sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Kassab e CET serão investigados sobre gastos com excessivas trocas de placas de trânsito em São Paulo

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

Já enrolado judicialmente com o Escândalo da Controlar (a renovação de um contrato, sem licitação, para uma questionável inspeção veicular sobre emissão de gases), o prefeito paulistano Gilberto Kassab será alvo de outra investigação tocada a mando de seus opositores e inimigos. O Ministério Público já apura indícios de gastos desnecessários e exorbitantes para a troca de placas de sinalização no município de São Paulo.

A Industria das Placas opera a pleno vapor, junto com a Indústria das multas. A empresa de economia mista CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) torra milhões com a duplicação ou colocação de novas placas de sinalização/regulamentação (sobre Limite de Velocidade ou Proibição de estacionar). Especialistas em trânsito questionam que as placas são colocadas indiscriminadamente. São questionáveis os critérios técnicos e o bom senso de sua instalação – como mostra a foto acima tirada (ontem, 1º de Deaembro) na Avenida Indianópolis, próxima ao nº 1700, no Planalto Paulista.

A principal suspeita é que a troca excessiva de placas, junto com a pintura e colocação de refletores no asfalto, sejam uma fonte de receita extra para as empreiteiras que prestam tal serviço. O MP já vasculha os contratos para investigar se parte dos lucros das empresas fornecedoras de placas, tintas e prestadores de serviços em sinalização serve de fonte para pagamento de “mensalão”. Como as placas instaladas/duplicadas passam a fazer parte do banco de dados da empresa CET, basta colocar no “piloto automático” para novas trocas programadas antes do tempo, mesmo que sob justificativas suspeitas, sempre que houver necessidade de “fazer caixa” para terceiros.

Inutilidade

Especialistas ressaltam que a recomendação do DENATRAN quanto à sinalização e regulamentação é que se considere a suficiência da mesma, pois o excesso faz com que as placas percam o poder disciplinador.

Em vias contínuas, a CET sinaliza com mais e novas placas de limite de 60Km que são colocadas a cada 100/150 metros, quando o padrão é no intervalo de 400 a 600 metros.

O calculo é simples: se o motorista estiver transitando numa via contínua, dentro do limite estabelecido de 60Km/h, teremos pela frente uma placa (de fato, duas ou mais) a cada 10 segundos, em média!

Quem não gosta de fazer contas, basta verificar com bom senso o efeito visual negativo e inútil da quantidade de placas de sinalização pela cidade - candidata disparada, à Capital Mundial das placas de Trânsito.

O Perigo

Atualmente, o motorista em São Paulo dirige preocupado, tentando localizar as placas de limite de velocidade e outras, o que provoca ainda mais retenção do tráfego e risco de acidentes.

A tal da falaciosa padronização é de fato a correção para baixo dos limites irresponsáveis de 80/70/60 Km/h em vias inadequadas.

Tudo acaba justificado para a contínua inundação (troca e inclusão) de placas.

Oposição a Controlar

A petralhada conseguiu convocar o secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge, à Câmara Municipal para dar explicações sobre as suspeitas de fraudes e irregularidades no contrato da inspeção veicular de São Paulo.

A bancada petista já tentava convocar o secretário desde o início da semana, após a Justiça paulista bloquear os bens de 22 empresas e pessoas - incluindo os de Eduardo Jorge e do prefeito Gilberto Kassab (PSD) - por causa do suposto esquema.

A base kassabista conseguiu abafar um pedido para a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) feito pela bancada do PT.

CCR quer navegar

O Grupo CCR — que administra a Ponte Rio-Niterói, a Via Dutra, a Via Lagos — negocia a compra da Barcas S/A – que detém o monopólio da travessia marítima da Baía da Guanabara.

Em Sampa, a CCR é a controladora da Controlar – agora investigada pelo Ministério Público por suspeita de fraudes e irregularidades no contrato da inútil inspeção veicular.

Dirigida pelo Grupo JCA — liderado pela Auto Viação 1001 -, a Barcas S/A tem seu serviço questionado pelo Governo do Rio de Janeiro, depois de constantes acidentes com os catamarãs.

Vendendo dificuldades

A compra da Barcas pela CCR depende de autorização do governo Serginho Cabral.

Ontem, o secretário de Transportes, Julio Lopes, já deu a dica de que a empresa precisa mudar de controle:

O controle da Barcas S/A precisa ser modificado. O ideal seria ter um controlador do porte como o que temos hoje na SuperVia, com capacidade de investir e especialização nessa área. O controlador atual não tem dado as respostas que queremos nessa área”.

Barca de aluguel?

O governo Rio anunciou que planeja alugar embarcações, provavelmente no exterior, para atender à demanda de passageiros das barcas.

Só não se sabe ainda quem pagará a conta da locação (se o poder público ou a concessionária).

O curioso é que tais negócios só vêm à tona depois de um acidente com um catamarã que feriu mais de 60 pessoas no trajeto Niterói-Rio...

