sábado, 5 de junho de 2010

O poder Voraz

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Pedro Chaves

A República no Brasil contém, desde seu nascedouro, o germe da própria destruição. Deposto o Imperador, honrado e respeitado, foi instituído um regime despótico no qual o Poder Executivo avança sobre as atribuições dos demais poderes. Com a voracidade de um Moloch, usurpa as funções do Legislativo com Medidas Provisórias e o trancamento de pauta.

Nomeando súcubos para as altas cortes, mantém um Judiciário dócil e subserviente. O Ministério Público age com rigor seletivo, fazendo ouvidos moucos ao clamor contra os desmandos de guerrilheiros travestidos de movimentos sociais, por exemplo. À derrama, acrescenta hoje o Executivo a invasão da privacidade do cidadão e o patrulhamento ideológico.

Por que motivo pede-se o número do título eleitoral na declaração do Imposto sobre a Renda? Feitor implacável da Oligarquia Financeira Transnacional, apressa-se o Executivo na entrega de nossa soberania a organismos internacionais o que é um prenuncio do fim de nossa integridade territorial.

Fantoches da Nova Ordem Mundial, nossos presidentes se parecem com régulos de opereta, com seus trejeitos debochados e discursos de ventríloquo "politicamente corretos". O voto é obrigatório para nos forçar a coonestar esta pantomima de fancaria.

Leia também os artigos: O Poder Omisso, O Poder Doente e BRIC a BRAC

Pedro Chaves é Advogado. Artigo publicado no Jornal Inconfidência de 30 de Abril, pág. 18

3 comentários:

Anônimo disse...

E dai? Os Bilderberg, que se reuniram na Espanha nestes dias, já passaram as diretrizes para o G20, que determinará aos BRIC o que fazer.
Esta "soberania" política não existe mais, a soberania econômica deles já engoliu faz tempo.
Sem soberania econômica a que tipo de nacionalismo aspirar?
Os democratas, conservadores, militares não rendidos pelo PT e aspirações de "potência", já brocharam faz tempo.

Anônimo disse...

Vivemos em um Estado Comunista há muito tempo.

Airton Leitão disse...

"Vivemos em um Estado Comunista há muito tempo".

Não gosto de dialogar com anônimos, mas concordo que o aí de cima, pois o Brasil integra a URSS - União da Repúblicas Socialistas Sul-americanas