvinho já está de fora do processo do mensalão, graças a uma delação premiada em troca de pena alternativa...

Haja sola de sapato

O prefeito petista de Porto Feliz, Cláudio Maffei, promete iniciar neste domingo, às 13 horas, uma caminhada a pé para São Paulo.

Tentará entregar ao governador José Serra, na quarta-feira, no Palácio dos Bandeirantes, 15 mil assinaturas coletadas em abaixo-assinado contra a instalação de presídio na cidade.

O alcaide petista reclama que, por diversas vezes, tentou agendar com o governador, mas não teve sucesso.

Por isso vai apelar para quase 27 horas de caminhada, ao longo de 110 Km.

Maisa barrada

Maisa Silva, de 7 anos, foi proibida pela pela juíza auxiliar de Osasco (sede do complexo de estúdios do canal) Ana Helena Rodrigues Mellim de participar do "Programa Silvio Santos", do SBT, já a partir deste domingo.

A juíza acatou pedido feito pela promotora estadual da Infância e da Juventude de Osasco, Susana Müller.

O SBT informa que Maísa não trabalhará com Silvio Santos, mas continuará à frente da programação infantil de fim de semana do SBT, comandando os programas matinais "Sábado animado" e "Domingo animado".

Novos contrangimentos

O Ministério Público quer saber se Maisa sofreu constrangimentos em seu trabalho com Sílvio, no quadro “Pergunte a Maísa”.

No dia 10 de maio, durante o programa, Maisa foi trancada em uma mala e se assustou.
Depois, entrou em aparente desespero com a exibição de um menino mascarado, chorando muito.

No domingo seguinte, dia 17, em vídeo que ficou famoso no YouTube, a criança ficou nervosa ao ser provocada por Silvio Santos, desesperou-se e chorou ao bater a cabeça em uma câmera.

Adeus, Zé Rodrix

O corpo do cantor e compositor Zé Rodrix será cremado neste sábado às 12h no crematório da Vila Alpina, em São Paulo.

José Rodrigues Trindade morreu aos 61 anos na madrugada desta sexta-feira no Hospital das Clínicas, para onde foi levado depois de passar mal em casa.

Maçom, Zé Rodrix teve seu corpo velado, com pompas fúnebres, na sede da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo.

Pensando bem...

Bem que poderiam indicar a Maisa para a presidência da CPI da Petrobras.

Já que é para sofrer constrangimento e comandar uma grande brincadeira previamente armada, a garotinha-prodígio está mais que preparada para a missão...

Sorte do Senado que a Maísa não trabalha lá ou, do contrário, a promotoria da Infância e da Juventude, literalmente, alopraria...

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Maio de 2009.

3 comentários:

Uniblab disse...

Prezado Serrão

Vai uma crítica construtiva:

O link para o Twitter estpa errado, puseram "Twiter", com um T só. O link direto para o feed do Alerta Total é

twitter.com/alertatotal

Mario disse...

Petrobrás... o calcanhar de Aquiles está desnudado; infelizmente, não acredito que a CPI seja capaz de, sequer, disparar a flechada mortal para a maior organização criminosa da história do ocidente.

Anônimo disse...

ROYALTIES DO PETRÓLEO E ROUBALHEIRA

CPI’s nada mais são do que instrumentos de chantagens. Estas investigações são apenas, e tão somente, instrumentos de extorsão. Primeiro deixam os políticos roubarem à vontade e acumularem muita grana; depois apresentam relatórios com irregularidades para receberem seus quinhões da roubalheira. Por isso as “otoridades” não tomam providencias algumas e a corrupção se alastra em todos os órgãos governamentais.

Uma investigação séria e honesta (não estas para extorquir meliantes) sobre as destinações dos royalties do petróleo pelas prefeituras de Campos, Macaé, Rio das Ostras, Búzios e Cabo Frio, teria como resultado um dos maiores escândalos já ocorridos no Brasil.

Mais uma vez a permissividade e a negação do principio da autoridade são as culpadas. Os prefeitos destas cidades, que recebem fortunas em royalties do petróleo, se tornam os novos “sheiks do petróleo” à moda tupiniquim, sem serem incomodados pelos órgãos de fiscalização, o que nos faz suspeitar de grossa onda de corrupção envolvendo à todos (Prefeituras, ANP, TCE, TCU, Ministério de Minas e Energia, Petrobrás e Governo do Estado). Não é possível tamanha desfaçatez à luz de todos sem que haja qualquer reação. As verbas não chegam aos seus destinos legais e ninguém é obrigado às prestações de contas.