sexta-feira, 19 de julho de 2013

Acorda, Leonardo Boff

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ronaldo Fontes

O espírito de insurreição das massas em nenhum momento da história deixou de ocupar o espaço das ruas, é só recordarmos de todas as matérias publicadas pela mídia nos últimos 60 anos.

As propostas socialistas, revolucionárias já não são suficientes para mover as massas, porque ainda mantém o rancor e o ódio, capazes de levar a cometer as atrocidades históricas em nome da igualdade. O binômio sórdido capital-trabalho já não convence os menos favorecidos, é um conceito jurássico que os dinossauros que estão no poder ainda teimam em tentar utilizá-lo como forma de manobra política e solução dos problemas sociais.

Não foi esse o binômio que você utilizou durante toda sua vida para “defender” os mais necessitados? Entretanto, eles participaram alguma vez das decisões? Expressaram suas reais necessidades ou em todo esse tempo as decisões foram capitaneadas? O povo tem que participar Leonardo. Vocês se julgam os enviados por Deus para dar comida aos pobres e ordenar o que e como devem se comportar.

Só agora, Leonardo, é que você percebe que ninguém se sente representado pelos poderes palacianos? Eu particularmente, em 60 anos de vida no Brasil, que passei grandes dificuldades na infância, trabalho duro desde os 16 anos, nunca roubei para cumprir com minhas obrigações, em poucos momentos, talvez em nenhum, deste período da história me senti representado.

Analisar o fenômeno ocorrido nas ruas do Brasil de forma holística? Outras formas de inteligência? Cosmogênese? Meu caro Leonardo, novamente vem você querendo através da retórica, distorcer os fatos. O povo brasileiro está sendo assassinado nas ruas, nos hospitais, sendo emburricado nas escolas públicas, amontoado como sacos de farinha no transporte público e cada vez mais favelado e você deseja explicações através da cosmogênese? Se você não acordou, nós acordamos. Acorda, Leonardo.
Você analisou muito bem, pois sei que és extremamente inteligente e o respeito por isso. O fenômeno das redes sociais não necessita de maiores análises.


Não precisamos perder tempo com isto. O fenômeno saiu dos computadores e foi para as ruas, revelando que a internet já mudou o mundo há muito tempo e só você não havia percebido.

A internet é a nova praia, local mais democrático que existe nos dias de hoje. Você não percebeu, mas sua “chefa”, que não é lá muito esperta, conseguiu perceber e deseja impor limites à essa liberdade. Para sua “chefa”, o povo não pode ter direito à informação e na Net ela está escancarada, à disposição, só é necessário confirmar as notícias, o que também ajuda no processo de formação de inteligência que é o processamento adequado da informação e das ideias.

Os movimentos no Brasil quanto a solidariedade mundial foi interpretado por você com uma ponta de… eu não gostaria de ser grosseiro, mas as manifestações internacionais a favor do movimento passe livre, fundado no fórum social mundial em Porto Alegre, ocorreram porque o movimento é ligado à 4ª internacional socialista que tem como objetivo a revolução permanente e como possuem ligações internacionais, o apoio veio em defesa contra as ações da PM que sabiamente se afastou do movimento deixando-os sem inimigos.

Essa é a verdade. Em seguida, a população ordeira saiu para as ruas surpreendentemente e para infelicidade dos “democratas no poder”. É essa a população que você sempre rejeitou, junto com seus sócios como Marilena Chauí que afirma ODIAR a classe média, e que você deseja atingir com essa retórica? Isso é erística Leonardo. Querer estar certo sem ter a razão a seu lado.

Outra interpretação equivocada é que o povo está saturado com o tipo de política. Errado! O povo está saturado há décadas, apenas não tinha acesso às informações de como vinha sendo extorquido pelos governos que se sucedem, desconhecia os atores, acreditava que os atores eram bons, tinham boas intenções, estavam lutando para resolver as dificuldades de um país pobre.