Burrocracia

A ição de novembro da revista Exame PME, à venda nas bancas até 15/12, mostra em sua matéria de capa como a burocracia brasileira inverte a lista de prioridades dos pequenos e médios empresários.

Por aqui, gastamos exatamente 2.600 horas por ano com questões burocráticas em certificações, normas, encargos e outros entraves – segundo dados do Banco Mundial.

São perdidos 325 dias úteis de trabalho de um funcionário — mais de seis vezes o que empresários do mesmo porte gastam na China.

Impostura

O estudo Doing Business, do Banco Mundial, revela que o Brasil, comparado aos demais países do Bric, possui a maior carga tributária.

A impostura recolhe 67% dos lucros das empresas.

Alem disso, a demora para obtenção de todas as licenças para se constituir um estabelecimento comercial bate recordes no Brasil: pode-se levar 469 dias.

Excesso de normas

Atualmente, vigoram no Brasil mais de 275.000 normas que detalham quanto, como e quando pagar impostos.

Hoje há 80% mais normas do que em 1995 — considerando apenas o que foi compilado até outubro pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário.

Depoimentos de diversas empresas exemplificam como isso torna a gestão das contas extremamente complexa e confusa.

Visitando a Justiça

Um grupo de cerca de 20 magistrados de países de língua portuguesa foi recebido ontem de tarde pelos conselheiros José Lúcio Munhoz e José Guilherme Vasi Werner, no plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O encontro faz parte das Jornadas Luso-Brasileiras, programa de intercâmbio institucional entre magistrados de países de língua portuguesa, promovido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e pela Associação dos Magistrados do Brasil (AMB).

A Jornada tem como objetivo promover a troca de experiências por meio do diálogo e a discussão de questões comuns, contribuindo para a consolidação dos valores do Estado de direito democrático nesses espaços nacionais.

Jovem Cientista

No dia 6 de dezembro (terça-feira), às 11h, no salão nobre do Palácio do Planalto, a presidenta Dilma Rousseff participará da cerimônia de entrega do XXV Prêmio Jovem Cientista, que comemora em 2011 seus 30 anos de existência.

Estudantes do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraíba, Minas Gerais, Tocantins e Distrito Federal estão entre os contemplados desta edição, cujo tema foi “Cidades Sustentáveis”.

Foram 2.321 trabalhos enviados para análise, um recorde de inscrições – o que representa crescimento de 7% em relação ao ano passado.

As Canções

Eduardo Coutinho participa e vai debater com o público após a exibição grátis de seu mais novo documentário, na próxima terça-feira, dia 6, às 20 horas, em São Paulo.

As senhas poderão ser retiradas a partir das 19h na bilheteria do Espaço Unibanco de Cinema – Rua Augusta, 1475.

No filme, as pessoas cantam sua música preferida e contam por que ela tem tanta influência em suas vidas.

As Canções é o 12º longa-metragem de Eduardo Coutinho, e marca a sua sétima parceria com a produtora Videofilmes.

O Palhaço

O Santander realiza sessão gratuita e aberta ao público da comédia dramática O Palhaço – com Selton Mello e Paulo José..

Será na próxima segunda-feira, dia 5 de dezembro, às 21h30, no Cine Reserva Cultural.

Após a exibição, Bruna Chiaradia e Alessandra Brantes comentam o novo longa-metragem brasileiro com o público.

Mônica do Lamarca

Nos tempos da dita-dura, a guerrilheira Dilma Rousseff tinha um apelido carinhoso dado pelo desertor capitão do EB, o também companheiro-terrorista Carlos Lamarca.

Dilma era chamada de “Mônica” - “porque ela era dentuça e mandona” como a personagem de Maurício de Souza.

A revelação está no livro “O Cofre do Dr. Rui – Como a Var-Palmares de Dilma Rousseff realizou o maior assalto da luta armada brasileira”, escrito por Tom Cardoso e publicado pela prestigiada editora Civilização Brasileira.

Desse jeito, a polêmica Comissão da Verdade será motivo de piadas concretas se forem reveladas todas as cacas feitas pela esquerda pós-1964...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 2 de Dezembro de 2011.

8 comentários:

Anônimo disse...

ESTARRECEDOR!!

Ildo Sauer denuncia como José Dirceu entregou o Pré-Sal para Eike Batista (Parte final - Os leilões dos campos da Petrobras)
http://www.tribunadaimprensa.com.br/?p=26923

Paulistanóide disse...

Industria das Placas:
Na foto publicada, observa-se que o "especialista", que na calada da noite efetua a colocação/troca das placas, dobrou descaradamente a placa de identificação da avenida, para colocar a sua.
As trocas massivas, que ocorrem no período noturno,por motivo de segurança, deveriam ser informadas antecipadamente aos motoristas. Mas parece que o interêsse e a preocupação são outros.

Dr. Traffic Calming disse...

