segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Escândalo Gemini: Gerdau, “o homem que não sabia demais”?

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net Por João Vinhosa

Um dos maiores clássicos do cinema norte-americano é o filme “O homem que sabia demais”, dirigido pelo genial Alfred Hitchcock na década de 50.

Uma das mais marcantes frases do presidente Lula é “eu não sabia”, frase essa que o livrou de ser réu no processo do mensalão, deixando José Dirceu ser acusado de “chefe da organização criminosa” envolvida de alguma forma no escândalo.

Inegavelmente, a fusão do título do clássico de Hitchcock com a inesquecível frase de Lula é a melhor maneira de caracterizar o procedimento de Jorge Gerdau diante do caso da Gemini – espúria sociedade da Petrobras com uma empresa privada, um autêntico crime de lesa-pátria praticado contra o setor gás natural em nosso país.

Por que Gerdau merece ser retratado como “o homem que não sabia demais”?

Porque ninguém mais indicado que ele para saber das práticas levadas a efeito com o objetivo de proporcionar as gigantescas vantagens auferidas pela citada empresa privada em detrimento do interesse público.

A seguir, quatro motivos que justificam a afirmativa acima.

Primeiro motivo: Gerdau é – há cerca de uma década – o representante dos acionistas minoritários no Conselho de Administração da Petrobras, e, como tal, tem que zelar pelo interesse de seus representados, altamente lesados pela maneira como foi constituída a Gemini.

Segundo motivo: Gerdau é um empresário reconhecidamente competente, o que torna improvável que tenha sido enganado por manobras flagrantemente prejudiciais à Petrobras (e, em conseqüência, a seus representados).

Terceiro motivo: por ser presidente da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade – entidade criada pela presidente Dilma para, entre outras coisas, propor a modernização do processo de transparência como forma de combater a corrupção – Gerdau teria que exigir transparência sobre as insistentes denúncias contra a Gemini.

É de se destacar que referidas denúncias incluem a mais explícita denúncia de corrupção imaginável: a charge de uma mala recheada de dinheiro contendo o nome do corruptor (a sócia privada da Gemini); tal charge ilustra matéria publicada no jornal do sindicato dos trabalhadores na indústria do petróleo (Sindipetro).

Quarto motivo: segundo declarações da Diretora de Gás e Energia da Petrobras, Maria das Graças Foster, as fortes denúncias contra a Gemini são de conhecimento generalizado entre os conselheiros do Conselho de Administração da Petrobras.

Pelas razões acima apontadas, lícito torna-se inferir que a única forma de Gerdau se livrar do epíteto “o homem que não sabia demais” é se manifestando de maneira absolutamente transparente e convincente sobre a carta a seguir transcrita, a ele dirigida, e protocolada no Conselho de Administração Petrobras.


João Vinhosa é Engenheiro.

4 comentários:

Anônimo disse...

Leiam e observem a análise ponderada,
Muito bem explicada pelo
Economista Waldir Serafim.


SAIBA O QUE LULA FEZ DE 2002 A 2010 COM A "DIVIDA INTERNA/EXTERNA" DO BRASIL

Você ouve falar em
DÍVIDA EXTERNA e DÍVIDA INTERNA
Em jornais e TV e não entende direito vamos explicar a seguir:

DIVIDA EXTERNA
é uma dívida com OS Bancos, Mundial, o FMI e outras Instituições,
No exterior em moeda externa.
DIVIDA INTERNA
é uma dívida com Bancos em R$ (moeda nacional) no país.
Então, quando LULA assumiu o Brasil,
Em 2002, devíamos:

ü Dívida externa = 212 Bilhões
ü Dívida interna = 640 Bilhões
ü Total DA Dívida = 851 Bilhões

Em 2007 Lula disse que tinha pago a dívida externa.
E é verdade, só que ele não explicou que, Para pagar a dívida externa, Ele aumentou a dívida interna:
Em 2007 no governo Lula:
ü Dívida Externa = 0 Bilhões
ü Dívida Interna = 1.400 Trilhão
ü Total DA Dívida = 1.400 Trilhão
Ou seja, a Dívida Externa foi paga, mas a dívida interna quase dobrou.
Agora, em 2010, você pode perceber que não se vê mais na TV e em jornais algo dito que seja convincente sobre a Dívida Externa quitada.
Sabe por que?
É que ela voltou...
Em 2010 no governo Lula:
ü Dívida Externa = 240 Bilhões
ü Dívida Interna = 1.650 Trilhão
ü Total DA Dívida = 1.890 Trilhão

Ou seja, no governo LULA,
A dívida do Brasil aumentou em 1 Trilhão!!!