Hoje, Leonardo, o povo sabe de uma coisa: o país não é pobre, é rico, mas o povo é miserável e o que você mais uma vez erroneamente chama de elite, tem se beneficiado há séculos. Elite, Leonardo, não são esses calhordas traidores do povo, políticos e seus asseclas que se encastelam nas autarquias, universidades , instituições, desviando recursos públicos. Faz parte da elite nacional, conceitualmente, todo e qualquer cidadão capaz de promover mudanças sociais.

VOCÊ É DA ELITE LEONARDO! ACORDA!VEM AJUDAR REALMENTE O POVO NÃO ATRAVÉS DO CAPITAL-TRABALHO, MAS DO CONHECIMENTO E DA PARTICIPAÇÃO.

Por que esses programas assistencialistas não resolveram as necessidades do povo? Porque não são sustentáveis e o saco tem fundo. Os recursos são limitados em um país sem indústria, com os projetos de infraestrutura sendo atacados pelos seus sócios do Foro de São Paulo, que mentem para a população.

Indígenas com terras sequestradas? Leonardo, menos de 700 mil índios(0,3% da população) detém 17 % do território nacional, cujas terras são as mais valiosas do planeta. Nós, não índios, mas igualmente brasileiros, vivemos em outros 17% e somos o restante 99,7% da população.

Você tem que parar com essa falácia. Utilize aqui da cosmogênese para entender esse processo. Ou mais fácil, você deverá participar da próxima reunião do Foro de São Paulo e continuará discutindo o mesmos temas, com a mesma estratégia, com os mesmos programas, e com o mesmo planejamento. Desculpe-me: NÃO VAI DAR CERTO. O MUNDO MUDOU.

Isto que você presenciou nas ruas, está longe de ser uma gota d’água. É o tsunami que está chegando e vocês terão que investir muito dinheiro público e privado para não serem afogados nas próximas eleições. Chico Buarque ganhou muito dinheiro enganando o povo, tomando whisky 24 anos, jogando futebol, muito samba, choro e rock’n roll e se divertindo, já não é mais referência.

Pois bem, agora que o povo possui informação que vocês nunca permitiram que tivesse, vem dizer que esse país não é para nós?


Leonardo, você está redondamente enganado, se enganando ou querendo enganar os outros. O Brasil está sendo reconquistado, mas agora pelos próprios brasileiros honrados, ordeiros e honestos. Não permitirão que forças alienígenas capitaneadas pelos seus sócios do Foro de são Paulo tomem conta desta nação.

Entenda: a internet democratizou e disseminou a informação. Não há mais retorno. 

Vocês tentarão pela força. Nós, por outro lado, acreditamos no diálogo, da participação popular nas decisões, no desenvolvimento regional com aproveitamento das potencialidades nacionais, que está ligado à ética e não apenas no crescimento que está ligado à índices econômicos que servem à oligarquia financeira.

Leonardo, somos contra o Foro de São Paulo, baseados em análise das ações e dos dados publicados. No campo das ideias, mesmo porque não possuímos outro tipo de poder.

Em caráter informativo para a população: a Revista América Libre é a revista do Foro de São Paulo.

Conselho editorial da revista AMERICA LIBRE (só alguns, no link estão todos):
Manuel Marulanda Vélez, ex- comandante das Farc(in memoriam)
Eduardo Greenhalgh (PT),
Emir Sader (que é o editor também)
Chico Buarque de Hollanda
João Pedro Stédile
Frei Betto, ex-assessor especial do presidente Lula
Leonardo Boff


Apesar de tudo, envio meus respeitos, aceito seus posicionamentos e discuto democraticamente no campo das ideias. Afinal, os grandes toureiros detentores do capital internacional nos fazem perder muito tempo com essas discussões.


Ronaldo Fontes, Médico, é Presidente do Instituto Foro do Brasil.

Um comentário:

Jayme Guedes disse...

Texto irretocável. E quanto ao Foro de SPaulo, que time. O que fazem aqui? Por que não vão viver no paraíso cubano? Não descobriram ainda que o único modelo econômico compatível com a natureza humana é o capitalismo? Nascemos competitivos, egoístas e acumuladores. O comunismo e seus diversos rótulos não passa da confissão da incapacidade de superar a maior economia do mundo, que é ... capitalista.