Máfia das placas no RJ: A Casa ainda não caiu: Máfia das Placas na Mira do Cade (Ministério da Justiça):

O CADE, Conselho Administrativo de Defesa Econômica, Órgão subordinado ao Ministério da Justiça, poderá decidir hoje se inicia ou não uma investigação sobre denúncias de formação de cartel pelas empresas fornecedoras de placas para carros no Rio de Janeiro. É Incrível a quantidade de “Máfias” que proliferam e orbitam os serviços ligados a trânsito e transportes do Rio de Janeiro. Depois da “Máfia dos Reboques”, “Máfia das Multas”, “Máfia dos Pardais”, chegamos a mais um capítulo com a “Máfia das Placas”. A Sociedade Civil precisa urgentemente se mobilizar e cobrar dos órgãos fiscalizadores medidas enérgicas e firmes para combater e coibir estas máfias. Mas o que me chamou mais atenção nisso tudo foi ter lido na Veja, na coluna do Lauro Jardim, que o próprio Ministério Público emitiu parecer sugerindo o arquivamento do caso. Vamos ficar de olho e postar aqui no Blog o resultado desta ação, aguardem novidades e compartilhem nosso blog nas redes! Usem os Botões abaixo para avisar seus amigos no Twitter, Facebook, Orkut e etc. quantos mais pessoas tiverem acesso maior será nossa mobilização. 23/03/2011 http://leisecarj.com.br/?p=66
São Paulo precisa urgente de ações semelhantes via Mídia não amestrada e redes sociais.

Augusto de Azevedo disse...

A questão do aluguel das barcas me fez lembrar um episódio da vale do Rio Doce quando ainda era estatal, a Vale alugava navios petroleiros a um preço absurdo e injustificável e depois o ngoverno não entendia o porquê de uma empresa tão rica ser tão cara ao Estado, assim como a questão ndas placas em São Paulo, o governo nem sempre governa para um fim melhor...

Anônimo disse...

A nossa diplomacia externa continua ser gerida pelo traidor e menchevique troglodita dinossauro top top garcia, o tal que afirmou um dia ter o povo curta memória!

Até quando o Brasil continuará resvalando alegremente para a me#da pelos neurônios de outro psicopata traidor que deveria ter sido extinto quando da queda da ex-URSS? Não chega o traidor espião cubano dirceu mandar também na dilma?

Afinal quem governa esta me#da toda que ainda se chama Brasil?

Anônimo disse...

Dá para levar a sério essa empresa que gerencia o trânsito de SP?

http://www.cetsp.com.br/perguntas-frequentes.aspx

Perguntas Frequentes

Estacionamento

Posso estacionar na frente da guia rebaixada da minha residência?

Não. Quando o agente de trânsito passar e vir o veículo estacionado em frente a uma guia rebaixada, ele estará apenas constatando uma infração.

Anônimo disse...

O link indicado pelo anônimo das 10:29 AM, è de fato no mínimo estarrecedor! Estamos entregues e sendo governados por loucos que fazem da traição e crime lesa-pátria, um divertimento! Nada os impede de fazerem o que querem e esconder suas patifarias do povo brasileiro. A terrorista, o bronco do lulla, o espião cubano dirceu, fhc, agigantam-se nas patifarias, no descaso e na falta de Honra para com o Brasil. Para eles o Brasil e o Poder são um meio licito de enriquecerem e deixarem seus aliados enriquecerem também. Meros vassalos da Nova Ordem Mundial. Tudo comprova que dilma foi eleita através de manipulação de urnas eletrônicas sem direito a recontagem dos votos!

O ministro mantega ainda esta semana veio pedir aos brasileiros para consumirem e não pensarem no futuro! Não falou como pagar, mas para consumirem! Já outro louco, o lulla disse o mesmo! A Oligarquia Financeira Internacional representada no Brasil através de empresários traidores cuja Honra se mede pela conta bancária, o está exigindo! Vem aí um futuro muito sombrio e muito negro. Os militares estão adquirindo treinamento e experiência como dominar as cidades, ao ocuparem como treinamento as favelas com a esfarrapada desculpa de dominar o tráfico de drogas. Treinamento como sitiar bairros, prender ou matar habitantes, controlar por meio das armas os habitantes mais mansos.

Foi criada mais outra UNASUL! Mais forte e mais poderosa! Top top Garcia um dos seus “pais”! Só muda nome! EUA e Canadá de fora e eles falam de democracia? Como? Nenhum repórter questionou essa falta de democracia! Estranho!

Vejo por aí, no próximo ano, muita morte, muito sangue! Que futuro negro nos espera quando somos governados por uma terrorista e por loucos? Um maldito triunviriato!

Anônimo disse...

O problema da CET não é a CET em si, mas sim essa administração suja do Sr. Marcelo Cardinale Branco e sua corja de diretores, favorecendo empresas como Meng e Serttel para encherem suas cuecas de dinheiro e arrecadar fundos para a candidatura do Sr. Kassab.