Daí é que vem o dinheiro que o Lula está gastando no PAC,
Bolsa família, bolsa educação, bolsa faculdade, bolsa cultura,
Bolsa para presos, dentre outras mais bolsas...
E de onde tirou 30 milhões de brasileiros DA pobreza !!!
E não é com dinheiro do crescimento,
Mas sim, com dinheiro de
ENDIVIDAMENTO.

Compreenderam?
Ou ainda acham que Lula é mágico?
Ou que FHC deixou um caminhão de dólares
Para Lula gastar?
Quer mais detalhes,
Sobre dívida interna e externa do Brasil?
Acesse o site:
http://www.sonoticias.com.br/opiniao/2/100677/divida-interna-perigo-a-vista
Os brasileiros, vão pagar muito caro pela atitude perdulária do governo Lulla,
Que não está conseguindo pagar OS juros dessa
"Dívida trilhardária"
Tendo que engolir um "spread"(txa. Juros)
Muito caro para refinanciar OS "papagaios",
Sem deixar nenhum benefício para o povo,
Mas apenas
DIVIDAS A PAGAR
Por todos OS brasileiros,
Que pagam seus impostos...!!!
A pergunta que não quer calar é:
Dilma
Vai continuar esta gastança?

Para maiores esclarecimentos, leia artigo de Hélio Fernandes no site:
http://www.tribunadaimprensa.com.br/?p=6379
CADA cidadão brasileiro tem uma dívida , feita pelo Lula, de quase 1.0 MILHÃO DE REAIS.

Entenderam pq querem ressuscitar a CPMF?

Anônimo disse...

Leiam e observem a análise ponderada,
Muito bem explicada pelo
Economista Waldir Serafim.


SAIBA O QUE LULA FEZ DE 2002 A 2010 COM A "DIVIDA INTERNA/EXTERNA" DO BRASIL

Você ouve falar em
DÍVIDA EXTERNA e DÍVIDA INTERNA
Em jornais e TV e não entende direito vamos explicar a seguir:

DIVIDA EXTERNA
é uma dívida com OS Bancos, Mundial, o FMI e outras Instituições,
No exterior em moeda externa.
DIVIDA INTERNA
é uma dívida com Bancos em R$ (moeda nacional) no país.
Então, quando LULA assumiu o Brasil,
Em 2002, devíamos:

ü Dívida externa = 212 Bilhões
ü Dívida interna = 640 Bilhões
ü Total DA Dívida = 851 Bilhões

Em 2007 Lula disse que tinha pago a dívida externa.
E é verdade, só que ele não explicou que, Para pagar a dívida externa, Ele aumentou a dívida interna:
Em 2007 no governo Lula:
ü Dívida Externa = 0 Bilhões
ü Dívida Interna = 1.400 Trilhão
ü Total DA Dívida = 1.400 Trilhão
Ou seja, a Dívida Externa foi paga, mas a dívida interna quase dobrou.
Agora, em 2010, você pode perceber que não se vê mais na TV e em jornais algo dito que seja convincente sobre a Dívida Externa quitada.
Sabe por que?
É que ela voltou...
Em 2010 no governo Lula:
ü Dívida Externa = 240 Bilhões
ü Dívida Interna = 1.650 Trilhão
ü Total DA Dívida = 1.890 Trilhão

Ou seja, no governo LULA,
A dívida do Brasil aumentou em 1 Trilhão!!!

Daí é que vem o dinheiro que o Lula está gastando no PAC,
Bolsa família, bolsa educação, bolsa faculdade, bolsa cultura,
Bolsa para presos, dentre outras mais bolsas...
E de onde tirou 30 milhões de brasileiros DA pobreza !!!
E não é com dinheiro do crescimento,
Mas sim, com dinheiro de
ENDIVIDAMENTO.

Compreenderam?
Ou ainda acham que Lula é mágico?
Ou que FHC deixou um caminhão de dólares
Para Lula gastar?
Quer mais detalhes,
Sobre dívida interna e externa do Brasil?
Acesse o site:
http://www.sonoticias.com.br/opiniao/2/100677/divida-interna-perigo-a-vista
Os brasileiros, vão pagar muito caro pela atitude perdulária do governo Lulla,
Que não está conseguindo pagar OS juros dessa
"Dívida trilhardária"
Tendo que engolir um "spread"(txa. Juros)
Muito caro para refinanciar OS "papagaios",
Sem deixar nenhum benefício para o povo,
Mas apenas
DIVIDAS A PAGAR
Por todos OS brasileiros,
Que pagam seus impostos...!!!
A pergunta que não quer calar é:
Dilma
Vai continuar esta gastança?

Para maiores esclarecimentos, leia artigo de Hélio Fernandes no site:
http://www.tribunadaimprensa.com.br/?p=6379
CADA cidadão brasileiro tem uma dívida , feita pelo Lula, de quase 1.0 MILHÃO DE REAIS.

Entenderam pq querem ressuscitar a CPMF?

Anônimo disse...

Armadilha palaciana – O governo federal se valeu da já conhecida pirotecnia oficial para anunciar o pacote de medidas para incentivar o consumo, mas a expectativa é que a estratégia não renda os dividendos esperados. Além da redução do IPI sobre produtos da chamada linha branca, o que mostra que o Palácio do Planalto é suscetível ao lobby, o governo da presidente Dilma Rousseff decidiu reduzir o IOF para baratear os empréstimos e financiamentos.

Escaldadas com a alta da inadimplência e a disparada o endividamento das famílias brasileiras, as instituições financeiras não devem reduzir as taxas de juro cobradas nas operações de crédito, mesmo depois da decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, ter cortado meio ponto percentual da Selic.

O objetivo principal do pacote de medidas anunciado pelo governo é manter o atual volume de arrecadação tributária, que tenderia ao encolhimento por causa do recuo da economia brasileira, que já sente os efeitos da crise econômica que afeta a Europa, em especial a chamada zona do euro.

Horas depois do anúncio do pacote oficial, que aconteceu na manhã de quinta-feira (1), muitas das grandes redes de lojas de eletrodomésticos já ofereciam descontos de até 18% sobre os preços praticados no dia anterior. Para se ter ideia da pouca eficácia das medidas, no financiamento de uma geladeira, no valor de R$ 1 mil, a redução na prestação deve ser de no máximo R$ 7.

Em financiamentos de longo prazo, de um automóvel, por exemplo, a situação fica ainda pior. Como as taxas de juro cobradas pelos bancos ainda é alta, em um financiamento, em 48 meses, cujas parcelas são de R$ 700,00, o desconto não deve ultrapassar a casa dos R$ 3,50.

Em outras palavras, o estratagema adota pelo Palácio do Planalto servirá apenas e tão somente para os cofres oficiais abocanharem, no primeiro momento, o imposto que o dinheiro do décimo terceiro pode proporcionar. Armadilha idêntica foi utilizada pelo governo do messiânico Luiz Inácio da Silva, em 2008, quando a crise decorrente do “subprime” norte-americano fez o planeta enfrentar solavancos econômicos dos mais variados.

Anônimo disse...

Vindo dos Gerdaus nada surpreende; verifiquem o que estou falando no dia 31 de janeiro de 2012 as 9:00hs da manhã, na 11 vara da Justiça do Trabalho de Porto Alegre e vejam quem estará lá representando a dona Iara Francisca Chagas Johanpeter Gerdau em um processo escandaloso de agressão física e moral contra empregados domésticos. Notícia pra dar o que falar de uma pessoa que se esconde atrás de Fundação Gerdau e festas beneficientes